História A realidade da minha vida - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Outros Casais, Paulicia
Exibições 207
Palavras 2.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi povinho lindo demorei mas aqui estou com mais um capítulo bombástico !!!
Espero que gostem ❤️❤️

Capítulo 17 - Capanga do Vini ?!



Pov’s Alicia 
- Mas Vini eu percebi agora que eu gosto de vc mas não desse jeito ..
- Então! GRAVE BEM ESSAS PALAVRAS VC VAI ME PAGAR POR TER TERMINADO COMIGO !
- Mas.. - Não consegui nem terminar a frase , ele fechou a porta com força e me deixou ali . 
- o que aconteceu ? - perguntou Mário chegando junto a Marcelina .
- Eu terminei com ele 
- E ele ? 
- Não aceitou e disse que eu iria pagar 
- Nossa....
- Pois é e ele falou em um tom ameaçador 
- Calma amiga .. Ele devia estar num momento de raiva , vai ficar tudo bem - diz Marce me abraçando. 
- Tá... - digo e Mário chega do outro lado e me abraça . Ficamos ali por um tempo e depois ligamos a TV e começamos a assistir .
Mário e Marcelina ficaram no sofá e eu fiquei na minha cama , mas ainda era visível que eu estava ficando de vela dos dois . 

Pov’s Cirilo 
Estava cantando na loja de meu pai , quando vejo que Majo está na porta, canto com mais vontade a música , pois era praticamente um indireta para ela ... Para ela não pensar que estou caindo .. 
- Precisamos conversar - ela diz vindo em minha direção e eu apenas assento . Seguimos para dois bancos que estavam próximos a cantina e no aposentamos lá mesmo . 
- Olha eu não podia estar te contando isso , pois é um negócio meu e do Dan.. - ela ia continuar mas eu a interrompi .
- Sério isso ??! Vc vai falar de vcs dois ?! 
- Menino , quieta aí! E deixa eu explicar ! ... Então como eu estava dizendo é um negócio meu e do Dan mas não quero que vc fique com raiva de mim , por isso vou te contar . A mãe do Dan vive colocando o Daniel para baixo e agora que ele tem uma “ namorada” ela começou a digamos não pegar tanto no pé dele . 
- Pq vc colocou aspas quando disse namorada ? - pergunto e não consigo segurar um sorriso .
- Pq .. Pq eu não sou namorada dele ... Vamos focar no problema maior certo ?! 
- Uhum..
- E foi por isso que quando eu vc me beijou , eu disse que estava errado . E também vc está com a Jennifer e..
- Terminei com ela faz alguns dias , pois tanto eu como ela vimos que não estava dando certo - digo e dessa vez ela quem sorri .
- Então ... Vc toparia um namoro escondido ... Mas isso é só por causa da mãe ..
- Eu entendi e eu topo .. Chega de papo agora né ? - digo e a beijo. 
Finalmente eu consegui ! Depois de tantos dias perdidos e confusos em relação a isso tudo , nós finalmente iremos ficar juntos . 
- To feliz por vc ter me entendido - diz ela .
- É claro que eu teria que entender , vc é uma boa pessoa ... Vc se transformou em uma outra pessoa na verdade ... 
- É... Eu mudei muito desde que vc foi embora .. - ela fala baixo e apenas pego em seu rosto e a beijo novamente e ela retribui .

Pov’s Autora

Uma semana e meia havia passado, Majo e Cirilo continuavam no tal namoro escondido , Alicia já tinha saído do hospital e quando voltou para o colégio soube que o Vini tinha mudado de colégio , ela no começo ficou meio triste mas achou que aquela ação dele tinha sido a melhor para ambos . 
Não havia passado nenhum um dia o qual Paulo e Alicia não tivessem brigado , desde que ela voltou , ele só a ignorava ou discutia com a mesma , ela já tinha ficado chateada pelo fato de ele não ter lhe visitado nenhum dia .
Marce e Mário perceberam que os dois estavam estranhos e tinham piorado então decidiram colocar o plano em ação no dia seguinte .

