História A Real Love - Fanfic BTS (JungKook) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 105
Palavras 1.523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Pessoas que gostam e adoram a Fic!
Estou tentando não deixar os capítulos longos nem curtos, e estou tentando postar 1 ou 2 capítulos por dia, quando eu tenho tempo.
E mais uma vez, me perdoem se ficar erros de português.

Capítulo 3 - Um Passeio Inesperado


Fanfic / Fanfiction A Real Love - Fanfic BTS (JungKook) - Capítulo 3 - Um Passeio Inesperado

- Jullie On -

Os meninos foram para os banheiros se trocar, já que não tinha mais ninguém no térreo.

- Fica aqui.. qual seu nome? - JungKook falou me olhando com um olhar  de confuso.

- Jullie.. - Falei séria.

- Ok, fica aqui Jullie, eu já volto. - Falou ele pegando umas roupas e indo em direção aos banheiros.

Eu esperei os meninos voltarem, eles até que foram bem rápidos. Quando estávamos todos reunidos, o Taehyung me olhou e falou para os meninos:

- E agora? O que vamos fazer com ela? - Falou ele olhando para os meninos.

- Não sei... - JungKook falou coçando a cabeça.

- Porque vocês simplesmente não me deixam voltar pra aula? - Falei séria.

- Porque eles vão desconfiar.. principalmente os fotógrafos. - Falou o JungKook.

- Tá, que seja.. mas o que eu vou fazer? - Falei olhando para os lados.

- Você vai ter que ir com agente. - Falou o JungKook.

- JungKook, não acho que seja uma boa idéia.. - Falou o Hoseok.

- Nem eu.. - Suspirei.

- Olha, é só ela inventar uma desculpa, e dizer que teve que ir pra casa. - JungKook falou para os meninos.

- É sério? Minha mãe vai me matar! - Falei quase gritando.

- Você se explica pra ela, agora vamos. - Falou o JungKook me puxando pro caminhão.

Todos nós entramos no caminhão, e fomos pra não sei aonde, concerteza eu estava ferrada, porque eu inventei de subir?

O caminhão parou na frente de uma Lancheria.

- Tão com fome galera? - Falou o Suga.

- Claro! - Todos falaram menos eu.

- E você, Jullie? - Falou o Jimin me olhando.

- Acho que sim.. já que vomitei TODO o meu lanche, né? - Falei olhando pro JungKook.

- Eu já pedi desculpa! - Ele falou tentando se defender.

- Tá, tá, vamos comer ou não? - Falou o Namjoon.

- Tá.. - Falei abrindo a porta.

Eu fui a primeira a sair do carro, e pude observar lá dentro, que os meninos estavam botando capuz para não serem tão reconhecidos.

- Sério? Precisa de tudo isso? - Falei olhando para todos eles.

- Acredite, precisa sim. - Falou o JungKook.

Entramos todos na Lancheria e sentamos na mesa, apenas o Jin perguntou o que queríamos e foi lá fazer o pedido. Eu olho no meu celular, e tinha 4 mensagens da Bia:

" Jullie, onde você tá? Você sumiu faz um tempão, a diretora está começando a ficar preocupada".

"Jullie, por favor me responde".

"Ela disse que vai ligar pra sua mãe."

"É sério, sua irmã está começando a ficar preocupada."

Eu olho as mensagens e respondo:

"Bia, aconteceu um imprevisto, assim que eu chegar em casa eu te conto tudo."

- A Mia, preocupada comigo? Hmm.. que milagre.. - Falei Tentando sussurrar, mas os garotos ouviram.

- Quem é Mia? - Falou o Jimin.

- Minha irmã.. não sabem o quanto ela adora vocês.. - Falei olhando pro celular.

O Jin volta e senta na mesa, uns minutos depois um garçom vem entregar os nossos pedidos.

- Aee! - Os meninos falam olhando e sorrindo para os pratos.

Quando o garçom entrega o meu prato, apenas fico quieta e como, não estava muito afim de falar. Quando termino de comer, reparo que o JungKook nem estava tocando na comida, ele estava olhando para o prato sério. Assim que os meninos reparam meu olhar para o JungKook, o Taehyung fala:

- JungKook, não vai comer?

- Ah... vou.. - Falou ele pegando os talheres e comendo sem nenhuma vontade.

- JungKook é sério.. o que você tem? - Falei olhando pra ele.

- Só estou.. confuso.. - Ele falou logo após engolir a comida.

- Confuso com o quê? - Falei curiosa.

- Hoje... eu ouvi uma voz incrível de uma menina.. - Falou ele olhando para baixo.

- Hmmm... - Os meninos disseram.

Eu bufei.

Assim que terminamos de comer, os meninos pagaram a conta e fomos dar uma passeada pelo parque.

- É, gente, eu esqueci uma coisa no caminhão, é.. eu acho que eu vou voltar lá pra pegar. - Falou o Jimin - Gente, vocês também tem que ir né? é aquela coisa...

- Que coisa? - Falou o Hoseok mas o Jimin tampou a boca dele e o arrastou até o caminhão.

