História A Pretty Crush - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carter Reynolds, Maia Mitchell, Matthew Espinosa, One Direction
Personagens Carter Reynolds, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Maia Mitchell, Matthew Espinosa, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Carter Reynolds, Colegial, Drama, Harry Styles, Josh Devine, Liam Payne, Louis Tomlinson, Magcon, Maia Mitchell, Matthew Espinosa, Niall Horan, One Direction, Personagens Originais, Romance, Zayn Malik
Visualizações 22
Palavras 2.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, loves, como vão?
❤️Não, isso não é outro capítulo aviso.
❤️Não justificarei minha demora pois fiz isso no capítulo anterior
❤️MUITO obrigada pelos favoritos, comentários e visualizações!
❤️Pelo os meus cálculos a fanfic não terá mais que 20 capítulos, contando com o epílogo (estou achando que não chega nem a 15)
❤️Preparei 5 surpresas para APC, controlem a curiosidade pois não contarei o que é
❤️Os intervalos de tempo são necessários, mesmo que grandes, senão a fanfic seria parada e a rotina entediante

Desculpem-me qualquer erro, mas estou postando pelo celular às 4h38 da manhã (só para não deixá-los sem att esse ano e cumprir minha promessa)

Dedico esse capítulo as pessoas que ficaram cobrando a att de APC, obrigada, meninas, acho que esse capítulo não sairia esse ano senão fosse por vocês! (Nati, Ellen, Danny, Kaah e Ariel)

Boa leitura, meus amores!

Capítulo 9 - Liam Payne


Fanfic / Fanfiction A Pretty Crush - Capítulo 9 - Liam Payne

“If the sky above you
(Se o céu acima de você)
Should grow dark and full of clouds
(Tornar-se escuro e cheio de nuvens)
And that old north wind should begin to blow 
(E aquele antigo vento norte começar a soprar)
Keep your head together 
(Mantenha sua cabeça em ordem)
 And call my name out loud, yeah 
(e chame meu nome em voz alta)
Soon I'll be knocking upon your door”
(E logo eu estarei batendo na sua porta)
(You've Got a Friend – McFly)

22 de março
 
            Sabe quando você quer esquecer alguém, mas tudo e todos conspiram contra isso? Então, é horrível, e foi exatamente o que aconteceu comigo.
            Eu juro, juro que tentei de tudo para esquecer o Harry, mas não dava. Porque sempre alguém aparecia falando o nome dele, ou ele passava perto de mim, ou então algo me lembrava ele. Sei que isso não é motivo o suficiente, mas não posso fazer nada se sou fraca e não resisto a tentação.
            Não sei quem menos me ajudou: minhas amigas ou a professora. Minha vontade era fazê-las calarem a boca, pois de 10 palavras ditas, 15 eram sobre o Harry. Nem minha mente cooperou, pelo contrário, ela me torturou com mais um sonho.
 
            Flashback do sonho On
 
17 de março
 
            Estava na escola, porém, ao invés de uma sala fechada, era uma tenda com as laterais abertas. Eu estava sentada na segunda carteira  da segunda fileira da janela para a porta, o Harry estava ao meu lado com um sorriso maldoso, o professor estava ausente e o resto da sala estava distraída conversando. De uma hora para outra uma linha de trem pareceu na sala, entretanto, ninguém percebeu, pois estavam focados demais neles mesmo para prestar atenção no que acontecia ao redor. A linha passava na parte da frente da sala e entre a primeira e a segunda fileira. O trem começou a passar e a Gabi apareceu ao meu lado falando o quão legal ela achou aquilo
 
            -Isso vai dar merda, Gabi – Ela não concordou e nem discordou, apenas ficou em silêncio, assim como eu.
 
            Tudo estava indo bem e o pressentimento ruim que eu senti, estava passando, mas quando o último vagão estava passando, ele virou em cima de mim. E num piscar de olhos estávamos no pátio.
            Eu conseguia ver o meu corpo embaixo do trem, a equipe do Resgate tentando me retirar de lá, os alunos observando com os olhos arregalados e conversando entre si e o Harry com um sorriso satisfeito, mas que logo se transformou em preocupação. Acho que acontecer algo grave comigo não estava nos planos dele.
 
            Dei uma risada irônica – Antes você não estava se importando comigo, agora sou eu quem não me importo com você. – Disse mesmo sabendo que ninguém poderia me ouvir, já que eu não passava de uma alma.
 
            Flashback do sonho Of
 
            E cá estou eu, babando no Harry, o olhando enquanto o mesmo conversa com os seus amigos, lindo como sempre.
 
            -Larissa chamando Angeline! Oiii, Angeline, acorda.
 
            -Quê?!
 
            -Finalmente! Estava dormindo?
 
            -Não, eu estava pensando
 
            -Pensando ou babando? Porque vocês estava vidrada no Harry, nem piscava. Só estava esperando você babar para zoar com você.
 
            -Que grande amiga você é. Só esperando a doce e indefesa Angeline cometer um deslize para rir as custas dela.
 
