História A Rainha Dourada - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Cersei Lannister, Jaime Lannister, Lyanna Stark, Rhaegar Targaryen
Tags Cersei, Jaiana, Jaime, Jon, Lannister, Lyaime, Lyanna, Rhaegar, Ship, Snow, Targaryen
Visualizações 35
Palavras 1.785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigado a todos que estão lendo e acompanhando

Capítulo 12 - Lyanna


Venha tenho uma surpresa pra você!-Ele chamava empolgado como uma criança que acabara de ganhar um presente.
— Agora?- perguntou preocupada, ainda era cedo, mas temia se atrasar para o encontro.
— Sim agora!- ele respondeu pegando suas mãos entre as dele e encostando a testa na sua-Demorei muito pra conseguir isto, e preciso que você venha.

Poucas vezes tinha visto seu marido tão feliz, então deixou-se levar, estava muito apreensiva e tinha medo que ele notasse algo em seu semblante que o fizesse desconfiar.
— Não pode me dizer o que é?
— Não- respondeu apenas, e seu sorriso abriu ainda mais por perceber que ela estava curiosa.
— Me diga ao menos onde vamos.
— No bosque Sagrado- a loba abriu a boca, mas ele a impediu- não me pergunte porque, eu não vou te responder, aguente,já estamos chegando.
Caminharam o resto do percurso em silêncio,até avistarem o bosque, ali a árvore coração não era bonita como a de Winterfell, mas ao menos podia contar com uma,Jaime parou a sua frente e tocou seu rosto carinhosamente.
— Lyanna, aceita se casar comigo perante os seus Deuses?
A loba ficou sem reação, já estavam casados perante os sete, e se comoveu em seu íntimo com seu gesto atencioso de levar em consideração seus desejos, porém sabia que não era honesta com ele, pois nutria algum sentimento por Rhaegar, uma lágrima deslizou por seu rosto quando disse:

