História A Profecia do Amor - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Harry Potter
Tags Blaise, Collin, Draco Malfoy, Drarry, Harry Potter, Lemon, Romance, Slash, Yaoi
Visualizações 297
Palavras 2.206
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


eeeeeeeeeeeeee
Nem demorei tanto dessa vez kk' já falei qrr coisa me chamem no twitter caso eu esteja demorando demais ou so queiram trocar ideia sou legal juro
Agradeçam a Net que e fez ficar sem internet então eu não tive como estudar e ai acabei indo escrever um capitulo, to feliz q me inscrevi no vestibular da unicamp agora tenho que estudar redobrado me desejem sorte, por isso to demorando um tanto e nao consigo postar toda semana.
VCS VAO AMAR O FINAL DO CAP UMA DAS COISAS Q VCS ESTAVAM ESPERANDO VAI FINALMENTE ROLAR KK

Capítulo 38 - Capítulo 37


A Profecia do Amor – 37

 

Naquela noite todos os Slytherins do ano de Draco iam se reunir, o loiro não entendia exatamente o porquê que ele tinha que ir. Mas não queria ficar de fora das coisas que aconteciam, portanto ele foi.

Pansy estava ansiosa demais, ele percebeu algo não parecia estar correto, sua mente tentava achar alguma explicação talvez fosse algo a ver com o Lord, estremeceu, mas continuou.

Seguiram pelo salão comunal, todos se reunindo ali viu Blaise com Theodore pareciam tensos. Alguém indicou que deviam fazer feitiços ilusórios para não serem pegos fora da cama aquele horário, e que se encontrariam numa sala vazia no segundo andar. Só entraria quem soubesse a senha que foi passada pra cada um pouco antes de saírem pela porta do Salão Comunal.

Os quatro Draco, Pansy, Blaise e Theodore seguiram juntos para lá, todos sob um feitiço ilusório poderoso, a cada passo ficavam mais tensos, isso incomodava o loiro, ele nunca tinha visto eles assim, na verdade nenhum dos Slytherins de seu ano haviam ficado assim antes, nem com a possibilidade de o Lord ter voltado.

Ele sentia que algo ia acontecer, que as coisas iam mudar, mas não entendia o que nem porque. Ele sabia dos sacrifícios que teria que fazer quando saísse da escola, casar-se com uma completa desconhecida, porque tudo tinha que mudar agora?

Chegando lá, Blaise sussurrou a senha e logo uma porta de madeira pequena surgiu e se abriu. Lá dentro eles viam que vários já haviam chegado e outros ainda entravam, a sala era grande todos fizeram um circulo e sentaram-se nas cadeiras.

Por mais que tentassem esconder sua apreensão por trás da mascara de indiferença era mais que obvio a preocupação de todos ali. Até mesmo Crabbe e Goyle estavam tensos, eles que nunca ligaram para mais nada além de comida.

—Todos vocês sabem o porquê estamos aqui não sabem? – Perguntou Millicent Boustrude tomando a frente, nem ela mesma sabia de onde tinha vindo essa coragem toda.

Alguns acenaram com a cabeça outros pareciam confusos, Draco estava bastante, mas não deixou transparecer. Fez-se de entendido, mas permaneceu calado, esperaria outro alguém falar para que assim pudesse ter uma visão maior do que estava acontecendo e porque dessa apreensão e dessa reunião.

—O Lord voltou todos sabem, já devem ter recebido cartas dos seus pais falando algo sobre isso. – Continuou Pansy, estremeceu levemente ao fazer a referencia a ele, porém ninguém pareceu perceber.

—Precisamos discutir em qual lado vamos ficar nisso tudo, o futuro dos bruxos puro sangue estão nas nossas mãos, somos nós que vamos herdar a fortuna da nossa família e com ela as responsabilidades que vem com o nome. Isso inclui tomar parte na guerra, não sabemos quanto tempo isso vai durar nem como vai se seguir precisamos fazer as nossas alianças agora, talvez não teremos tempo para isso mais tarde. – Discursou Theodore, ele vinha pensando muito isso ultimamente, ele temia escolher o lado errado da guerra, e tudo que isso implicaria para seu futuro.

—Temos que seguir os passos dos nossos pais. – Respondeu altivamente uma garoto de fios castanhos muito magrinho.

—E quem garante que o lado dos nossos pais vão ser o lado vencedor da guerra? – Perguntou Theodore encarando-o.

—Ora Nott, está querendo dizer que o Lord vai perder. Ainda mais que tudo esta nas mãos de Dumbledore e do Potter. – Disse o garoto rindo.

—Dumbledore não é diretor de Hogwarts a toa, Andreas. – Murmurou Millincent. —Ele já enfrentou o Lord ano passado não enfrentou?

—Não podemos ir somente pela cabeça dos nossos pais. – Exclamou Pansy chamando a atenção. —Temos que escolher ou ficar dos dois lados para não perdemos tudo depois.

