História A quarta filha de Michael Jackson - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson, Originais
Personagens Michael Jackson, Personagens Originais
Visualizações 51
Palavras 3.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Longo dia


POV Michael

Eu tentando fazer o Cabeça de maçã dormir mas nada acontecia, o menino tinha um "tictic" nervoso nas pernas que balançavam de um lado para o outro freneticamente, eu queria muito saber oque aquela cabecinha estava pensando.

Parei de fazer cafuné e olhei para o rosto dele, ele pareceu não perceber.

Comecei a fazer cócegas nele, ele ria desesperadamente, quando parei perguntei.

- Onde essa cabecinha está heim?.

Ele pensou na resposta, hábito que ele tinha quando contava mentiras, ele sorriu e disse.

- Aqui, na sala com o você!.

Eu sorri e me aproximei dando um beijo no rosto dele.

- Está bem, estou pensando em...coisas!.

Eu sentei direito ajeitando a coluna e coloquei o meu óculos de grau que estava no bolso, joguei os cabelos pra trás disse tentando engrossar a minha voz.

- Pode contar para o Psicólogo doutor papai Mike!.

Eu sorri esperando a revelação ser feita, eu nunca bateria no meu filho por qualquer circunstância e ele sabia disso, sou totalmente Anti-palmatória, eu nunca gritaria com ele, porque eu realmente não tenho o mal hábito de gritar com nenhum dos meus filhos.,não gosto de colocar nenhum dos meus filhos de castigo por qualquer coisinha, eu nem queria colocar o Blanket de castigo, mas ele insistiu que merecia então eu castiguei.

Não tinha nenhum motivo para meu Cabeça de maçã ter medo de me contar as coisas dele,porque sempre procurei ser o mais compreensivo possível.

Ele parecia pensar se contava ou não, para ajudá-lo eu disse.

- Se quiser pode fechar os olhos e fugir que não estou te ouvindo!.

Ele sorriu e fechou os olhos, suspirou e disse.

- Eu quero dar o meu primeiro beijo!.

Eu sorri e lembrei do meu primeiro beijo, que por sinal foi muito bom.

Não vou mentir que senti uma leve pontada de Ciúmes, coisa de pai protetor.

Mas se era para ser a hora eu não poderia fazer nada quanto a isso, meus pensamentos foram bloqueados quando ouvi meu garoto dizer.

- Ai papai, fala alguma coisa, está me deixando com vergonha!.

Eu sorri e peguei sem sua mão, suspirei e disse calmamente.

- Quando chegar a hora você vai saber, é se essa hora for agora, estou aqui para te ouvir quando precisar!.

- Mesmo?.

- Sim, claro!.

- Eu te amo papai!.

- Eu também te amo, Príncipe cabeça de maçã!.

Deitamos no sofá e ficamos abraçadinhos até ele dormir.

                            ...

Eu precisava arrumar uma desculpa para tirar as crianças daquela escola e fazer com que elas aceitem sem fazer birra estudar em casa novamente.

Talvez ano que vem seja melhor, ou não...

Apenas sei que tenho que dar um jeito rápido de expulsar esse menino que está praticando Bullying com Blanket.

                          ...

Na manhã seguinte abri os olhos, resultante  de um cochilo de 1 hora.

Fui até minha sala de instrumentos pessoais e peguei meu trompete, comecei a tocar andando pela casa, o coitado do cabeça de maçã caiu do sofá.

Fui até a cobertura tocando aquele instrumento gigantesco.

Todos acordaram, eu disse apenas.

- Banho, café,escola...hoje vocês vão no carro do papai Mike galerinha!.

As crianças levantaram correndo.

Tomei um banho rápido, me vesti com uma calça jeans Preta, uma camisa social de botões preta e um sapato Preto.

Eu e as crianças tomamos café da manhã, depois fui até o escritório pegar o celular de Blanket, percebi que estava sem bateria.

Levei o carregador portátil para o carro.

Prince foi no Banco carona da frente por ser mais velho,Blanket, Becky e Paris foram atrás.

Coloquei cinto em todos, fiz ok com a mão para o carro Preto dos seguranças que estav indo atrás da minha Mercedes Benz.

Dei a partida olhando para o retrovisor Central, para olhar as crianças.

Meu celular tocou no bolso, peguei atendi colocando no viva-voz e apoiando na perna, era Lindsay.

Ligação~

Lindsay: Senhor Jackson?.