Pov’s Mário 
- Eu cheguei aqui primeiro - diz Alicia para Paulo.
- Tá mas esse é meu lugar ! - exclama ele .
- Não sabia que tinha o seu nome nessa cadeira - diz ela sendo irônica 
- Sai logo garota ! 
- Não ! Vc não manda em mim ! 
É essa era a terceira discussão de Paulo e Alicia naquele dia .. Sério já estava ficando insuportável ! Eu e a Marce pensamos em colocar o plano em ação amanhã , mas não dá ! Necessitamos colocar hj mesmo ! ... 
- Marce vamos colocar o plano em ação agora ?
- Sim ! - diz ela e como já estávamos no sexto horário ... Bem não demoraria tanto para que o sinal tocasse e logo foi isso que aconteceu e todos nós saímos . A Marce quando todos saíram fingiu esquecer uma bolsa e eu sai da sala buscando pelo Paulo .
- PAULO ! - gritei assim que o avistei .
- Que é ? 
- O professor de história quer falar com vc na nossa sala 
- Vc sabe o que ele quer ?
- Não ! Então acho melhor vc ir agora 
- Tá eu vou lá - diz ele estranhando mas logo segue rumo a nossa sala .
Pronto parte 1 feita .

Com Marce e Alicia ...
- Amiga esqueci a minha bolsa lá na sala 
- Pô Marce eu to com fome cara ! Que sacanagem 
- Foi sem querer ... Mas será que vc pode pegar para mim por favorzinho... 
- Tá - diz ela se virando e bufando como sempre , ó menina preguiçosa 

- E aí conseguiu - perguntei .  
- Consegui agora a gente prexista continuar - Diz ela e corremos para a porta nos escondemos verificamos se os dois estão lá dentro e os trancamos .

Pov’s Paulo
Assim que cheguei na sala , não consegui encontrar a professora , então me sentei e fiquei esperando pela mesma . Até que Alicia chega .
- O que vc faz aqui? - perguntamos ao mesmo tempo - Para de me imitar ... Para vc ! 
- Esperando a professora...
- Eu só vou pegar isso aqui então.. - ela pegou mas quando ia em direção à porta, a mesma se fechou fazendo um barulho como se tivessem ...
- A gente tá trancado ! - exclamou ela é eu fui lá para verificar e realmente a porta estava trancada . 
- Alguém ! - digo 
- Enquanto vcs não se resolverem a gente não vai abrir - escuto Mário .
- Pois é então se resolvam logo pois a gente não tem o dia todo -dessa vez é a Marce.
- Ah não - dissemos novamente juntos .
Ficamos cada um no seu canto esperando que eles alguma hora desistissem da ideia , até que Alicia quebrou o silêncio . 
- Pq lá na cabana vc me deu as costas vc me deu as costas ? - perguntou 
- Pq eu tava com raiva 
- Sério ??!! E o que eu tinha a ver com isso 
- Tudo Pq vc foi a causadora dela ... Mas
Isso não importa mais - digo deitando o meu rosto na mesa e de costas para ela. Não ouvi ela falar nada só escutava os seus passos . 
Até que ela parou em minha frente apoiou suas mãos na minha mesa e olhou para mim. 
- Importa sim ... Fala o que eu fiz ? 
- Eu pensava que vc me levava a sério mas eu estava enganado . Me desculpe por ser um trouxa que acredita em tudo - digo e me levanto . Ela se ergue junto a mim e nós ficamos bem próximos . 
- E-eu te levo a sério... O que lhe levou a pensar o contrário ?! - perguntou olhando no fundo de meus olhos , eu queria desviar e me afastar ao máximo , mas meu corpo já não me obedecia , meus sentidos já estavam perdidos e minha consciência já estava desaparecendo só pelo simples olhar dela .
- Vc e o Vini naquele dia ... Eu tinha te beijado e vc fez isso.... - digo abaixando um pouco a cabeça .
- Depois daquele dia vc não falou nada então pensei que não ligasse para mim , por isso acabei aceitando o pedido de namoro do Vini ... Mas recentemente eu terminei com ele , pois não sentia nada comparado ao que eu sentia por outra pessoa muito especial - eu levantei minha cabeça e vi que ela me encarava com um sorriso de canto . Será que essa pessoa era eu ???!!!! Como eu desejava ... 
- Hum... E quem seria essa pessoa ? 
- Ai ele é lindo demais , tem um estilo único e é todo ...
- Tá não quero mais saber ... - digo me virando.
- Ei espera ! - exclama ela e eu me volto para ela.
- Para que ?! Para vc ficar falando o quanto o garoto que vc gosta é demais , não obrigado eu passo e..- iria continuar falando se ela não tivesse tampado a minha boca.
- Já disseram que vc fala demais ?! - diz ela rindo e eu ergo as linhas sombrancelhas e afirmo com a cabeça porque já tinha dito que sim eu falava demais e adivinha quem foi ?! Isso o Mário - É você ... 
-....
- Oxi não vai falar nada ? - ela pergunta e eu apenas aponto para a mão dela que ainda tá sob a minha boca . Ela dá uma risada fofa e tira as mãos 
- Desculpa - sussurra ela tímida 
- Tudo bem - falo baixo - Eu sou quem ? - pergunto fazendo uma de desentendido para que ela dissesse aquilo novamente .
- Não se faça de bobo , pois eu não vou falar de novo 
- Então eu sou essa pessoa especial ? - digo pegando em seu rosto e sorrindo .
Ela assentiu com a cabeça já um pouco corada - Posso confessar uma coisa também ...
- Sim
- Eu fui grosso esses dias com vc , Pq v não saia da minha cabeça , eu não conseguia de modo algum te esquecer - ela então me olha e parece que o brilho que um dia tinha sumido , havia retornado para o seus olhos . Nos aproximamos cada vez mais e percebi que a mesma estava cada vez mais vermelha . 

