História A Profecia - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin Kaisoo, Vhope
Visualizações 7
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, boa leitura.

Capítulo 1 - A Festa



- Jungkook me salve ! - pedia o garoto quase caindo do penhasco que apenas estava seguro por uma mão.
- Estou a chegar. Tenha calma. - pedia enquanto corria o mais rápido que podia - Não desista !
- Eu não ... consigo ... mais ... me desculpe ... Kookie. - ele diz largando a rocha.
- Não faça isso, por favor. - digo chorando, continuando a correr, mas não valia a pena. Quando cheguei à ponta do penhasco, olhei para baixo devagar, a minha visão estava demasiado embaciada pelas lágrimas que saiam. Ao vê - lo morto no chão caí de joelhos, cansado, todo o meu exercito tinha morrido e agora ele. A pessoa, que talvez era, a mais importante para mim, quer dizer a pessoa que, de certeza, é a mais importante para mim - Jimin ! - gritei ouvindo a minha voz ecoar por todo o local.
- Jungkook acorde, está me assustando ! - alguém grita abanando - me.
- Jimin ! - continuo gritando, mas acordo sobressaltado dando um grande salto ao ponto de assustar meu irmão, novamente tinha tinha o aquele sonho. O sonho que se repetia na minha mente noite após noite.
- Está todo suado, foi aquele sonho outra vez. Não foi ? - ele pergunta olhando - me nos olhos.
- Sim, foi ... Taehyung. - respondo retirando o lençol de cima do meu corpo.
- Está sempre a dizer que o odeia, mas ...
- Cala - se ! Tu sabes muito bem que o Reino do Fogo não se dá nada bem com o Reino do Gelo.
- Eu sei. - responde cabisbaixo - Temos que ir. O Appa e a Omma chamaram - nos para o pequeno almoço. Eles querem falar sobre a tua festa de aniversário hoje. Finalmente fazes 18 anos. - fala sorrindo.
- Vou já. Preciso de tomar um banho para refrescar.
- Tudo bem, eu vou andando. - ele disse indo em direção à porta e abrindo - a - Já agora ... o Namjoon vem ao castelo hoje.
- O Namjoon ? - perguntei sorrindo - Já não o vejo à 6 anos.
- Ele mandou uma mensagem através dos seus corvos correio, decidiu parar a viagem para celebrar o teu décimo oitavo aniversário. Despacha - te. - conclui fechando a porta. Namjoon e eu sempre nos demos muito bem desde pequenos, apenas decidimos escolher caminhos diferentes. Enquanto eu decidi ficar no reino e tornar - me o melhor de todos os guerreiros, ele decidiu partir no que diz ser a sua "missão".

Tomo um banho rápido e desço a grande escadaria de ouro a correr, ao final dela encontro duas empregadas que imediatamente me fazem um olhar sedutor.

- Bom dia Principe Jungkook. - dizem ambas agarrando - se nos meus braços e esfregando os seus fartos peitos.
- Bom dia - digo incomodado "Porque elas não me deixam em paz" penso "Eu nunca irei gostar de mulheres, porque me tentam obrigar a fazê - lo ?" - Me Deixem por favor eu preciso ir tomar o pequeno almoço, meus pais estão esperando por mim. - digo educadamente.
- Sabe Alteza logo à noite podemos festejar seu aniversário, o que acha ? - pergunta Anne, uma moça um pouco mais velha de cabelos loiros - Sabe eu preparei algo para você no meu quarto. - ela sussurra em meu ouvido, fazendo - me suspirar.
- Já chega - diz Taehyung, ao qual agradeço mentalmente - Jungkook precisa de tomar o pequeno almoço, deixem - no ir, caso contrário falarei com meu o Rei.
- Peço desculpa vossa Alteza. - pedem dando uma vénia e indo embora.
- Obrigado pela sua ajuda, elas não me largavam. - falo bufando.
- Porque não assume que é gay ? - ele me diz fazendo corar.
- Eu não sou gay. Estou com fome - tento disfarçar. - Preciso tomar o pequeno almoço. - digo indo em direção à sala de jantar onde estava a grande mesa já preparada para comermos.
- Bom dia - diz minha omma.
- Bom dia - dizemos em unissono com um sorriso.
- Está preparado para logo Jungkook ? - pergunta minha omma colocando sua mão por cima da minha.
- Fique descansada, omma. - digo apertando a sua.
- Já agora Jungkook - meu appa coloca o copo em cima da mesa, limpa os lábios com seu guardanapo e me olha - Logo será diferente de todos os seus aniversários.
- Porquê ? - pergunto instantaneamente.
- Vamos te apresentar sua futura noiva. - ele responde frio, com seu olhar gélido.
- O quê ? - pergunto indignado - Quem é ela ?
- Susan do Reino da Eletricidade. - responde de uma maneira fria novamente.
- Como pode ser assim tão frio e oferecer seu filho ?
- Este casamento irá acontecer - ele fala exaltado - quer queira, quer não. Suas roupas já estão prontas, quero que saia do seu quarto apenas quando eu mandar.
- Está bem. - respondo furioso. "Porque eu tinha que casar com ela ?"