Michael: Sim, sou eu Lindsay, oque quer?.

Lindsay: Senhor Jackson,conseguiria chegar na gravadora em 8 minutos?.

Michael: Não, estou levando as crianças para escola e vou ter uma reunião com a diretora!.

Lindsay: Certo, as 16:00 da tarde?.

Michael: Sim, mas oque houve?.

Lindsay: O diretor da gravadora  não disse muita coisa,mas a filha dele a Diane Blanche, aquela que o senhor tran...

Michael: Lindsay, as crianças estão no carro e está no viva-voz!.

Lindsay: Oh desculpe senhor Jackson!.

Michael: Oque tem a doce Diane!.

Lindsay: De doce não tem nada, mulherzinha sebosa do cão!.

Michael: Lindsay, fico por favor, oque tem a senhorita Blanche?.

Lindsay: Ela está assumindo os negócios da Gravadora, agora é diretora de arte, ela disse algo sobre marcar para tirar fotos da nova capa do CD!.

Michael: Que CD?.

Lindsay: Não posso falar, o senhor vai ver quando chegar!.

Michael: Lindsay, não me ignore, diga logo!.

Lindsay: La la la la, adeus senhor Jackson!.

Michael: Lindsay?, Lindsay!, eu esqueci de perguntar, a sua filha, conseguiu passar na prova para bolsa da faculdade?

Lindsay: Infelizmente não!.

Michael: Mas...oque ela vai fazer agora?, era faculdade de que que ela queria entrar?.

Lindsay: Artes cênicas, ela passou para a faculdade mas não passou na prova para ganhar a bolsa!.

Michael: Oque você é o pai vão fazer agora, ela é sua única filha né?.

Lindsay: Sim, eu não tenho condições de pagar a faculdade dela!.

Michael: Faça o seguinte, mande ela fazer as malas essa noite e ir para o alojamento da faculdade!.

Lindsay: Mas para que ela vai para o alojamento, se ela não vai estudar lá!.

Michael: Lindsay, você está comigo desde o começo, eu vi essa menina nascer...Eu pago!.

Lindsay: Não posso aceitar, é muito caro!.

Michael: Pode sim, uma boa manhã Lindsay!.

Lindsay: Senhor Jackson?.

Michael: La la la la la, New York, New York City...New York...

Lindsay: Está bem senhor Jackson!.

Michael: um bom dia para você!.

Lindsay: Igualdade senhor Jackson!.

                           ...

Estacione o carro, as crianças colocaram as máscaras, sai do carro a rua ficou repleta de fãs e paparazzi .

Eu me abaixou e disse no ouvido de Blanket.

- Entre e vá para sala da diretora, papai já te encontra lá!.

Blanket assentiu, pegou a mochila e foi junto aos irmãos cercados por 4 seguranças.

Acenei para todos e fui entrando sendo cercado pelo segurança.

Entrei na escola, várias crianças vieram para cima de mim, eu sempre adorei crianças então tirei fotos com umas , alguns funcionários pediram autógrafos.

Quando cheguei na sala da diretora vi Blanket sem máscara balançando as pernas sentado em uma cadeira alta, eu me sentei ao lado dele e peguei o celular do meu filho e disse.

- Senhora diretora, eu gostaria que visse essas mensagens de texto enviadas por um aluno da escola para o meu filho.

Ela pegou o celular e começou a ler, ficou com o rosto roxo do nada, ouvi o coração de Blanket acelerar e segurei a mão do meu pequeno dando força, a mulher me olhou e disse virando para meu filho.

- Senhor Prince Michael Jackson, qual o nome desse aluno?.

Meu filho me olhou e disse bem baixinho.

- James...James Masen!.

- Okay, assim que entrar na sala de aula pode entregar essa notificação a ele?.

Blanket fez que sim com a cabeça e pegou a mochila e foi saindo.

Me despedi a diretora e sai atrás do meu filho.

- Blanket?,Blanket!, vem cá!.

O pequeno veio correndo na minha direção, eu disse apenas.

- Acho que esqueceu de me dar alguma coisa, estou certo?.

Ele me olhou e entregou o celular, eu peguei e quando ele ia se virar eu o puxei.

Ela me olhou confuso e eu dei um abraço nele, ele me deu um beijo na testa e bagunçou meu cabelo.

Eu saí dali e fui para gravadora.

Para minha surpresa encontrei meu sobrinho TJ.