Pov’s Autora 
Enquanto os dois estavam trancados na sala , Mário e Marcelina assistiam a cena , porém acabaram sentando percebendo que os dois ainda não tinha tomado nenhuma atitude .
- Vamos lá na cantina eu to ficando com fome - pedi Marcelina 
- Borá , também to com fome - diz Mário se levantando e ajudando Marcelina a se erguer . Os dois seguiram então para a cantina . 
Depois de alguns instantes , uma certa pessoa estava caminhando pelo local e acabou vendo Paulo e Alicia bem próximos .
Preciso avisar o Vini - xxx 
*Ligação on*
- Alô ?
- Oi Vini , vc viu a foto que eu te mandei ? 
- Vi..
- Quer que eu faça algo ? 
- Ainda não , eu quero ter certeza ainda de umas coisas 
- Tipo..
- tipo se esse tal de Paulo ser especial para ela podemos ameaçar ela ...
- Boa ! 
- Tá agora tchau Cristininha fica ainda de olho para mim
- Claro , tchau Vini 
*ligação off *
- Esses dois vão se arrepender , ó se vão - Diz Cristina com uma voz ameaçadora saindo do corredor .
Mas alguns instantes e dessa vez quem entrou no corredor .  
- E NA HORA QUE EU TE BEIJEI FOI MELHOR DO QUE EU IMAGINEI - Canta Graça dançando forró , até que percebi alguns meio que sussurros e quando tirou os fones , notou que um menino estava gritando em uma das salas pedindo socorro e era Paulo . Então correu e Paulo a vê-la ficou aliviado , a mesma destrancou a porta e ficou chocada .
- Menino o que tu fez ?! 
- Nada Graça , e que a Alicia simplesmente desmaiou depois eu te explico tudo .. Tenho que levá-la para a enfermaria 
- Tá ... Mas bichin cuidado com ela 
- Eu terei - Paulo então depositou um beijo na testa de Alicia e Graça sorrir maliciosamente para ele . Mas o mesmo ignorou e saiu correndo com Alicia desmaiada em seus braços . 

Pov’s Mário 
Quando eu e Marce retornamos para a sala percebemos que ela estava aberta ou seja os dois tinham fugido , será que o plano havia dado certo??!! Fiquei pensando bastante mas depois acabei desistindo da ideia que só confirmaria amanhã , então decidi levar a Marce para casa .
- Aqui estamos mocinha ... Tchau amor até amanhã - me despeço dela e vou para casa do meu pai , que havia saído há poucos dias do hospital. Nos preocupamos bastante com ele ,mas depois vemos que ele estava se recuperando aos poucos o que nos deixará mais aliviados . E minha mãe .. Bem ela foi presa ! 
- Oi pai 
- Oi filho 
- Pai acho que eu nunca te fiz essa pergunta mais Pq pulou na frente da Marcelina ?
- Pois sei que ela é muito importante para vc ... Vc a ama e ela te ama eu sei disso , e se ela se fosse vc ficaria deprimido ... Meu amigo entrou em uma depressão fatal , quando a sua namorada morreu em um acidente de carro e eu não queria que isso acontecesse com vc 
- Hum .. Nesse caso obrigado pai ! - digo e o abraço .

Pov’s Paulo
....

continua...


Notas Finais


E ai gostaram ??!! Não se esqueçam de comentar e favoritar a história e por favor indiquem !!
Até o próximo amores 😊😊😍😍❤️👊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...