História A Primeira Música - Camren - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Personagens Originais
Visualizações 199
Palavras 1.902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de seculos, mais um capítulo. Cada nome em destaque será o personagem do ponto de vista do narrador. Espero que gostem e comentem.

Capítulo 10 - Oh, take me back to the start


              Dinah 

    Chee,

 

   Bom, isso é algo arcaico, mas é a única forma de expressar o que estou passando por dentro sem precisar cantar. Sinto meu coração como um dos carros da NASCAR. Eu lancei aquelas duas músicas e toda vez que ouço Havana, sinto que esqueci de algo. Isso está acabando comigo. Estive com insonia e taquicardias durante os ensaios e desmaios constantes, acho que deve ser o calor. Quero saber o que você achou de OMG, afinal eu coloquei aquela vibe bem R&B e já que você ama esse estilo... Você já deve saber onde estou. Detroit nunca foi tão quente e eu nunca fiquei tão irritada sem motivo em particular. Apenas me irrito fácil demais e não, não é tpm. Ashlee me deu um longboard de presente e eu estou amando aprender a andar. Estive vendo suas notícias e fiquei feliz em ouvir Angel. O clipe me pegou de surpresa naquele horário e eu pensei em dizer algo mas depois concluí que seria melhor não dizer. Estive sendo uma fazer fervorosa de vocês e espero que estejam todas bem. Mande abraços à Normani e Ally. Estou aguardando nosso abraço no VMA e lembre-se, nenhuma palavra. 

     

            Com amor,

                     CC ❤

 

    Dinah tinha um sorriso de orelha a orelha ao acabar de ler a carta imprimida. Normani e Ally estavam atrasadas e Lauren estava de pé, abraçada com Ty, causando náuseas em Dinah toda vez que a morena visualizava a cena. A carta de Camila fora um calmante para isso. Dinah meditou sobre a possibilidade de Camila já não sentir nada por Lauren mas suas esperanças iam embora toda vez que ouvia a Havana e a OMG, pois sabia exatamente do que, ou melhor, de quem se tratava. 

    

    _Você quer alguma coisa baby? -Dinah ouviu Ty falar com Lauren e ergueu o olhar, percorrendo o saguão do aeroporto. 

 

   _Um suco de laranja. -Dinah ouviu o selinho trocado e então Ty se afastou.

 

   Dinah ignorou Lauren e checou sua roupa. Usava os cabelos em um coque mal feito, uma blusa branca e uma calça verde-folha, nós pés os tão aclamados saltos e várias pulseiras nos braços. Graças ao calor e a queloides, decidiu não usar brincos. Lauren por sua vez usava os cabelos soltos, um vestido branco curto e uma sandália simples. Nada de pulseiras ou brincos. Dinah estranhou completamente o comportamento de Lauren nas últimas semanas. Ela comia mais que o normal, bebia muito mais suco do que álcool, mal jogava seu maldito video game e não estava acompanhando Game of Thrones. Esse último era o mais grave. 

   Dinah releu a carta de Camila mais uma vez até que a guardou no bolso. O vôo para Miami estava atrasado. Lauren começou a bater o pé no chão no ritmo de Angel e a cantarolar. A Polinésia revirou os olhos e se colocou de pé bruscamente ao ver Ty Dolla voltando com um suco na mão. Dinah sentiu urgência em matar Lauren ali mesmo, mas ainda tinha planos para colocar em pratica e infelizmente para ela e felizmente para uma segunda pessoa, os planos envolviam Lauren. 

 

   _Só tinha de morango. -O rapper disse ao se aproximar. Camila ama suco de morango, pensou Dinah.

 

   _Obrigada mesmo assim. -Lauren falou. Dinah olhou de relance e logo se virou ao ver Lauren ser abraçada por Ty e quase fez vomito ao vê-lo beijar o pescoço da morena. 

 

   _Você está com um cara nada boa. -Dinah seguiu a voz de Ally. 

   

    _Ao menos finja que estamos de acordo e felizes por ela, amor. -Normani disse abraçando a namorada. 

 

   _Eu não consigo, Mani. -Dinah abraçou a morena. _Eu sei que estou parecendo os "Camren Shippers" mas eu não consigo ver uma sem a outra. -Dinah decidiu que era mesmo a hora de falar. 