—Sim.- era uma pena que seu pai, e ned tivessem partido e não pudessem presenciar esse momento.
— Pois então vamos-O Leão sorriu, aquele sorriso que a derretia, e então assobiou, do meio das árvores surgiram Tyrion e Tysha.
— Vocês sabiam!-ela acusou rindo.
— Como acha que eu saberia o que fazer em uma cerimônia nortista?Só mesmo Tyrion que vive grudado com seus livros poderia me ajudar em uma hora dessas.
Os dois riram um para o outro, e Lyanna não pode deixar de pensar na cumplicidade que os envolvia, o pequeno homem se aproximou e os instruiu no que deveriam fazer, as cerimônias de casamento no norte eram muito breves, talvez pelo fato de que não houvessem sacerdotes,a loba e o leão se ajoelharam em sinal de submissão e fizeram uma prece silenciosa, ao se levantarem Jaime falou:
— Eu Jaime da casa Lannister, primeiro de meu nome, aceito essa mulher como minha esposa.
Ao que ela respondeu:
— Eu Lyanna outrora da Casa Stark, deixo minha família para me tornar uma só carne com esse homem, jurando amá-lo, perante os deuses.
Se beijaram, e ele a abraçou com ternura, sussurrando em seu ouvido:
— Eu te amo, minha lobinha.
Ela não respondeu, naquele momento suas certezas a abandonavam, sentia se mal por não desejar aquele homem como a Rhaegar, porém gostava dele, até mesmo se sentia atraída, e gostava quando ele a tocava. Jaime encostou seus lábios na sua orelha e segredou:
— Que tal subirmos para a noite de núpcias que não tivemos?
— Acho uma ótima idéia- E era mesmo só quando ele estava dentro dela conseguia esquecer seus anseios.
Se despediram dos outros dois e subiram ao quarto, ele trancou a porta e a carregou para cama se deitando sobre ela, então ela o empurrou invertendo a posição para que ficasse por cima dele, beijou lhe o pescoço, deslizando as mãos por seu peito e retirando sua camisa, e explorando cada pedaço daquele corpo perfeito com a boca, desamarrou seus calções e viu que seu membro estava totalmente rigido, Tysha havia lhe explicado o que deveria fazer, mas agora estava um pouco nervosa, pegou-o com a mão direita, mexendo o para cima e para baixo, quando aproximou seus lábios ouviu o marido arquejar, e colocou o membro mais fundo na boca, fazendo movimentos, e o explorando com a língua, sentia- o se contorcer e gemer de prazer,e soube mesmo antes de sentir, que ele iria gozar, sentiu o liquido que saia de dentro dele, e seguindo as instruções da amiga, engoliu tudo.
Jaime estava de olhos fechados quando ela deslizou para o lado dele, mas exibia um sorriso de orelha a orelha, ela se posicionou em suas costas, afagando-lhe os cabelos.
— Minha Lobinha, onde aprendeu isso?Foi maravilhoso.- os dois sorriram, e ela notou que ele estava um tanto cansado, continuou o acariciando,e disse
— Minha mãe morreu quando eu era uma criança, assim como a sua, mas me lembro de uma canção, que ela cantava para que eu adormecesse.- sem esperar resposta ela começou:
" Minha doce criança,
a neve logo cai
meu coração descansa
mas o inverno já se vai
Quando tiver medo
o cavaleiro virá pra te salvar
Ele vai te confortar
Agora descanse minha pequena
estarei sempre ao seu lado,
e quando tiver medo
ele virá pra te salvar
ele vai te confortar"
Assim que terminou a música, a respiração de Jaime foi se tornando mais lenta, e logo notou que ele havia adormecido, ela pelo contrário não conseguia fechar os olhos, já estava terrivelmente atrasada para ver Rhaegar, e teria que ir mesmo que fosse para dizer que não se veriam mais.
Então se levantou com cuidado, evitando qualquer ruído, e se vestiu rapidamente, colocou um vestido simples que trouxera de Winterfell, e vestiu uma capa com capuz por cima, rezando para que ele não acordasse, abriu a porta dando uma última olhada para seu leão, " se olhar de novo vou desistir" pensou.
Os criados que estavam acordados nem mesmo a notaram com aquelas roupas mais rústicas, e ela chegou aos estábulos sem problemas, lá um homem carrancudo a esperava, quando ela descobriu o rosto ele murmurou algo como "já não era sem tempo" e entregou-lhe as rédeas , " pelo menos ainda está aqui" murmurou pra si mesma, montou o cavalo e seguiu atrás do homem, ele cavalgava extremamente rápido, e Lyanna teve que se esforçar para acompanhar, felizmente logo chegaram a uma casa altamente iluminada, para a hora em que se encontravam, saltou do cavalo com o coração palpitando "isso é uma loucura Jaime vai descobrir, estarei perdida." disse para si mesma mentalmente, estava arriscando sua vida, mas o que sentia pelo Targaryen já havia ultrapassado o limite da razão, então prosseguiu.
O lugar era extremamente simples, um salão, em que se podiam ver várias portas fechadas, notou muitos homens e mulheres que pareciam prestes a copular ali mesmo no salão.

Senhora- um homem se aproximou, era baixo, cabelos negros e tinha um olhar astuto e atento, no conjunto era um homem bonito- temi que não viesse.
— Eu conheço o senhor?- perguntou curiosa.
— Nomes são perigosos aqui, não se preocupe, ele está no último quarto do corredor á sua espera.
Ela assentiu, e andou até o lugar indicado passando tão perto das outras portas que podia ouvir os sons do que estavam fazendo.
Chegando ao final do corredor bateu na porta uma vez e abriu.
O Rei estava ali, sentado em uma cama, bebendo um copo de vinho pela metade, quando a viu seus olhos se iluminaram, e lhe lançou um olhar que fez seus joelhos fraquejarem.

Achei que não vinha-ele suspirou, parecendo aliviado, se levantou andando até ela, e retirou seu capuz revelando seus cabelos.