Todos os meninos saíram e ficou só eu e o JungKook.. Nós andávamos olhando pra baixo, parecia que estávamos sem vontade de falar nada. Mas o JungKook quebrou o silêncio.

- Jullie... - Falou ele ainda olhando para baixo.

- Oi..? - Eu Falei também olhando pra baixo.

- Me desculpa por bater a porta na sua cara..  não foi a minha intenção.. - Falou ele tentando me olhar nos olhos.

- Tudo bem JungKook, já passou.. - Falei tentando olhar nos olhos dele.

- Vamos começar do zero e esquecer tudo isso?

- Pode ser... - Falei.

- Amigos? - Falou ele me estendendo a mão.

- Ah... - Naquela hora eu lembrei da cena do meu sonho novamente, eu tinha certeza absoluta que aquele menino era o JungKook.

- A-Amigos.. - Falei apertando a mão dele.

Eu e o JungKook começamos a conversar, eu tinha que admitir que ele era um cara bem legal, nós nos conhecemos bastante. Quando avistamos um banco no parque, fomos lá e ficamos sentados, conversando sobre coisas bobas.

- Sabe, você é diferente das outras garotas.. - Falou ele me olhando.

- Sou? - Falei tentando não olhar pra ele.

- É, você tem coragem de dizer coisas que ninguém me diria, você apenas me tratou como uma pessoa normal..

- Você gosta disso? - Falei.

- Sim..  - Ele falou sorrindo e olhando dentro dos meus olhos.

- É isso que você faz pra conquistar as garotas não é? - Falei.

- Oquê? - Ele falou parando de sorrir.

- Você começa a sorrir e olhar no fundo dos olhos delas e elas derretem por você! - Falei diferenciando a minha voz.

- N-Não.. - Ele falou tentando disfarçar.

- Ah, não? - Olhei pra ele tentando fazer ele falar.

- Então... como foi a sua infância? - Falou ele mandando uma pergunta bem aleatória para poder mudar de assunto.

Já vi que ele não queria falar sobre aquilo, então vou respeitar. Mas aquela pergunta mexeu comigo, era uma pergunta que ninguém tinha me perguntado e eu nao gostava de falar sobre isso.

- Ah.. m-minha infância..

- O que foi? - Falou ele percebendo a minha cara de tristeza.

- E-Eu não tive uma infância boa.. - Falei  quase chorando.

- O que aconteceu? - Falou ele botando sua mão no meu ombro.

Eu contei pra ele tuddo o que acontecia quando eu era pequena, eu nunca tinha contado isso para ninguém, eu senti a sensação de que podia confiar nele. Eu contei que eu era excluída, eu era a "Nerd" da sala e era zoada por todos. Assim que contei isso.. ele tentou me consolar..

- Jullie.. - Ele suspirou - Nunca deixe ninguém dizer isso de você, olha, você é uma das garotas mais legais que eu já conheci, você é perfeita. - Falou ele enxugando minhas lágrimas.

- Você é uma das únicas pessoas que me entende.. - Falei já parando de chorar.

Ele tentou me abraçar, eu cedi. JungKook não era quem eu pensava ser, não era um cantor exibido e convencido, ele era um amigo que te ajudava em seus problemas e eu reconheci isso. Logo após o abraço, eu apoiei minha cabeça sobre seu ombro, ele não resmungou, ele apenas ficou ali, calado, e eu adormeci.

- JungKook On -

Após consolar a Jullie, dei um abraço sincero e ela apoiou sua cabeça em meu ombro, eu cedi, e ela acabou adormecendo. Eu olhava para aquele rosto de uma menina perfeita, que eu sinceramente me apaixonei, eu estendi minha mão e fiz carinho em seu cabelo, logo começou a vir ventos frios e ela começou a se encolher, eu tirei meu casaco, a apoiando no banco, e botei nela.

Após uma meia hora, os meninos voltaram e eu fiz um sinal de silêncio, eles me olharam e deram um sorriso.

- Eu vou levar ela pra casa.. - Sussurrei aos meninos.

Eles fizeram um sinal de ok e saíram de lá rindo baixinho.

Eu deixei a Jullie dormir por mais uns 10 minutos e logo tentei acordar ela.

- Jullie.. acorda.. - Falei baixo.

- Ahn.. - Ela começou a se mecher.

Eu observava ela abrindo os olhos devagar.

- Boa Noite.. - Falei.

- Oque? - Ela falou surpresa - Eu dormi a tarde toda?

- Sim..

- Porque você não me acordou?

- Você precisava descansar..

Ela começou a se espreguiçar.

Bem, vou te levar pra casa, a sua mãe deve estar preocupada já.

- Já? Acho que faz muito tempo que ela está preocupada. - Ela falou.

- Enfim, vamos.. - Falei.

Eu e a Jullie fomos do parque até uma rua perto da casa dela, estávamos passando por um beco, quando...

Continua...


Notas Finais


Esse capítulo eu fiz mais longo que o normal, pois estou no Not, os outros eu escrevia pelo celular, então, como será o próximo capítulo? Aguardem e iremos descobrir!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...