            -Concordaria totalmente com o que disse, senão soubesse que de doce e indefesa você não tem nada.
 
            -Eu sou um docinho.
 
            -Teria que perguntar ao Niall, mas realmente não quero saber. – Fez uma cara de nojo.
 
-O Niall não tem nada a ver com... Espera aí, não me diga que você levou isso para o segundo sentido!

-É, eu levei...

-Para a sua informação, não teve nada disso entre eu e ele, e vamos subir porque o sinal já bateu.

*** 

Estava passando pelo portão da saída quando noto uma pequena movimentação em frente ao mesmo, resolvo ir até lá e percebo que são meus amigos, porém, a surpresa e choque são tão grandes que fazem-me parar no mesmo instante.

-Payne? – Minhas feições de surpresa se transformam em um sorriso assim que Liam me nota e sorri pra mim. Ando até ele ainda sem acreditar. – O que está fazendo aqui?

-Resolvi fazer uma surpresa e vim visitar vocês – Diz quando se afasta dos meninos para podermos conversar .

-Devia ter avisado, assim teria descido antes. Mas, e aí? Como é a escola nova?

- Ah, é normal, mas sinto falta de vocês para conversar, de quando você enchia o meu saco na sala de aula, das brigas que você arrumava com a Bia, enfim...

-Também sinto falta de te irritar. Já arrumou uma nova melhor amiga?

-Não, mas estou namorando. E você? Já arrumou um novo melhor amigo?

-Não também. Você nem pra me contar isso por mensagem, aliás, nem conversamos direito mais, já que você vê e não responde minhas mensagens  e quando o faz, responde de forma curta para não prolongar o assunto. – Não ia falar nada disso, pois não nos vemos há bastante tempo, entretanto, tive a oportunidade e a aproveitei. Ele ficou desconfortável diante disso, percebi isso porque ele coçou a nuca e deu um sorriso sem graça.

-É que na escola que eu estou agora tem prova toda semana e só pego o celular de sábado e domingo. – Apenas assenti. Céus, que desculpinha mais esfarrapada.

Conversamos mais um pouco e ele voltou a conversar com os meninos e eu fui falar com as meninas.

-Achei que nunca mais fosse parar de conversar com o seu Amorzinho – Larissa disse. – E não faça essa cara de ponto de interrogação pois sabemos muito bem ele gosta, ou gostava, de você.

-Qual é, Angeline, vai me dizer que não se lembra de todas as discussões idiotas que tínhamos e de que ele sempre ficava do seu lado?! Isso quando não te defendia.

-Eu lembro, Gabi, mas isso não quer dizer que ele gostava de mim. Éramos só amigos, por isso ele me defendia.

-E as mãos de vocês entrelaçadas enquanto a balançavam de um lado para outro durante a conversa também quer dizer que vocês continuam sendo somente amigos – Era nítido a ironia e eu apenas revirei os olhos diante da sua acusação – Que pena, amiga, não colou.

-Ele tem namorada, tá legal? E o que tem entrelaçarmos as mãos? Não vejo nada demais nisso.

-Angeline, olha quem está vindo. – Larissa indicou com a cabeça para trás de mim.

Olhei e vi o Harry com o braço por cima do ombro da Isabela, as mãos entrelaçadas e rindo, enquanto caminhavam e conversavam. Voltei a olhar para as , ignorando a cena que acabara de ver, pouco tempo depois o transporte escolar chegou e eu tive que ir embora.

*** 

Ligação On
-Soph, tá ocupada?

-Não, por quê?

-Pode vir na minha casa? Preciso conversar com alguém.

-Acho que posso.

-Tá bom, beijos, tchau 

-Beijos, tchau.
Ligação Off

Espero alguns minutos, desço e abro a porta no mesmo instante em que a Sophia passava pelo portão da casa dela. Depois de anos de amizade, de visitas e saídas, não tem como não saber o tempo exato que ela leva para sair de casa, além de que ela só não vem quando não está em casa.

-Oi. – Digo enquanto nos cumprimentamos e eu tranco a porta.

-Oi. O que está fazendo? – Pergunta enquanto subimos a escada.

-Trabalho de inglês. Quer fazer pra mim?

-Eu passo, obrigada.

-Adivinha quem foi na minha escola hoje.

Ela pensa um pouco e diz;

-Sei lá. A sua mãe?

-Não, o Payne.

-O que ele foi fazer lá?

-Segundo ele: nos visitar. Mas o que deixou-me atordoada não foi a visita. – Dei uma pausa. – Enquanto conversávamos ele disse-me que estava namorando, aí perguntei se era por isso que ele não respondia minhas mensagens direito ou as ignorava e ele respondeu que toda semana tinha prova e só pegava o celular de sábado e domingo, só que eu não acreditei porque ele ficava online durante a semana sim. Então eu associei  isso ao namoro, vai que eu estou atrapalhando a relação dele ou a namorada dele sentiu ciúme e proibiu ele de falar comigo – mesmo isso sendo ridículo, já que namorada não manda em namorado e vice-versa. Eu não quero ser a culpada por acabar com o relacionamento deles. 

