História A Proposta. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bambam, Bamyeom, Got7, Jackson, Jaebum, Jinyoung, Mark, Markjin, Markjinson, Markson, Proposta, Youngjae, Yugbam, Yugyeom
Visualizações 186
Palavras 2.753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá tudo bem com vcs turmaaaa?

Gente eu queria agradecer uma pessoa em especial que fez um comentário lindo no capitulo anterior, comentário esse que me emocionou, eu juro para vocês que eu chorei lendo o comentário dela. Me tocou de uma maneira... sensacional, eu fiquei sem palavras de como agradecer, eu não tive como agradecer porque foi uma mensagem muito perfeita.
Estou falando de você Milena (~Mililica). Menina você me deixou sem palavras e eu fiquei até hoje pensando numa forma boa de agradecer, mas nada veio, nenhuma palavra veio, você me deixou sem palavras, falou dos pontos fortes de cada fanfic minha, falou dos detalhes, eu estou muito feliz pelo reconhecimento e de novo... emocionada só de lembrar.
Eu imprimi e coloquei no meu mural, você acredita? Verdade, sempre que sento na minha escrivaninha, eu olho para essa mensagem e me sinto motivada. Muito obrigado, muito obrigado de coração, você vale ouro, nunca se esqueça disso <3

Obrigado pelo atenção turma, boa leitura <3

Capítulo 18 - Votos.


Fanfic / Fanfiction A Proposta. - Capítulo 18 - Votos.

Jae Pov’s

Jae: Bom dia, bom dia, o sol nasceu pra tu, bom dia, bom dia, pra tu... – Cheguei perto do ouvido do Mark e do Jack. – ...e tu. – Cheguei perto do ouvido do Jin.

BamBam abriu as cortinas e Rosé e Lisa pularam começaram a bater as panelas.

Lisa: Vamos acorda meu povo!

Jin: Céus o que estão fazendo aqui? – Cobriu o rosto e Jack mal se moveu, este estava no meio.

Rosé: Hoje é dia minha gente, vamos acordando que temos muito o que fazer, temos que deixar vocês bonito para o casamento, tarefa difícil, então vamos acordando! – Segurei o riso e os três sentaram sonolentos.

[...]

Mark: Amor eu to cansado. – Escondeu o rosto no pescoço do Jin este que estava abraçado ao Jack.

BamBam: Awn que fofos... mas se despeçam logo.

Jack: Ah não. – Reviramos os olhos, Rosé puxou Mark, eu puxei Jin e BamBam puxou o Jack.

Jin: Amor... – Estendeu a mão para os dois.

Jae: Larguem de drama vocês três.

Mark: Já to com saudade.

Jae: Vão ver que isso acaba rapidinho depois do casamento. – As meninas riram. – JB me ajuda aqui. – Ele me ajudou a puxar Jin.

Yug: Se despeçam.

Mark: Não.

BamBam: Tabom, vão sem se despedir então.

Jin: Não, espera, espera. – Os soltamos e os três se aproximaram.

Jack: Vejo vocês no altar. – Deu um selinho nos dois.

Jaebum: Ta bom já deu, vambora bonde, Kook vem com o papai. – Ele saiu puxando (lê-se arrastando) o Jin para fora do apartamento. Kook saiu saltitando logo atrás com Yugyeom. Puxei Mark que grudou no Jack feito sangue suga e sai o arrastando do apartamento junto com Rosé.

Rosé: Ótimo, vamos para o salão.

Mark: Jack e Jin vão estar lá?

Jae: Não! – Berrei. – Vocês só vão se ver agora no altar! – Ele fez biquinho e eu dei partida.

Rosé: Jack e Jin foram para salões diferentes.

Mark: Mas eu já estou com saudade. – Afirmou manhoso ajeitando o boné.

Jae: Querido isso antes do casamento é lindo... – Rosé concordou. - ...você quer estar junto o tempo todo, beijo para cá, te amo pra lá, mas chega o dia...

Rosé: E chega muito rápido. – Concordou, sim, ela e Lisa já são casadas.

