História A primeira inscrita - Capítulo 67


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Felipe Z. "Felps", Flavia Sayuri, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Alan Ferreira, Felps, Flavia Sayuri, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellbit, Cellbits, Felipe Z, Felps, Flavia Sayuri, Rafael, Rafael Lange, Sasa, Sayu, Sayuri
Exibições 45
Palavras 287
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 67 - Agindo estranhamente


  Eu passei horas pesquisando programas até que finalmente consigo chegar a minha conclusão, eu baixo, instalo, testo e logo chamo os pessoal no Skype, começamos a conversar e logo faço a live e estava muita gente, pegando quase 200 mil, conversávamos, ficamos horas ali, quase a madrugada inteira, e mesmo no final, ainda tinha 50 mil, fico feliz e ao mesmo tempo impressionado, eu termino, transformo a live em vídeo e logo o sono bate, eu durmo para acordar novamente 1 hora depois, minhas olheiras estavam enormes e minha saúde estava só abaixando, eu arrumo minhas coisas e vou para a Escola.

  Eu ia andando naquele clima fechado de São Paulo, estava pensando na Flávia, ela não falava quase nada naquela live por vergonha, estava ansioso para encontra-la, eu finalmente chego, logo vejo Alan, Felipe e a Flávia ali sentados em um banco conversando, eu chego e me sento.

  - Olha quem chegou! - Falou Alan e eu me sento sem demonstrar está feliz.

  - Eu estou morto - Disse Felipe com a cabeça abaixada.

  - Todos nós estamos né, praticamente viramos a noite - Falou o óbvio Alan. Logo o sinal toca, nos levantamos completamente exaustos, a Flávia não disse sequer nenhuma palavra até agora, nem sequer me abraçou, aquilo era estranho, ela agia estranhamente, mas eu não falava nada para ela. Eu chego na sala, eu me sento na frente como sempre, ela estava com a cabeça abaixada.

  A aula começa, eu olho para trás e ela aparentava estar triste, com o cabelo cobrindo seu rosto, logo ela percebe que eu estava a olhando, viro o rosto disfarçando e nem percebi que o professor estava explicando, fico pensando e não consegui prestar atenção na aula...


Notas Finais


Bom, nem preciso dizer o porque de estar tão curto.

Sério, desculpa, de verdade, quero muito continuar, mas não tenho tempo, prometo que nas férias irá melhorar :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...