História A Princesa e o Alien - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Beta, Bts, Fuffly, Hoseok, Jihope, Jimin, Jungkook, Namjoon, Ômega, Personagens Originais, Rap Monster, Seokjin, Sugamon, Taehyung, Taejin, Tortura, Vjin, Yaoi, Yoongi
Exibições 186
Palavras 1.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi...
Se segurem, hoje tá forte.....
Só isso que tenho a dizer.........

Capítulo 17 - Chapter Seventeen


Fanfic / Fanfiction A Princesa e o Alien - Capítulo 17 - Chapter Seventeen

A princesa e o Alien

Capítulo 17:

Chapter Seventeen

Autor Pov’s On

 

Yoongi estava inquieto, tentando controlar suas lágrimas. O menor se levantou e tentou sair do cômodo. Já tinha uma ideia de quem era aquele ser que estava torturando Jimin, mesmo que não tenha provas o suficiente, e com sua mente totalmente bagunçada, ele sabia quem era! Mas antes de tentar sair do comodo, seu braço foi segurado por Hoseok, que o encarou com a feição preocupada.

 

- Yoongi, o que aconteceu? Por que está chorando? Alguma noticia do Jimin? – Hoseok o encheu de pergunta.

 

- Só um nome: JungKook. – Yoongi respondeu passando a mão por seu rosto.

 

- V-v-você acha que ele seria capaz? – SeokJin questionou com a voz  tremula. – Se for, eu vou terminar com o Tae agora!

 

- O quê? – TaeHyung perguntou assustado, estava um pouco alheio a conversa, assim como Hoseok.

 

- O CARALHO QUE VAI! É ISSO QUE ELE QUER! VAMOS RECUPERAR O JIMIN DE QUALQUER JEITO! EU VOU MATAR AQUELA PRAGA, NINGUÉM IMPLICA COM PARK JIMIN ALÉM DE MIM! – Yoongi berrou irritado.

 

- Isso soa estranho, mas eu não estou me importando. – Hoseok murmurou. – O que aconteceu com Jimin?

 

- Mostra pra ele... – Yoongi mandou.

 

SeokJin respirou fundo e voltou o vídeo desde o início, e passou a Hoseok, que prestava atenção em tudo com uma calma assustadora. O alfa sorriu de um jeito sádico, e colocou as mãos em sua cintura, e dirigiu seu olhar a Yoongi.

 

- Onde esse garoto mora? Porque de lá ele vai direto para o necrotério. – Hoseok falou continuando encarando Yoongi.

 

- Vamos, eu te mostro. – Yoongi chamou.

 

TaeHyung se aproximou de SeokJin e o abraçou de maneira apertada, querendo passar conforto para o menor, que retribuiu o abraço.

 

- Eu quero tentar falar com o JungKook, vamos junto com o Yoongi e Hoseok. – SeokJin disse baixo, e TaeHyung suspirou e concordou, mesmo odiando aquilo tudo.

 

As vezes isso o assustava. Ele pensava que antes conhecia JungKook, que no qual era um garoto extremamente doce e fofo, que adorava ajudar todos, mas como pessoas se enganam, não? Se antes falassem a TaeHyung que JungKook está sendo extremamente frio, sádico e de um jeito doentio para conseguir o que quer, ele não acreditaria, e ainda riria da pessoa... pessoas mudam, ou apenas se mostram verdadeiramente.

 

-*-

 

Min-Jee estava sentada em uma cadeira enquanto ouvia o moreno resmungar algumas coisas.

 

- Você vai para casa, Kook? – A azulada questionou desinteressada.

 

- Eu não sei, na verdade, eu tenho medo de que você seja uma completa incompetente e deixe esse ruivo ridículo fugir. – JungKook respondeu vendo a garota revirar os olhos.

 

- Incompetente é você que deixou o TaeHyung ficar com aquele ômega esquisito. Não consegue segurar nenhum um homem, quem dirá um simples e fraco ômega como esse aí. – A outra disse fria, apontando para Jimin, que permanecia quieto.

 

- Cala a boca, desgraçada. – JungKook vociferou.

 

Min-Jee apenas riu do comportamento do outro, o que ocasionou em JungKook lhe lançando uma faca, que passou de raspão em sua bochecha, fazendo um simples corte raso antes de se fixar na parede escura.

 

- A próxima vez vai ser dentro da sua boca!

 

- Como se eu me importasse com suas ameaças. – A outra revirou os olhos. – Vai para casa logo, JungKok, vai, e some daqui por um bom tempo! – Mandou e o outro apenas saiu com passos duros do local.

 

Min-Jee apenas ignorou o jeito do outro e se concentrou em alguma rede social de seu celular.

 

Jimin se sentia extremamente fraco, o ruivo já não aguentava ver apenas escuridão, precisava de alguma luz. Além de que seu corpo estava inteiramente muito dolorido. Não conseguia nem ao menos se mexer direito, o cansaço estava o dominando, os ferimentos ainda com sangue recente só o deixavam ainda pior. Ele estava extremamente acabado! Mas ele ainda tinha esperanças de sair dali.

 

- I need hope. – Sussurrou antes de apagar por completo.

 

No estado em que Jimin se encontrava, já dava para esperar que o mesmo desmaiasse.