Jae: É, que você fica com raiva só de ouvir a voz do seu companheiro, você tem vontade de enforca-lo com o lençol enquanto ele dorme. – Mark arregalou os olhos. – Mas é claro que isso não acontece com todo mundo. – Desconversei, ele estava com medo. – Vocês são um casal apaixonado.

Rosé: Exatamente.

Mark: Ai eu não to me sentindo bem. – Fez uma careta fofinha. – Hoje vou me casar.

Jae: É, hoje você vai se prender a não só um, mas dois homens, hoje você vai ficar preso pelo resto da vida com duas pessoas que talvez você odeie amanhã.

Mark: Droga, para esse carro. – Parei e ele abriu a porta vomitando todo o café da manhã.

Jae: Normal, eu também reagi assim.

Rosé: Ta gravido Mark?

Mark: Vira essa boca pra lá, não tem nem possibilidade. – Rimos, ele fechou a porta, dei partida e aumentei o volume do rádio.

[...]

Jae: Aish, sua cara ta estragando a maquiagem.

Mark: Puxa, obrigado. – A maquiadora soltou uma risadinha.

Rosé: Você não dormiu não?

Mark: Bom... – Nos olhamos.

- Safado. – Afirmamos juntos.

Mark: Ah, ele ta me ligando. – Afirmou após olhar o celular sorrindo, peguei da mão dele e era o Jack. – Aigo, deixa eu falar com ele.

Jae: Não, vai estragar a magia.

Mark: Que magia Youngjae? – Perguntou com tédio.

Jae: Não sei nem o que eu to falando, enfim.

- Prontinho. – Ela se afastou minimamente.

O cabelo dele já estava pronto, agora a maquiagem também.

Jae: São quatro horas, o que quer fazer até as cinco e meia?

Mark: Ver o Jack e o Jin. – O olhei com tédio.

Jae: Sossega, você acabou de ver eles.

Mark: Já faz quatro horas que não os vejo.

Jae: Eles continuam do mesmo jeito, mesmo cabelo, mesma cara.

Mark: Mas eu to com saudade. – Suspirei.

Jae: Uma ligação. – Dei o celular a ele e ele discou um número.

Mark: Tem que ser duas.

Jae: Porque?

Mark: Dois namorados duas ligações... Amor...? O que você ta fazendo...? Eu to com saudade. – Afirmou manhoso.

Rosé: Quanto grude.

Mark: Shi. – Rimos. – Eu sei... eu sei... eu pensei numa palavra muito feia... pior... pior... essa ai. – Revirei os olhos. – ...eu não vou fugir... porque eu fugiria...? Claro que não... porque eu te amo. – Fez biquinho.

Jae: Ta bom já deu. – Peguei o celular da mão dele. – Alô?

Jack: Você é muito bruto.

Jae: Vão poder se ver e falar o quanto quiserem depois do casamento, vão ate enjoar de tanto que vão se falar.

Jack: Deixa eu falar com ele? – Pediu manhoso.

Jae: Não, tchau. – Desliguei.

Mark: Agora o Jin.

Jae: Qual a necessidade disso?

Mark: Mas eu tenho dois namorados. – Fez birra.

Rosé: Quanto açúcar... – Devolvi o celular pra ele e o mesmo discou outro número.

Mark: Jaebum eu quero falar com o Jin... quero sim... quero sim... sim... sim... aigo... deixa...? Mas o Jae deixou, ah não, 10 segundos é muito pouco... é sim... sim... 30 segundos... ok... ta bom... 20... ok... amor? – Ele sorriu. – Eu não vou fugir... – Ri. – ...sua voz ta parecendo de locutor de radio pornô. – Senti a vergonha alheia naquele momento. – ...só se você quiser porque eu te amo...

Jae: Nossa senhora.

Mark: Jaebum você é um idiota... ainda bem que sabe... – Rimos. – ...não deu 20 segundos, deu 15... claro que eu to contando... aish, tchau. – Ele desligou.

