História A procura de Hanna - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 7
Palavras 1.336
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - A procura pelo bairro


Após chegarem perto do bairro, eles entram numa casa, procurando roupas e comida. Ao encontrar o que queriam decidem dormir, para na manhã seguinte continuar a procurar Hanna e Stefan.

Na manhã seguinte, Charlie é o primeiro a acordar, decide levantar e tomar um banho, logo após terminar seu banho ele acorda cada um para tomar um bom café, para depois continuar a caminhada.

- Agora que terminamos o café, poderíamos buscar mais roupas e comidas em outras casas – diz Chris – talvez podemos achar Hanna e Stefan em alguma casa

- Muito difícil os bichos esconder alguém em uma casa eu acho – diz Lydia

- Talvez podemos encontrar eles, vamos a procura – diz Becky

Enquanto Charlie sai da casa, os outros já estão na casa da frente a procura de Hanna e Stefan. Quatro horas depois, após olharem mais de 50 casas, Lydia pede para descansar e comer algum lanche pois, está com muita fome.

- Pessoal, acho que não deveríamos parar tanto toda vez para descansar, assim a comida acaba logo – diz Charlie

- Também acho – diz Becky – deveríamos parar só duas vez por dia, mas estamos parando umas cinco vezes

- Assim nunca vamos encontrar eles – diz Chris

POOOOW

- O QUE FOI ISSO? – pergunta Lydia assustada

- Não sabemos, se escondem todos – diz Charlie

- Será que são os bichos? Atrás de nós? – pergunta Becky

- Não sei, mas por favor que não seja – diz Charlie – agora fiquem em silêncio vou olhar pela janela se tem algo lá fora

Quando Charlie chega a janela, ele ouve mais um barulho, com medo tira a cortina da frente e decide olhar o que tem lá fora. Ao olhar se depara com mais uma das pedras que caiu na rua e vê os bicho saindo dele, com isso Charlie volta correndo pro esconderijo.

- Pessoal faz o máximo de silêncio, caiu mais uma pedra e os bichos começaram a sair e talvez estão a procura de nós – diz Charlie sussurrando

Enquanto todos estão escondidos no armário que tem no porão, algo quebra a porta e Lydia fica assustada e começa a tremer de medo. Chris chega perto de Lydia e abraça, sussurrando que tudo vai ficar bem e que não era pra ficar com medo. Enquanto os bichos vasculham a casa, não percebem que há um porão e desistem daquela casa e vão para outra. Logo após saírem da casa, Charlie decide sair do armário e olhar para ver se há algum bicho por perto, com isso Charlie dá um sinal que não há nada, todos saem do armário.

- Meu Deus, estou com muito medo, não quero morrer Charlie – diz Becky chorando e logo vai abraçar Charlie

- Ei, não se preocupe, você não vai morrer – diz Charlie e a abraça mais forte

- Eu não vi isso – diz Lydia e revira os olhos

- O que? – pergunta Becky

- Você chorar e abraçar alguém, até parece que se importa com ele – diz Lydia

- Bom, eu me importo e não só com ele, com todos vocês, mas ele parece que é o único que me entende aqui – diz Becky – que saco – bufa

- Tá bom então, desculpa – diz Lydia

- Meninas, chega de brigar vamos ir lá fora e ver como está e procurar em outras casas – diz Chris

Após saírem da casa, eles se dividem, decidindo que dois vão para um quarteirão e dois vão para o outro, e após procurarem em todas do quarteirão de cada lado eles decidiram voltar para a casa que tava, pois lá era seguro e porque eles não tinham nada com o que se comunicar. Com isso Lydia e Chris entram em uma casa e acham várias armas e decidem pegar todas, caso precisem se fossem achar algum bicho, já Charlie e Becky encontram só roupas. Após vasculharem todas as casas daqueles dois quarteirões, eles decidem voltar na casa que estavam antes, pois os bichos já estava ficando tarde e os bichos poderiam vir pegar eles.

