História A preciosa história de uma vida perdida - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Depressão, Hentai, Romance
Exibições 21
Palavras 254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Um novo dia


Fanfic / Fanfiction A preciosa história de uma vida perdida - Capítulo 5 - Um novo dia

Acordo e já pego o celular imediatamente para ver se há alguma explicação para o que ele me disse ontem. Ele. Meu namorado. Ou meu ex? Ele não mandou nenhuma mensagem, pelo contrário, estou bloqueada. Tento ligar, mas parece que também bloqueou meu número. Não sinto nada de imediato, o que me surpreende. Então me levanto e vou fazer a higiene matinal. Passo uma hora doce lar trancada no banheiro, sentada no chão, pensando. Tomo coragem e me levanto devagar. Putz! A história do meu pai... não tinha pensado naquilo desde ontem. Acho melhor não falar nada, afinal o divórcio já está encaminhando. Desço para o café,  meus irmãos ainda não voltaram. Resolvo perguntar onde estão. Parece que foram pra um acampamento, um lugar pelo qual não tenho interesse no momento. Hoje não lembrei do bom dia, peguei um suco e subi para o quarto. Resolvi ler um livro, "Puros", parecia interessante. E era, li por horas. Com pausas para chorar por ele. Não entendo porque fazer isso... não apareço para o almoço. Estou sem fome. Vou para um banho longo, preparo uma playlist, tiro a roupa bem lentamente. Respiro devagar tentando sentir o ar que me cerca, vejo as flores esculpidas no box, passo a mão sobre elas lentamente. Penso em frases de Frida e tento me manter firme. Não resisto por muito tempo e logo sinto lágrimas por todo o rosto, algo quase imperceptível devido a água que me molha por inteiro. Meu corpo parece desligar aos poucos e me sinto apagar...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...