- Que fofos. – A maquiadora sorriu.

[...]

Jae: Isso ta certo? – Estávamos terminando de ajeitar o terno dele.

Rosé: Sei lá como é isso. – Mark olhava para o espelho, mas seu olhar estava vago. – Que foi?

Mark: Nada. – Sorriu minimamente.

Jae: Tem certeza?

Mark: Tenho. – Balançou a cabeça positivamente.

Jae: Vou ver como estão os outros. – Ele assentiu e Rosé continuou o arrumando.

Sai da sala e entrei na porta do lado. Jaebum estava ajeitando o Jin e Yug sentado ajeitando a roupinha do Kook.

Jaebum: Pronto.

Yug: Cadê a Lisa?

Jae: Com o Jack. – Ele assentiu.

Jaebum: Eu vou indo, ok?

Jin: Ok. – Bruna apareceu na porta ajeitando o vestido.

Bruna: Vamos?

Jaebum: Vamos. – Ele deu o braço a ela.

Yug: Vamos Kookie. – Ele o acompanhou enquanto empurrava o carrinho do Chang que era da altura do Kook, já que ambos levariam as alianças que estavam em cima de uma almofadinha dourada sobre o colo do Chang sentado. Yug deu o braço a Lisa e já que a porta estava aberta, podia ver ambos seguirem para o corredor em que Mark entraria e uma moça acompanhar meus dois filhotes.

Rosé: Vamos?

Jae: Vamos... – Olhei Jin que parecia nervoso. – Vai dar tudo certo. – O abracei e dei o braço a Rosé, saímos da sala fechando a porta e caminhamos em direção ao corredor que Jin entraria.

BamBam Pov’s

BamBam: Primeiro você. – Ele assentiu e eu o conduzi para ficar na entrada do corredor, fechei a cortina de seda atrás dele e o olhei. – Tudo bem?

Jack: Aham.

BamBam: Nervoso?

Jack: Muito.

BamBam: Você fez a escolha certa. – Ele riu minimamente. – Vou pegar o Jin. – Ele assentiu e olhou Jaebum e Bruna conversando um pouco a frente dele.

Sai dali e caminhei até a sala onde Jin estava ele me seguiu e eu o coloquei no corredor onde estava Jae e Rosé um tanto a frente também.

Jin: Você viu o Mark?

BamBam: Vou buscá-lo agora, porque?

Jin: Vai que ele foge pela janela. – Ri e o deixei ali.

Busquei Mark e o coloquei no corredor com Yug e Lisa, ele não falou nada, apenas sorriu.

BamBam: É agora.

Mark: Acho que sim.

- Oh, aqui está ele. – A mãe dele apareceu.

BamBam: Sra.Wang e Sra.Park já estão nos lugares?

- Sim.

BamBam: Ok, eu vou indo. – Ele assentiu e eu caminhei para perto do altar para garantir que tudo ocorresse bem. – A luz dourada nos três quando aparecerem, por favor. – Falei após ligar o fone.

- Ok.

Todos ficaram de pé, olhei os pais deles no altar e respirei aliviado. Até agora tudo estava indo bem. Dei sinal e a moça do piano começou a tocar a música escolhida para a entrada dos padrinhos. Não tardou para os seis aparecerem dos três corredores e continuarem andando até o altar, os vestidos das meninas era branco com detalhes dourados, elas estavam lindas, os holofotes prata em cima deles estava perfeito. Quando chegaram próximo ao altar, os meninos subiram no lado do devido noivo que cada um representava e estenderam a mão a elas, elas subiram e a marcha nupcial começou fundida na música que aos poucos foi acabando deixando apenas a marcha nupcial.

Mas nenhum deles apareceu.

- Mark não sai do lugar. – O rapaz falou atrás de mim, me virei e indiquei para a mulher continuar com a marcha.

Quando entrei no corredor do Mark, ele não saia do lugar de jeito nenhum.

BamBam: Mark,o que você ta fazendo?

Mark: N-não posso fazer isso.

BamBam: Não pode fazer o que?