Sophia me ouvia atentamente e percebendo que eu não havia terminado, permaneceu calada. 

-Além disso, hoje eu vi o Harry e a Isabela de mãos dadas, eles estavam tão felizes, conversando e rindo. E se eu me aproximar dele e virar um encosto? Talvez, a melhor coisa a se fazer seja deixar ele de lado e tentar esquecê-lo, porque mesmo que eu tente, não consigo me imaginar no meio deles.

Não me preocupei em manter minha expressão indiferente, muito menos em não demonstrar por meio de cada palavra que saía da minha boca os meus sentimentos, afinal, ela é uma das minhas melhores amigas.

-Sinceramente, isso tudo está parecendo muito com aquele livro que você me emprestou. O Leo que gostava da melhor amiga dele, a Fani e o professor, Marquinhos, por quem ela nutria um amor platônico, só que no seu caso é um aluno e não um professor. Mas agora é sério, vocês são melhores amigos e com certeza, os amigos vem antes dos namorados, ou seja, você vem antes dela. Pode ser uma coisa de momento e quando ele perceber que está te afastando por conta da namorada, ele irá atrás de você. E sobre o Harry, eu não acho que você será um encosto porque você é muito legal, simpática e sabe conversar, não tem como cogitar a ideia de que você ficaria deslocada, sendo um encosto. Você pode até não estar conseguindo imaginar agora, mas quem sabe mais pra frente, quando vocês se aproximarem, você não consiga imaginar? E se você realmente gosta dele, se aproxima, faz amizade, investe. Não deixa a oportunidade passar, Angel, aproveita enquanto ainda da tempo, porém, não adianta nada eu falar tudo isso e essa não ser a sua real vontade. Se você ficar parada nada irá acontecer porque, dessa vez, a iniciativa terá que partir de você! – Fiquei absorvendo as palavras, pois não esperava isso da Sophia, talvez da Melissa, mas da Sophia, nunca. Mesmo sabendo internamente sobre ter que tomar iniciativa, é totalmente quando alguém lhe fala. – Abre a porta pra mim? Preciso terminar minhas lições.

-Tá bom. Tchau, Soph, obrigada!

-Por nada!

Enquanto fazia o trabalho eu refletia sobre tudo o que aconteceu hoje, desde a hora que eu acordei até a conversa de agora a pouco. Sei que eu e o Payne éramos melhores amigos, mas acho que a conversa de hoje foi como um sinal, pois estamos nos afastando cada dia mais e nem adianta pensar que quando ele se tocar do que está acontecendo ele virá atrás porque não será a mesma coisa, a conversa não será a mesma, a maneira que nos falaremos não será a mesma, o modo que nos cumprimentaremos não será o mesmo, nada será igual. Não é questão de desistir de uma amizade, de ser supostamente falsa por dizer ser melhor amiga e de uma hora para outra abrir mão, é questão de não aguentar mais fazer os dois papéis, tentar manter uma amizade que já está confinada, eu tentei, mandei várias e várias mensagens, tentei ligar, mas não recebia nenhum sinal de volta que ele queria que nossa amizade permanecesse, pelo contrário e eu não vou ficar me torturando pensando se em algum momento fiz algo errado ou o que aconteceu para causar esse afastamento todo. Se um dia ele voltar atrás eu estarei no mesmo lugar de sempre e, caso isso aconteça, poderemos tentar recomeçar a amizade.
Harry. Um assunto mais delicado, onde eu preciso ter certeza antes de prosseguir com o que quer que seja. De uma coisa eu tenho certeza: nunca gostei de um menino da mesma maneira que gosto dele. Mas, vale a pena? Realmente vale a pena? Aparentemente sim, pois ele parece ser um menino gentil, fofo e simpático, além de lindo, ou seja, um verdadeiro príncipe. Sinceramente, vou seguir em frente com isso, estou precisando animar um pouco minha vida, e quem arrisca não petisca. Se der certo eu poderia ficar feliz e comemorar, mas senão, será uma lição que eu levarei para toda a minha vida, mas me arrepender, nunca. 
Seguirei em partes o conselho da Sophia, entretanto, eu posso receber mil e um conselhos, mas no final a decisão será sempre minha, mesmo que seja o completo oposto do que me disseram e esse é um dos motivos de eu não pedir conselho sempre, só quando eu realmente não sei o que fazer.


Notas Finais


FELIZ NATAL!!!!
Gente, hoje é aniversário de um dos meus bebês, Louis Gostoso Tomlinson e ele está fazendo 25 aninhos, tô sofrendo... Primeiro Natal e aniversário dele sendo pai, entretando sem a mãe. A tia Jay era uma pessoa maravilhosa e eu sinto muito pelo falecimento. Tenho orgulho da família Tomlinson por serem tão fortes!

Link da música: https://www.youtube.com/watch?v=LrIboqSqBAc
Kisses. All The Love
Xx Nick

P. S.: o próximo capítulo está lacrante. Não sei se alguém shippa Nangel, mas se sim, terá que se controlar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...