História A Professora. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Zayn Malik
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Zayn Malik
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Zauren
Exibições 410
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Notinhas finais especiais a vocês...

Capítulo 4 - IV Não fiz nada.


Jauregui POV

Normani chegou logo depois e entramos juntas . Florence dormia no meu colo muito tranquila, o que me daria um trabalho em tanto mais tarde. Enquanto caminhávamos pelo corredor até o apartamento Normani fazia algumas perguntas. 

— E então?! Como foi seu primeiro dia de aula? 

— Foi muito... agitado. — suspirei a última parte e Mani abriu o apartamento, entramos em silêncio para não interromper o sono do minha filha — Só hoje consegui três amigos novos e uma briga com Camila Cabello. 

— O que?! Como assim garota?! 

— Ah, eu estava conversando com Lucy e ela veio pra cima de nós. — Falei colocando Florence no carrinho, o passeio com Zayn tinha a deixado exausta. Logo fui para cozinha ajudar Mani com as compras enquanto prossegui — Zayn me contou coisas sobre ela e eu só fui contar a Lucy, aí ela ouviu e veio brigar com a gente. 

Normani guardava às compras no armário e me encarava boquiaberta. Sim, agora todo mundo me chamaria de louca. 

— Você é bem louca, Lauren! — Disse ela rindo — Mas falo sério, você precisa tomar cuidado. Não pode sair desacatando os professores. 

— Normani eu não fiz nada! Só comentei uma besteira. Nem deve ser verdade. 

Minha amiga suspirou enquanto eu dava de ombros. As compras já haviam sido guardadas e nos sentamos diante da mesa para continuar a conversa. 

— Lauren, eu sou uma antiga amiga da Camila. Ela é interssexual. 

Que diabos seria um interssexual?!

— Inter o que?! 

— Interssexual, Laur... — Falou ela rindo — Ela tem um pênis. Você deveria saber o que é isso... Você ama biologia. 

Eu fiquei surpresa e curiosa, Camila Cabello tinha um pênis. Como seria? Ué, um pênis normal né Lauren?!. Ri involuntariamente e Mani soltou um risinho malicioso enquanto levantava da cadeira. 

— Por que esse risinho hein?! Imaginando como é o pênis da Camila ?! 

— Eu hein! Você enlouqueceu?! Quero distância dela!

— Aham! 

Sai daquela cozinha antes que Normani me infernizasse mais, fui até a sala olhar Florence e ela havia acordado, não chorava e nem resmungava apenas brincava com os brinquedos que haviam no carrinho. Definitivamente minha filha é uma lady. 

— Oi bebê! — murmurei a tirando do carrinho — Vamos tomar um banho e esperar a tia Dinah chegar pro jantar?

Florence soltava resmungos enquanto eu ia até o quarto. Assim que entrei, a deitei na cama tirando as roupinhas e fralda que ela usava, a garotinha sorria e soltava alguns barulhos. A levei até o banheiro e sem muita dificuldade, enchi a banheira e iniciei o banho da minha neném, a olhando lembrei do dia exato que ela e eu viemos para casa. 

•••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

— Lauren ela é tão linda! 

— É perfeita!. Ainda bem que a Ally comprou roupinhas grandes, olhem o tamanho dessa garota! 

Foi o que Dinah e Normani disseram  enquanto estávamos sentadas, eu segurava a bebê  no meu colo ainda assustada, nunca imaginei que suportaria tanta dor, mas tinha que concordar, ela era linda. Uma anjinha. 

— Obrigado gente... Obrigado por tudo que tem feito por nós duas — murmurei apertando Florence contra mim — Sem vocês, nada disso seria possível!

As duas sorriram me olhando e continuamos olhando Florence dormir.  Éramos pessoas de sorte. Seria grata as três pelo resto da vida.

••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••

Acordei de meus pensamentos com Florence chutando a água para todos os lados enquanto gargalhava, vendo a bagunça só pude rir junto. 

— Você aproveita hein sua gordinha! Chega, vamos sair pra não virar farra. 

Tirei Florence do banho e as perninhas continuaram se mexendo, a enrolei na toalha voltando para o banheiro. A deitei na cama e fui buscar tudo o que precisava e fui trocá-la, eu brincava para distrai-loa e Dinah apareceu no quarto sorrindo.

— Vamos jantar Laur? Tá na hora.

— Mas já?! 

— Aham, já tá tarde. 

A olhei supresa e quando vi o relógio me dei conta, já era tarde, eu havia me distraído cuidando de minha filha.

— Tudo bem, só vou trocar ela aqui. 

Ela concordou e saiu, terminei de trocar Florence e a peguei no colo saindo do quarto. Essa é a desvantagem de ter um bebê, o seu tempo é prioridade são todos dele, a bagunça do quarto e meu banho ficariam pra antes de dormir. Assim que chegamos na cozinha, Dinah e Normani me esperavam já na mesa. 

— Me desculpem por não ter vindo ajudar. Essa gordinha, apesar da pouca idade! – Apontei para a bebê que sorria para as meninas — Fez uma farra no banheiro. 

— Puxou a Tia! — Dinah falou estendendo braços e a passei para seu colo. — Essa menina é da farofa! 

Me sentei a mesa e começamos a nos servir, logo o jantar começou. Dinah distraia Florence enquanto me perguntava. 

– E como foi na faculdade?

Mani olhava minha cara com uma expressão  divertida e comecei a contar tudo, Dinah gargalhava enquanto ganhava o olhar curioso e divertido de Florence, teria certeza que ela teria o espírito zoeiro de Dinah e de Zayn, o que me colocaria em várias situações bem constrangedoras. Ela era um bebê muito observador, e adorava copiar tudo o que os adultos faziam.

— Caralho! Tu é perigosa hein menina! Enfrentar a Cabello?! Nem eu tenho essa audácia! 

— Ei! Nada de palavrão com meu pacotinho por perto! E você a conhece? 

Eu havia acabado com todos os meus palavrões. Deus me livre acordar um dia e ouvir " cacete" como primeira palavra da minha filha.

— Claro! Normani e eu éramos da mesma turma que ela no colegial. Camila é muito bacana, mas odeia gente que se mete com ela.

– Ninguém gosta de ter a vida pessoal exposta né Dinah — Afirmou Normani dando um gole em seu suco em seguida — Nada contra você Laur, mas... ela merece respeito dos alunos. 

– Eu sei amor,  mas a Camila sempre foi esquentadinha. Sabemos disso. 

– E como ela é! — Murmurei terminando meu jantar — 

Logos mudamos o rumo da conversa e depois de algumas horas, já estávamos cada uma em seus quartos. Eu havia arrumado o quarto e tomado banho, e Florence mamava ja entregue ao sono. Tudo do aquilo era por ela, sorri a olhando. 

— Se é por você... eu até encaro Camila Cabello. Mas você sabe, que eu não fiz nada. 


Notas Finais


Olha, vocês são demais! Queria um número maior de leitores, mas como foi dito... quanto mais eu postar mais leitores aparecerão. E eu farei isso! Quero pedir um favorzinho a vocês, quem souber mexer com capas ou algo do tipo, ficarei feliz se fizerem uma capa pra minha fic. 💟
Bom... é isso kk. Beijos de luz a todos! 💟


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...