 

-*-

 

Namjoon estava tentando acalmar Yoongi, que tinha aparecido em sua casa do nada, dizendo que precisariam acertar umas contas com JungKook. Obviamente o alfa ficou confuso, e esperou que alguém explicasse, mas as únicas coisas que disseram foi: ‘Jimin, tortura, JungKook, morte.’ O loiro estava bem mais que confuso, tentando juntar as pontas.

 

- Sente nesse sofá, agora, Yoongi! – Namjoon mandou empurrando o outro no sofá, que bufou irritado.

 

- Mas nós temos que matar o JungKook, e você tem que ajudar! – Yoongi falava.

 

- Vão me explicar a situação primeiro?

 

- JungKook sequestrou o Jimin agora está torturando-o só porque SeokJin conseguiu ficar com TaeHyung ao invés dele. – Hoseok explicou de braços cruzados. – Eu vou sozinho, não quero vocês metidos nisso, vai ser pior.

 

Yoongi iria começar a reclamar se TaeHyung não tivesse entrando de modo desesperado na casa, olhando de forma aflita o cômodo inteiro, como se procurasse alguém, e ele realmente procurava.

 

- CADÊ O SEOKJIN? – TaeHyung gritou, e foi aí que Yoongi entrou em desespero.

 

- Você não estava com ele? – Hoseok perguntou.

 

- Estava a uns dez minutos, quando ele disse que iria resolver uma coisa e sumiu-se! – O acastanhado falava de modo acelerado.

 

- Fodeu, é apenas isso que eu digo. – Yoongi murmurou. – Agora sim nós vamos para a casa do JungKook! Tem altas chances daquele desgraçado fazer alguma coisa contra o Jin!

 

Naquele momento Namjoon se assustou e concordou com Yoongi. Ele não iria perder o melhor amigo por um amor doentio de um beta para lá de psicopata. Os quatros saíram em disparada, tentando ao menos chegar a tempo antes que alguma tragédia acontecesse.

 

-*-

 

SeokJin se aproximava com passos calmos da casa de cor clara, assim que tocou a campainha, pode ver JungKook lhe encarar, e sorrir de canto.

 

- Creio que já tenha ligado os pontos, não é? – O outro indagou.

 

- É bem mais que óbvio JungKook. Eu termino com o TaeHyung, você me mata, e deixa o Jimin livre, okay? Estou disposto a dar minha vida em troca a de Jimin e de meu sobrinho. – SeokJin explicou seriamente.

 

- Isso sim é uma coisa surpreendedora. Jurava que iria deixar seu querido cunhado e sobrinho morrerem para viver um amor passageiro. – JungKook disse cruzando os braços. – Pois bem, quero que termine com TaeHyung na minha frente.

 

- Tudo bem, daqui a pouco ele deve estar chegando. Sabe JungKook, eu nunca entendi uma coisa... porque todo esse amor doentio? Você não poderia encontrar outro beta e viver feliz? – O moreno questionou. – Por que fazer da minha vida e da TaeHyung um inferno?

 

- É simples, se eu não posso ter quem amo, ninguém mais pode. É questão de egoísmo? É, mas eu não me importo. E também não é como se você fosse entender.

 

- Você está sendo um incrível babaca! Jimin não tem nada haver com isso! Poderia ter me matado ao invés de ter o pegado!

 

- E qual seria a graça, uh? Eu gosto de te ver sofrendo, paga pelas coisas que você faz comigo.

 

SeokJin o encarava de forma incrédula enquanto sentia seus olhos marejarem, aos poucos as lágrimas escorriam desenfreadamente.

 

- EU TE ODEIO! – SeokJin gritou e acertou um tapa ao lado do rosto de JungKook, que ficou vermelho em instantes.

 

O beta apenas sorriu antes de puxar SeokJin para perto de si, e colocar uma arma em sua cabeça.

 

- Você realmente quer morrer, não quer?

 

- Me solte, idiota!

 

- CALA A BOCA, AGORA! – O beta gritou, fazendo SeokJin se encolher. – Está vendo eles lá? Diga adeus! – JungKook disse apontando para Yoongi, TaeHyung, Hoseok e Namjoon, que encaravam a cena assustados.

 

- Por favor, não faça isso, não na frente deles! Por favor. – SeokJin implorou começando a soluçar baixo.

 

- Vou fazer isso, seu último pedido atendido, uh? – O moreno disse puxando o outro em direção a um carro. – SE VOCÊS SE APROXIMAREM EU O MATO! – Gritou fazendo os que estavam ali darem passos para trás.

 

JungKook jogou SeokJin dentro do carro de forma bruta, e o prendeu ali dentro, e foi em direção a outra porta, ligando o carro, saindo em disparada para qualquer lugar. Só não contava com gente o seguindo! TaeHyung os seguia em outro carro. Por um simples deslize por ficar com ainda mais raiva de TaeHyung, parou de prestar atenção na rua, e foi nessa hora que SeokJin deu um berro, assustando JungKook, que voltou a realidade em instantes, mas já era tarde demais...

 

O carro tinha se chocado com o outro... 


Notas Finais


Não precisa me matar, okay? Vai dar tudo certo no final.... Ao menos é isso que eu quero!
Hoje não vou pedir nada, façam se quiser apenas <3
A autora ama vocês <3
Bjss #FLW
~~<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...