História A Professora. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Zayn Malik
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Zayn Malik
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Zauren
Exibições 242
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estou tão desanimada com os comentários. São poucos...

Capítulo 3 - IIl - Sou louca.


Jauregui POV

— E então Jauregui? Você e sua amiga são surdas ou o quê?! 

 — Senhora Cabello nós não estávamos fala...

— Eu perguntei a sua amiga, senhorita Vives. E não a você! Por isso não se meta.

Eu ainda a encarava nervosa. Primeiro dia de aula e já tô fazendo merda. Obrigado Malik, até longe você me arranja problemas. 

— Já que está muda, lhe darei um recado — falou ela se aproximando enquanto eu recuava. — Você vai me aturar durante quatro anos, se continuar com isso, farei da sua vida um inferno, Lauren! Um inferno!

E ela deu as costas indo embora, Lucy e eu soltamos o ar que prendíamos por nervoso. Algumas pessoas passavam pelo pátio nos encarando, as expressões eram diversas, mas nossa preocupação era outra. Camila Cabello era o demônio em forma de gente. 

— Aí Lauren, eu quero ir embora!

— Que?! Ficou maluca Lucy?! A gente veio pra aula e nós vamos ficar para assistir. 

— Lauren eu não sei se você percebeu, mas nós acabamos de sofrer um quase ataque terrorista dessa mulher! Ela é a reencarnação no Osama bin Laden. Ela vai acabar explodindo a gente como um homem bomba! 

Eu comecei a rir ao ver o nervoso de Lucy, e a puxei para o prédio ainda rindo e ela continuou o escândalo, claro! Lucy era mais doida do que uma turma de vacas loucas, acho que é por isso que me dou tão bem com ela. 

Entramos no local e logo achamos nossa sala, o primeiro dia foi bem leve, apenas com apresentações de colegas e professores. Lucy e eu logo fizemos amizade com Veronica Iglesias, Liam Payne e Harry Styles, e o assunto da nossa rodinha não era outro, a briga com Camila Cabello.

— Lauren você é louca! – disse Liam rindo — Aquela mulher é um carrasco! 

— Louca nada! — falou Harry batendo levemente em meu ombro — essa daqui tem sangue nos olhos! É preciso ter coragem pra comprar briga com aquela lá. 

E meus amigos continuaram a conversa. Eu não prestava muita atenção, só pensava em Dylan. Como estaria meu filho a essa hora? Era a primeira vez que nos separamos no intervalo tão grande de tempo, eu só o veria as cinco da tarde, e ainda estávamos no primeiro horário. Paciência Lauren ... paciência. 

***

A hora de ir embora havia chegado, para minha alegria, de acordo com os cronogramas apresentados, amanhã começaria as aulas normais ou seja... amanhã seria muito mais cansativo e eu iria me encontrar com a Camila Louca Cabello. 

Eu aguardava Zayn na frente do prédio e sorri aliviada assim que vi o carro dele se aproximar e parar  a minha frente. Eu queria rir, Zayn estava com o cotovelo apoiado na janela e me olhava por baixo dos óculos com um meio sorriso 

— E aí gata?!  Vamo?! Seus homens vieram te buscar. 

— Idiota! — falei dando a volta no carro e assim que entrei, vi Dylan no banco de trás bem aconchegado no bebê conforto. O pequeno deu seu melhor sorriso banguela assim que meu viu e eu retribui, é claro!

— Vocês estão nesse carro desde que horas?!

Zayn deu a partida no carro prestando atenção no carro e eu brincava com meu filho 

— Desde as três, Normani precisou sair pra resolver uns problemas e fazer umas compras... mas relaxa, eu dei mamadeira pra ele antes de sair. Não acho que esteja com fome... se bem que ele prefere o que sai dos seus peitos. 

Olhei Zayn incrédula. Ele me matava de vergonha com esses comentários loucos e que eram ditos de forma natural,  mas ele era um bom pai. Isso eu não negava a ninguém, mesmo sendo tão irresponsável, ele desejou e amou Dylan desde quando descobriu minha gravidez. 

— Será que ele tá com fome? 

— Só testando pra ver. Mas espera chegar em casa... estamos perto

Concordei ainda brincando com o pé rechonchudo de meu filho. E olhava Zayn se aproximar do prédio onde moramos. Ele estacionou bem em frente ao mesmo 

— Pronto, chegamos. 

— Agora vamos lá benzinho. – falei me inclinando para tirar o Dylan do bebê conforto e logo me ajeitei no banco. Assim que o deitei no colo, ele se contorcia e resmungava impaciente. —  prontinho baby — Dylan agarrou meu peito com força e o sugou,  fazendo com o que o único barulho no carro fosse a sucção forte. Logo minha concentração foi tirada pela voz de Zayn —

— Acha que vai levar muito tempo aí?

— Não, já ele dorme... essa hora o seio é só pra ele dormir. 

Zayn concordou e voltamos nossa atenção pro bebê que mamava com pressa. Talvez tivesse matando a fome e a saudade de mim, ficamos muitas horas, praticamente um dia longe um do outro, era normal essa carência de ambas as partes. 

— Eles ficaram bem cheios hein! Aí tem o suficiente pra mim e pra ele! — Zayn falou brincalhão e eu o olhava com cara de tédio — É brincadeira, como foi seu primeiro dia de aula? 

Suspirei exausta... essa história nunca cairia no esquecimento. 

— Você nem sabe o que eu aprontei. 

— Então conta né?! 

Comecei a contar toda a história e Zayn ria de tudo,  até Dylan que quase dormia ficou atento para ouvir a burrada que eu havia feito. 

— Lauren você é mais doida do que eu imaginei. 

— Foi culpa sua! 

— Minha culpa?! Você briga com ela e eu sou o culpado?! 

— Aí esquece! — murmurei derrotada segurando o bebê contra meu corpo — filho termina logo, mamãe quer subir pra gente descansar.

— Nada disso! Demore muito, — falou Zayn tocando em Dylan. — Papai tá gostando muito de vocês aqui. Apesar de sua mãe ser louca. 

Respirei fundo para não surtar... mas ele tinha razão. Eu realmente sou louca. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...