História A Querida Irmã - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christian Figueiredo, Lucas "T3ddy" Olioti, Mauro Nakada
Personagens Christian Figueiredo, Lucas Olioti, Mauro Nakada, Personagens Originais
Tags Christian Figueiredo, Elizabeth Olsen, Lizzie Olsen, Mauro Nakada, T3ddy
Visualizações 84
Palavras 1.004
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, fiz com todo carinho! Bjs

Capítulo 15 - Café e mais Café


Kat: Gente, vou me isolar pelo resto do dia ok?

Mauro: Ué, por quê?

Kat: Fui olhar minha conta no site da faculdade, e tem um monte de coisa pra eu fazer. E se eu não fizer, vou ficar com dependência em certas matérias.

Lucas: Quais são as matéria de música?

Kat: Ah, tem várias... Tem história da música I e II, Oficina de Música, Introdução á música, harmonia, teoria musi... - Ele me interrompe.

Lucas: Ok, já entendi.

Kat: Nossa... Mas enfim, se escutarem barulho de madrugada, fui eu.

Ela fala e pega o notebook e vai para o quarto de hóspedes.

P.O.V. Katherine

Cara, eu realmente estava lotada de trabalhos, fichas para fazer, pesquisas e tudo mais. Acho que não vou ir a aula amanhã, vou só entregar as coisas para a Amanda entregar pra mim.

Abri o Notebook e comecei a ver as instruções do trabalho.

Ah, que lindo. Tinha que fazer um acervo das obras de Bethoven e falar sobre elas. Adorei. Seria uma ironia?!

Então logo comecei a fazer.

Horas de trabalho contínuo, quando vi já eram 23:57. E eu estava só no primeiro trabalho.

Comecei a fazer as fichas, elas já eram mais fáceis, então terminei rápido. Às 1:23.

1:30 e comecei a fazer a pesquisa sobre a invenção das pautas. Haha, tinha que ser História da Música.

Parei um pouco e coçei os olhos, eu estava coemçando a ficar cansada.

Saí do quarto e passei pela sala. O Lucas estava dormindo no chão e o Mauro estava babando no sofá. Tive que me segurar para não rir. Fui na cozinha e peguei um copo de café e voltei para o quarto.

Agora, a Influência da Música na Matemática. Para quê isso?! EU NÃO SEI. Mas eu tinha que fazer né. Se eu quisesse me formar. 

E enfim, às 3:29 chegou o trabalho da Matéria que eu mais gostava. Teoria Musical. Era para fazer uma escala musical com o instrumento sendo um violão. 

Como eu gostava da matéria, acabei fazendo de bom grado. Mas eu precisava de atenção, se eu errasse uma coisa, ia tudo por água a baixo.

Quando terminei tudo, já eram 5:16. Tinha passado a madrugada inteira terminando trabalhos e mais trabalhos. Eu estava morta de cansaço.

Fui pegar mais café, e quando vi, já havi tomado a garrafa inteira. Eu não ia conseguir acordar a tempo, por isso, fui falar com o Mauro.

Kat: Mano... - Cutuquei ele. - Mauro... - Sacudi ele. - Mauro. - Dei um beliscão em seu braço e cobri sua boca para não fazer barulho.

Mauro: Ai mano... Doeu. Tá acordada até agora? - Ele diz meio sonolento.

Kat: Sim, mas preciso que faça uma coisa para mim.

Mauro: Pode falar... - Ele boceja.

Kat: Pode levar meus trabalhos para mim amanhã? Não vou conseguir acordar a tempo.

Mauro: Claro... Onde é sua sala?

Kat: É no prédio 5, no 3 andar. A última sala no corredor da secretaria. Entendeu?!

Mauro: Sim, claro...

Kat: Ok, vou deixar na mesa da cozinha. - Falando isso, peguei a pilha de trabalhos no quarto e coloquei na cozinha.

Voltei para o quarto e literalmente me joguei na cama. Olhei a janela e já estava amanhecendo. 

Kat: Finalmente... - E com essas palavras, eu finalmente dormi..

P.O.V. Mauro

Acordei de madrugada pra falar com minha irmã. Ela falou algumas coisas sobre faculdade, não prestei muita atenção e só confirmei algumas coisas. Mas me lembro que ela falou para levar algumas coisas na faculdade. 

Acordei com o despertador que havia posto. Coloquei às 7:40. 8:00 era o horário que a Katherine sempre saia, então deduzi que ela estudasse a essa hora. 

Vi os papéis na mesa da cozinha e os peguei. Peguei as chaves do carro dela e fui em direção a faculdade.

Chegando lá, procurei o prédio 5. Subi até o 3 andar e procurei o corredor da secretária. 

Aquela faculdade era muito grande, nem sei como ela conseguia andar por aquele lugar.

Quando eu ainda estava a procura, vejo uma garota ruiva. Sua pele era branca e seus lábios rosados, seu estilo de roupa era delicado e descolado ao mesmo tempo. Vi que ela estava com uma pasta que estava escrito Teoria da Música e toquei em seu ombro.

- Ei, você faz música, certo?

- Claro né. Esse prédio é de Música.

- Ah... Você conhece a Katherine Nakada?

- Katherine?! Claro que conheço! Minha best ela.

- Ah, ótimo. Sou o irmão dela, ela não ia conseguir vim, então ela pediu para trazer estes trabalhos. Posso deixar com você?

- Ah, claro que pode. - Entrego os papéis a ela. - Você se chama Mauro né? - Ela fala me olhando.

- Ér... Sim.

- Ah ta... Então ok. É só isso?

- Sim, só isso. Até mais!

Sorrio e aceno para ela e saio de volta ao carro. Será qual o nome da garota? Ela me chamou à atenção...

Chego na casa do Chris e ele e o Lucas estão sentados no sofá vendo The Walking Dead.

Chris: Eai Mauro, onde estava?

Mauro: Fui na facul da Kat entregar umas coisas.

Lucas: Ela tá dormindo até agora.

Mauro: Claro né. Às 5:00 da manhã ela tava acordada fazendo trabalho. - Falo me sentando.

Chris: Tadinha dela. Se esforça tanto...

Lucas: Pois é. Ela vai se dar muito bem no que irá fazer.

Mauro: Com certeza... - Olho o celular. - 9:00 agora... Será que horas ela vai acordar?

Lucas: Ela deve acordar só a tarde.

Chris: Bem isso.

Mauro: Galera, fui entregar os trabalhos da Kat, e encontrei uma garota muito gata.

Lucas: Sério?! Como ela era?!

Mauro: Ela era ruiva, ela era branca mas não chegava a ser pálida. Os lábios eram rosados e ela era gentil.

Lucas: Oloko...

Mauro: Pois é... depois vou perguntar a Kat o nome dela.

Chris: Eu já tô bem demais com a namorada que eu tenho...

Mauro: Acho bom mesmo. - Balanço a cabeça.

Não apoiava totalmente a ideia do Chris namorar a minha irmã. Mas fazer o que né. Ela iria conseguir de qualquer jeito. E se ela pensa que eu não vou ficar com ciúmes?! Oh iludida. 95% dela é minha. Os outros 5%, o povo que divide e eu não tô nem aí. Pensa que vou liberar minha irmã de graça?! Oh dó. Pra ter minha autorização, tem que ralar muito.


Notas Finais


Espero que tenham gostado bbs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...