Mark: Não posso fazer isso, não, eu não posso. – Se virou ameaçando sair e eu o segurei.

- Ele só fala isso. – A mãe dele afirmou.

BamBam: Alguém chama o irmão do Mark, por favor. – Pedi no fone, alguns segundos depois ele apareceu.

Yug: Que foi?

Mark: Não posso me casar.

Yug: O que?

BamBam: Ele ta em pânico.

Yug: Deixa comigo. – Nos afastamos minimamente. – Do que está com medo?

Mark: E-eu não sei.

Yug: Mark é seu casamento.

Mark: Eu sei.

Yug: E porque está em pânico?

Mark: Eu não sei.

Yug: Que tal uma oração, huh?

Mark: Ta, ta ok.

Yug: Fique aqui. – Ele assentiu e Yugyeom saiu pela cortina. Alguns segundos ele apareceu, do lado de fora podia ver a sombra do Jack e do Jin, cada qual em seu corredor. – Ok, deem as mãos. – Jin e Jack enfiaram a mão pela fresta do tecido de seda da lateral de onde estavam. Eram três corredores de seda fina, cada qual estava em um.

Mark pegou na mão dos dois e ambos estavam de mãos dadas também.

Jack: Amor?

Jin: Porque está tremendo?

Mark: N-nada. – Eles ficaram em silêncio.

Yug: Ok fechem os olhos e façam... – Mark fechou os olhos.

[...]

Os três emergiram dos corredores e logo os holofotes dourados pararam em cima deles três. As mães estavam lindas, assim como eles, caminharam até o altar e quando chegaram, a marcha parou.

BamBam: Amém, agora nada pode dar errado. – Falei comigo mesmo.

A cerimônia prosseguiu e quem fazia também era o pai do Jaebum, ele já fez a cerimônia do Jae e Jaebum, Lisa e Rosé e agora deles. Porque escolhem-no? Não faço ideia.

Finalmente chegou a hora dos votos.

Jin: A gente sabe que casamento não é sempre um conto de fadas... E são momentos grandiosos como esse que fazem a gente se perguntar por que a gente escolhe construir um futuro com outra pessoa... – Ele deu uma pausa e olhou os dois. – ...eu me fiz essa pergunta hoje de manhã quando Jaebum estava me levando para me aprontar... Então eu fiz uma lista de motivos porque eu decidi passar o resto da minha vida com vocês... Porque vocês são os mais honestos que eu conheço... Porque são os melhores filhos do mundo... melhores amigos... Porque são os mais chatinhos... – Algumas risadinhas puderam ser ouvidas. – ...e também com os maiores corações... Porque vocês entendem o meu humor e entendem o meu mal humor... – Respirou fundo. - ...Porque acham que sabem falar espanhol... – Ele se emocionou, assim como os dois. – ...to cansado de falar que vocês não sabem. – Novamente ouviram algumas risadinhas. – Porque vocês dizem que eu estou errado... Porque amam minha família... Porque minha família amam vocês... Porque vocês são os melhores em esgrima e MotoCross... Porque vocês pedem desculpas... Porque fazem graça até mesmo no meio de uma discussão... Porque me ensinam que eu devia ser menos mandão e eu ensino vocês a serem mais responsáveis... Porque mesmo sendo muito chato, vocês não desistem... E mesmo vocês sendo infantis, eu aguento. – Outras risadinhas – Porque vocês me fazem suspirar... Porque a partir de hoje não existe mais eu e vocês. – Olhei as pessoas no enorme jardim todas sorriam e algumas mulheres estavam emocionadas. Jack levou o microfone até os lábios, e os olhou.

