História À Primeira Vista - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Amorzinho, Ashton Irwin, Calum Hood, Clemmings, Fanfic, Gay, Luke Hemmings, Luke X Michael, Michael Clifford, Michael X Luke, Muke, Muke Af, Muke Clemmings, Romance, Romance Gay, Yaoi
Exibições 27
Palavras 2.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie!
Essa é minha primeira fic na família linda e amorzinho 5SOS, então estou fazendo o possível para não fugir demais do que sei sobre a personalidade dos meninos. Peço a ajuda de vocês para construí-los bem na fanfic ><
FANFIC TAMBÉM PUBLICADA POR MIM NA CONTA WISHMEMUKE DO WATTPAD
Ah, comentem se vocês querem (ou não) que À Primeira Vista tenha Cashton como shipp secundário.
Não vou publicar com tanta frequência quanto queria, visto que tenho mais fics para escrever, aulas de baixo, provas, etc. Porém farei o possível para atualizar quando puder.
Boa leitura!

Capítulo 1 - "Loirinho"


Fanfic / Fanfiction À Primeira Vista - Capítulo 1 - "Loirinho"

 

Como qualquer adolescente em sã consciência na Austrália, Luke Hemmings acordou de mau humor. Tentou focar o olhar no despertador, concentrando todos seus esforços em manter-se com os olhos abertos. Ele o havia programado errado, visto que eram ainda seis da manhã e as aulas da escola que pretendia frequentar em Sydney só começavam às oito e quarenta. Maldita segunda-feira, maldita mudança, maldito colchão novo e desconfortável.

Grunhiu, olhando ao redor e vendo as paredes num tom de azul médio-claro, não verde-esmeralda. Vazias, não cheias de pôsteres de bandas e imagens dele quando pequeno. Muitas caixas de papelão, mas apenas a cama, o armário e o criado-mudo estavam quebrando o clima de "chegamos nesta semana na cidade". Tão frustrante.

Ele levantou sonolento, olhando para o teto por um breve momento. Havia acordado mais cedo, poderia desempacotar algumas coisas. Avançou na primeira caixa, tirando seu amado pinguim de pelúcia da caixa e o pondo na cama. Tirou alguns livros e gibis, suspirando ao levá-los para o lado da varanda, uma das únicas vantagens que seu novo quarto tinha em relação ao antigo.

Pegou-se pensando nos velhos amigos, Dave, Amy e Patrick. Eles diziam que Perth não seria a mesma sem Luke por perto, entretanto ele também não seria o mesmo sem sua cidadezinha. Desejava ouvir mais piadas ruins de Amy, fazer mais brincadeiras com Patrick, cantar mais com Dave, rir mais com todos... Luke só queria mais alguns segundos de verão.

Amy fizera piada com aquilo, dizendo que férias permanentes seria perda de tempo e não dariam aquele gostinho de saudades para as próximas. Ela falava aquilo só para animar o melhor amigo, mas fazia efeito.

Pôs-se a respirar fundo, trocando de roupa após passar bem o desodorante. Se houvesse uma palavra para descrever a adolescência seria "fedor". Talvez "espinhas". Luke não pretendia sair cheirando mal pela escola, de qualquer modo.

Desceu a escada, carregando a mochila com uma das mãos e bocejando. Seus pais não costumavam participar de sua rotina matinal, a não ser pelo "tchau, mãe e pai!" que gritava no andar de baixo da casa. Felizmente, seus irmãos já estavam na faculdade, fato que evitava discussões durante este horário. Além de que ambos haviam preferido permanecer em Perth para estudar. Sortudos.

Bufou baixo, tomou o café da manhã de modo apressado e logo saiu de casa, despedindo-se dos familiares enquanto trancava a porta de entrada.

Seria um longo dia.

✽ À Primeira Vista✽

Aquele ser o primeiro dia de aula não impedia que os alunos já acostumados com a escola e bem encaixados em suas "panelinhas" zombassem ou cortejassem os novatos que chegavam ali mais perdidos que um texto em prosa no meio de um livro de poesia. Todos estavam agitados e aglomerados, coisa que fazia qualquer calouro como Luke sentir-se completamente desnorteado. Suspirou, tentando adentrar os portões do colégio sem esbarrar nos novos colegas. Saco. Era tão constrangedor sentir o olhar de cada um analisando-o e o julgando mentalmente. Seria grosseiro demais mandar todos à merda logo de cara?

Respirou fundo, ajeitando a camiseta preta com o logo do Blink-182 e seguindo pelos largos corredores do edifício de apenas quatro andares. Tinha de encontrar a sala cuja primeira aula do terceiro ano C aconteceria. Não parecia ser muito complicado.

