História A procura do meu amigo suicida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigo, Carta, Devaneio, Suícidio
Visualizações 8
Palavras 307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A primeira reação



Estático.

Foi assim que fiquei por longos minutos. Acho que, mais que surpreso por ter encontrado essa carta, estava pasmo pelo garoto ter o mesmo nome que eu: Mateus.

E também os mesmos pensamentos.

Se não tivesse encontrado o papel bem dobrado sobre aquele banco da estação de metrô, com certeza poderia dizer que eu mesmo havia escrito, mas não lembrava de ter feito isso. Eu não fiz isso.

Pelo visto mais alguém nessa cidade agitada tinha a abandonada estação de metrô como refúgio. E justamente meu banco. E justamente meu nome.

Coincidência?

Bem, talvez. Mas senti certo conforto em saber que eu não era o único na mesma situação, com o mesmo aperto no coração. Até sorri com a situação. Com certeza aquela carta havia chegado em um ótimo momento.

Refletir sobre a morte. Comecei a refletir sobre ela. Coisa que já fazia há algum tempo, mas dessa vez tinha uma visão mais diferenciada.

Assim como o Mateus da carta eu andei procurando culpados para minha tristeza, infelicidade e desgosto. Mas apenas encontrei a mim. E, quando você encontra a si mesmo, é um sinal de que a mudança tem que partir de você.

Mudança.

Com a respiração falhando um pouco, minha mente voltou dois meses, quando eu ainda morava naquela pequena cidade interiorana. Acordava com o canto insistente dos passarinhos na janela, com os primeiros raios solares me dando um caloroso bom dia.

Lembrei da época em que eu era relativamente feliz.

E não consegui impedir algumas lágrimas de caírem. Ainda em pé, perante o banco da estação de trêm abandonada, com a carta na mão,  com lembranças aflorando. Com a dor no coração apertando. Com tudo se juntando. Mais uma vez respirei fundo, coloquei um pé na frente do outro, forcei um sorriso reconfortante e caí na sensação de sonho de volta para casa.


Notas Finais


Farei o possível para me organizar melhor e postar o próximo capítulo em menos tempo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...