História A realidade não é esssa - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Jikook, Yaoi
Exibições 11
Palavras 2.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, aqui estamos com mais um cap
Espero que gostem
Boa leitura :D

Capítulo 5 - Ciuminho do Suga


Fanfic / Fanfiction A realidade não é esssa - Capítulo 5 - Ciuminho do Suga

Jimin P.O. V

 

Entrei em casa, Kook já tinha ido. Subi para meu quarto deitei na cama olhando para a parede, o que foi aquilo? Aquele beijo? Eu nem e o conheço direito, mas em mim está crescendo um sentimento estranho, amor? Eu realmente não sei o que se passa em minha mente, estranha e confusa. Aquele beijo esta mexendo comigo, de uma forma inesperada, mais do que eu penso.

Nós temos que ir para a casa do Hoseok as nove, ainda é 13h15min, tem muito tempo ainda. Como sou um garoto exemplar estudei, fiz meus deveres, e depois fui ao mercado. Deixei o Jihyun sozinho em casa afinal ele tem 14, já sabe se virar, fui para o mercado com uma lista enorme de coisas para comprar. Entrando no mercado me de deparo com o Suga, ele estava agachado analisando uns doces nas prateleiras, bom ele está lindo! Uma calça jeans rasgada no joelho, uma blusa vinho de mangas compridas e All Star.

–Meu deus só você para vir bonito ao mercado. – Eu disse em um tom provocante.

–Estamos falando de mim, eu fico bonito até mesmo para ir para o banheiro de minha casa. – Suga responde se levantando, indo em minha direção.

–Ei, não está próximo demais do novato?  – Suga me pergunta bem perto de meu ouvido, não sei o porquê mais ele estava indiferente quanto a mim e o novato em certo ponto.

–Estou? – perguntei a ele em um tom meio debochado.

–Sim está! Eu não estou gostando nada disso. – Ele respondeu se afastando de mim, ele estava sério, não parou de olhar nos meus olhos em nenhum momento.

–Nossa seu ciumento! –Eu disse dando um tapinha em seu ombro.

–Eu posso ser bem mais. – Ele disse devolvendo os tapinhas, ele ria, se virou e começou a andar para o caixa. – Já vou indo– Ele falou dando tchauzinho,  eu me despedi rindo, e fui concluir minhas compras.

Comida, materiais de limpeza, algumas coisas para higiene, tudo estava na cestinha, assim fui para o caixa. Enquanto a moça passava as comprar eu estava pensando, oq o Suga quis dizer com aquilo, ele pode ser mais ciumento? Que garoto possesivo, ele sabe, eu sempre vou amar ele. Comprei tudo, voltei para a casa.

Cheguei em casa,  coloquei as compras em seu devido lugar, fui para meu quarto. Peguei meu celular coloquei meus fones  de ouvido, fechei meus olhos e caí no sono.

Eu acordei as 19h24min desesperado fui me arrumar, não gosto de atrasos, então queria sair daqui as 20h00min para buscar Kook e ir. Levantei da cama e fui para o banheiro, deixei banheira enchendo enquanto me despia. Me despi por completo e entrei na banheira, mergulhei na água, fiquei assim por uns segundos,  estou realmente ansioso para saber o que acontecerá  hoje a noite. Terminei de me banhar, fui colocando uma calça de couro, uma regata branca, e um coturno e um bracelete de couro. Passei perfume e arrumei o cabelo para sair, ainda tinha que buscar o Kook.

–Jihyun, eu tô saindo!  – Eu gritei abrindo a porta, quando fui interrompido por Jihyun que vem correndo em minha direção. – Véi, tu vai de deixar sozinho? Seu viado. – Jihyun disse se afastando de mim fazendo um biquinho, ele estava muito manhoso esses dias, mais do que o normal.

–Não fique assim, amanhã fazemos algo junto. –Eu propus a ele  beijando sua testa, ele na  mesma hora parou  com a manha e sorriu, seu sorriso era de um garoto inocente, lindo por sinal.

–Esperarei ansioso, tchau hyung. – Ele falou, me colocando para fora de casa e dando tchauzinho. Eu saí, e fui em direção à casa do Kookie.

Kook, Kookie... Prefiro Kookie.  Eu andando  pela rua vou discutindo qual é melhor, estava quase chegando a casa de Kookie , quando vejo ele saindo do apartamento, não pude ver claramente mais ele estava com uma calça jeans bem colada no corpo, um moletom branco, uma correntinha com uma cruz dourada e tênis preto com pequenos detalhes  em branco. Me aproximando mais dele, “nossa como aquela calça colada estava me enlouquecendo” , pensamentos impuros invadiam minha cabeça. Chacoalhei a cabeça com o intuito de afastar esses pensamentos.