///////////////////////////////////////////////////////////

Da minha janela consigo observar todo o jardim do castelo, cheio de homens e mulheres, novos e velhos à minha espera. O palco já estava montado, em breves momentos eu iria fazer um discurso. o nervosismo começou a tomar o meu corpo, daí a pouco tempo eu sairia do meu quarto para casar com ...

- Jimin. - fala uma voz conhecida interrompendo os meus pensamentos - Estás à procura do meu irmão entre os convidados, não é Kookie ? - conclui rindo.
- Não me chames isso. Odeio esse nome. - respondo alterado - Então como vais ? - pergunto olhando para o rapaz mais velho, com o seu traje preto.
- Bem. - respondeu mexendo no cabelo - Jungkook tenho investigado o que tu me pedis - te e ... - alguém bate à porta e dizendo um pequeno "licença" entrou.
- Vossa alteza, o Rei pediu para descer. - disse uma pequena moça.
- Obrigado. Eu vou descer. - agradeci dirigindo - me à porta e vendo a moça saindo rapidamente. Preparando - me mentalmente enquanto me dirigia para a porta sou travado por Namjoon que me agarra o braço.
- Jungkook ... ele ...
- Namjoon, é melhor falarmos depois. O assunto dele pode esperar. - interrompiu saindo pela porta, descendo a grande escadaria e dirigindo - me ao jardim. Todos se curvavam perante mim e me davam os parabéns, nunca fui um rapaz orgulhoso, apesar disso sempre quis que as pessoas reparassem em mim e gostassem de mim pela pessoa que sou, não pelos meus bens.

- Vejamos quem temos aqui. Jungkook, o Principe do Reino do Fogo. - afirma alguém interrompendo meus pensamentos.
- Jimin - respondo virando - me para ele - Veio ? Pensei que alguém como você não viesse a uma festa de anos, principalmente de alguém que odeia.
- Não tive opção, meu pai me obrigou a vir. - tais palavras me afetaram, ouvi - lo dizer tal coisa era mau, mas "isto não fica assim Jimin, você vai ver".
- A propósito ... Vou me casar. - digo firme pegando uma bebida que um rapaz trazia numa travessa.
- O quê ? - responde alterado - Quer dizer ... Com quem ... vai se casar... quem é a pobre coitada ?
- Susan do Reino da Eletricidade. - tento novamente mostrar firmeza na minha resposta.
- Oh bem ... hum ... Jungkook eu ...
- Olá Jungkook, como vai ? - pergunta com um sorriso sinico.
- Olá Min Yoongi ! - respondo tentando manter - me calmo - Vou bem.
- Amor - diz olhando para Jimin - Vamos dançar ? Quero te sentir mais perto de mim. Já agora Jungkook parabens pela noiva, espero que assim deixe de olhar para o MEU Jimin.
- O Jimin não é seu. - digo apertando o copo de minha bebida com tanta raiva que o parto.
- Vai dizer que é seu ? - ele diz levantando o punho.
- Calados ! - Jimin grita fazendo - nos parar - Estão loucos ? Toda a gente está a olhar para nós. Ai de vocês que voltem a fazer estas figuras. Amor não queria ir dançar, vamos dançar para longe daqui. - ele diz virando as costas e o beijando bem na minha frente. Yoongi namoravá com Jimin à bastante tempo, ambos pertenciam ao Reino do Gelo, começamos a odiar - nos desde essa altura. 

