História A Profecia - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Luta, Magia, Romance, Sasusaku
Exibições 74
Palavras 1.272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Primeiro Beijo


Depois de quase um mês, todos já estavam bem, Sakura e as outras meninas, treinavam com a Tsunade, enquanto Naruto e Sai treinavam com um cara chamado Jiraya, Naruto no inicio achava aquele velho pervertido demais, mas já estava se acostumando com o homem.

Sasuke era o único que treinava com o Orochimaru, apesar dele não ter gostado nada daquela ideia, ele queria treinar com aquela mulher, apenas para poder ficar perto da Sakura.

Sempre que os treinos acabavam, eles sempre passeavam pela vila, como nesse momento.

_ E aí? Como é treinar, com o Orochimaru?

_ Legal, apesar de que eu preferia, treinar com a Tsunade.

_ Com aquela mulher? Por quê? Ela é bem rígida, tem hora que me estressa.

_ Eu sei, todos os mestres aqui são bem rígidos, mas eu queria treinar com ela, para poder ficar perto de você.

Sakura corou ao ouvir o moreno, nos últimos dias, ela tinha percebido que estava apaixonada pelo Uchiha, e tudo indicava que ele correspondia o seu sentimento.

_ Hey o que vocês, estão fazendo, ai? – Ino gritou caminhando com a Hinata.

Sasuke não gostou muito de ter sido atrapalhado com a Sakura, já fazia dias que ele queria ficar sozinho com a menina, para poder beija-la, mas Ino ou outra pessoa sempre atrapalhava.

_ O que? Nada. – Sakura respondeu.

_ Eu não sei se você sabe, mas eu e a Sakura estamos ocupados.

_ Ocupados é? Fazendo o que? – Ino perguntou maliciosamente.

_ Nada demais. – Sakura respondeu nervosa.

_ Então tá, mas oh, juízo hein?

Ino se afastou deles, e Sasuke a abraçou, Sakura adorava sentir o calor do corpo do moreno, era tão reconfortante.

Eles começaram a caminhar em uma estrada, cheia de flores, Sasuke achou o lugar bem romântico e pensou:

_ Aqui é o lugar perfeito, Sasuke, vamos toma uma atitude.

_ Está pensando em que? – Ela perguntou.

Ele parou na frente dela e respirou fundo, e colocou suas mãos em cada ombro da garota, ele não sabia muito bem o que ia fazer, mas não custava nada tentar.

Sakura não disse nada, apenas sorriu, então a garota segurou o rosto do rapaz e o puxou para um beijo, um beijo doce e calmo, e quando o ar faltou, eles se afastaram.

_ Sasuke-kun, o que foi isso?

_ Um beijo, ué. – Ele falou como se fosse a coisa mais obvia do mundo.

Ela corou ao ver o moreno sorrir, Sakura estava feliz com o que tinha acontecido, mas tinha medo de que fosse tudo um sonho.

Tsunade apareceu do nada na frente deles, e assustou o casal, que perguntou:

_ O que faz aqui?

_ Sakura, você está atrasada.

_ Me perdoe... Tsunade- sama.

_ Vamos.

Sakura olhou para o moreno e sorriu, depois foi embora, junto com a mulher loira, Sasuke ficou parado lá rindo a toa, toda vez, que ele fechava os olhos, ele sentia os lábios da garota sobre o seu, e para falar a verdade, ele amou aquilo.

Ele tinha certeza absoluta que estava apaixonado, mas não sabia como chegar nela e confessar o seu amor, por isso ele continuou a caminhar, até que o Orochimaru brotou do chão o assustando:

_ Você tem que parar, com esse costume, ele além de nojento, assusta sabia?

Orochimaru riu do menino, e depois falou:

_ Sasuke o mundo está em perigo, não temos tempo para romance.

_ Você... Você viu?

_ Eu vejo tudo, o que acontece aqui.

_ Tanto faz, o que eu faço no meu tempo livre, não diz respeito a você.

_ Sasuke, você é o garoto da profecia, o futuro não só do mundo, mas a vida dos seus companheiros depende de você.

_ Você disse que nós iriamos, todos salvar o mundo, não só eu.

_ Você é descendente de Madara Uchiha, elemental do fogo, não temos tempo para esse tipo, de besteiras.