 

   Normani e Ally se entreolharam e em silêncio, compartilharam o mesmo sentimento. Não era preciso estar sempre com Camila para saber o quanto a latina sofria com tudo o que vinha acontecendo. Dinah ainda sentia a dor por Camila quando a viu pouco antes de a pequena anunciar que síria em turne com o Bruno, conseguia sentir na voz de Camila tamanha amargura quando a menor disse que o amor só existiria para ela em letras de música, em filmes e em livros, e jamais na vida real. Que talvez ele apenas passou por suas mãos e se foi, porque ela não era boa o suficiente. 

 

   "Eu não sou boa o suficiente para o amor, Chee....

 

    "Não diga isso Chancho. Você sabe que não..."

 

    "Não. Você sabe que, Chee. Todos sabem. Não sou boa para amar, não sou boa para ela."

 

   Tudo aquilo atingiu Dinah em cheio. Ela abraçou Camila antes de deixá-la em Malibu e disse que ela sim, era boa demais para pessoas que não a mereciam. Camila apenas sorriu e se foi. Dinah passou a sentir raiva de Lauren, uma raiva seca, quase ódio. Odiava que ela agisse como se tudo fosse a favor dela.

 

   _Precisamos ir. Será rápido. Divulgamos e voltamos. -Ally disse e juntas seguiram para perto de Lauren. 

 

   Normani ajeitou seu vestido justo, preto e Ally conferiu seu macacão jeans e as sandálias. Todas com um coque mal feito no cabelo e apenas Normani usava brincos. 

 

    _Cuide-se baby. -Ty deu um beijo em Lauren e apenas Ally o cumprimentou. 

 

   Dinah observou Lauren caminhar até ela e virou-se para tornar a abraçar Normani, deixando a morena para trás. Dinah pediu desculpar internamente, mas sabia que era mais que necessário dessa vez. 

    Enquanto faziam os procedimentos para embarcar, Dinah pensava se agia totalmente certo ignorando Lauren. Tudo dentro de si, indicava que chegaria um dia em que Lauren e Camila acabariam tão destruídas que seria praticamente impossível ajudar a ambas. O desespero tomava conta de si a cada dia. Tudo que Camila mencionara naquela carta só aumentava sua preocupação mediante a tudo e ao fato de que a saúde da latina poderia estar sendo afetada por causa de Lauren. 

   Era só o que me faltava, pensou Dinah.

 

                  Sinuhe

 

   _Acho que ela está com insolação. -Ashlee disse a Sinuhe quando deixaram Camila dormir no quarto do hotel. 

 

     A mulher confirmou com a cabeça e tocou o ombro de Ashlee. Sinuhe estava com um vestido fino, fino demais para saber que o sol não faria tão mal assim a Camila. 

 

   _Você disse que praticaram com os longboard por quanto tempo? -Sinuhe perguntou ao entrarem no elevador. 

 

   _Uma hora mais ou menos. -Ashlee selecionou o primeiro andar. 

 

   Sinuhe trocou um longo olhar com Ashlee. Ambas parecerem pensar juntas em silêncio. Sinuhe se lembrou de ver Camila online três vezes nas madrugadas das últimas seis semanas em um jogo extremamente violento, completamente fora do estilo de vida da filha e, Camila nunca se dera bem com jogos e nunca usava um perfil falso. Ashlee se recordara de, nas últimas duas semanas, raramente ter visto a latina dormir direito ou mesmo comer. Sempre via com café nas mãos. 

 

   _Insolação não é. -Sinuhe disse. O elevador se abriu e seguiram juntas para o restaurante do hotel. 

 

   Sentaram-se num sofá no canto, com uma mesa de bebidas na frente e Ashlee se colocou mais perto de Sinuhe. 

 

   _Camila tem tido enjoos além da conta há mais ou menos uns três dias. -Ashlee serviu dois copos de champanhe e estendeu um para Sinu, que  pensava. _Dores de cabeça e taquicardias. Ela não caiu do long nenhuma vez. A concentração está normal, sabe, ela canta normal..

 

   Sinuhe sentiu uma lâmpada iluminar sua mente. Imediatamente levantou uma suspeita improvável.

 

   _Grávida ela não está, mesmo. -Sinuhe disse e riu com a expressão de Ashlee. 