- Peço agora a vossa atenção por favor. - pedia o Rei - Hoje o Principe do Reino do Gelo, Jeon Jungkook faz 18 anos. Espero que estejam a gostar da festa, onde se fazem presentes os Reis e os seus representantes de cada Reino Fogo, Gelo, Folha, Luz, Eletricidade e Ar. Vou passar a palavra ao Principe Jungkook. - diz saindo do palco e sussurrando - me ao ouvido - Não me envergonhe Jeon Jungkook. - apenas aceno com a cabeça e subo as pequenas escadas para o palco, dirigindo - me à pequena tribuna que havia no meio.
- Boa noite e sejam bem vindos à minha festa de aniversário. - digo fazendo com que todos aplaudam educadamente - Hoje é um dia muito importante para mim, principalmente por ter todos os Reinos aqui reunidos. Se todos nós nos juntarmos poderemos continuar a manter a paz deste reino. E é por isso que ...
- Atenção. - grita alguém no meio da multidão - A Natabi ! - diz fazendo com que todos olhemos para o demónio.
- Natabi ? Porque é que ... - tento perguntar.
- Boa noite meus senhores e senhoras - ele diz - Finalmente foi liberto, apartir de agora nunca mais terão descanso. - afirma rindo - se, acabando os seus olhos por cairem em mim. - Vós deveis ser Principe Jeon Jungkook... - ele presume.
- Sou sim. - respondo tentando mostrar firmeza.
- Então sois o jovem de que falava a profecia. No dia em que um jovem especial tivesse o seu décimo oitavo aniversário eu iria ser liberto por um "traidor". - concluiu olhando para mim à espera de alguma reação. Podia sentir todos os músculos do meu corpo, cada vez mais contraidos, fechando cada vez mais os punhos. Apenas o seu olhar me matava de medo, mas tinha que ser forte, aqualquer momente ele podia atacar. Olhando diretamente nos olhos do demónio, viu que uma luz brilhante tomava o seu corpo, aparecendo no seu lugar um rapaz, tão alto como ele, cheio de tatuagens pelo corpo inteiro destacando - se um dragão que na ponta da sua cauda enrolava um nome "Demon". Ele continuava a andar na sua direção com passos confiantes e um olhar sinistro, fazendo toda a multidão se afastar dele, dando um passo para trás. Chegando ao palco parou e umas asas pretas sairam das suas costas ajudando - o a voar até mim e parando mesmo a meros cetimetros da minha cara. Nas suas costas trazia uma espada que com apenas um pequeno toque conseguiria cortar qualquer um ao meio.
Natabi retirou bem devagar a espada, que trazia guardada nas suas costas, estendo - a à minha barriga.

- A lenda também falava de que esse rapaz me iria derrotar. Agora que olho para você ... Como é que um moço assim me meteria medo ? Apenas o meu olhar lhe provoca arrepios - ele disse chegando bem perto da minha face - Não é Jungkook ? - perguntou sussurrando ao meu ouvido - Venho dar uma pequena mensagem a todos. A partir de hoje eu declaro guerra a todos os reinos, e irei ganhar juntamente com o meu ajudante - ele disse voltando à sua forma normal e começando a voar.
- Espere - gritei fazendo - o olhar para trás - Quem é o traidor ? Me diga ! - ordenei.
- Depois você saberá.


Notas Finais


Por favor digam nos comentários se gostaram e se devo continuar. Bjão.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...