História A Princesa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Castelo, Princesas, Romance
Exibições 4
Palavras 1.035
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Estou tentando ao máximo explicar pra vocês, pra depois tornar tudo mais fácil de entender...

Capítulo 2 - A Chegada


O dia da vigem chegou, eu olhava pela janela enquanto os guardas colocavam meus pertences dentro do carro. Robert estava ali, ele me acompanharia durante toda viagem.  Me sentia triste por estar saindo mas ao mesmo tempo aliviada, sabia que seria um peso a menos no meu coração e eu não precisava me preocupar, já que o castelo estaria em boas mãos enquanto eu estivesse fora. Desci as escadas e passei direto pelo jardim sem parar um minuto, chegando perto do carro parei um segundo mas não olhei para trás, entrei no carro e vi que todos estavam me esperando.

- Tchau casa. – disse friamente.

         A viagem foi longa e tranquila, passei parte do tempo olhando meu reflexo no vidro da janela, parecia estar bem, os cachos pretos do meu cabelo caiam perfeitamente sobre meus ombros e eu me vestia de forma normal, mas meus olhos revelavam todo meu cansaço, estavam inchados. Finalmente chegamos, o castelo era muito parecido com o meu, mas era um pouco maior. Não havia ninguém nos esperando ao lado de fora, porém quando descemos do carro vieram em nossa direção diversos funcionários e fizeram uma fila ao lado do carro esperando para serem apresentados. Robert me levou para perto deles e começou as apresentações, mostrou todos os guardas do lugar e depois todos os funcionários da cozinha. Em seguida me apresentou Julia, uma garota ruiva e alta que tinha um sorriso no rosto, ela ficaria responsável por cuidar de mim, incluindo meu quarto e minhas vestes.

- Seja Bem-vinda Anne! É um prazer - ela fez uma pequena reverência com um sorriso no rosto.

- O prazer é meu! –tentei sorrir

        Depois Robert me apresentou mais alguns funcionários e o mordomo que se chamava Morgan e eu cumprimentei todos, depois disso eles voltaram para dentro dos castelo e somente alguns guardas, Julia e mordomo permaneceram. Robert chegou perto do mordomo e disse tão baixo que quase não pude ouvir.

- Onde ele está? – ele sussurrou com irritação na voz.

- Não o encontramos dentro do castelo, deve ter ido cavalgar, senhor. – o homem disse ainda mais baixo.

       Julia pegou minha mão e eu levei um pequeno susto, ela se desculpou e disse que agora me mostraria o castelo, pedi que ela deixasse isso para depois e me levasse diretamente para meus aposentos, assim poderíamos desfazer minha mala e eu poderia descansar. Assim ela fez, quando chegamos ao lugar ela abriu a porta e eu fiquei surpresa, o quarto era enorme e delicado, as paredes tinham um tom de pérola que trazia paz, a cama era macia e completamente arrumada, tudo tinha um cheiro de rosas, o banheiro ficava perto da TV e tinha uma banheira branca enorme e varias opções de sabonetes, havia uma sacada gigante que tinha uma vista incrível do resto do castelo e algumas partes do jardim. Enquanto eu observava o quarto, Julia já havia começado a tirar as coisas das minhas malas e encontrado um lugar para colocá-las, tentei ajudar porém ela não permitiu e disse que eu devia me deitar, e foi o que eu fiz.

      Depois de um tempo de sono eu acordei descansada, e garota me observava sentada em um banco perto da escrivaninha, quando viu que eu tinha acordado se levantou e veio em minha direção dizendo:

- Daqui  pouco o jantar será servido, todos esperam que você compareça! – ela sorriu.

Me levantei e caminhei até o banheiro, ela tinha aprontado tudo. Tirei minha roupa e entrei na banheira já cheia. Depois do banho a perguntei onde estavam meus vestidos, ela apontou para a porta perto do banheiro e disse:

- Está dentro do closet.- disse. – Me desculpe o atrevimento princesa, mas estive olhando suas roupas enquanto arrumava e tomei a liberdade de escolher um dos vestidos pra você vestir essa noite. – ela abaixou a cabeça envergonhada.

- Tudo bem, darei uma olhada, não se preocupe. – ri baixo.

Olhei para o vestido que estava em cima da cama, era o meu favorito para jantares em casa, era rosa bem claro e tinha detalhes de renda branca, era muito delicado.

- É um dos meus favoritos!- sorri. – Foi um presente de minha mãe, ela me deu no ano passado.- falei enquanto pegava o vestido.

      A menina ficou vermelha, mas depois voltou ao normal e me ajudou a vestir o vestido. Estava pronta e fomos ao jantar. Chegando lá a mesa estava cheia, haviam dois lugares vazios, um de frente ao outro, me sentei em um e esperei. Alguns minutos depois começou o jantar, estava tudo uma delícia, eu experimentei  diversas coisas diferentes e gostei de tudo. Quando o jantar estava quase no fim e os empregados traziam as sobremesas, entrou no sala um garoto jovem, parecia ter minha idade, ele estava arrumado para o jantar, tinha os cabelos escuros e olhos verdes grandes, passou o olhar por todos na mesa e depois o fixou rapidamente em mim, sentou-se na minha frente e sem dizer uma palavra começou a se servir do pudim que tinham acabado de colocar ali. Robert o fitou, parecia esperar algo, depois de um tempo disse:

- Me perdoe princesa.- olhou para mim. – Esse é meu filho, Alex. Infelizmente ele não tem modos.- bufou.

      Tive uma reação estranha, não sabia que ele tinha um filho, nunca o havia conhecido, aquilo era novidade. O garoto me olhou novamente mas não fez nada, somente continuou a comer seu pudim. Depois de um longo tempo o homem disse:

- Você poderia nos dizer onde esteve, Alex? – olhou para o menino.

- Digamos que bem longe daqui.- ele respondeu de uma forma bem ignorante.

 O pai desistiu de fazer qualquer tipo de comentário e se levantou, fiz o mesmo e todos se despediram, depois fui caminhando até meu quarto, enquanto caminhava escutei Robert gritar com o garoto, não pude entender muito bem mas ouvi meu nome no meio depois o menino dizendo.

- Eu não me importo!

Cheguei a minha porta e a abri, entrei e antes de fechar pude ver o garoto passar as pressas pelo corredor e depois ouvi um barulho alto da porta batendo, fiquei confusa com o acontecimento mas deixei de lado. Me arrumei rapidamente e fui pra cama dormir.

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...