História A profecia entre mundos - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 24
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Capítulo 16


Capítulo 16

 

 Tudo estava escuro, porém, ouvia-se vozes. Duas vozes, uma mais grossa e grave, até intimidadora, a outra, mais suave. Ambas pareciam ser vozes masculinas.

 " Como você quer simplesmente matá-lo? Ainda não sabemos se ele é inimigo."- disse a voz mais suave.

 " Ele apareceu no mesmo momento em que os celestes despertaram, e o rei voltou. Quais evidências você quer mais para saber que coisa boa ele não é?"- disse a mais grave, em um tom irritado.

 " Mas ele estava com um corte na garganta. Pelo menos vamos esperar o capitão voltar, e nos dizer o que fazer."

 " Não sei o por quê de obedecermos esse tolo..."

 " Deixe de ser teimoso, vamos deixá-lo, e esperar na base com os outros. Talvez não demore tanto para ele regressar."- finalizou a voz mais suave.

 Ouviu-se passos se afastando e o som de uma porta se fechando.

 Anthony abriu os olhos e percebeu que estava deitado em uma cama de solteiro feita de madeira, revestida por um tipo de pele.Engoliu e sentiu dor, passou a mão no pescoço, onde se lembrava que havia ganhado o corte. Havia uma espécie de bandagem circundando o pescoço.

 "Onde estou?..."- pensou.

 Olhou ao redor, estava em um quarto simples, com uma janela e paredes brancas. E a janela estava aberta.

 Se levantou da cama, sentindo dores na garganta, mas foi até a janela e viu que estava no térreo, passou pela janela e saiu. A janela dava em uma floresta um tanto diferente, tinha umas plantas e árvores estranhas, no entanto uma cerca o separava da floresta.

 Ouviu vozes se aproximando. Correu em direção à barreira e a pulou rapidamente. Não sabia como havia feito isso, mas o fez, saiu correndo pela floresta, se esquivando de várias árvores e plantas exóticas, algumas até brilhavam.

 Depois de correr por um tempo, parou bruscamente. Anthony sabia agora exatamente aonde estava, e descobriu isso pela pior forma possível, encontrou um Kijiom.

" Eu não acredito... Eu estou em Mercenia... E estou ferrado."- pensou Anthony.

 O grande leão alado estava em cima de uma árvore, e por Anthony ter parado bruscamente, encarou-o rapidamente, e desceu da árvore, soltando um rugido.

 Anthony lembrou-se do que Bastian disse a respeito de amansá-la. Bastian... Droga...

 Anthony imediatamente se ajoelhou perante ao Kijiom e o mesmo parou com sua agressividade de momentos atrás, andou em direção à Anthony e abaixou sua cabeça soltando um pequeno chiado. Anthony se levantou e acariciou a cabeça do Kijiom, fazendo-o ronronar, e depois, abrir suas asas e voar.

- Encontrei! Ele estava com um Kijiom!- disse a voz grave que havia escutado mais cedo e ao se virar, Anthony tomou um susto ao ver um homem-gato segurando duas espadas e apontando para ele.

 Anthony deu um grito e avistou um monte das pedras de Bastian próximas à uma árvore e pegou uma, transformando-a em uma espada.

- Eu sabia! Ele é um deles!- disse o homem-gato que tentou atacar, mas Anthony conseguiu defender a tempo de cortar-lhe a cabeça.

 Foi quando um jovem garoto albino de asas e cauda de plumas brancas e chifres de marfim surgiu e tentou acalmar o homem- gato.

- O que está fazendo? Já não é óbvio que ele é um deles?- perguntou o homem-gato.- Ele tem a arma real!

- Mas perceba, ela não...- O garoto iria falar mais o homem-gato conseguiu se desprender e quando iria acertar Anthony outra vez, um mascarado surgiu de repente e o fez para com um golpe no braço, deixando-o imobilizando.

- Ari, o que está acontecendo?- perguntou o mascarado ao garoto de asas.

- Encontrei esse garoto ferido e o levei ao refúgio, mas ele fugiu e o Otrak quer matar ele mais do que queria antes.- com o garoto falando mais devagar, Anthony percebeu que era a outra voz de mais cedo.

 Quando o mascarado encarou Anthony ainda com a espada em posição de defesa, se petrificou.

- Capitão, será que dá para me soltar?- perguntou o homem-gato irritado.

 O mascarado soltou o homem -gato e foi até Anthony, fazendo-o recuar com a espada em punho.

- Anthony?- perguntou o mascarado.

- Como sabe meu nome?- perguntou Anthony assustado.

 O mascarado tirou sua máscara para Anthony, e por meio das cicatrizes, Anthony conseguiu ver, através dos olhos gris, quem era ele.

- Cristopher?!


Notas Finais


Tem mais amanhã, estou com sono.
Desculpa qualquer erro, é que eu realmente estou com sono.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...