Draco ouvia atentamente cada palavra, ele não imaginou que seus companheiros de casa estivessem realmente falando sobre tomar partido numa guerra que nem era deles. Ele não entendi o porque de pensar nisso agora, ele queria fugir de tudo isso, apenas deixar pra lá e se concentrar em fazer qualquer coisa para esquecer sua triste vida.

Não gostava de Dumbledore, assim como não gostava das coisas que o Lord fazia aos seus pais. Pra ele os dois lados eram péssimas escolhas, nenhum realmente seria favorecido.

—Os dois lados são péssimas escolhas. – Sussurrou o loiro. Fazendo com que todos olhassem para si.

—Dumbledore não gosta de nós por sermos Slytherins vocês sabem, ele só favorece os Gryffindors não teríamos nenhum beneficio nos juntando a ele. – Continuou ele firmemente, ele não sabia o porquê de estar falando essas coisas na frente dos outros, mas sabia que tinha que ter uma posição. O sorriso da maioria fez-se perverso, já outros fecharam a cara.

—Já com o Lord nós também não ganharíamos nada exceto uma marca horrível no braço e ser obrigado a servir um lunático, portanto nenhum beneficio também. Os dois lados não nos favorecem. – O sorriso da maioria se fechou, eles não tinham pensado por essa parte. Theodore engasgou, ele não achou que Draco fosse falar isso tão abertamente, olhou em volta e todos pareciam pensar sobre esta nova informação até mesmo Andreas que parecia ser o mais leal ao Lord dos que estavam ali.

—Nossos pais vão exigir uma posição nossa em breve. – Falou uma garota gordinha com um nariz maior que ela.

—Não podemos escolher algo assim tão rápido e sem apoio. – Contestou Blaise ele não sabia se estava gostando do rumo que essa conversa estava tomando.

—Nossas escolhas de agora afetaram nosso futuro. – Murmurou Theodore agora sentindo-se mais corajosos afinal, Draco disse o que ele pensava. E continuou. —Ficar bem curtindo o dinheiro e poder de nossa família ou passar o resto da vida em Askabam.

—Mas, seguir o Lord também pode nos dar poder. – Aconselhou Andreas deixando Theodore irritado ele já estava lhe dando nos nervos.

—Que tipo de poder esta falando? – Perguntou ele sendo irônico. —Não é necessário um poder muito grande para matar trouxas.

—A supremacia do sangue esta nas nossas mãos e de mais ninguém. – Esclareceu Draco. Ele não entendeu o sorriso de Millicent aparentemente ela apoiava o que ele estava dizendo ou não, não dava para saber.

O loiro realmente não parecia perceber o que estava se tornando ali naquele momento nem o que estava acontecendo. Pansy sabia disso, ele e Theodore estavam seguindo caminhos que talvez fosse difícil voltar.

 

—x—

A escola toda estava comentando, o assunto do momento era novamente Harry Potter quem mais seria.

Godric estava inconsolável no momento nada o satisfazia, a raiva que estava superava qualquer coisa até Salazar não queria ficar perto dele. Parecia que as coisas só estavam dando errado, Harry tinha saído da escola e eles não podiam fazer mais nada quanto a isso, e o fundador já tinha ido investigar onde o garoto estava e odiou tudo aquilo.

Gryffindor finalmente entendeu o porquê que muitos bruxos não gostavam de trouxas, aqueles tios do Harry eram horrendos, sentiu tanta vontade de entrar lá e falar umas poucas e boas para eles, mas acabou não fazendo. Isso só o fez ficar ainda mais com os nervos a flor da pele.

E foi com horror que viu o jornal profeta diário naquela manhã que os alunos estavam lendo e cochichando sobre. A manchete de capa dizia assim: “HARRY POTTER ENGRAVIDA EX NAMORADA”. Com a foto de uma Weasley chorosa.

Pronto, os alunos só viram um fantasma louco desconhecido voar até eles e sair levando o jornal.

Dos Slytherins poucos dormiram, todos pensavam demais sobre as coisas faladas na tal reunião, a tal escolha. Tudo parecia ter mudado agora, antes só havia uma saída agora eles não tinham mais certeza de nada.

Novamente Pansy invadira o quarto dos meninos, e foi em direção a cama de Draco, abrindo rapidamente e praticamente gritando.

—Draquinhooooo. – Exclamou ela nervosamente. Ouvindo vários murmúrios vindo do loiro mandando a calar a boca.

—DRACO, ACORDA AGORA.  – A loira irritada gritou balando o garoto, mais parecia uma mãe, da outra cama viu um Blaise levantar assustado, ela até poderia rir se não fosse a situação atual.

O loiro olhou pra ela com uma carranca de afastar qualquer pessoa menos ela. Que prontamente colocou o jornal na frente dele com a tal manchete da capa.

Esconder as emoções que passavam por seu rosto naquele momento foi impossível, passou os olhos rapidamente pela frase de capa do profeta diário. Foi de incompreensão, desgosto, nojo, raiva a ódio.

Puxou o jornal das mãos da garota com força, ela olhou para Blaise que veio ver por cima das mãos do loiro o que o havia abalado tanto assim. Ao contrario do loiro suas emoções foram simples, apenas nojo.

