História A Proposta - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eliane Giardini
Personagens Eliane Giardini
Exibições 75
Palavras 685
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo quentinho aí pra vocês.

Capítulo 2 - Tchau querida!.


Fanfic / Fanfiction A Proposta - Capítulo 2 - Tchau querida!.

Bom, você pode se acomodar nessa mesa aí mesmo, apontei para a mesa que fica a minha frente.
Já te passei tudo que será feito hoje certo?.
- sim senhora, - ele falou calmo se a sentando.
Trabalhos horas, até que o chefe geral da editora resolveu aparecer para ter uma conversa nada legal.

*telefone toca*
- pode mandar ele entrar!.
Desliguei o mesmo.

- olá Gabriel !
Disse me colocando em pé e o estende a mao para comprimenta-lo.
- oi tudo bem?.
Ele falou apertando a mesma.
-Senti-se - falei me sentando cruzando minhas pertas, peguei uma caneta e coloquei aponta entre meus dentes e falei girando minha poltrona.
O que faz a qui a essa hora?
- ele me olhou com desejo, nem dei bola.
- logo ele ficou sério.
- Fabiana o que vim falar com você é muito sério é sobre a editora,
- bom, a diretoria geral decidiu que para todos os chefes das editoras aqui do Brasil, a nova lei é.
- ele fez uma pausa, e respirou fundo...
- isso me assustou, então falei alto c ele.
-fala Gabriel !.
- sim, a editora só aceita chefes se forem casados, é a nova lei, desculpe Fabi...
- isso é um absurdo !
O que isso vai mudar na editora? Nada !
Falei gritando.
- lei é lei não vamos discutir em algo que já está decidido.
Acho que hoje será seu último dia aqui na editora. Realmente Fabi eu sinto muito.
- nesse momento perdi meu chão, estava me vendo sem saída, tentei pensar em algo, olhei para Marcelo, vi que o mesmo não tinha aliança.
Bingo ! Ele é minha salvação.
- bom, eu vou me casar com Marcelo, havíamos ficado noivos, não queria que ninguém solbesse, maís terei que revelar agora né? Faríamos isso semana que vem em um jantar formal, mais você me obrigou a falar agora né?
- disse me levantando indo de encontro ao Marcelo, sentei em seu colo passei as mãos em seu queixo.

*Narrado por Marcelo*
- Louca! Literalmente louca.
Fiquei pasmo, estava espantado. Não sabia o que fazer, apenas sorri consentindo enquanto ela me perguntava,- não é mesmo meu amor? - com uma voz artificial.
- haa mais é claro que sim !.
falei no maior deboche.
O diretor geral estava pasmo sem reação.
- bom então Fabiana trate-se de se casar o mais rápido possível. Em um mês se possível for.
Amanhã quero o casalzinho aí na diretoria geral.
Vamos fazer uma reunião para marcamos com todos os chefes da editora o dia em que faremos um duelo de casal, para ve-mos qual casal se conhecem melhor. O casal que ganhar vai subi de cargo, se vocês ganhar a senhorita passará a ser minha vice na diretoria geral. Então dêem o seu melhor, tchau já vou indo.
- que não irá ficar como chefe daqui da editora no meu lugar se por um acaso eu ganhar? Falou ela super animada.
- se você tiver alguém com sua competência indique, caso contrário faremos aquela longa pesquisa.- disse ele com desânimo. - Tchau te amanha. Ele bateu a porta.
- Fabiana se levantou do meu colo e ficou em minha frente.
- Você está louca se achar que vou participar disso. Falei com raiva.
- haa você vai sim claro que vai, se não for terás um preço muito alto a se pagar.
-Falou me ameaçando, haa mais é arrogante mesmo.
-que preço diga? Falei a confrontando
- não conseguirá arrumar emprego em lugar nenhum em editora nenhuma, ligo para todos e sua vida estará distribuída pra sempre. Senhor Marcelo. Falou perversa.
- eu prefiro isso, do que me casar com você, não foi isso que planejei para minha vida, quero me casar por amor. Sabe o que é isso Fabiana? Acho que não né?
- amor??? Haa por favor Marcelo olha pra você, sério mesmo que acredita em contos de fada? Ela gargalhou, você é patético mesmo.
- acredito. Pro teu governo estou alto me despedindo, -falei abrindo a porta. Tchau querida. Fechei e sair e fui embora mesmo.


Notas Finais


Deixe seus comentários é importante para mim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...