Ele subiu e desceu as escadarias várias vezes, completamente perdido. Talvez fosse um pouco mais difícil do que esperava.

Bufou, já cansado de zanzar como um tonto. Apoiou as costas na parede, tirando o celular da mochila e procurando a imagem de sua grade escolar no meio do álbum de fotos do aparelho. Selfie com um cantor que conhecera havia alguns dias, gravação de um cover... O processo de localização da foto estava demorando mais que o planejado, visto que Hemmings havia ido a um festival de música alternativa na semana anterior, tirando diversas fotografias e fazendo várias filmagens, portanto, enchendo sua pasta de imagens. Praguejou pela quantidade de tempo que estava desperdiçando naquilo, mas logo encontrou o que desejava.

Infelizmente, não era o único achando algo que estava a procurar. Um garoto de cabelos azuis vestido com roupas escuras se aproximara enquanto Luke estava distraído. Sorria de canto, um tanto impressionado com a beleza do loiro.

— Está perdido, loirinho? — perguntou, perto até demais do rapaz mais alto.

— Não — negou, irritado com o tom do outro — E eu tenho nome, sabia? Garanto que ele não é "loirinho" — grunhiu, vendo que sua primeira aula era História, não Matemática, como imaginara.

— Então poderia me contar qual é, loirinho? — insistiu no apelido — Garanto que é tão lindo quanto seus olhos são.

Um bico frustrado se formou nos lábios rosados de Luke. Por que todos tinham sempre que focar em seus olhos? De fato, ele os adorava por serem de tal cor e era inevitável saber como eles eram bonitos, mas Hemmings gostava de acreditar que as pessoas podiam se interessar por outras coisas suas, além de sua aparência natural. Suas camisetas de diversas bandas, a mochila cinza repleta de bottons coloridos... Até mesmo os jeans com rasgos nos joelhos eram mais interessantes de comentar sobre!

— Diga o seu primeiro, azulzinho — abriu um sorriso sarcástico, cruzando os braços.

— Michael Gordon Clifford a seu dispor — riu divertido — Sua vez.

— Luke — suspirou — Luke Robert Hemmings.

— Bom, Luke Robert Hemmings... — olhou-o com uma sutil malícia — Você acredita em amor à primeira vista?

Suspirou pensativo, nem um pouco motivado a responder a pergunta tola vinda do novo conhecido. Perdeu-se em seus pensamentos por um mínimo segundo, enfim respondendo.

— Não, não acredito em nada à primeira vista — pausou a fala, contudo não demorou a seguir a frase — Digo, não acreditava, mas, agora que te vi, percebo que babacas à primeira vista realmente existem — esboçou uma feição irônica — Se me dá licença, tenho coisa mais importante para fazer.

Saiu sem esperar a reação de Cifford, indo ao segundo andar e achando a sala rapidamente. Aproveitando que ela já estava aberta, sentou-se na primeira carteira da sala, ao lado da janela. Parecia um bom lugar.

Não hesitou em colocar os fones de ouvido e começar a ouvir sua playlist cheia de música punk. Jogou embaixo da cadeira o peso que carregava nas costas, guardando o celular no bolso da calça. Gostava de isolar-se do mundo de vez em quando... Apesar de que não estava realmente sozinho. Alex, Rian, Jack e Zack estavam acompanhando-o no antepenúltimo volume.

Três ou quatro músicas passaram-se e Luke continuava absorto, cantarolando baixinho o que tocava nos fones. Poucos haviam entrado no ambiente e se acomodado durante o passar do tempo, mas já era possível escutar alguns burburinhos.

— Ei — ouviu alguém falar, mas ignorou — Ei, você, aluno novo! Oi! — sentiu uma batida em sua mesa, tomando um leve susto.

Franziu um pouco o cenho ao ver uma figura alegre de cabelos cacheados em frente de si. Estranhou, analisando por um momento a expressão animada por trás do par de óculos.

— Hm...? — Luke arqueou uma das sobrancelhas.

— O que está ouvindo? — perguntou curioso.

Não poderia achar aquele garoto mais estranho. Quem saía perguntando para desconhecidos qual canção estavam escutando?

— Weightless, do All Time Low. Acho que você não conh—

— Gosto mais de Runaways, o ritmo é melhor — palpitou, sentando ao lado de onde Hemmings estava — Posso ou está guardando para algum amigo? — referiu-se à cadeira, mordiscando o lábio inferior.

— À vontade — disse, ainda meio surpreso pela opinião deste — Também prefiro o Future Hearts, mesmo que Nothing Personal seja um dos álbuns deles que mais gosto.

— Tem as melhores músicas — afirmou — Em minha opinião, claro — riu docemente — Sou Ashton, porém meus amigos chamam-me de Ash! — estendeu a mão.