Jack: Vou pedir que vocês fechem os olhos e apenas ouçam. – Mark e Jin fizeram o que ele pediu. – É possível sentir Deus nos abençoando agora... É possível sentir essa leve brisa dizendo “olá”... Vejo sorriso e as lágrimas dos parentes e amigos... É possível ver também alguns mosquitinhos... – Sorri assim como todo mundo. – ...mas nada que um repelente não resolva. – Ri. – Acho que agora a gente consegue ouvir o bater de um coração especial. – Ele pegou a mão dos dois e colocou no peito dele. – É o coração de alguém que bate mais forte a cada dia... Um coração que definitivamente não é mais meu, é de vocês, porque são os homens dos meus sonhos, lindos, doces, meigos, que brilham como sol que hoje nos abraça. Acho que agora vocês já podem abrir os olhos. – Eles abriram e sorriram – Sou um, mas tenho um desejo profundo que a nossa união seja divina. Então entre muitos acertos e erros, estarão para sempre ao meu lado, agora somos nós. – Jae entregou um lencinho para os dois.

Mark: Quando eu conheci vocês... – Sua voz saia embargada, tão fofo. – ...não esperava me apaixonar, vocês me surpreenderam com esses olhinhos mais puxados que o meu. – Sorri. – ...com uns jeitinhos fofos, cavalheiros, sorridentes... é eu não fazia ideia que estava diante dos amores da minha vida... A gente fez bastantes viagens, não é mesmo? Coréia, China, Estados Unidos, mas nenhuma viagem será igual a que faremos hoje... Apertem os cintos, segurem firme na minha mão porque agora nós vamos decolar para o sempre. Vai dar tudo certo e nosso destino é lindo, nós temos a melhor tripulação, o comandante Deus, os copilotos Jackson e Jinyoung, e o comissário Mark. – Chorei me julguem. – Vocês autorizaram, vamos decolar, nossa viagem será sempre Deus, vocês e eu. Acredito que com certeza aparecerão lindos passageiros. Nosso destino é lindo, pode ser que durante a nossa viagem surjam turbulências, porém Deus estará pilotando, vocês na retaguarda e eu prometo ser fiel, amar, respeitar e ter paciência. Mas nunca se esqueçam de que nosso destino é lindo e em alguns momentos precisaremos usar as mascaras de oxigênio, não só porque nosso amor arranca o fôlego, mas também porque precisaremos respirar fundo sempre juntos e prosseguir. Prometo auxiliar vocês e auxiliar com muito amor nossos futuros passageiros, pode ser que anoiteça e a viagem fique um pouco tensa, mas eu prometo fazer seus olhos olharem pela janela e ver o quanto nosso destino é lindo e o caminho que nos leva a ele também. Pode ser que a temperatura esteja baixa demais, eu prometo esquentar vocês, pode ser que esteja alta, não se preocupem, eu prometo ajudar para que seja sempre favorável, mas se caso vocês adoecerem, eu prometo ser fiel na saúde e na doença, eu sempre vou cuidar de vocês, não se esqueçam, nosso destino é lindo e nosso piloto é Deus. Se por ventura o piloto decidir fazer um pouso forçado, vamos verificar se o combustível esta baixo, se os pneus estão em boas condições, precisaremos com cautela fazer uma redução, nesse momento eu prometo ajudar na manutenção, ser o apoio de vocês e manter a fé. Não temos o que temer, nosso destino é lindo, agora eu vou confessar um segredo... - Ele deu uma pausa controlando para não chorar. - ...dia 09/09/2009 eu escrevi uma carta para o nosso comandante e nela fiz algumas exigências. Que fosse o homem da minha vida, que me amasse muito, que fosse trabalhador, do lar, que fosse forte, que fosse lindo, seu sorriso e seu olhar... e ele me deu vocês. – Ele se emocionou e Yug estendeu um lenço para ele. Peguei um lenço no bolso do meu terno e enxuguei algumas lágrimas. – Foi tudo que eu sempre sonhei. Nosso destino é lindo, sempre voaremos alto, Deus, vocês e eu. O tempo de Deus é perfeito, ele me trouxe vocês e eu amo vocês para sempre.

Dei leves batidinhas com o lencinho em baixo dos olhos enquanto Bruna e Lisa davam lenços para Jin e Jack. Só se ouvia a música tranquila de fundo e alguns soluços de algumas mulheres no local.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...