História A Quietude do Falcão - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Boruto, Filme Do Boruto, Naruto, Sakura, Sarada, Sasuke, Sasusaku, Sasusakusara, Uchiha
Visualizações 479
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


e ai galera (:
Saindo mais um cap para vocês
#Aproveitem

Perdoem os erros.

Boa Leitura.

Capítulo 4 - Cap. 3


Fanfic / Fanfiction A Quietude do Falcão - Capítulo 4 - Cap. 3

Eu observava da janela da cozinha a bela noite lá fora, havia terminado algumas tarefas e estava indo para o quarto. Sarada já dormia e meu marido estava no banho.

Ao entrar no quarto vi que Sasuke-kun já havia saído do banho, estava secando o cabelo com uma toalha enquanto outra circundava sua cintura. Seu olhar pousou sob mim ao notar minha presença e aos poucos fui me aproximando dele com passos lentos, seus olhos jamais desgrudando dos meus.

Ao chegar até ele grudei nossos corpos ao abraçá-lo e beijar seu maxilar, posteriormente indo para seu pescoço.

- O que está fazendo Sakura? - sorri pela pergunta boba.

- Você parece estressado Anata, deixe-me ajudá-lo a relaxar. - respondi maliciosa em seu ouvido enquanto sugava o lóbulo de sua orelha.

Ele sorriu presunçoso puxando-me mais para si e colando nossos lábios, em seguida senti sua mão em minha bunda apertando-a e trazendo-me para mais perto, se é que era possível.

Minha mão esquerda estava em seu cabelo úmido enquanto minha mão direita puxava-o em direção à cama, jamais desgrudando nossos corpos.

Ele não ficou para trás e durante o caminho ia retirando minhas roupas, não se engane ao pensar que Uchiha Sasuke teria dificuldades apenas com um braço, em poucos minutos encontrava-me totalmente despida.

Empurrei-o deitando-o na cama e ele olhou-me levemente intrigado, talvez não fosse o que esperava para hoje a noite. Montei-me nele e já podia sentir o volume se formando abaixo de mim, antes de qualquer outra coisa tirei a toalha de sua cintura revelando-o todo para mim, sorri satisfeita.

Inclinei-me para ele beijando-o audaciosamente, minhas mãos passeavam pelo seu corpo e apesar de todo desejo eu o aproveitaria calmamente. Enquanto isso sentia sua única mão deslizando pela minha perna, passando por minha bunda para enfim descansar em minha cavidade já úmida, com os dedos ele brincava com o que havia encontrado e o senti sorrir no beijo após um gemido meu.

- Já pronta para mim Sakura? - perguntou cínico.

- Não é justo Sasuke-kun, você está apressando as coisas. - acusei-o

- Você sabe que nunca fui conhecido por minha paciência. - vi o sorriso perverso que ele tentou esconder.

Não demorou para sentir seu braço ao meu redor invertendo nossas posições, ele não seria dominado, pelo menos não hoje assim como em algumas outras noites.

O Uchiha mais velho tinha urgência, beijávamos e tocávamos por todo corpo sentindo a necessidade e exigência que tínhamos um pelo outro. Seus dedos impiedosos tocavam os lábios de minha intimidade e eu inclinava-me em sua direção pedindo por mais, porém ele torturava-me sem jamais penetrar-me com seus dedos.

Eu não ficaria para trás, tomei-lhe o membro rígido nas mãos e fiz movimento para cima e para baixo, de forma bem lenta torturando-o também querendo vê-lo a minha mercê.

Não muito tempo depois o senti dentro de mim, gemidos mais altos e desregrados foram ouvidos e apesar da mente nebulosa pelo prazer, amaldiçoei-me por ceder tão rápido ao meu marido possessivo.

Horas se passaram e mesmo com toda ansiedade e pressa, a intensidade era alucinadora e a noite cada vez mais incrível. Nossos corpos moviam-se em sincronia e os gemidos se disseminavam pelo cômodo, meu corpo estremecia ao ouvir meu nome sair de seus lábios numa voz rouca e embriagada de luxúria e prazer.

O ápice da noite chegou e senti o seu peso sobrepor em meu corpo, seu rosto descansando entre meus seios. Percebia sua respiração tão descompassada quanto a minha, mas que aos ia se nivelando e retornando ao normal enquanto eu mexia despreocupadamente em seu cabelo escuro como a noite.