- Moleque, quanto tempo não lhe vejo!.

Ele que estava distraído mexendo no celular se assustou ao me ver, abriu um sorriso e me abraçou.

Eu me sentei ao seu lado e ele comentou.

- Meu pai vai me matar tio!.

Eu olhei confuso e perguntei.

- Oque você aprontou rapaz?, da última vez mamãe quase infartou ao descobrir que você estava fumando cigarros!.

- Não tio...é pior!.

- Oque houve?.

- Depois daqui para onde Cê vai?.

- Para casa...Eu Acho, Lindsay sempre arranja algo para me atormentar!.

- Viu ser pai!.

Eu sorri e disse.

- Qual o problema nisso?.

- Porque a minha namorada é da família de malucos!.

- Não vai me dizer que...

- Kardashian!.

- Boa sorte TJ!.

- Tio, eu tô falando sério, a Kim tá grávida!.

- A camisinha estava em falta é?.

- Não...Eu usei!.

- Bem...você tem 23, não é tão novo assim, além do mais meu irmão não pode reclamar de nada, você já se sustenta, mora sozinho e...seu último CD estava um espetáculo, parabéns!.

- Ai...talvez tenha razão tio Mike, mas...é a vovó?.

- Mamãe vai adorar, e eu...bem preciso dizer né?, adoro crianças!.

- E meus priminhos heim?.

- A Paris está linda, Paris um garotão e está até querendo namorar, o Blanket está virando um menino responsável e Becky bateu o Kart!.

- Jesus, mas ela já está bem?.

- A está sim, correndo pela casa como louca!.

- Estou com saudades deles, você poderia levar eles lá em casa né?, a muito tempo não os vejo!.

- Am...claro, é só marcar um dia!.

- O Blaket está em que faixa do Karatê?.

- Laranja!.

- Ele sabe que tem um pai que é faixa preta em Karatê e Kung fu?.

- Não, até porque se eu contar ele vai querer que eu ensine, eu não lembro de muita coisa!.

- Eu lembro que você que me ensinou quando eu tinha idade dele.

- Isso foi há 20 anos atrás!.

- Tem razão!.

- Tj vai ser papaaaaaiiiii!.

- Tio Mike, não começa!.

- Tj vai ser papaiiiiii, Tb vai ser papaiiiii....

- Para, olha ai a Lindsay!.

Lindsay se aproximou de mim e disse.

- Senhor Jackson, o Diretor Blanche está lhe esperando na sala de reuniões!.

- É o Garth, meu empresário?.

- Já está lá Senhor Jasckson!.

- Ok, tchau Novo papai!.

Meu sobrinho fez cara feia e acenou, entrei na sala de reuniões e me sentei Na Grande Mesa.

O diretor Blanche me olhou sorrindo, eu sorri de volta mas fechei o sorriso na hora quando vi Diane Blanche, mulherzinha sebosa dos infernos, ainda por cima tinha belas pernas, seios...saborosos, rosto divino e lábios...

"Michael, Michael foca no trabalho".

O diretor foi direto ao assunto.

- Bem...Mike, queremos um novo Cd, aquela música que nos mandou, lembra aquela que você disse que seu filho mais velho te ajudou a fazer a melodia?, então, ela é ótima e vai entrar no Cd, se aceitar é claro, é àqueles outros hits que você escreveu durante a turnê são maravilhos, as músicas do CD já estão compostas, agora é só você gravar e tirar a foto da capa!.

Eu pensei, pensei e aceitei, assinei a papelada com a autorização do meu empresário que estava presente, Lindsay anotou os horários e datas das gravação.

Assim que sai da Gravadora e fui para o estacionamento liguei para Samy.

Ligação~

Samy: Oque deseja senhor Jackson?.

Michael: Olá, não busque as crianças na escola, pode deixar que eu vou buscar!.

Samy: Sim, senhor! 

Michael: Samy, tire o resto da semana  de descanço, quero passar o tempo com eles porque semana que vem vou estar trabalhando e não vou poder dar atenção e cuidar!.

Samy: Está bem, obrigada!.

Michael: Não há de que, eu ainda vou lhe recompensar pelas férias que você perdeu por conta da minha turnê!.

Samy: Não precisa!.

Michael: Ora Samy, se eu disse que vou te dar um carro, então eu vou lhe dar, você tem carteira de motorista a anos e vive andando de Ônibus por não ter um carro, pois agora terá um!.

