História A Princesa e o Dragão. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel, Zeref
Tags Fairy Tail, Gruvia, Jerza, Nalu, Romances
Exibições 95
Palavras 1.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo... Tá demorei eu sei desculpa, mas vou compensa eu juro, vou tentar posta amanhã ou hoje mesmo se eu terminar claro.
Amo vcs e obg pelos 25 favoritos e 400 visualizações.
:3 seus lindos(as)
Boa leitura...

Capítulo 7 - Festas e ... Lisanna?


Fanfic / Fanfiction A Princesa e o Dragão. - Capítulo 7 - Festas e ... Lisanna?

Estava acelerando naquela rua vazia a 120 km, desviava de alguns carros que estava na pista, mas sem dificuldade.

Enconstei em frente a uma balada chamada Drunk Fairy.

Havia avistado Erza com um vestido pouco acima do joelho totalmente preto com um decote aberto mostrando parte de seus seios.

_ Eai tetuda... –Falei me aproximando.

_ Eai foguinho... –Ela disse em tom de sarcasmo.

_ Cade o resto do pessoal? –Perguntei curioso olhando para os lados.

_ Estão vindos. –Falou normalmente.

_ Certo, vamos entrar eles nos encontram la dentro...

_ Certo...

Entramos na bala, havia luzes piscando consequentemente, estava a tocar Beliver do Major Lazer. A musica estava a todo volume e fomos direto para o bar.

_ Quero um Wisky com gelo, e você? –Perguntei para Erza.

_ Uma Smirnoff.

O Barman assentiu e se virou para pegar as bebidas, me virei para a pista e encostei o braço direito no balcão.

Percebi alguns olhares sobre mim de algumas garotas que estava na posta no balcão.

_ Eu acho que vou me dar bem nessa festa! –O rapaz havia trazido a bebida e posto sobre o balcão.

Tomei um gole grande do whisky.

Ao olhar para o lado percebo Gray e Juvia vindo em nossas direções.

Gray vestia uma camisa social vermelha de manga cumprida e uma calça jeans.

Juvia um vestido azul claro com uma meia calça e seu cabelo solto.

_ Eai cuzão! –Falou Gray rindo.

_ Qual é! -Estiquei a mão e nos cumprimentamos. –Olha só. –Peguei a mão de Juvia e dei uma voltinha com seu corpo. –Você esta linda.

_ Obrigada. –Sorriu gentilmente.

_ Hoje é por minha conta...

_ Erza me acompanha ao banheiro? –perguntou Juvia.

_ Claro. –Ela largou a bebida sobre o balcão e foi ao banheiro com a garota.

_ Eai... Como foi sua viajem? –Gray se encostou sobre o balcão. –Uma vodka pura por favor. –Fez o pedido.

_ Otima, mudei bastante, treinei bastante, estudei nesse tempo e estou esperando a volta as aulas para terminar a escola de uma vez, já que assumi a empresa do meu pai.

_ Legal, parabéns, agora você tem a empresa mais rica de Fiore em mãos...

_ Nunca gostei de ibope e você sabe, luxo pra mim não é legal, e por falar nisso meu tio me deu um apartamento novo, e o lugar é grande pra cacete, e é muito luxuoso. Mas fazer oque, foi presente...

_ Verdade...

_ E seu relacionamento, como vai?

_ Grudento como sempre, e você pegou alguém nesse tempo? Ou ficou na seca por dois anos?

_ Cara... Eu peguei metade do quarteirão da casa do meu tio...

_ Como sempre, galinha de coração partido...

_ Vai se foder. –Rimos juntos. –Mas sabe... ainda quero achar uma garota que me ame de verdade, e não seja um infiel e puta como a Lisanna. –Dei o ultimo gole da bebida.

_ Uma hora você encontra cara, e para com essa coisa gay...

As garotas haviam voltado e se sentado nas cadeiras que haviam no bar.

Autor on.

_ Tive uma ideia, já volto. –O rosado se distanciou e foi em direção ao segurança.

_ Oque ele vai fazer? –Perguntou Erza receosa.

O segurança falou algumas e apontou em direção a uma garota que estava sentada em frente a entrada vip.

Natsu seguiu ate a garota e puxou a carteira dando três notas de cem reais para a mesma.

EM seguida chamou os amigos com um sinal de mão fazendo-os se aproximarem.

_ Vamos para a área vip. –Entregou algumas pulseiras e as colocou nos pulsos de cada um.

_ Mas Natsu Jellal também vem...

_ Não tem problema. –Ele puxou mais duas pulseiras. –Uma pra ele e uma pra qualquer garota que eu pegar na festa.

_ Você é louco cara. –Riu o azulado.

_ Não sou louco, só aproveito o dinheiro que agora tenho.

Os quatro subiram as escadas que havia atrás da porta e entraram em uma ala com um corpete vermelho, um grande bar com bebidas variaves e algumas garotas e alguns rapazes sentadas nas mesas.

Perto das mesas havia uma grande sacada que dava vista para a pista de dança.

_ Escolham uma mesa, vou pegar algo para beber...

Os 3 foram para uma mesa e o rosado voltou com os braços cheios de Skol Beats Extreme.

