História A proposta -- ShowHyuk - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Seungri, Show Nu, T.O.P, Won Ho
Tags 2won, A Proposta, Bigbang, Changheon, Choi Seung Hyun, Couple, Drama, Fanfic, Hyungwon, Hyungwonho, Hyunhyuk, Jooheon, Jookyun, Kihyun, Minhyuk, Minnu, Minwoo, Monsta X, Showhyuk, Shownu, Top, Wonho, Yaoi
Exibições 106
Palavras 1.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeong!! Demorei,entretanto,retornei e cheia de gás.

Espero que não tenham me abandonado !!!!!

Capítulo 3 - Peças da vida


 

 Apesar do receio,Hyunwoo,não pôde negar a proposta que o magnata lhe fizera. Suas condições de vida que,já não eram das melhores,tenderiam a piorar drasticamente. Sem seu emprego,não poderia comprar os remédio que seus avós tanto necessitara,muito menos,poderia comprar mantimentos para sua própria sobrevivência,sem contar nas consultas médicas. Não,realmente,não teria como negar tal proposta,apesar de não concordar em enganar alguém,por mais que esse alguém esteja a beira da morte.

O garoto,pusera apenas o necessário em sua mochila,talvez também,por não possuir muitas coisas. Seus avós já estavam devidamente instalados em uma das melhores casas de repouso do país como,Choi,prometera. O moreno se despediu uma última vez de sua humilde residencia,logo indo de encontro com o motorista pessoal do magnata.

 

Tudo irá mudar daqui para frente,apenas espero que essa mudança seja para melhor.



                                                                      °°°°°°°°°°

 

  Minhyuk,não estava mais a suportar tanta dor. O garoto,vivia se fazendo a mesma pergunta seguidamente; Por que isso está acontecendo comigo?. A dor fazia parte de si agora. Não poderia negar. Seus fios negros estavam molhados pela á água que aos poucos sessava encima de si. Seu corpo desnudo deixava em evidencia as varias marcas que a sua doença lhe havia provocado,não que ela seja realmente a culpada pelas cicatrizes, e sim,o próprio enfermo.

 A porta do lavado fora aberta sem delonga dando ao moreno a visão de seus amigos atrás dela o esperando. Serio isso?,pensou revirando suas orbitas oculares pouco antes de ir até seu closet retirar qualquer peça de roupa para vestir.

 

"Pensamos que iria findar raízes naquele comodo" Mencionou,Jooheon. O ruivo,jogara seu corpo encima da cama do outro sem ser autorizado a praticar tal ato.

"Primeiro vocês me obrigam a tomar um banho e,em seguida reclamam por eu ter demorado nele" Retirou uma calça jeans de lavajem escura com pequenos rasgos nos joelhos ,uma camisa lisa de magas curtas,de seu closet para seu uso.

"Você demorou uma hora,ouviu bem? Uma bendita hora naquele lavado" Kihyun,encaminhou-se na direção do pequeno sofá,logo sentando-se nele. Esperar pelo amigo por uma hora em pé,o cansou.

"Vocês estão um grude,até parecem chiclete" Bufou terminando de por a camisa que escolhera minutos antes.

"O que acham de sairmos para tomar soverte?" I´M,sugeriu. O garoto apenas estava querendo fazer o amigo sair um pouco daquele lugar no qual permanecera por demais.

"Acho uma boa ideia,até porque,está fazendo um clima quente hoje" Comentou,Hyungwon,ao se pôr ao lado do moreno.

"Não preciso sair para tomar sorvete" Revirou suas orbitas oculares. O jovem sabia o motivo dessa vontade repentina de seus amigos em querer tomarem algo gelado. Isso definitivamente,não era por quererem algo refrescante,e sim,por estarem tentando a todo custo tira-lo de seu novo mundo obscuro. "Se querem tanto assim sorvete é só irem até a cozinha" Caminhou vagarosamente até sua cama,sentando-se na mesma sem delongas.

"Ah,não" O ruivo empurrara o moreno,com auxilio de seu pés,para fora da cama fazendo-o ir de encontro ao chão sem pudor. 

"Você está desequilibrado,Jooheon" Indagou. Sua voz soou ríspida e,parcialmente alterada. Levou suas mãos ao chão pondo pressão nelas contra o mesmo,para assim,por-se de pé. Em sua face pairava indignação pelo ato cometido contra si.

"Se você pensa que vai continuar neste quarto, saiba que está redondamente enganado" Joo,não queria que o outro se afundasse cada vez mais,e mais em tristeza e solidão. Era hora de se fazer algo,e ele estava disposto a tudo para retornar a presenciar um do sorrisos mais encantadores que o ruivo já vira em toda a sua vida.