–Que isso Jimin? – Kook me pergunta. – Nada, só uns pensamentos bobos. – eu esclareci.

–Então ta né, cada louco com sua mania. – Kook diz rindo, logo eu também ri. – Eu já chamei o taxi. – Kook falou guardando o telefone que estava em suas mãos. Eu apenas assenti com a cabeça.

 

Jungkook P.O. V

Jimin parecia inquieto, mais nossa, como aquelas calças de couro chamavam atenção, sua bunda que não é pequena, da a impressão de ser maior do que já é. O taxi chegou rápido, entramos nele dizemos o endereço e assim fomos. Chegamos na casa de Hoseok, pagamos o taxi e depois tocamos a campainha.

Hoseok abre a porta, sorrindo.

–Entrem! –Ele diz abrindo passagem para podermos passar. Todos já estavam lá, sentados no sofá virados uns para os outros conversando.

–Oiin povo. –Eu disse sorrindo, me aproximando deles e sentando no chão, ao lado de Nam.

–Mano do céu, vocês tão bonito pra k7! – Nam nos elogia, por mais que estivéssemos com roupas simples, mais marcadas, destacando um pouco nossas coxas.

–Sim, gente pra que tudo isso? – Suga pergunta rindo e fitando Jimin que se senta ao seu lado.

–Não estamos usando nada de mais. – Jimin fala olhando para suas roupas. – Vocês querem assistir filme? Ou fazer outra coisa? –Hoseok pergunta se sentando no sofá, colocando comida no chão.

–Ué, bora brincar de verdade ou desafio? Já que é  para conhecermos o Kook melhor. – Tae pergunta com brilhos nos olhos. Todos confirmaram, eu quero brincar e ver no que vai dar.

Todos passam a se sentar no chão fazendo uma rodinha, Tae pega uma garrafa e coloca no meio da rodinha, ele a gira, a garrafa para em Suga e Jimin, Jimin perguntando e Suga respondendo.

– Verdade ou desafio? – Jimin perguntou para Suga, – Verdade–  Suga respondeu olhando Jimin. – Porque do ciúme? – Suga ouviu a pergunta e pensou. – Bem, você me larga assim do nada, começa a ficar com o Kook, que mal conhece, eu fiquei com ciúme poxa. – Suga respondeu, ele estava triste, parece que Jimin jogou sal na ferida.

–Desculpaaaaaa, não era essa a intenção. – Jimin fala olhando para o Suga, ele estava super fofo naquele momento, quem não perdoaria.

–A vei, com essa carinha fofa quem não perdoa? Seu imbecil.

Todo mundo estava só olhando, percebemos algo no Suga, ele parece ter segundas intenções com o meu Jimin, eu não aceito.

–Blz, roda aí Yoongi. – Jin mandou Suga rodar a garrafa que assim o fez.  A garrafa parou em mim e Tae, eu respondendo e Taehyung perguntando.

Bom, eu não posso arriscar muito então vou escolher desafio, que também é muito arriscado.

–Verdade ou desafio? – Tae me perguntou com um sorrisinho no rosto, como se tivesse tudo bolado na mente dele. – Desafio– eu respondi com um pouco de receio. – Okay... Beije o Jimin– Ele fala para mim, sorrindo maliciosamente.

Eu olho para Jimin, que confirma com a cabeça, deixando. Eu fui até ele engatinhando, porque eu não estava perto dele, Jin e Tae que estavam. Cheguei bem perto dele, e o beijei, pedi passagem com a língua que nem precisou de muito e foi concedida, era um beijo calmo, mais cheio de saudades e confusão. Creio que nem um dos dois realmente sabia  o que sentia. O ar fez falta, fazendo com que paremos nosso beijo, ficamos nos olhando intensamente por uns segundos, até que Jimin fala baixinho – Já é o nosso segundo– Só eu que pude ouvir. Me afastei dele e senti os olhares, Suga estava paralisado, parecia uma pedra, parecia que ia explodir de ciúme, quanto os outros, estavam rindo baixinho soltando risos safadinhos.

Prosseguindo com a brincadeira eu pego a garrafa e giro, a garrafa para em Hoseok e Nam. – Verdade ou desafio? –Nam pergunta a Hoseok, – Verdade– Hoseok responde, –Você e Tae tão namorando? – Nam foi sério ao perguntar, Hoseok olha para Tae que estava de seu lado, os dois soltam ou risinho que entrega tudo. – Sim estamos, íamos falar depois. – Hoseok responde, ele parecia feliz como se tivesse tirado um fardo de suas costas. – Parabéns meninos– Todos disseram felizes.