— Luke e, bom, meus amigos chamam-me de Luke mesmo — soltou uma risada tímida.

— Não se preocupe. Uma semana e já vão arranjar um apelido para você — acompanhou a risada do mais alto — Vem de outra cidade?

Coçou a nuca, bagunçando os fios de cabelo loiros próximos ao local, mas se interrompeu em tal movimento, não querendo parecer sem jeito. Odiava deixar sua timidez aparente, visto que adolescentes tinham uma estranha tendência a preferirem amigos confiantes e extrovertidos. Confiança não faltava para Luke, mas quanto ao quesito número dois... A história era bem diferente.

— Bem... Eu nasci aqui, mas fui morar em Perth quando ainda era pequeno... Cheguei à cidade há pouco tempo e estou ainda meio perdido por aqui — riu nervoso, sentindo as mãos apertando uma a outra.

— Perth? Wow! Sydney é bem distante de lá! — Ashton constatou, ajeitando o confortável suéter vinho — Dá quanto tempo? Umas quatro horas de avião?

— Quatro horas e doze minutos, para ser exato — sorriu um pouco menos tenso — Mas consegui ouvir bastante música e... Bom, dormi na maior parte do voo, mesmo sendo meio curto — deu uma risada nasal.

— Nada além do que eu faria na sua situação... Mas espero que se adapte bem. Tem muita coisa para fazer por aqui, bastante gente legal... Tenho certeza absoluta que vai amar Sydney — esboçou um sorriso ainda mais alegre.

— Concordo plenamente, Ashton — uma mulher de trança castanha e pele bronzeada pôs-se na conversa — Olá, Luke, serei professora de História durante este ano letivo. Sou a senhora Collins — a moça alta riu sem motivo, organizando suas pastas na própria mesa.

Luke trocou um rápido olhar com Ashton, vendo-o gesticular algo que não entendeu muito bem. De qualquer modo, optou por acenar positivamente para o novo amigo.

Separou o estojo vermelho da mochila e virou para trás de forma breve, visualizando vários grupos sentados a papear alto o bastante para não se entender nada que cada um falava. Mesmo com a barulheira, conseguia notar duas meninas morenas que sussurravam olhando para si, ato o qual o levou a cerrar os punhos num sinal de nervosismo. Pronto, primeiro dia de aula e já o estavam julgando.

Encolheu os ombros, mordiscando o lábio e deixando de olhar para elas. Seria melhor evitar contato visual, não? Assim não pensariam que ele era um total maluco encarando os colegas de classe.

A professora bateu com força na lousa, fazendo as discussões cessarem e os alunos arrumarem a postura. Os olhares da sala inteira estavam sobre ela, o que a fazia satisfeita. Luke seria um tonto se não notasse a firmeza de sua nova educadora ao andar pela sala.

— Bom dia, classe — continuava a caminhar cheia donaire — É um imenso prazer tê-los novamente por aqui. Espero que as férias tenham sido boas, porque teremos ainda mais estudos agora.

O barulho do salto da mulher batendo lentamente no chão estava começando a incomodar Luke. Ash estava igualmente irritado com tal, mas ambos permaneceram calados. Senhora Collins pegou a lista de chamada, contudo, ao falar o primeiro nome, foi interrompida por um garoto de touca cinza que entrou às pressas no local, derrubando alguns cadernos que carregava no chão.

— Droga... — murmurou o garoto, claramente constrangido.

— Atrasado na primeira aula? Ótimo jeito de começar seu ano letivo, senhor Wood — comentou a mulher.

— É-é Hood, não Wood, senhora Collins — ele gaguejou, ajeitando a touca por cima da cabeleira escura e recolhendo as coisas caídas.

— Que seja, apresse-se e se sente ali — apontou para a carteira no meio da sala, bem perto de Ashton.

Assentiu, recolhendo rapidamente os materiais e levando à mesa. Um pouco mais próximo, Luke pôde perceber um rubor nas bochechas do garoto. Pelo visto, Luke não era o único tímido por lá.

— Esse é o Calum — sussurrou Ash — Ele é divertido, só... É meio esquisito às vezes — riu — De um jeito bom.

Luke perguntou-se o que havia de estranho nele, mas não sabia dizer. Parecia ser um cara legal, do tipo que poderia conversar sobre as bandas que gostava e assuntos do gênero. Ou, pelo menos, sua camiseta do Nirvana dava esta ideia. Provavelmente conversaria com o tal Calum depois das aulas do dia.