Blaise tinha lembrado que ele acabou beijando essa garota a muito tempo atrás e que agora seria a senhora Potter, ainda mais sendo uma Weasley, isso era um completo desgosto para ele e para o Slytherin que ele era.

Draco passou as paginas até o texto que falava da manchete, matéria escrita por nada mais nada menos que Rita Skeeter, quem mais seria afinal.

 

“HARRY POTTER ENGRAVIDA EX NAMORADA”

 

Harry Potter 12 anos, pobre garoto afortunado que não perde tempo, com tantas garotas se arrastando atrás do menino Potter. Segundo nossas fontes a futura mamãe do filho do Salvador do mundo bruxo acabou desmaiando ontem no meio de uma aula, e foi levada para a enfermaria da escola. A garota chamada Ginevra Weasley ex namorada de Harry Potter, afirma que o filho que  esta esperando é dele.

“Eles viviam aos agarros, até mesmo no Salão Principal na frente de todo mundo” – Disse Dino Seamus (um amigo de Harry). Huuunn... Talvez o inocente Potter não seja tão inocente assim não é mesmo?

“Ela já não estava muito bem, estava sempre passando mal e vomitando de manha, e ainda mais quando aquele crápula do Harry terminou o namoro com ela, tenho certeza que ele já sabia do bebe por isso voltou pra casa mais cedo”. – Informou Lilá (amiga de Ginny) Será que o nosso garoto favorito já sabia do bebe e por isso terminou o namoro?

“O Harry não tem culpa, eu que errei não o culpem esse bebe é nosso e vai ser muito amado, mas eu não sei se ele pretende assumir, sinto muita falta dele” – A futura mamãe parede desolada longe do amado, e sofre muito pelo término, derrama lagrimas pelo bebê e pelo que sente pelo salvador do mundo bruxo.

Harry Potter não foi encontrado na escola para dar informações sobre e permanece desaparecido a mais de uma semana, pelo que sabemos voltou para casa, que feio será que Harry vai assumir a criança.   

Afinal que famoso nunca engravidou uma fã não é mesmo.

 

A cada linha que via sentia vontade de vomitar, essa Skeeter tinha o poder de escrever artigos ruins, não era possível que alguém levasse essa mulher a serio.

Potter tinha ido embora da escola pelo simples motivo de se envolver com ele mesmo Draco Mafoy. E por pessoas intrometidas quererem meter o bedelho onde não foram chamadas, apenas isso, não tem absolutamente nada a ver com aquela vadia.

—Eu vou matá-la. – Murmurou o Slytherin estridentes.

—Ora Draco. – Informou Pansy. —A escola toda esta falando, e parece que a Weasley realmente esta grávida, uns garotos estavam curiosos e jogaram um feitiço medico nela hoje de manhã de longe em Gryffindor, e sim ela esta.

—Mas não é do Potter Pansy. – Respondeu o loiro irritado.

—Como pode ter tanta certeza? – Perguntou Blaise. — Só porque não levou ele pra cama não quer dizer que ela não tenha feito, afinal ela é uma garota.

—Tendo. – Insistiu o loiro jogando o jornal longe e colocando fogo nele.

—Talvez Potter não seja Gay. – Interrompeu Pansy, sentando-se ao lado de Draco e agarrando seu braço, fazendo ele olhar pra ela.

—Draco, você gosta do Potter admita. Esta mais do que na cara. – Disse ela e Blaise confirmou com a cabeça ao que Draco negou rindo como se ela falasse uma coisa muito doida.

—Negue o quanto quiser todo mundo consegue ver, vocês se gostam por mais estranho que possa parecer. – Explicou a garota fazendo careta. —Agora não há como negar os fatos, ele pode sim ter transado com ela e então agora ela ta grávida dele, eles namoraram, não é possível que não tenha acontecido nada entre eles.

—O Potter é virgem, Pansy. – Zombou Draco rindo tanto pelo outro garoto ainda ser, como pela cara de descrença dos dois. —Não poderia ser dele.

—Como? – Indagou Blaise queria saber se tinha ouvido direito. —Não é possível. Tantas garotas e alguns caras correndo atrás dele e nada?

—Huuunn... Então você tava louco pra tirar a virgindade dele não é? – Arriscou a loira lhe dando um olhar safado.

—Talvez. – Admitiu ele sorrindo de lado.

—Então se não é do Potter, é de quem? – Ponderou Blaise mais para si mesmo do que para os outros dois ali.

—Todos já achariam que é dele de qualquer forma por ela ser ex namorada dele. – Explicou a garota pensando em voz alta. —E com o fato dele ter ido pra casa mais cedo deixou todos tendo absoluta certeza. Tudo vai ficar mais complicado para vocês, Draco.

—Talvez não, eu ainda tenho aquele vídeo da Weasley fêmea com o Blaise. – Responde o loiro fazendo cara de nojo assim como os outros dois a sua frente.


Notas Finais


Eai falei q vcs iam gostar... muitas tretas estão vindo ai kk'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...