História A realidade não é esssa - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Jikook, Yaoi
Exibições 15
Palavras 1.044
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gentii desculpa pelos erros
Estero que gostem
Boa leitura :D

Capítulo 7 - Eu sou seu


Fanfic / Fanfiction A realidade não é esssa - Capítulo 7 - Eu sou seu

Jungkook P.O. V

Eu ainda estou bravo afinal Suga dormiu com Jimin, aquilo para mim é a morte, só eu que posso desfrutar de dormir com Jimin. A aula finalmente acabou guardei meu material e fui em direção a porta quando Jimin interrompe, –Vamos voltar juntos? – Jimin agarra meu braço e pergunta. – Ué não vai com o Suga? – eu perguntei em um tom um tanto grosseiro, eu nem o olha nos olhos por raiva. – Que foi isso? Quero ir contigo, Suga faz um caminho diferente. – Ele fala me lançando um olhar carente. – Tá vamos – Eu falei seco com ele, o mesmo foi pegar seu material e seguimos.

Encontramos todo mundo na saída e fomos, Suga foi com Hoseok e Tae, assim eu e Jimin sozinho. Fomos percorrendo o  caminho em silêncio até que Jimin inesperadamente para a minha frente me olhando diretamente, – Véi, que que eu fiz pra tu? – Ele me perguntou com uma expressão preocupada. – Nada – Eu desviei dele e segui em frente, –Não te conheço direito mais não parece que não foi nada, olha em meus olhos e fala que não foi nada. – Ele me vira para ele, parecia um pouco nervoso, – Já falei não foi nada, agora se importa de seguir em frente? – Eu digo me virando, sinceramente? Eu queria explodir e falar tudo, que o amo mais que tudo e que Suga não iria atrapalhar nada, pois Jimin é meu só meu. –Fala a verdade porra! –Ele estava parado lá atrás, quando ele diz gritando. – Quer verdade? Então toma ai, eu não quero te perder para o Suga, você é meu! Ele não tem que meter o nariz onde não é chamado – Eu falo me viro para traz e vou para perto dele, o olhando nos olhos até que uma lagrima escorre por meu rosto. – Ei, Suga e eu não temos nenhuma relação séria somos amigos, mais entre eu e você oque somos? –Jimin fala em um tom calmo enxugando as lágrimas que iam se acabando.

Eu não sei oque falar, oque pensar, como ia responder aquela pergunta? Oque eu quero com ele talvez não seja oque ele quer comigo. Seguimos em frente, mais dessa vez estávamos de mãos dadas, Jimin estava um pouco corado, por quê? Faço a mínima, mais estava adorando aquele calorzinho da mão dele, ele sempre foi quente de uma forma inexplicável (͡ ° ͜ʖ ͡ °)

Chegamos a casa de Jimin, ele solta a minha mão, – Pense na resposta da pergunta, eu te espero. – Jimin fala como se já soubesse a resposta para aquela pergunta. – Eu pensarei, prometo.­– Eu respondo o olhando. Despedimos-nos, ele abre a porta de sua casa, ele para antes de entrar e vem correndo em minha direção, chega bem perto de mim coloca suas mãos em meu rosto, – Sabe parece que eu me esqueci de algo. – ele fica me olhando mordendo os lábios. – Oqu... – Ele me interrompe me beijando, no começo foi tranquilo, ele pede passagem e eu concedo, aquele beijo foi se transformando em selvagem,  onde cada canto de minha boca fosse explorado por ele. O ar fez falta interrompendo aquele momento magnifico. – Encontrou oque esqueceu? – Eu disse brincando com ele, mordendo meus lábios eu quero mais, apenas isso não basta. – Sim eu encontrei. – Ele respondeu rindo, se afastando de mim e entrando na sua casa.

Bom eu segui por meu caminho, logo seguei em casa fui para o banheiro, estava olhando meu reflexo, eu toco em meus lábios e lembro dos toques de Jimin, aquele garoto que mexe intensamente comigo. Mais eu ainda estou seriamente indeciso quanto aquela pergunta, será que não estamos indo rápido demais? Eu o conheço, mais ele não me conhece, isso complica seriamente as coisas.

 

Jimin P.O. V

Entrei em casa fechei a porta, fui para a janela e vi Kook indo embora rindo maliciosamente enquanto passava as mãos nos lábios. Bem estou muito confuso, não sei se oque estamos fazendo é certo, e acho que estou indo rápido de mais, tenho que dar tempo a ele.

Já havia se passado 2 horas que houve aquele beijo, estava entediado Jihyun não estava em casa tinha prometido a ele ficarmos juntos hoje, mais bem ele não esta aqui não posso fazer nada. Decidi ir para a casa do Jeon vou sem o avisar mesmo foda-se, troquei de roupa, coloquei regata e uma calça rasgada e apertada. Passei no mercado para comprar uns salgadinhos e refrigerante, cheguei na frente do apartamento e estava quase amarelando, mais dessa vez não já amarelei muitas vezes e hoje não seria um dia desses. Entrei no apartamento e fui até onde ele morava, ( Sabia porque ele falou para a galera quando teve uma conversa lá) toquei a campainha e ele atende a porta.

– Oi? – Eu disse a ele mostrando as compras, ele estava apenas de cueca, quem atende a porta só de cueca? Bom não sei, mais que visão viu.

– Oi Jimin, oque esta fazendo aqui? – ele me pergunta corando, ainnn que fofu.

–Senti saudades, vamos fazer algo? – Eu falo olhando para as partes baixas dele (͡ ° ͜ʖ ͡ °)

–Ei oque você esta olhando? – Ele me olha rindo, ele abre a porta e deixa eu entrar. –Ué, quem esta apenas de cueca é você. – Eu disse envergonhado.

– Tá, vamos assistir um filme liga a teve ai que vou trocar de roupa, ele disse apontando pra televisão e saindo para outro cômodo.

A casa dele é bem bonita, fiquei impressionado pela limpeza de lugar. Kook chega apenas de calça, eu estava sentado no sofá mexendo na televisão.

– Qual filme? –Eu pergunto a ele, que vem com copos de refrigerante e salgadinhos.

–Não sei, oque achar melhor. – Ele se sentou no sofá ao meu lado, deixando as coisas em cima de uma mesinha que fica em frente ao sofá. Coloquei um filme de terror, pra mim filmes de terror são os melhores.

– Nossa como tu é mal Jimin, sabe que eu tenho medo poxa. – Kook diz olhando para mim com um biquinho.

– Não se preocupe nada vai puxar se pé de noite, e se puxar será eu. – Eu respondo passando a mão em seu cabelo, rindo maliciosamente criando fantasias em minha cabeça.

– Beleza, vamos assistir. – Kook fala encostando sua cabeça em meu ombro.

Eu acho que vou adorar esse filme...


Notas Finais


Espero que tenham gostado
*acho* que amanha vou fazer mais
ent bye ate a próxima *---*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...