História A Rainha Dourada - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Cersei Lannister, Jaime Lannister, Lyanna Stark, Rhaegar Targaryen
Tags Cersei, Jaiana, Jaime, Jon, Lannister, Lyaime, Lyanna, Rhaegar, Ship, Snow, Targaryen
Visualizações 53
Palavras 1.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um capitulo ^^

Capítulo 8 - Jaime Lannister


— Porque está preocupado?- Estavam sozinhos no bosque sagrado Lyanna fora quem insistira para que fossem até ali,sua perna já estava bem melhor embora tivesse ainda um aspecto roxo,a lobinha desejara sair da cama um pouco ,parecia feliz ao estar de novo ao ar livre.

Estivera tão absorto em seus pensamento que demorou a reparar que Lyanna falava com ele.
— Não estou preocupado, é só o nosso casamento... -disse inseguro-É amanhã.
Lyanna revirou os olhos, e gargalhou dando-lhe um soco no ombro.
— Ora e quer que eu acredite?Quem se preocupa com a proximidade do casamento são as donzelas, você não se parece com uma- gracejou-, ou será que é um donzelo?- riu ainda mais alto da possibilidade, quando ele não riu, ela perguntou preocupada.
— Então não vai me contar o que está te afligindo?
Jaime não sabia se devia partilhar com ela o que acontecera, mas optou por não esconder
— Meu pai descobriu que meu irmão se casou-revelou de uma vez, e se sentiu aliviado por poder fazê-lo, desde que chegara do Norte, o pai tentara esconder o irmão da pretendente, como se isso pudesse os envergonhar de alguma forma, ou alterar suas intenções de aceitar o pedido dos Lannisters.
— Casou-se?Como?Com quem?- Jaime levantou os olhos esperando encontrar um olhar de desprezo, mas tudo que viu foi curiosidade, ela percebeu e se explicou - quero dizer ele é tão novo, tem 17 ou 18 dias de seu nome- observou- E como não ficamos sabendo de nada?Diga-me logo. Não me mate aos poucos!- riu divertida chegando bem perto dele para ouvir.
Jaime riu. Aquela mulher era contagiante.Não teve escolha senão começar.
— Há algumas noites, enquanto você se recuperava dos ferimentos, eu e Tyrion saímos para um passeio noturno, no meio do caminho avistamos e salvamos uma mulher morena e franzina que fugia de alguns assaltantes, meu querido irmão fez o favor de se apaixonar por ela, - ironizou-e em menos de uma quinzena subornaram um Septão bêbado e casaram. Meu pai está furioso, o que era totalmente esperado. Só que ... bem agora meu pai tem um plano e quer a minha ajuda para separá-los .
— E no que consiste o plano de Lorde Tywin?- perguntou, só então parecendo se dar conta da gravidade do acontecimento, era isso que fazia elegstar dela a espontaniedade com que vivia.
— Ele quer que eu diga a Tyrion que foi tudo uma armação, que a garota era uma prostituta, que foi paga para agradá-lo. - contou- Sei que ela não é esposa digna de um Lannister, mas Tyrion já teve sua dose de sofrimento.

Não tinha vontade de despejar tudo que seu pai já fizera ao seu irmão anão,  e felizmente ela compreendeu
— Seu coração sabe que não deve fazer- respondeu somente, demonstrando a honra de sua casa, aquela honra que os Lannisters passavam tão longe de ter.
Jaime ponderou, se quisesse viver com aquela mulher, teria que se tornar um homem melhor.
— Tem razão- disse docemente-está quase me transformando em um Stark, minha lobinha- brincou puxando ela para si- Meu pai vai mandar matá-la, de qualquer modo,queria não conhecer minha família.“Um Lannister sempre paga suas dividas”- Lya encostou a cabeça em seu peito, e ficou pensativa por alguns segundos, de repente saiu de seu abraço, e disse gesticulando rápido:
— Tenho uma idéia, seu pai é mão do rei e não pode sair de Porto real, mas nós podemos, depois do casamento podemos ir para o Rochedo, levaremos Tyrion e sua esposa, e podemos ficar livre de sua irmã- ela não pretendia dizer aquilo em voz alta, pois levou as mãos a boca, e baixou os olhos para não olhá-lo-Não devia ter dito isso... -murmurou.
Jaime segurou seu queixo delicadamente obrigando que olhasse em seus olhos.
—Pode falar tudo que quiser... Não deve ter medo de dizer nada, entre nós não deve haver segredos- uma nuvem de preocupação passou pelos olhos dela, a cada momento com ela uma surpresa acontecia, não imaginava que nutrisse alguma inimizade por Cersei, julgava que o incidente tivesse passado sem desconfianças por parte dela.
—Tem razão, Jaime,- a garota disparou - devemos ser honestos... Sei que sua irmã foi a culpada do acidente- ela revelou friamente, nunca teria pensado que ela fosse sagaz a ponto de deduzir aquilo sozinha, poderia defender sua irmã e negar o ocorrido, porém ficou curioso, de qual motivo ela julgava que sua irmã teria.
— Sabe o porque?- Ele perguntou, contudo nem e mil anos estaria preparado para a resposta que recebeu.
— O príncipe me beijou. -revelou quase tão baixo que o leão temeu ter escutado errado uma fúria espalhou se por todo seu corpo queria estripar o maldito, ele queria Lyanna mesmo já tendo lhe roubado Cersei! Era demais para ele aceitar.
Obviamente não lhe passou despercebido que ele não era o único culpado.