"E quem você pensa que é para achar que tem controle sobre mim?" Elevou o tom de sua voz a fim de intimidar o outro que se pusera a sua frente sem temor.

"Seu amigo,que te ama e,que apenas anseia por vê-lo bem novamente" Respondera a ´pergunta lhe feita,mesmo tendo conhecimento de que ela fora retórica. Seu tom de voz assemelhou-se ao do outro.

"Se preocupe com a sua própria vida,Jooheon." Esticou seus braços levando as palmas de suas mãos a se chocarem com o peitoral coberto do outro com certa pressão. O ruivo dera dois paços para trás ao ter seu corpo empaquetado pelo moreno. Uma ardência se fazia presente naquele local.

"E o que você acha que estou fazendo agora,Minhyuk?" Levou sua mão ao peito. Aquele golpe lhe deixara com falta de ar,mas,nada tão grave a ponto de ficar inconsciente. " Você se tornou minha vida dês do momento em que nos tornamos amigos. Acha mesmo que vou permitir que se afogue nesse mar deprimente em que resolvera nadar?" Fechou sua mão em forma de punho,logo disferindo um leve soco no anti-braço do moreno. "Me responda. Acha mesmo que vou abandoná-lo?" Voltou a disferir outro soco no outro "Você é mesmo um idiota,sabia? Mas,mesmo assim,nunca desistirei de um amigo" Sua visão estava turva por conta das lágrimas que se aglomerara em seus globos oculares,sem resistência.

"Entendam de uma vez" Vagou sua visão por todos ali presente "Eu.Vou.Morrer" Proferiu pausadamente. "Me esqueçam o mais breve possível,é o que vos aconselho" Caminhou porta a fora sem nem ao menos olhar para trás. Min,sabia que o melhor para seus amigos seria  afastamento imediato de si. Talvez,assim,não sofressem demasiadamente.

 

 

                                                                   °°°°°°°°°°°°°°°°

 

  A surpresa em si era inevitável. Mesmo já tendo conhecimento da grande fortuna que,Choi,possuía em diversos bancos pelo pais. Hyunwoo,não imaginara que a casa em que o magnata morara era praticamente um castelo de tão extensa que era. Nunca que se imaginara em um lugar como aquele.

  O moreno fora guiado até o encontro de,Choi,que o aguardava afoito no grande salão de entrada de sua,nada humilde,residência. A felicidade do homem ao ver o menor adentrar ao recinto fora imediata.Agora tinha a certeza de que seu filho voltaria a sorrir.

 

"Senhor,Son" O rapaz caminhou brevemente até o mais novo o cumprimentando devidamente com um arco completo. "Como fico contente por ter aceitado minha proposta" Um leve sorriso espontâneo tomou seus lábios por completo. O homem,que quase nunca sorria,agora era tomado por uma felicidade incontrolável.  

"O senhor sabe que essa felicidade não é reciproca,entretanto,fico alegre em vê-lo sorrir" Inclinou seu corpo para frente curvando-se em formato de arco retribuindo o comprimento do outro.

"Sem sombra de duvida,você é a pessoa certa para o meu filho" Fez sinal com uma das mãos chamando o seu assistente pessoal. "Esse é o,Shin Hoseok,meu assistente e,melhor amigo do meu filho" Apresentou o jovem,assim que,o garoto chegara ao seu lado.

"É um prazer conhecê-lo,senhor Shin" Estendeu sua mão para que o menor á aperta-se,o que foi feito. "Me chamo,Son Hyun Woo,no entanto,me chame apenas por..." Fora interrompido.

"Shownu?" Questionou o filho do magnata. O garoto estava indo para o lugar que mais apreciara em sua residencia; o extenso jardim repleto de flores vermelhas que ele mesmo cultivara. Precisava espairecer um pouco,organizar as ideias,quando suas orbitas foram de encontro com a figura simples do garoto que conhecera na infância. "Não,não pode ser você" Caminhou a passos largos até o moreno mais velho. Min,não estava querendo acreditar que aquele ao lado de seu pai e,de seu melhor amigo,era o garoto pelo qual se apaixonara em sua infância. O garoto que,á anos atrás o abandonara sem nem ao menos lhe dizer um; Adeus. Não poderia ser; "Son Hyun Woo?"

 

  A vida não me machucaria ainda mais,não é? Não pode ser você,Shownu. Não gora.Não bem no fim da minha vida. Não pode ser o menino que me fizera sentir pela primeira e unica vez,meu coração aquecer.

 

 


Notas Finais


Min,parece não está aceitando muito bem essa doença.
Será que ele vai melhorar com a chegada do,Hyun?

Até o próximo capitulo. Prometo não demorar.

Beijinhos de esquimó da,Liny!!!

Obrigada a Thauana,por me fazer amar esse shipp!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...