—Vim apenas para dizer que amo meu marido e jamais o trairei novamente- disse as palavras ensaiadas.

Rhaegar a fitou incomodado,mas não cedeu.

— Eu preciso de você, meu coração.
— Estamos nos arriscando,apenas por nos encontrarmos, além do mais que o Rei tenha amantes é esperado, mas uma mulher pode ser morta por traição, e tenho certeza que Jaime acharia essa opção adorável.
— Eu não permitiria, você é meu anjo, nada vai acontecer, por favor não fale disso agora, vamos aproveitar os momentos que temos.
Tomou-lhe nos braços e a beijou com sofreguidão, o desejo que haviam contido até o momento, aflorou de forma avassaladora, o dragão a beijava com ferocidade ,murmurando coisas desconexas, enquanto rapidamente abria seu vestido deixando-a completamente nua.
— Eu te desejo, desde a primeira vez que te vi- ele dizia olhando fixamente para seus seios -e você é muito mais e melhor do que imaginei

Tomou seu seio esquerdo com a mão, enquanto sugava o mamilo direito, Lyanna gemia numa mistura de dor e prazer, ajudou o a se livrar de sua roupa, e desceu-lhe as calças, revelando seu membro viril, era consideravelmente maior que o de Jaime, duvidava até que pudesse colocá-lo na boca, seu corpo também tinha muito mais cicatrizes, porém isso o deixava maravilhosamente atraente á seus olhos, Rhaegar a levou para cama, sem nunca deixar de a beijar, se colocou por cima dela abrindo lentamente suas pernas, a tocou em seu íntimo percebendo que ela estava molhada e totalmente pronta, porém ele ainda queria a torturar, mexia os dedos dentro dela, ela já estava ofegante e não pode conter- se de gemer alto.
— Isso, isso assim, Lya-ele sussurrava.
Ela cravou as unhas nos seus braços, em um apelo mudo.
— Eu te quero, agora- arquejou

O Dragão atendeu seu pedido e a penetrou, Lyanna se mexia por baixo dele habilidosamente, de forma que depois de algumas estocadas, ele não aguentou mais e derramou sua semente dentro dela, sentiu o liquido escorrer por suas pernas, e estava feliz como nunca desde que saira de Winterfell.
Ele saiu de dentro dela, e sentou- se ao seu lado.
— Você é perfeita.
— Você também.
Ficaram calados se olhando nos olhos, até que o homem falou:
— Não pode me abandonar agora, eu preciso de você, mataria Cersei e Jaime de bom grado se assim pudesse ter você.
Ela o encarou com desagrado.
— Promessas feitas em momentos de alegria são vãs, e não posso dizer que ficarei com você, nem que haveria felicidade na morte deles.
— Mas eu..Eu te amo, Lya, e sei que você me ama, não faça isso conosco.
— Sim, eu amo, mas nada disso me faz bem, não é certo, esse sentimento de culpa me corrói.- admitiu tristemente.
— Então fugiremos- disse de repente parecendo estar tendo uma idéia perfeita-depois do torneio, Cersei não comparecerá, e Jaime estará ocupado lutando.
Lyanna tinha que concordar que o plano era bom, mas uma coisa ainda a incomodava.
— E Joanna?Vai levá-la?
Encarou-o , até que ele balançou a cabeça negando.
— Cersei cuidará dela, teremos nossos próprios filhos, a menina é doente e não pode ficar conosco,ela morreria- ele tentou se explicar. sem sucesso. Aquelas palavras vindo dele, pareceram a acordar de um sonho para a compreensão, isso não podia continuar.
— Não teremos nenhum filho, o que aconteceu aqui foi um erro, não podemos prosseguir, o amor não pode estar acima de tudo- disse convicta.
— Não pode ir agora, não depois de tudo- ele pediu.
— Posso e vou- ela desafiou mesmo com o coração quebrado- adeus Vossa Graça.
Nesse momento sua certeza parecia inabalável, porém acabou por encontrá-lo no mesmo lugar todos os dias durante aquela lua.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...