 

   _Eu não cogitei isso, de qualquer forma. Apenas pensei que pudesse ser algo normal. Primeira turne solo, ela fica sozinha no palco e sempre Sinu, sempre, quando algo acontecia ela corria para Dinah ou Lauren. Fiquei tempo suficiente com as garotas para saber disso. A própria Camila falou. -Ashlee virou a bebida. 

 

   _Eu penso ser emocional. -Sinuhe também bebeu. _E sobre isso de correr para Dinah, ela ainda corre para Dinah. Já para Lauren... 

 

   Ashlee se serviu de mais champanhe e então percebeu o ponto.

 

   _Você não quer dizer que...

 

   _A mais ou menos uns dois meses, ou mais, não me recordo exatamente. -Sinuhe sorriu fraco. _Lauren esteve em Miami, na minha casa. Bem na mesma época que uma pessoa disse a ter visto com aquele rapper. Lauren havia chegado primeiro, pois não conseguia falar com Camila de jeito nenhum. Alejandro conversou com ela e disse que enquanto pai faria de tudo pela felicidade de Camila e a daria um voto de confiança. -Sinuhe se serviu de mais Champanhe e Ashlee a ouvia atentamente. _Camila chegou mais tarde. Demos licença para ambas conversarem mas eu, espiei tudo. -Ashlee riu. _Não me julgue, sou só uma mãe preocupada. Mas, elas a princípio, trocaram uma enorme quantidade de tapas, ou apenas Camila deu uns bons tapas em Lauren e então se abraçaram. Eu achei totalmente estranho e até engraçado. Elas disseram algo baixo e do nada estavam se agarrando. -Ashlee gargalhou com a maneira de falar de Sinuhe. _E você sabe, Lauren a pegou de um jeito que eu nunca vi e então Camila estava deitada na mesa e foi tão rápido que eu apenas vi Camila a empurrando e então a coisa ficou feia. Elas discutiram e Lauren foi embora. Ela se despediu e foi embora. Camila nunca mais falou dela ou sequer chorou por isso. 

 

   Ashlee concordou com a cabeça e novamente chegou em uma conclusão silenciosa com Sinu. 

 

                   Lauren

                

     No avião, Lauren colocou os fones e se deixou levar pela música que a muito não ouvia mas que agora parecia quebrar ainda mais seu coração.

 

   (Play - The Scientist by Coldplay)

 

 Vim para te encontrar, dizer que sinto muito

 

Você não sabe como é amável

 

Tinha que te ver, lhe dizer que preciso de você

 

Dizer que te escolhi

 

Conte-me seus segredos, faça-me suas perguntas

 

   Camila inundava sua mente. Mais uma vez aquele dia, Lauren se pegava pensando nela. Era inevitável.

 

Oh, vamos voltar para o começo

 

Correndo em círculos, lançando a moeda

 

De cara numa ciência à parte

 

Ninguém disse que seria fácil

 

É uma pena nos separarmos

 

Ninguém disse que seria fácil

 

Mas também não disseram que seria tão difícil

 

    Pensou que seria mais fácil com outra pessoa, mostrando ser forte mas isso só a matava. Seu corpo doía ao pensar que deixou Camila. A amava. Era impossível negar.

 

Oh, me leve de volta ao começo

 

   Chorou. Apoiou a cabeça na mão, proximo a janela do avião e chorou baixinho. Estava cansada. Precisava da latina como precisava de ar.

 

Eu só estava analisando números e figuras

 

Montando o quebra-cabeças

 

Questões da ciência, ciência e progresso

 

Não falam tão alto quanto meu coração

 

   Chorou um pouco mais alto. A dor era gritante em seu peito, seu corpo pesava. Dinah ouviu os soluços da morena e tocou em Ally indicando que trocassem de lugar.

 

Diga-me que me ama, volte e me assombre

 

Oh, e eu corro para o começo

 

Correndo em círculos, nos ocupando à toa

 

Voltando a ser como éramos

 

   Dinah tomou Lauren nos braços e a morena chorou ainda mais, compulsivamente. Dinah quebrou todas as paredes internas.

 

Ninguém disse que era fácil

 

É uma pena nos separarmos

 

Ninguém disse que seria fácil

 

Mas também não disseram que seria tão difícil

 

Eu estou voltando para o começo...

 

    Vai ter um começo, pensou Lauren. Eu prometo, Camz.


Notas Finais


Obrigada mores.❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...