História A Rainha Dourada - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Cersei Lannister, Jaime Lannister, Lyanna Stark, Rhaegar Targaryen
Tags Cersei, Jaiana, Jaime, Jon, Lannister, Lyaime, Lyanna, Rhaegar, Ship, Snow, Targaryen
Visualizações 35
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um ^^ tenham fé na fic que tudo se resolve kkkk

Capítulo 13 - Jaime Lannister


— Fico satisfeito que os dois tenham atendido meu chamado, o que tenho para falar diz respeito aos dois.

Tywin Lannister era um homem frio e calculista,tinha os chamado no quarto de Jaime, e o olhar que lhe dirigia não deixava transparecer qual era o assunto que trataria com ele e a irmã.
— Fale de uma vez!- Cersei disse impaciente.
O pai a olhou com desagrado, e despejou sem emoção:
— Vou direto ao ponto sua mulher está o traindo, com o marido de sua irmã.- disparou.

Não podia ser, não queria acreditar nisso.
— Como pode ter certeza?- aquilo explicava muita coisa, como fato de que continuamente Lyanna vinha arranjando desculpas para não se deitar com ele, mas não admitiria isso na frente de seu pai, e muito menos da irmã.

—Parece que não se surpreendeu.Provavelmente já sabia.- o homem rebateu com raiva contida- Você é uma desonra aos Lannisters,seu idiota!- Tywin se alterou.
— Não respondeu a pergunta!- Cersei gritou irritada- Como sabe?
— Depois que a vagabunda me afrontou, mandei que a seguissem, na verdade o meu intuito era dar um susto, mas meus homens descobriram que eles se encontravam todas as noites, e algumas vezes tiveram a audácia de fazê-lo á luz do dia.Espero que ainda tenha algo de leão dentro de você e castigue essa mulher, com algo perto da morte, faça com que se arrependa de ter posto os pés em Porto Real, quanto á você Cersei, não se esqueça que é a mulher do rei, antes de essa mulher aparecer nunca tivemos nem mesmo boatos sobre traição, então depois que seu irmão se livrar dela,trate de recuperar seu casamento e lhe dê um herdeiro homem-fez uma pausa e continuou- Era somente isso, vou me retirar, amanhã pela manhã conversamos, Jaime.

Ele saiu batendo a porta, e os deixando estupefatos, Jaime queria acreditar que fosse apenas uma espécie de vingança contra sua esposa, mas as evidências apontavam todas para o contrário.E ele teve que se convencer. Todavia a irmã estava agitada e gritava fazendo um escândalo.
— Desgraçada, maldita!- praguejava- Quem aquela puta pensa que é?Todos os dias ele disse...
—Cale a boca!- ele berrou-Seus gritos e ofensas não vão ajudar em nada, o castigo dela virá, mas contenha-se, não suporto quando você fica histérica.
— E quer que eu fique como?A sua mulherzinha é uma prostituta que seduziu você e Rhaegar!
Jaime revirou os olhos, por dentro fervilhava, mataria os dois sem pestanejar, mas a gêmea apenas estava ofendida por ser trocada, porque percebera que não era a mulher mais desejável do mundo, já a ferida dele era mais profunda.

—O que vai fazer?- ela se aproximou um pouco mais calma.

—Primeiro vou fazê-la confessar, depois veremos...Sabe que se os dois estiverem apaixonados ele não consentirá que se faça nenhum mal á ela, teremos problemas, porque eu vou enfiar a espada no rabo dele se ele me impedir- ameaçou irado.

Cersei o abraçou, e percebeu que ela chorava, poucas vezes tinha visto isso acontecer, então retribuiu o abraço um pouco sem jeito, há meses que eles não se deitavam juntos, desde que ele pusera os olhos em Lyanna sua relação com ela esfriara, até o ponto em que depois do casamento se apaixonara pela nortista, quase não havia mais tocado na irmã, a leoa parecia estar pensado o mesmo, pois intensificou o abraço e disse com voz sensual, a mesma que sempre usou para conseguir o manipular, e que ele cegamente sempre atendeu.

—Sinto sua falta- estranhamente ela já não tinha efeito sobre ele- eu te quero, como sempre quis, meu amor, porque me abandonou?

—Não me obrigue á dizer- já era humilhação suficiente que soubesse o quanto amava aquela Lyanna e que tinha perdoado até mesmo o beijo que ela tinha confessado ter trocado com o Rei, ela prometera que não cometeria o mesmo erro, e ele acreditara, e agora estava tudo acabado, mas ainda tinha seu orgulho. Rhaegar não lhe roubaria as duas mulheres que um dia amou.

