História A Posse Interna - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Lista Negra (Hate List)
Personagens Nick Levil
Tags Crimes
Visualizações 1
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - The Training


Antes de começarmos o treinamento, Mattew pede para que eu comece a fazer exercícios e alongamentos para que pudéssemos começar. Depois de uns 50 minutos, apenas isso, e ai sim fomos começar o treinamento.

Mattew pede para que eu coloque luvas de MMA e comece a socar um saco de pancada preto e pesadíssimo, comecei a socar e no primeiro soco que dei, foi com tanta força que doeu muito os meus dedos, o meu pulso estralou de tanta dor. Aquele saco era extremamente duro, mesmo com a luva eu consegui ferrar a minha mão..

-O que foi? Doeu sua mão?

-Sim.. (Falei em quanto massageava a mão)

-Então bate com mais força do que bateu agora. (Ele fala e bate na minha mão em seguida)

-Cê ta maluco? Isso DOEU.

-Se você não consegue socar um saco de pancada, imagina socar Alexia.

-Ela não é feita com areia dura e batida dentro e coberta de couro.

-Verdade! Ela é feita de ossos e músculos e é coberta pelas pessoas mais barras pesadas de Barcelona.

Eu apenas aceito aquela resposta, até porque é verdade. Fitei o saco de pancada soquei de novo, e como da última vez, DOEU MUITO. Eu não ia aguentar socar aquela merda com força, quanto mais você com força bate, mais dói.

-Vai Alexa. Soca isso com toda sua raiva, sua tristeza, sua vontade. Passa seus sentimentos para ponta de cada dedo e libera tudo no saco.

Eu fito de novo o saco de pancada, e tento fazer isso. Fecho os olhos, e concentro todos os meus sentimentos, minhas raivas, minhas tristezas, minhas vontades, meus ciúmes. Passo TUDO para a minha mão e a cada ponta dos dedos e soco com tudo, liberando essa mistura de sentimentos que estava concentrada na minha mão.

O soco foi forte, ao tecido duro da luva ir contra o saco de pancada e se colidir contra o couro e a areia duríssima de dentro, fez um barulho alto ecoar pelo salão. Dessa vez doeu bem menos que as primeiras vezes, mas mesmo assim doeu.

-Agora sim.. Mas tenta concentrar apenas os sentimentos de raiva, os que te atiçam seu lado agressivo.

Ao ouvir o que devia fazer, soquei novamente com os sentimentos que atiçavam meu lado agressivo, e novamente o barulho ocorreu novamente, dessa vez o barulho se estendeu mais que a última vez pela sala.

-Bom. Agora, vamos ajeitar essa sua postura de socar.

Mattew segura meus cotovelos e ajeita minha coluna..

-Soca agora daquele mesmo jeito.

Soquei, e dessa vez eu pude ver o saco se mover muito pouco, mas vi.

-Mais uma vez.

Soquei do mesmo jeito..

-Eu quero ver você tirar esse saco do lugar, dar um soco tão forte que quebre a corrente que o segura, quero ver você rasgar esse couro e deixar a areia pesada do saco cair com apenas um soco.

Eu acho engraçado, pois seria quase impossível

-Você me cobra tanto, faz você!

Ele me coloca para ver ele socar, ele estava sem luvas, sem nenhum tipo de proteção para as mãos, eu apostava que ele iria quebrar a mão fazendo aquela loucura. Até ele socar, ele soca com tanta força que o saco balança como se fosse um papel, a corrente rompe e o saco cai no chão com um rasgo enorme que permite toda a areia escorrer pelo o chão fazendo com que o couro fique vazio. Eu me admirei com o tanto da força, aquilo parecia cena de filme..

-Esse saco de pancada é o mais leve daqui. Ou você soca e faz o que eu acabei de fazer, ou saia dizendo que perdeu por um saco de pancada.

ESSE SACO ERA O MAIS LEVE? Como assim?! Ele ia me dar o que pra socar depois? Um aço? Um Titânio? Um Adamantium?

-Vou colocar outro desse para você. SOQUE!

Faço positivo com a cabeça. Como pode, ele ter tanta força e não conseguiu vencer Alexia em uma luta? Minha irmã além de psicopata é também o ser mais forte do mundo? Começo a não acreditar que uma bala de uma pistola conseguiu perfurar a mão dela.. Não duvido nada se disserem que a mão se regenerou depois de 10 segundos.

-Alexa! Aqui.

Ele já havia colocado o saco pendurado..

-Vai.. Soca!

Soco aquilo novamente e do mesmo jeito que Mattew socou, dessa vez consegui ver o saco se mexer, estou começando a pegar o jeito disso.. Eu não saio daqui sem conseguir derrubar essa bosta no chão e rasgar o couro fazendo com que a areia escorra.


Notas Finais


Adler ou Mattew meninas?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...