Minutos depois senti o peso ir embora quando ele rolou para seu lado da cama, puxando-me junto a ele.

- No fim, não era assim que eu pensava em terminar Sasuke-kun. Você é tão dominador. - comentei levantando o rosto de seu peito para olhá-lo. - Terei que dar um jeito em você na próxima vez. - sorri mordendo o lábio inferior.

    - Estarei ansioso para ver. - respondeu extraordinariamente provocativo não querendo deixar transparecer que aceitara o desafio e se rendera à minha brincadeira. - E não me diga que não gostou ou não está satisfeita Sakura. - sussurrou tão baixo que quase não o ouvi, silabando meu nome e deixando-me desconcertada, com o rosto quente e vermelho.

- Você é impiedoso Uchiha Sasuke. - sorri ao beijá-lo rapidamente e voltar a deitar-me sobre seu peito, ele puxando-me para mais perto. - Como foi seu dia? Com Boruto? - perguntei mudando de assunto.

- Hn. Ele veio me mostrar o Rasengan, era pequeno mas aposto que melhor do que o do Naruto quando tentou a primeira vez, além disso, tem algo á mais em seu Rasengan. - pausou e pareceu-me pensativo por um minuto. - Boruto também é precipitado, Sarada até chega à defendê-lo. - comentou tranquilamente e se remexeu um pouco na cama.

- Sarada valoriza seus companheiros e também os conhece muito bem. Você deveria ouví-la nesse quesito. - propus mesmo sabendo que ele já o fazia.

- Hn. Eu o aceitei como meu discípulo, porém ainda tem algo que me preocupa.

- E o que é, Anata? - instiguei-o.

- Em apenas um dia ele conseguiu realizar o Rasengan perfeitamente, ao meu ver com a ajuda de alguém o fornecendo algum instrumento tecnológico. Não somente isso, conversamos e ele me perguntou somente sobre as fraquezas de seu pai, isso me intriga.

- Parece que a pessoa que ele tanto quer derrotar, é o próprio pai. - suspirei. Triste. - Ter uma pessoa oferecendo-lhe atalho pode não ser uma boa coisa, no entanto te conhecendo bem sei que já está tomando conta disso, Anata. Com certeza fará um bom trabalho. - falei enquanto acariciava seu peito, logo vi o arrepio na pele.

- Treinei um pouco com Boruto para conhecer suas habilidades, o exame chuunin já é amanhã. Como está Sarada? - perguntou deixando escapar a curiosidade em sua voz.

- Muito bem, Sarada é uma menina esperta e inteligente. Tem treinado e se esforçado bastante. - relatei a ele já me sentindo sonolenta.

- Hn. Digna de uma Uchiha. - senti em minha pele seus lábios repulxarem em um sorriso orgulhoso. - Agora durma, o dia será cheio amanhã.

- Boa noite Sasuke-kun.

Senti um beijo seu no topo de minha cabeça e seu aperto que se intensificou ao meu redor, em seguida a escuridão que me levou.

[...]

No manhã seguinte, já chegara a primeira prova da primeira fase do Exame Chuunin.

- Finalmente chegou a hora. Se esforce. - a incentivei toda animada, finalmente eu e toda vila veríamos minha querida filha em ação.

- Você está tão alegre logo de manhã, mamãe. - comentou com o desdém típico de seu pai. - O papai ter voltado pra casa depois de tanto tempo te deixa tão feliz assim?

- O-O que?! Como é? Não é isso! - defendi-me visivelmente envergonhada, inutilmente tentando disfarçar. Ela é tão presunçosa e esperta pra sua idade.

- Bom, eu sei dizer bem olhando para você, mamãe. - disse ingenuamente me surpreendendo. - Então, estou indo! - e assim saiu andando apressadamente me deixando para trás.

- Você também está feliz, não é Sarada?! - disse para mim mesma quando ela já estava a uma certa distância. Eu tinha a certeza que sim, ela também estava feliz.

Eu tinha uma filha indiferente, atrevida mas também tão ingênua e doce.

A mistura perfeita de Sasuke-kun e eu.

[♥]

 


Notas Finais


Gostaram? Deixe-me saber (;
Isso ai foi meio que uma imitação barata de hentai, sou péssima nisso mas precisava tenta kk
Nos vemos nos coments x3

beijoooow ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...