Samy: Mas...senhor Jackson eu não posso aceitar...

Michael: La la la la la la,Blá blá blá, deixa eu desligar que eu vou dirigir agora!.


Antes dela falar eu desliguei o celular, entrei no carro sendo seguido pelo carro dos seguranças.

Liguei Paraná Prince e coloquei no viva-voz para não ter que segurar o celular enquanto dirigia.

Ligação~

Prince: Alô?

Michael: Cabeça de maçã, avisa aos seus irmãos para colocarem as máscaras!.

Prince: Não sei onde Becky e Paris estão, aqui do meu lado está apenas o Blanket!.

Michael: Está bem, fala para o Blanket colocar a máscara,fica esperando na entrada da escola junto a Blanket, mas do lado de dentro do portão é claro!.

Prince: Tabom!.

Michael: Te amo, tchau!.

Prince: Também, tchau!.

 


Liguei para Paris.

Ligação~

Paris:  Peter pan?.

Michael: Sininho, a Bebé está com você?.

Paris: Sim!.

Michael: okay, vá para frente da escola que eu estou passando na escola para buscá-lo!.

Paris: Tabom, papai!.

Michael: estou estacionando!.

Paris: Tabom, já estou vendo Blanket e Prince!.

Michael: Coloca a máscara, você e a Bebé!.

Paris: Está bem, é você de terno Branco?.

Michael: Não, eu estou com a mesma roupa de mais cedo!.

Paris: Nossa esse cara é muito parecido com você pai, ele é alto, magro e tem cabelo lido Preto na altura dos ombros!.

Michael: Acabei de estacionar uma rua atrás, os seguranças vão pegar pegar vocês!.

Paris: Estou vendo o Bill, Jonny,Jeff, Carlos e Filch!.

Michael: Isso, tem muita gente aí?.

Paris: Não, está vazio!.

Michael: Menos mal, tchau!.

Paris: Tchau!.

 Fiquei no carro esperando as crianças com o som bem baixinho escutando Smooth Criminal, quando vi as crianças destravei as portas e elas entraram, coloquei os cintos dos quatro e dei a partida.

Meu celular apitou  o bolso, quando olhei era uma mensagem da Lindsay. 

" Chef, a acessória de imprensa ligou, posso passar na sua casa para passar o recado?".

Eu fui dirigindo com o celular na perna esperando um trânsito engarrafado para responder, quando cheguei na rua número 399 o trânsito ficou parado por um tempo, então aproveitei para responder.

" Estou pegando as crianças na escola, mas se quiser já pode indo!".

Enquanto eu esperava Lindsay responder o celular de Blanket que estava no porta luvas tocou, eu peguei e li para ver quem era, quando li "Nina Burns" perguntei ao Blanket.

- Blanket, quem é Nina Burns?.

Ele não respondeu, ajeitei o retrovisor central para poder ver nitidamente o rosto do menino e percebi que sua bochechas estavam coradas, eu não segurei o riso e não pude deixar de implicar com ele.

- Não vai responder?, talvez eu deva atender?.

Ele arregalou os olhos e disse.

- Uma colega de classe, ela está fazendo dupla comigo em um trabalho papai, só isso!.

Eu sorri e coloquei o celular do menino no mudo.

o meu celular vibrou com a mensagem de Lindsay "Ok", antes de eu colocar o meu celular no bolso, ele tocou com número desconhecido.

Ligação~

Anônimo: Alô, Mike?.

Michael: Sim!.

Anônimo: Sou eu, TJ!.

Michael: Atá, oi!.

TJ: Pode falar agora?.

Michael: Tô dirigindo, é um assunto sério?.

TJ: Mais ou menos!.

Michael: Tá disponível a noite?.

TJ: Mais ou menos, estou saindo agora da Gravadora, finalmente terminei o Álbum novo!, agora estou indo para casa e aí vem a pior parte!

Michael: Qual a pior parte?

TJ: A Kim vai dar entrevista na Oprah junto às irmãs e a mãe hoje, a babá das duas irmazinhas mais novas dela está doente, então ela pediu para eu tomar conta das menininhas até amanhã quando ela voltar de Nova Iorc!.

Michael: Ué, não vejo problema nisso, leva as meninas, já é bom ir treinando a cuidar de crianças, afinal você vai ser papai!.

TJ: Para Tio Mike!.

Michael: Tabom, leva as menininhas, sabe que adoro crianças!.