— Como pode fazer isso? - indagou transtornado-Eu a tratei com respeito e você retribui beijando o marido de Cersei?- Esbravejou com ela afastando-se de seu corpo. Enquanto a garota lhe lançava um olhar de súplica:

— Esqueça isso!Eu imploro!Eu precisava te contar, para me livrar da culpa que me corroía, não vai acontecer de novo, nós vamos nos casar, vamos sair daqui desse lugar... - sentiu que estava sendo sincera, embora causasse repulsa saber que o traíra,em algum canto de sua mente sua consciência dizia que muitas vezes depois que a conhecera, tivera a irmã em sua cama, e que o filho que carregava era possivelmente dele.
—Não faça nada contra ele!- Pediu descontrolada- Cersei o ama, morreria se ele morresse.
— Ela o ama? Ou você o ama? - Não podia evitar os sentimentos que tomavam conta de sua mente, percebia agora o quanto gostava dela e quanto precisava dela, só para ele.
— Não, Jaime eu... Não diga isso,será meu marido e é tudo que eu terei.
Por um instante,aquilo o entristeceu, achando que ainda era uma obrigação para ela.
Então Lyanna desatou a chorar e jogou se em seus braços, suplicando, beijando com fervor,seu beijo era diferente de todos os que haviam trocado,Lyanna não era manipuladora como a irmã, porém usava suas armas para conseguir o que queria, seu beijo era intenso e cheio de promessas, e fazia o desejar ela ainda mais. 
De um rompante soltou seus cabelos e desatou seu vestido. 
— O que...O que você está fazendo? - arregalou os olhos ao ver o que ela pretendia.
—Nada que você não queira – ela estava deliberadamente o seduzindo para que não agisse- e se você se refere ao lugar, os Dothrakis dizem que as coisas importantes da vida devem ser feitas ao ar livre. 
A garota puxou o próprio vestido para baixo revelando seu corpo nu, a visão daquelas curvas levou embora o pouco de razão que ainda restava,ela era perfeita seus cabelos caiam sobre seus seios médios e redondos, suas pernas torneadas eram um convite para o pecado, um convite que ele não negou.
Beijou a com desejo, enterrando se em seus cabelos negros, beijou seu pescoço dando leves mordidas , e viu seu corpo se arrepiar, desceu traçando uma linha com sua língua, detendo-se em seus seios.
— Você é linda- sussurrou.
Sugou seu mamilo direito enquanto acariciava o esquerdo fazendo movimentos circulares com os dedos,queria percorrer cada centímetro daquele paraíso,seu rosto era uma pintura, denotando o prazer que sentia ,gemia, de vez em quando falava seu nome, o que o deixava com o membro latejando,
Não pode aguentar mais queria possuir ela, não importava o que tivesse acontecido ou fosse acontecer,tirou sua camisa e Lya o ajudou a desamarrar os calções
Voltou-se para ela deslizando a língua por sua barriga, tocou com os dedos sua intimidade, a loba já estava molhada, colocou um dedo dentro dela, percebendo satisfeito que ela fez uma careta de dor. "Ao menos não se deitou com aquele maldito" ele nunca terá seu corpo, prometeu a si mesmo.
— Tem certeza que quer fazer isso?- Jaime sussurrou em seu ouvido,ao que balançou a cabeça concordando,deitou-a no chão, abrindo suas pernas devagar , colocou seu membro lentamente e com delicadeza para dentro dela, teve medo de machucá-la, sua perna mal tinha se curado , caminhava com dificuldade,podia ver o quanto doía nela, porém ela mordeu o lábio inferior e não reclamou, começou a estocar dentro dela , fazendo movimentos lentos, até que se acostumasse com o movimento, logo Lyanna começou a mexer-se debaixo dele aumentando um pouco o ritmo,seu prazer chegava ao ápice.Derramou sua semente dentro dela, mas não se moveu seus corpos entrelaçados, eram tudo que ele podia querer para a eternidade.
— Agora você é minha Senhora Lyanna Stark.- sussurrou em seu ouvido.
— Agora sou sua Senhora, Jaime Lannister.- murmurou com um sorriso.
Estavam unidos da melhor forma que existia, e a sua futura esposa havia conseguido o que queria, ao menos por enquanto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...