A irmã não desistia fácil, e passou a mão por cima de suas calças pegando seu membro com a mão, inconscientemente ele respondeu ao toque e ela comemorou.

—Ainda me quer!- ela sorriu- sei que sim.

Depois disso tudo aconteceu muito rápido, a leoa o beijou, e ele retribuiu em um gesto impensado, ela aproveitou e o prendeu em um abraço apertado aprofundando o beijo enquanto enfiava a mão por baixo de suas roupas, e assim estavam quando ele ouviu aquela voz tão conhecida, com um tom que ela nunca usara com ele.

—Jaime!- Ele se afastou do beijo rapidamente , confirmando o que seus instintos diziam, era Lyanna e estava transtornada com o que acabara de ver.

—Você...Você...- ela gaguejava - isso é monstruoso!

—Temos que conversar. Cersei nos deixe.

A irmã prontamente obedeceu, passando por Lyanna com desdém, e ao passar pela porta falou:

—Não seja brando em suas decisões, irmão.

Ao ficarem a sós a loba desabou em um choro convulsivo.

—Não é possível -Ela gritava entre soluços- eu desconfiei tantas vezes, pensei que era loucura de minha mente, e agora vejo que era tudo verdade.

—Quer mesmo me acusar?- ele inverteu o jogo perguntando acidamente- acho que não está em condições.

Pela primeira vez desde que os descobrira ela o encarou olhando nos olhos, e parou de chorar pressentindo o perigo.

—Do que está falando?

—Você não sabe?-perguntou irônico- eu diria que sabe muito bem !- nesse ponto se sentia com tanta raiva que se aproximou dela e puxou seu vestido rasgando-o puxou diversas vezes deixando a nua, e então teve sua confirmação, todas as vezes que se deitava com Cersei via as marcas de pequenas mordidas que Rhaegar deixava, o homem gostava de fazer aquele tipo de coisa no calor da relação, e ali estavam as mesmas marcas no corpo de sua Lya.

—O que está fazendo? Está me machucando!Pare!- ela vociferou.

—Acho que não tem uma explicação para isso, não é?- disse apontando para as marcas em seu corpo- chegou ao fim de suas mentiras!

Ela abaixou a cabeça, seu choro aumentara, porém ele não ligava mais, sua raiva aumentava cada vez que lembrava o quanto fora tolo, pegou em seus braços forçando a loba á encará-lo

—Porque?-perguntou- Me diga?-sacudiu seus pulsos.

—Jaime, não!Por favor...- Ela suplicou

—E porque eu deveria te ouvir?eu dei o melhor de mim pra você, e só me contou mentiras.

—Eu estou grávida!Não me machuque...- ela implorou.

O choque da confissão fez com que a soltasse.

—De quanto tempo?

Lyanna negou com a cabeça.

—Eu não sei, só soube há dois dias atrás, o Meistre diz que não faz mais que uma lua.

—Então está esperando um bastardo?

Ela assentiu com a cabeça sem coragem de responder.

—Eu devia matá-la!- ele urrou- o Rei sabe?

—Não, ainda não contei.

De súbito a expressão dela mudou, e voltou a ser a Lyanna forte que sempre era.

—Você não está isento de acusações, pode me fazer mal se quiser, mas o rei saberá que tem um bastardo com sua irmã!Estamos na mesma Jaime Lannister!

O leão se calou, tentando organizar os pensamentos, tinha vontade de atirá-la aos cães,odiava aquela mulher com a mesma intensidade que amara,era tao grande a decepção que sentia com ela.

—Porque dizia que me amava?E se deitava com sua irmã?- a pergunta o pegou desprevenido, não julgava que ela se preocuparia com isso.

—Você não merece alguma explicação, porém desde o casamento, eu nunca mais havia tocado nela, eu a respeitei, enquanto a honrada Stark -continuou em tom de deboche- se deitava com outro.

—Jaime...- ela se aproximou- mas ele a deteve com um gesto.- me perdoe, eu nunca quis...

— Vou sair, preciso pensar no que fazer com você.- afastou-se rudemente.

Pensou em ir falar com o pai, mas aquilo seria muito pior o pai exigiria que a matasse para lavar a honra de sua casa, e quando soubesse do bastardo enlouqueceria, sem pensar muito seguiu para o quarto de Cersei,dispensou os guardas para que pudessem falar a sós e bateu na porta, mesmo sem obter resposta decidiu entrar, e ali sozinho em seu aposento estava Rhaegar Targaryen, e isso foi demais para o leão, sacou a espada do cinto, e a encostou em seu pescoço.

—Temos algumas contas para acertar, Vossa Graça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...