Após chegarem na casa, Becky decide tomar banho e chama Charlie para tomar com ela, e ele aceita. Charlie e Becky decidem não transar sem camisinha e só se pegarem, pois Becky não queria ficar grávida, Charlie aceita a proposta. Enquanto Charlie e Becky se pegam no chuveiro, Lydia pede para Chris tirar a roupa deles e eles transam no porão, sem camisinha, Lydia não se importa pois só queria transar com alguém.

Trinta minutos depois Charlie e Becky descem para o porão, e veem Chris e Lydia transando, com isso eles batem na porta e eles se escondem.

- Me desculpe, mas ela que pediu – diz Chris assustado com a reação de Charlie

- Então se ela deixou, está tudo bem, mas você sabe que agora ela carrega um filho seu né? – pergunta Charlie

- Meu Deus, eu nem pensei nisso – diz Lydia boquiaberta

- Pois é – diz Charlie

- Mas então a Becky também vai estar grávida, pois vocês também transaram né? – pergunta Lydia

- Não, só tomamos banho juntos, não queremos filho agora, principalmente com os bichos por perto – diz Charlie

- Porque não nos falaram antes que não deveríamos ? – pergunta Lydia

- Porque não sabíamos que vocês iriam transar – diz Charlie – e agora não tem mais o que vocês fazer

Enquanto Lydia fica deitada num canto pensando no filho (a) que vai ter, Chris sobe e vai tomar um banho. Com isso, Lydia fala que só fez sexo por diversão, pois tudo o que está passando aqui é um terror e não tem mais pra onde ir e nem com ninguém mais.

- Ei, não se preocupe, vamos ajudar você com o filho e até lá nada vai acontecer com você nem com seu bebê – diz Charlie

- Obrigada, muito obrigada mesmo – diz Lydia – só não quero que até lá esses bichos ainda estejam por aqui – diz assustada

- Até lá eles já vão estar longe daqui – diz Becky

Lydia preocupada com sua gravidez, logo após Chris desce do banheiro e fala que tinha ouvido um barulho e tentou vir mai silenciosamente possível. Com isso, todos se esconde no armário, e a porta do porão se abre, e o barulho das escadas é muito alto. Charlie tenta abrir um pouco a porta do armário, e consegue ver um homem, Charlie logo sai do armário com a arma.

- O que está fazendo aqui? O que você quer? – pergunta Charlie

- Esta é minha casa, eu deveria perguntar o que você está fazendo aqui – fala o dono da casa

- Estamos nos escondendo dos bichos, e o senhor? – pergunta Charlie

- Estou a procura de algo que deixei para trás e acho que está aqui – fala o dono da casa  - e bom pode me chama de John

- Ok John, o que você procura?  Talvez podemos ter pego para amanhã nós continuar a caminhada – diz Chris saindo do armário

- Bom, estou a procura de meu dinheiro, tenho deixado oito mil reais por aqui, e vou precisar para a viagem – diz John

- Não achamos nenhum dinheiro por aqui – diz Chris

- Então vocês não procuraram direito – diz John chegando perto da parede e arrancando um pedaço da madeira da parede – está vendo? Aqui está o dinheiro – diz John dando risada

- Bom, nunca pensaríamos nisso – diz Chris curioso

- Vou indo, boa sorte para vocês garotos, pois esses bichos são grandes – diz John ao sair do porão – tchau

- Tchau John – diz Charlie

- Nossa se foder esse cara, somos burros em não procurar dinheiro na parede – reclama Lydia saindo do armário

- Né, nem pensamos que poderia ter dinheiro na parede – diz Becky saindo do armário

- Vamos dormir, só tranca a porta, ninguém de vigia hoje para todos descansarmos bem – diz Lydia

- Não sei se é confiável sem ninguém de vigia – diz Charlie – mas vamos tentar então, qualquer barulho que vocês ouvir chamam e boa noite para vocês – diz Charlie e deita no chão

- Boa noite – diz Becky, Chris e Lydia



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...