_ Cara a gente vai entrar em coma... –Gray disse olhando as bebidas.

_ Gray, essas são minhas... Vou pegar pra vocês agora... –O rosado voltou novamente para o bar.

_ Ele adora agradar os amigos em? –Juvia se pronunciou abraçando o braço de Gray.

_ Esse não é o Natsu que conhecemos, ele mudou, e agora é uma nova pessoa. –Erza disse Gray apenas confirmou.

O rosado voltou para a mesa com um balde de gelo com uma champanhes, quatro Smirnoff, e cerveja.

_ Smirinof para Erza, Chamapanhes para Juvia e cerveja para Gray. –Disse apontando para as bebidas.

_ Você quer deixar a gente mal né? –Disse Gray olhando para o rosado.

_ Claro que não. –Ele se senta e abre uma das suas cervejas. –Só muito loucos. –Virou a bebida em alguns segundos, batendo a garrafa na mesa.

_ Gray? –Disse Erza abrindo a bebida.

_ Hum? –Disse o azulado fazendo o mesmo.

_ Não bebi muito não...Vamos ter que arrastar o rosado para casa hoje.

_Que nada. –Abriu outra cerveja. –Vou ficar tri de boa. –Disse virando metade da bebida. –Nem se preocupem comigo.

A noite foi longa, e Natsu acorda pela manhã nu em sua cama...

Ao olhar para o lado, percebe uma garota também nua ao seu lado...

_ Deus, quem deve ser essa? –Susurrou para sí e se levantou e colocando uma bermuda indo em direção a sala.

O mesmo olha para o grande sofá L percebe um aconchego e casais, Juvia com Gray de conchinha apenas de roupa intima os dois e Jellal com Erza, o azulado estava atirado no sofá e a mesma deitado sobre seu peito.

_ Deus ele vão ficar em uma vergonha absurda quando acordar. –O rosado se vira para a cozinha e pegou uma xicara colocando café dentro, gelado mesmo. –Pra acordar...

Depois de terminar seu café, Natsu pega duas frigideiras e vai para a sala com sorriso maligno e começou a bater.

_ Vamos acordar cambada da Orgia... –Batia uma frigideira na outra vendo as caras de ressaca. –Vem cá... porque estão de roupa intima... Todos...?

Ao perceberem Erza e Juvia se tamparam enquanto Jellal e Gray ficaram parados.

_ Eu nem lembro como vim parar na sua casa. E que casa. –Falou Gray olhando para os lados.

_ Eu não sei nem sei como vim pra casa... –Disse o rosado largando as frigideiras.

_ Eu trouxe vocês. –Disse Jellal se levantando e pegando sua roupa.

_ E minha moto? –Perguntou receoso.

_ As chaves ali. –Apontou para a mesa. –E ela la em baixo, já que você queria trazer ela aqui pra cima para ela dormiu do seu lado.

Os outros três seguraram as risadas.

_ Sem contar que você destruiu aquela garota no seu quarto, porque puta que pariu ela não parava de gritar... E você também, como era o nome. –Colocou a mão no queixo e pensou. –Mariana, Liza, Lisanne... Ah Lisanna.

O rosado arregalou os olhos e gelou totalmente. –Li-Li-Lisanna?

_ Sim porque? Algum problema? –Perguntou o azulado confuso.

_ PUTA QUE PARIU. –Natsu agarrou seus cabelos. –PORQUE MEU DEUS!

_ Eu que pergunto cara, você é um completo galinha bêbado... –Gray se pronunciou já vestido apenas de calça.

_ Bom dia pessoal. –A albina passou por Natsu que estava paralisado e recebeu um beijo no rosto. A mesma foi em direçao a cozinha.

_ DEUS EU VOU ME MATAR. –Disse Natsu.

_ Eu faço isso por você. –Erza tentava bater em Natsu mas era impedida por Jellal que a segurava.

_ Natsu, preciso falar com você depois. –Disse a albina da cozinha.

Os outros quatro tomaram café e se retiraram, enquanto Natsu não trocou nenhuma palavra com a albina.

_ Não esquece que amanhã já começa as aulas... –Disse Gray entrando no elevador com as mãos atrás da cabeça.

_ JÁ? Que rápido...

Ele apenas riu e a porta se fechou.

O rosado voltou para o quarto e entrou no chuveiro deixando uma agua fria cai sobre seu corpo.

Natsu estava com uma das mãos na parede enquanto a agua caia nas suas costas.

O mesmo sente mãos o abraçar por tras e acaba levando um susto se virando rapidamente.

_ O-Oque caralhos você quer? –Perguntou assustado.

_ Mais sexo... –O rosado nem tempo de responder quando sentiu seus lábios serem tomados por um beijo feroz, e seu membro sendo tocado e virando pedra.


Notas Finais


Comentem ou eu bato em vocês...
Midira amo vcs.
Me digam se ficou bom...
Ah e a Lucy vai aparecer daqui a pouco, só tenho mais uns esquemas para fazer, tipo Natsu e Sting, Quebra pau, Lisanna puta dnv, e mais ladaia então acho que antes do 10 ela não brota kkk
Vlw até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...