História A quarta filha de Michael Jackson - Capítulo 114


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson, Originais
Personagens Michael Jackson, Personagens Originais
Visualizações 39
Palavras 874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 114 - Casa de praia part 1.


Na casa de praia de Johnny Depp...

Victor e Paris chegaram a casa, assim que entraram Victor suspirou e sorriu dizendo.

- Uau!, essa casa me traz boas e más lembranças sabia?.

Paris abraçou Victor por trás e perguntou.

- A quanto tempo não vem nessa casa?.

Victor sorriu e se virou para fitar os olhos de Paris dizendo enquanto afagava seu rosto.

- Você tem belos olhos sabia?, não é atoa que te chamo de belos olhos!.

Paris sorriu e disse:

- Não muda de assunto Vic, toda vez que pergunto algo sobre sua vida você desvia!.

Victor sorriu fraco e disse:

- Não venho aqui desde que...tinha 6 anos, tenho 19 agora!.

- Uau!, já faz 13 anos!.

- Pois é...muito tempo que nâo venho!.

- Vic...você disse que essa casa lhe trás lembranças boas e ruins...porque?.

Victor suspirou e disse.

- Esperamos tempo demais, namoramos a 5 anos, acho que agora é a hora, e você?.

- Vic...não sei se estou pronta!.

- Tem uma surpresa...lá no quarto, vamos?.

Paris sorriu e largou a mochila ao lado da de Victor em cima do sofá.

O casal subiu de mãos dadas a grande escadaria.

Ao chegarem no quarto puderam contemplar a cama cheia de pétalas de Rosas azuis esverdeadas, Victor passou a mão no rosto de Paris colocando uma mecha de cabelo para trás da orelha e disse.

- As Rosas...não são Rosas e sim da cor dos seus olhos!.

Paris sorriu é Victor perguntou.

- Vinho Branco ou comum?.

- Oh não!, eu não estou bebendo... prometi para o meu pai que ia parar com o vício em bebidas!.

Victor acendeu um cigarro e ofereceu e Paris disse.

- Em cigarro também...eu prometi parar!.

Victor sorriu e disse.

- Ontem foi meu aniversário...uma taça de vinho e um cigarro não vão lhe fazer mal se tiver controle!.

Paris sorriu e disse.

- Branco!.

Victor serviu duas taças de vinho branco, entregou uma a Paris e bebeu um gole da outra.

Victor apoiou o cigarro no cinzeiro e disse.

- Me sinto pronto...Me guardei para você e você se guardou para mim para quando chegasse a hora certa perdermos um no outro...se você achar que não é a hora eu juro que vou te respeitar!.

Paris não falou nada, Victor sorriu sem mostrar os destes e se levantou dizendo.

- Tudo bem, enquanto você pensa eu vou tomar uma chuveirada!.

Paris assentiu.

O menino entrou no banheiro do quarto, tirou a roupa e entrou no banheiro, quando ouviu pegadas olhou para o lado e pelo vidro transparente do voz pôde ver Paris nua, o menino sorriu e Paris perguntou meio tímida.

- Posso tomar banho com você?.

Victor sorriu, abriu a porta de correr de vidro transparente do box e estendeu a mão, Paris pegou na mão de Victor e entrou no box.

Os dois se abraçaram e entraram de baixo do chuveiro.

Paris atacou os lábio de Victor, o beijo começou suave mas logo foi ficando quente, Paris se afastou dos lábios de Victor, o menino abraçou Paris enquando fazia movimentos circulares em seu clitóris, Quando Paris soltou um gemido abafado no ombro de Victor o menino perguntou.

- Pronta?.

Paris suspirou e disse.

- Pronta!.

Victor desligou o chuveiro e pegou Paris no colo levando para fora do banheiro e a colocando suavemente na cama.

Victor foi para cima da menina e beijou suavemente seus lábios enquanto encaixava seu íntimo no de Paris, a menina disse.

- Vai!.

Então Victor a penetrou devagar e deixou parado até acostumar.

Quando o íntimo de Paris se acostumou com a largura de Victor o menino tirou o seu íntimo e colocou rapidamente a camisinha na sua ereção, feito isso voltou a penetrar Paris.

Os gemidos da menina de olhos claros foram abafados pelos lábios de Victor que até então colocava e tirava seu íntimo do de Paris devagar.

A menina apertou o braço de Victor dando sinal para ir mais rápido,Victor o fez e logo os dois estavam em um orgasmo profundo.

Assim que ambos soltaram o " Santo liquido", Victor deitou suado ao lado de Paris igualmente suada.

Os dois se olharam sorrindo e o celular de Paris tocou em cima do criado mudo ao lado da cama, era Michael.

A menina mostrou a foto do identificador de chamada para Victor, o menino sorriu e disse.

- Parece que o meu sogro sente as coisas quando estão acontecendo sabe?, ele sempre liga para filha em horas inoportunas!.

Paris deu um leve tapinha no braço de Victor e disse.

- Ele deve estar preocupado, pegamos a estrada a horas e eu não liguei avisando que já tinha chegado!.

- Atende antes que ele pense que você morreu!.

Paris sorriu e atendeu.

Chamada~

Paris: Hey papai!.

Michael: Oi, já chegou Sininho?.

Paris: Sim...a pouco tempo!.

Michael: Okay, avisa a esse Zé bunda do teu namorado para usar a Merda da proteção!.

Paris: Olha ele!, Michael Jackson falando palavrões é?.

Michael: Estou nervoso, publicaram uma mentira tremenda no site de fofocas!.

Paris: Oque publicaram?.

Michael: Vou te mandar o Link, te amo!.

Paris: Também te amo!.

Michael: Tchau!.

Paris: Tchau!.

...

Assim que Paris desligou o celular foi o de Victor que tocou, o menino sorriu e mostrou o identificador de chamada para Paris, a menina sorriu e disse.

- É praga de pai!.

Os dois riram e Victor atendeu o celular.

Chamada~

Victor: Fala velhinho!.

Johnny: Oi filho, já chegou?.

Victor: Cheguei sim!.

Johnny: Okay, a estrada estava tranquila?.

Victor: Esta sim senhor!.

Johnny: Okay, deixa o pai desligar que estou no meio do estúdio de gravação e chegou a minha hora de entrar em cena!.

Victor: Okay pai, te amo tchau!.

Johnny: Também te amo Vic, tchau!.

...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...