TJ: Elas não são normais tio Mike!.

Michael: Porque?, elas tem 6 cabeças ao invés de uma?.

TJ: Elas são duas pestes, colocaram creme de barbear no meu Shampoo uma vez!

Michael: Já gostei delas, então te vejo no jantar?.

TJ: Sim!.

Michael: Te amo, agora eu vou desligar que o sinal abriu!.

TJ: Te amo, tchau tio, a e manda um beijo para as crianças!.

Michael: Tabom, tchau!.


Quando desliguei dei a partida no carro, é comentei.

- O TJ mandou um beijo para vocês, ele vai jantar com a gente!.

Os quatro pularam de alegria.

Quando chegamos em casa meus filhos subiram para seus quartos para fazer as lições de casa e eu junto a Lindsay fomos para meu escritório.

Lindsay se sentou e me acompanhou enquanto bebendo uma taça de vinho.

- Eles querem organizar uma entrevista geral da empresa para falar sobre o termo "Wako Jack o (Jack louco)" e seus filhos.

Quando ouvi a frase " Jack louco e seus filhos" me deu um pequeno surto de raiva então apertei com força a caneta que eu estava segurando não mão oposta a qual eu segurava a taça, eu senti uma vontade imensa de mandar pro inferno quem me chamava de louco e envolvia meus filhos na situação toda, meu pensamento era " Mexa comigo mas não mexa com meus filhos!".

- Está bem, quando querem?.

- Para semana que vem senhor Jackson, encaixa perfeitamente na agenda, segunda de manhã você grava algumas faixas, a tarde a entrevista e a noite sessão de fotos! 

- Certo!.

- Ah senhor Jackson, acabei de lembrar, o coquetel do lançamento do Cd da sua irmã Janet, o senhor vai né?.

- Claro,minha irmã!.

- Está bem, a partir de semana que vem vou mantendo o senhor informado, Boa tarde!.

- Boa tarde Lindsay, a e agora que lembrei, preciso da papelada para assinar da faculdade da Mira sua filha, vou assinar como responsável financeiro!.

- Senhor Jackson, não precisa!.

- Lindsay, faço isso por 3 motivos, primeiro que já tem muito jovem sem faculdade hoje em dia por falta de financeira,segundo que você já quebrou mais galho que macaco obeso para mim e terceiro que vi Mira nascer, eu lembro dela pequenininha brincando comigo no parque!.

- Está bem, amanhã posso trazer?.

- Sim, a hora que quiser estarei em casa, vou tirar o resto da semana para os filhos já que semana que vem vai ser só trabalho!.

- Está certo, Boa tarde!.

- Boa tarde e cuidado com a estrada!.

- Porque?.

- Já pensou se sofre um acidente?.

- Está bem,adeus!.

- Adeus.

Ela saiu do meu escritório e eu comecei a pensar no nada, bem minha cara fazer isso, ficar em estado vegetativo por minutos.

                            ...

Depois de minutos parado que nem um bocó subi para ver as crianças.

Blanket estava fazendo a lição de casa, Paris e Becky assistiam a um filme no quarto de Paris, quando entrei as duas gritaram, eu acendi a luz e perguntei.

- Que foi?.

Paris apontou para TV, quando vi o exorcista na TV entendi e apaguei a luz saindo do quarto.

Fui ao quarto de Prince e o menino se olhava no espelho sorrindo e penteando os cabelos, estava tão distraído que nem me viu entrar no quarto, quando viu meu reflexo atrás dele através do espelho pulou de susto, eu tive um breve ataque de risos e disse apenas.

- Isso é narcisismo sabia?.

- Não sou narcisista papai Mike, apenas...vaidoso!.

- Está certo,e a tal menina?.

- Me deu um tapa na cara!.

- Am?.

- Eu a beijei a força!.

- Porque fez isso?.

- Pensei que ela fosse gostar!.

Eu suspirei e puxei ele até a cama, sentamos e eu disse com calma.

- Meninas são como pedras preciosas filho, temos que trata las com amor, respeito e só se aproximar delas quando tivemos certeza de que a amamos de verdade, não se deve brincar com coração e respeito...entende?.

- Sim, vou pedir desculpas a ela!.

- Peça apenas se for do fundo do coração e se for de verdade e não dá boca para fora!.

-Está bem, eu te amo papai!.

- Eu também te amo cabeça de maçã!.


















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...