Por ora, deixou sua atenção se fixar nas palavras ditas em alto tom por sua nova professora, fazendo algumas anotações quando a matéria realmente começou a ser dada. Luke sempre se saíra bem em sua escola anterior, mesmo sendo um tanto desatento, contudo nada garantia que seu boletim impecável não teria algumas desagradáveis mudanças durante seu estudo no novo colégio. Portanto, achava melhor prevenir-se de futuras decepções.

✽ À Primeira Vista✽

Após duas tediosas aulas de História, Luke sentia-se um tanto aliviado por saber que sua próxima classe seria de Inglês. Se bem que estaria aliviado com qualquer coisa que não fosse História e os saltos da senhora Collins.

Para sua tristeza, um garoto chamado Stewart já havia sentado ao lado de Ash, entretanto o lugar de dupla com Calum estava vazio. Caprichando no sorriso, Hemmings ajeitou a postura e foi para perto do moreno, o qual estava distraído com um pequeno bloco de notas.

— Oi, posso me sentar? — perguntou, torcendo mentalmente para passar uma boa impressão.

— Ah, claro — Hood retribuiu a alegria, ainda que meio tímido — Sou o Calum, mas... Acho que a turma toda já sabe — riu baixo com o loiro.

Pouco depois, o professor de Inglês apareceu. Ele aparentava ser mais gentil que sua colega de trabalho. Bem mais. Isso fez Luke animar-se um pouco, ainda que não fosse admitir.

O homem perguntou um por um sobre as férias e como andava a vida. Foi assim que o loiro descobriu ter mais dois novatos em sua sala, Daniel e Juliet. Ela era de Sydney mesmo, mas Daniel viera de outra cidade. Luke já tinha um ponto semelhante ao de seu colega, coisa que o empolgou levemente.

O resto de seu dia escolar conseguiu o entreter bem, fugindo muito de seu pensamento ao iniciar seu dia. Tivera Química e Matemática seguindo Inglês, o que não fora tão ruim quanto imaginara que seria. Professores legais, colegas bem receptivos... Sydney não era tão ruim assim, apesar de que seu sentimento de saudades não o deixava em paz.

Na hora do almoço, Ash puxou-o para sua mesa na cantina junto de Calum, uma distante da porta de entrada dele e meio rabiscada. Nela, havia o desenho de um coração partido com um alfinete no meio, um risco atravessando outros quatro menores e um megafone bem detalhado. Também estavam escritas diversas palavras e nomes em letras diferentes. Aquilo prendeu a atenção de Luke, que analisava cada frase marcada ali.

— Ah, aqui — Ashton sorriu, tirando uma canetinha preta do bolso e jogando na mão do garoto mais alto — Marque o que mais deseja. É uma tradição nossa. Todo mundo que senta nessa mesa pela primeira vez escreve o que mais quer no momento.

Luke olhou meio confuso, buscando compreender o que o de cabeleira cacheada estava pedindo-o para fazer.

— Esta é a minha, fiz quando tinha uns dez anos — Calum colocou-se na conversa, apontando para uma frase curta e divertida. Saber o que marcar nesta mesa — E essa é a do Ash — Deixar de ser alérgico a gatos — Nada de sonhos ou coisas do tipo, apenas o que você queria mais que tudo neste exato momento — explicou.

Uma risada saiu dos lábios de Luke ao entender melhor, refletindo sobre o que escreveria.

O que mais desejava naquele exato momento...

Mordiscou o piercing, tirando a tapa da caneta e escrevendo em sua caligrafia até que bonita 5 Segundos de Verão no centro da superfície. Sorriu satisfeito ao ver o resultado, notando os outros dois garotos na mesa inclinando-se curiosos. Ashton fez uma piadinha com isso, mas gostou, assim como Calum.

Tendo a caneta novamente dentro do bolso, o rapaz de cabelos cacheados abriu a mochila, tirando um sanduíche embalado em papel alumínio. Luke fez o mesmo com a própria, visto que não sabia como era a comida da escola. Somente Cal resolveu buscar o prato do dia, que, na opinião de Luke, até que não soava tão mal.

Comeram e bateram papo por um bom tempo após isso, o que somente trazia bem-estar ao garoto loiro. Afinal, tudo correu maravilhosamente em seu primeiro dia de aula, amigos novos, professores até que bons, não tropeçara na escada ao entrar no colégio... O dia acabaria perfeito.

Se não fosse por um empecilho de cabelos azuis.

 


Notas Finais


Sinto muito caso isso tenha ficado meio corrido com as apresentações, mas eu realmente queria mostrar o pessoal mais relevante logo ^^' pretendo fazer os próximos num ritmo mais tranquilo.

Pergunta: qual é a cor que vocês mais gostam no cabelo do Michael?

Beijinhos e brigadeiros, povo lindo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...