História A Qualquer Preço - Imagine JungKook (BTS) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine Jungkook, Jungkook, Originais, Taehyung, Você
Visualizações 235
Palavras 1.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIOIOI VIM COM RECADOS:

-Desculpa a demora flores, mas imprevistos acontecessem
-Está sexta eu não poderei estar postando (e o resto da semana que vem, pois as minhas provas começaram), voltarei para vocês provavelmente dia 21 (tentarei postar antes desta sexta!)
-CHEGAMOS AOS MAIS DE 200 LEITORES e o especial ainda demorará!
-Só isso, boa leitura

Capítulo 14 - Taehyung


Fanfic / Fanfiction A Qualquer Preço - Imagine JungKook (BTS) - Capítulo 14 - Taehyung

(S/N) P.O.V.

Já se passaram duas semanas do incidente do JungKook, e eu e ele já começamos as aulas particulares, o que eu pude ver é: Ele só precisa de mais concentração. Ele é muito inteligente, mas nas aulas da Momo, o próprio é muito distraído.

Neste momento estou indo para a casa do Sr. Jeon, como é terça, hoje é dia de cuidar da Jisoo. Chegando na casa, toca a campainha e a pequena me atende toda animada:

-(S/N), eu já estava ficando com saudades! -entro na casa

-Eu também Jisoo, e eu tenho novidades -nos sentamos

-Conta!

-Eu vou conversar com o seu pai sobre você poder começar a frequentar a escola, e também poder fazer aulas de Ballet -ela sorri

-Sério?

-Muito sério! -afirmo animada- Ele está ai?

-Sim, me segue! -a sigo até o escritório de seu pai, assim bato na porta e escuto um “entra”

-(S/N)! Em o que eu posso te ajudar?

-Sr. Jeon! -sorrio e me sento na cadeira à frente dele- Eu vim conversar sobre a Jisoo

-O que ela aprontou desta vez?

-Nada. Eu vim conversar sobre a vida dela. Jisoo nunca viu o rosto da mãe e nunca teve uma companhia da idade dela, não sou psicóloga, mas acredito que futuramente isso possa se tornar um fator de uma depressão. -o vejo olhar desconfiado para mim- Jisoo é uma menina agradável, educada, pode-se dizer que é uma menina perfeita, mas eu a acho muito tristonha, porque você não a coloca na escola?

-(S/N), eu sou de uma família muito rica, eu não a coloco na escola por segurança, alguém pode sequestrá-la e usar isso para tirar dinheiro meu. JungKook está na escola, pois o mesmo já sabe muito bem se cuidar

-Eu não quero cuidar da vida de vocês, mas não é só por isso que você não quer colocá-la na escola, sei disso. Mas é melhor ver no que dá ou ter uma filha com depressão? E a High School of Seul é um colégio muito seguro

-Você tem razão, eu irei pensar melhor sobre isso

-E porque o senhor também não a coloca no Ballet? -pergunto com receio

-Porque coloca-la no Ballet?

-Jisoo me pareceu gostar muito e ajuda bastante no físico!

-Irei pensar sobre isto também, depois te informo sobre -sorrio e me retiro do escritório

-E ai? -Jisoo pergunta preocupada

-Ele vai pensar sobre, eu acho que ele vai aceitar! -pulamos de alegria

 

(...)

 

Meu horário de trabalho já havia acabado e neste momento acabei de chegar em casa, muito cansada:

-Será que o Taehyung chegou de viagem? -falo colocando a minha mochila mo sofá

-Cheguei -pulo com o susto que levei

-Kim Taehyung! Que susto que você me deu! Porque você estava dentro de casa com as luzes apagadas?

-Sem questionamentos! -ele parecia bravo, o que eu fiz desta vez?- Me de um abraço, seu irmão sentiu sua falta -vejo ele sorri quadrado e suspiro aliviada e o dou um abraço

-Vamos para a cozinha, vou preparar algo para você comer. -assim fomos- E ai, como foi a viajem?

-Como sempre, ao invés de aproveitá-la, só trabalhei

-Eu queria poder te ajudar mais nas contas de casa, ai você não teria que trabalhar tanto -falo desanimada

-Você estando segura já me ajuda bastante. -e ele sorri novamente, meu irmão tem um sorriso único. Assim que termino de esquentar o almoço de hoje mais cedo, o sirvo- (S/N), você poderia me fazer um favor?

-Claro!

-Minhas roupas sujas estão em uma sacola, você poderia as colocar para lavar?

-Sim! -subo as escadas, deixando Tae sozinho. Vou até o quarto dele e pego a sacola de roupas e levo para a lavanderia

Lá, vou tirando uma em uma roupa e colocando na máquina. Pego uma blusa que me trouxe dúvidas, nela havia alguns respingos vermelhos. Isso seria sangue?! Vou correndo até a cozinha e encontro Taehyung:

-Isso aqui são respingos de sangue?! -mostro a blusa- O que aconteceu?!

-N-Não, isso são respingos de Ketchup

-Haaa sim, que susto -coloco a mão no peito

-(S/N), quer saber, vá tomar um banho, você deve estar mais cansada do que eu, pode deixar que eu coloco as roupas para lavar

-Tudo bem -subo as escadas e vou para o meu quarto

 

----mais algumas semanas depois----

 

O sinal da escola é ouvido e todos os alunos saem desesperados, assim como o professor. Olho para os lados e nada das minhas amigas, outras que são muito desesperadas para sair daqui, arrumo as minhas coisas com calma e saio do colégio.

Lá fora vejo vários alunos esperando seus pais, mas nada da MinHee e Hinami, assim decido ir embora. Com alguns passos, já estava afastada da escola e dos alunos. Alguns minutos depois, um carro vai andando na minha velocidade e logo o vidro do veiculo se abre, me dando visão do rosto do JungKook:

-(S/N) -ele me chama, estacionando o carro. Assim vou até ele

-Diga. -quando chego perto do carro, vejo Jimin ao lado de JungKook, Namjoon e Yoongi no banco de trás- Oi meninos!

-Oi (S/N)! -Namjoon diz animado

-Oi... -Yoongi diz com uma cara de sono e eu rio

-Eu te dei oi, Jimin

-Tanto faz -reviro os olhos com a sua resposta

-Então JungKook, o que você quer? Não tenho o dia todo

-Calma estressadinha

-Hoje é sexta e eu quero descansar, então não quero ficar muito tempo em pé, diga logo

-Meu pai quer conversar com você -arregalo os olhos

-É hoje que eu serei despedida... -reviro os olhos- Que horas é para eu ir conversar com ele?

-Antes do almoço, ou seja, agora

-O que?! -reclamo, esse pessoal está ficando louco!

-Meu pai não tem o tempo todo, assim como você não tem -ele retruca

-É muito longe daqui, não chegarei a tempo

-Quer carona?

-Eu não aceitaria se só você e o Jimin estivessem no carro, mas como hoje não é este caso, eu aceito. -ele revira os olhos e eu entro no carro, me sentando do lado de Namjoon, logo JungKook da partida- Para onde vocês vão? JungKook, você sabe que você tem aula hoje comigo?

-Não é da sua conta aonde iremos -Jimin me responde

-Jimin! -Namjoon o repreende- Estamos indo para a casa do J-Hope, Jin está fazendo almoço lá

-E sobre a aula de matemática, as seis te encontro lá em casa (S/N) -Jimin olha para JungKook maliciosamente

-Aula de matemática, sei...


Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado, desculpe qualquer erro de português (devem ter muitos), leiam as notas do autor! Qualquer dúvida, pode perguntar!
Fui, bjs flores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...