História A Princesa Perdida - O Príncipe Arrogante - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Jude Heartfilia, Lucy Heartfilia, Michelle Lobster, Virgo, Zeref
Tags Drama, Fairy Tail, Lucy, Magia, Poder, Romance, Zeref, Zerlu
Visualizações 47
Palavras 1.437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi Gente! Eu acabei mudando de ideia ( vou continuar escrevendo, sou muito indecisa né?)

Capítulo 3 - Instruções


Povs Michelle

Não acredito que finalmente chegou!!! Estou tão animada!!!Hoje vai ser a minha festa de 18 anos!!!
Eu estou dando as últimas ordens para os empregados da mansão, só para me certificar de que tudo está indo conforme o planejado. Afinal, eu, a filha mais velha de Jude Hearthifilia, tenho que dar a festa mais glamorosa do milênio! Por isso estou tomando os devidos cuidados para que a festa saia perfeita, assim como eu vou estar perfeita( Autora: A humildade mandou lembranças da gaveta de meias! - Michelle: Fica quieta, só estou reçaltando minha características. - Autora: Sério, então, se a festa for igual a você, ninguém vai aparecer. kkkk - Michelle: Fica quieta e continua a escrever Sol! - Autora: Primeiro, você não manda em mim, Segundo, os únicos que podem me chamar assim são os leitores e os personagens autorizados, e Terceiro, você não é perfeita nem aqui nem na lua!)
Enfim, eu quero que tudo esteja no seu devido lugar, a única coisa que pode estragar a minha festa é se a inútil da minha "irmãzinha"(só que não) resolver dar as caras na minha festa e derrubar alguma coisa, atrapalhado do jeito que é:

- Quantas vezes eu vou ter que repetir, não quero rosas brancas, quero as vermelhas! Será que você é surda Ana?- falei já vermelhá de tanta irritação, como pode um ser humano tão lerdo?
- Meu nome é Eliza!- ela em olhou com ódio
-Tá, Tá! Tanto faz o seu nome, a festa de hoje é MUITO mas importante do que o nome de uma empregada insignificante!- vi que ela me olhou com uma cara de desacreditada- Vamos, vamos!

Sabe, às vezes eu não sei o que passou pela cabeça do Papi quando foi contratar esse pessoal, viu! Porque, haja paciência para tanta ignorância!
Enfim, agora eu tenho que cuidar de outro assunto mais complicado

Povs Lucy

Eu estava no meu quarto tentando decidir com qual vestido eu ia pra festa da oneechan, afinal, sei que essa festa é muito importante pra ela, mesmo eu não entendendo o porque de ela se importar tanto com uma festa.
Pra mim, o importante é ter pessoas ao seu redor que te amam pelo que você é, e não pessoas que fingem ser suas amigas por seu status ou posição social.
Saí de meus devaneios quando ouço batidas na porta, virei- me rapidamente e ajeitei um pouco o cabelo (para o caso de ser o papai):

- Pode entrar!- eu disse tentando parecer séria ( Sol/Autora: Só tentando né?- Lucy: Magoou, Sol-chan!- Sol: Fica triste não!)
- Já pode desfazer essa pose de séria- quando eu ouvi a voz dela eu me aliviei- sou eu sua tola!
- Oneechan!- corri para abraça- lá- que bom que era você!
- Tá bom, tá bom!- ela disse se retirando do meu abraço

De repente caiu a ficha:

- Oneechan! O que você está fazendo aqui? Eu vi você agora a pouco organizando a festa, não pode ficar perdendo tempo comigo!
- Eu sei! Mas vim lhe dar alguma instruções sobre a festa.
- Instruções?
- Sim- ela disse saindo de perto de mim e abrindo o closet, e tirando de lá um vestido verde claro de renda(adoro verde!)- Primeiro, você vai com esse vestido para o meu aniversário, entendeu?

Apenas afirmei com a cabeça:

- Segundo, vê se dá um jeito nesse cabelo tá bom?- concordei- Terceiro, não converse com nenhum dos meus amigos, se quiser conversar com os amigos do papai, tudo bem, mas se eu souber que você me envergonhou na frente dos meus amigos nós vamos ter uma conversa séria, me entendeu?- eu assenti, já com medo do rumo que a conversa estava tomando- Quarto, POR FAVOR, não vá  me esbarrar em alguma coisa ou em alguém!- ela falou, e em seguida se virou- Era só isso, já vou indo, tenho muito o que fazer, em vez de perder mais do meu tempo com você!

Eu não conseguia falar nem uma palavra, tudo bem que a Oneechan nunca foi o tipo de irmã carinhosa, mas ela nunca foi rude comigo, a não ser quando ela ficava brava!
Quando eu escutei a porta se fechar, uma lágrima solitária correu pelo meu rosto.