Para terminar a brincadeira Hoseok roda a garrafa, que caí em Jin e Suga. – Verdade ou desafio? – Suga pergunta a Jin com um semblante abalado, (acho que do beijo que dei em Jimin) –Desafio– Jin responde, – Para terminar com chave de ouro, beije o Nam, sei que ele esta esperando isso faz tempo. – Suga fala em um tom brincalhão. Jin se aproxima de Nam, o beijo começa calmo até que o Nam puxa Jin para seu colo, o beijo foi ficando cada vez mais quente. Um pouco depois o beijo acaba.

Todos nós estávamos felizes? Menos o Suga eu acho, eu realmente to achando que ele quer algo com Jimin, ele o olha a cada segundo e o fita a cada momento. Mais vou avisando que o Jimin é meu.

–A brincadeira acabou, agora vamos assistir filme de terror, yupp! – Tae disse se levantando e indo para o sofá, no mesmo instante Hoseok se levanta e começa a estourar pipoca e a trazer umas bebidas. Eu, Jimin e Suga ficamos no colchão que estava no chão, o resto estava no sofá.

Hoseok trouxe a pipoca e se deitou com Tae, Jin e Nam também estavam juntinhos, Jimin estava entre mim e Suga. O filme começou, a cada susto Suga se agarrava a Jimin, eu realmente não estava gostando do rumo daquilo, então me fingi assustado e grudei em Jimin. Tae e Nam estavam rindo, acho que era porque parecia que Suga e eu brigávamos pelo Jimin, mais eu não estava nem ai, só queria fica daquele jeito com ele para sempre. O filme acabou, no fim Suga estava dormindo no ombro de Jimin, eu estava puto, já tinha me levantado e era obrigado a ver Suga grudado nele.

 

Jimin P.O. V

 

Suga dormia no meu ombro estava parecendo um anjinho, muito fofo.

–Ei Suga acorda. – eu disse no ouvido dele mexendo em seus cabelos, ele aos poucos foi acordando. – Desculpa Jimin. – Ele disse se levantando rapidamente, seu rosto estava corado e inchado.

Jungkook tinha saído de perto de nós, parecia meio nervoso não sei o porque. – Hoseok já vamos para casa. – Disse Nam segurando a mão de Jin, o levando para a porta. – Certo bye, até amanhã. – Hoseok disse abrindo a porta.

Eu e Suga estávamos conversando até que Kook interrompe. – Vamos Jimin? –  ele me pergunta, – Blz vamos. Suga como sua casa é muito longe dorme na minha, acordamos mais cedo e vamos para sua casa e pagamos seu material. – Eu falo para eles. – Não quero ser incomodo deixe que  eu vou para minha casa já sou grandinho eu consigo. – Suga me responde, mais eu realmente quero  que ele v ala para minha casa. – Nem que eu precise te levar arrastado tu vai comigo, okay? – eu pergunto a ele. – Não que você precise de minha confirmação ne rsrsrs–  Ele responde, assim nos despedimos de Hope e Tae, chamamos um taxi e fomos.

Deixamos o Jungkook na casa dele e fomos para a minha, chegamos na minha casa, paguei o taxi e entramos.  A casa estava um silêncio, Jihyun já estava dormindo. – Não faça barulho, o Jihyun já esta dormindo–  Eu falei indo para meu quarto em silêncio, – Okay– Suga vai me seguindo, ele já veio inúmeras vezes aqui em casa então sabe, onde que fica tudo.

Entramos no meu quarto e eu comecei a tirar a roupa, para colocar meu pijama – Que saúde em Jimin– Suga disse rindo no mesmo momento que me fitava. – rsrsrsrs, toma aí, vai se trocar. – Eu dei umas roupas ao Suga que ali mesmo se trocou.

– Quer dormir onde? Tem o sofá, ou posso colocar um colchão aqui no chão. – perguntei ao Suga, ele já havia se trocado quando ele deita na minha cama. –Quero dormir aqui. – Ele me responde, olhando para mim, e batendo a mão na cama me chamando. Minha cama é de casal, então tem espaço para nós dois, logo fui e dentei com ele.

–Boa noite Jimin, sonhe comigo. – Suga diz se virando para me olhar.

–Boa noite Suga, sonharei contigo. – Eu disse olhando para ele, e apagando a luz no interruptor que ficava perto de mim.

Logo nós dois apagamos...

 

 


Notas Finais


Eu estava escutando Blood Sweat & Tears enquanto fazia a fic *-----*
Amanhã tem mais
bye até :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...