_ Tanto faz.

Orochimaru sorriu e depois disse:

_ Vamos?

_ Vamos.

Eles passaram a caminhar pelo centro de treinamento, e o Uchiha passou em frente ao lugar, onde Sakura e as outras meninas estavam treinando.

Sasuke sorriu de canto, ao vê-la toda empenhada, ela parecia ser boa no que fazia, o jeito como ela girava enquanto golpeava aqueles clones, com sua espada.

Quando ela parou, percebeu que ele estava a olhando, e sorriu para ele, ela ficava mais bonita ainda, quando estava toda desarrumada.

O cabelo dela estava solto e bagunçado, seu rosto, sujo de terra e suor, mas isso não tirava a sua beleza.

_ Hey Sasuke, vamos! – Orochimaru gritou para o moreno, que voltou a caminhar até o seu centro de treinamento.

Depois de algumas horas de treinamento, Naruto mal conseguia permanecer de pé, principalmente depois que teve a perna quebrada.

_ Você não pode deixar um ferimento, abalar você. – Jiraya falou.

_ Eu sei, mas...

_ Mas nada Naruto, vamos garoto, me mostre todo o seu potencial!

Naruto conseguiu ficar ereto, e simplesmente deu um passo à frente, começou então uma ventania absurda, Jiraya sorriu afinal Naruto estava se aprimorando.

_ Vamos menino, me ataque! Esqueça nesse momento, que eu sou mestre!

Naruto foi para o céu, e uma em sua mão surgiu uma bola de ar quente, e então desceu em alta velocidade, atacando Jiraya no peito e fazendo com que o homem caísse no chão.

Naruto conseguiu permanecer de pé, e então Jiraya se levantou o loiro com um sorriso no rosto, perguntou:

_ E aí? Como fui?

_ Você está progredindo muito, mas se quiser vencer o Madara, tem que fazer mais.

Naruto concordou com a cabeça, e ambos deram continuidade ao treinamento.

Sai nesse momento estava descansando debaixo de uma arvore, depois daquele dia, ele passou a ficar mais próximo da Ino, e começou a achar que estava apaixonado pela menina.

O moreno fazia de tudo para fugir, dos treinamentos, mas Jiraya sempre o incomodava.

_ Hey você! Venha cá!

_Até que estava demorando.

Sai se levantou e caminhou até o homem, que estava furioso.

_ Você deveria estar treinando, também.

_ Eu sou de fogo, como é que vou treinar com você? Eu deveria estar treinando com o Sasuke.

_ Naruto... Você pode descansar.

_ Sério? – O loiro perguntou animado.

_ Sim, agora eu vou treinar esse preguiçoso.

Naruto saiu correndo, indo em direção a sua cabana, ele estava morrendo de fome, e precisava também de um belo banho.

Sai suspirou fundo, o que ele menos queria era treinar, ele queria ir atrás da Ino, e sair com ela, como sempre faziam.

_ Vai ficar ai parado? Vamos treinar rapaz. – Jiraya falou.

_ Tudo bem, eu não tenho, muita escolha, não é mesmo?

_ Não, não tem escolha.

Ino lutava contra Hinata e Sakura, mas sua cabeça estava no Sai, por isso, em um momento de distração, Sakura deu um murro na sua amiga, e em seguida falou:

_ Desculpa Ino.

_ Não precisa se desculpar, a gente está aqui para isso, não é?

Assim que falou, Ino invocou uma figura feminina da terra, e simplesmente a jogou em cima das meninas, Hinata soltou um raio com a sua mão partindo aquela mulher no meio.

_ Ah Hinata, assim não vale. – Ela respondeu manhosa.

Sakura riu e Ino olhou para sua amiga:

_ Para de rir Sakura!

_ Foi mal.

_ Chega de conversa! – Tsunade gritou.

_ Mulherzinha mal humorada, aposto que tudo isso, é falta de sexo. – Ino falou, fazendo com que Hinata corasse.

_ Ino! – Sakura a repreendeu.

_ Que foi? Eu estou por acaso, mentindo?

_ Você não presta. – Hinata falou, assim que se recuperou.

Ino deu de ombros, e voltaram a treinar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...