Fui tirada de meus devaneios quando sinto algo quente passar pelo meu rosto. Olho para frente e vejo a Aquarius, um de meus espiritos celestiais

Sem conseguir me segurar, desabei em lágrimas, deixando minha "mãe"( eu chamo a Aquarius assim, desde que minha mãe morreu, pois ela me ajudou a superar a morte dela) limpar as minhas lágrimas.

Ela deixou eu chorar, e quando eu estava mais calma ela falou:

- O que aconteceu minha princesa?- ela me perguntou com uma voz doce, sabe, apesar da Aquarius sempre ser rígida e dura comigo, ela sempre está ao meu lado quando eu preciso- O que a deixa triste?

Eu, com a voz fraca por causa do choro só sussurei:

- Michelle- neechan.

Eu vi, mesmo que por poucos segundos a aura da Aquarius ficar um pouco (MUITO) agressiva,  mas quando ela percebeu que eu notei sua aura ela se aquietou.

- Minha pequena...- ela falou afagando o meu cabelo- Porque não me conta o que aconteceu, sim?

Eu apenas afirmei com a cabeça

Flashback on

- Já pode desfazer essa pose de séria- quando eu ouvi a voz dela eu me aliviei- sou eu sua tola!
- Oneechan!- corri para abraça- lá- que bom que era você!
- Tá bom, tá bom!- ela disse se retirando do meu abraço

De repente caiu a ficha:

- Oneechan! O que você está fazendo aqui? Eu vi você agora a pouco organizando a festa, não pode ficar perdendo tempo comigo!
- Eu sei! Mas vim lhe dar alguma instruções sobre a festa.
- Instruções?
- Sim- ela disse saindo de perto de mim e abrindo o closet, e tirando de lá um vestido verde claro de renda(adoro verde!)- Primeiro, você vai com esse vestido para o meu aniversário, entendeu?

Apenas afirmei com a cabeça:

- Segundo, vê se dá um jeito nesse cabelo tá bom?- concordei- Terceiro, não converse com nenhum dos meus amigos, se quiser conversar com os amigos do papai, tudo bem, mas se eu souber que você me envergonhou na frente dos meus amigos nós vamos ter uma conversa séria, me entendeu?- eu assenti, já com medo do rumo que a conversa estava tomando- Quarto, POR FAVOR, não vá  me esbarrar em alguma coisa ou em alguém!- ela falou, e em seguida se virou- Era só isso, já vou indo, tenho muito o que fazer, em vez de perder mais do meu tempo com você!

Flashback off

Eu falei suspirando. Eu estava prestes a chorar de novo, só que a Aquarius foi mais rápida e me abraçou, depois me deitou na cama com a cabeça em seu colo.

- Minha linda princesa...- ela falou me olhando com um olhar terno- Não ligue para o que a chata da sua irmã fala!

- Como não ligar, mamãe?- eu falei com a voz ainda fraca pelo choro- Eu querendo ou não, ela ainda é minha irmã. 

- Não estou dizendo para ignorá- la!- ela disse dando um sorrisso mínimo- Só estou dizendo para não se deixar levar pelas ofensas dos outros- eu ia falar, mas ela ela me cortou- Eu sei como é difícil conviver com o seu pai dizendo a todo instante que você é fraca, que deveria ter herdado o grande poder mágico dele, como a sua irmã, ao invés de ser uma fraca, o que você não é!- ela falou com a voz fime- Mas, lembra o que eu sempre digo?- eu afirmei com a cabeça- "Siga seus sonhos sem se deixar abater pelas respostas negativas, nunca diga que não consegue porque é fraca, pois a verdadeira força vem da sua força de vontade e de seus sentimentos, por isso, nada, Nada, pode te impedir de alcançar seu objetivo"- Eu e ela falamos juntas- Agora trate de ir no banheiro, que eu vou te ajudar com o cabelo, vou te deixar mais linda que um anjo! E vamos mostrar para sua irmã que a única fraca aqui é ela!- ela falou com um enorme sorrisso, eu acabei não resistindo e abri  sorriso de orelha a orelha.

- Obrigado mamãe!- eu falei levantando, com ela fazendo o mesmo, e a abraçando- Vou pro banho!- falei e me virei em direção ao banheiro com a Aquarius me seguindo 

 

Estou decidida! Hoje eu vou mostrar para a Oneechan que eu não sou uma fraca, vou provar para ela e para o meu pai!





 


Notas Finais


Até o próximo!😍😘😆
Modais de Nutella


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...