História A Rebelde Apaixonada - Capítulo 75


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Doce, Amor Doce Castiel, Castiel, Ruivo
Exibições 349
Palavras 2.605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boom dia!!!

Capítulo 75 - Mar.


Fanfic / Fanfiction A Rebelde Apaixonada - Capítulo 75 - Mar.

- Castiel deixa eu levantar!! - tentei me mover mais foi em vão

- Nauuuum! Você disse que iria dormir comigo hoje ate mais tarde! - me apertou.

- Mais já são 10 horas! - o encarei, sei que ele tá se fazendo de inocente, mais ele tá tentando me manipular com essa cara fofa.

- Mesmo assim.. - essa voz manhosa não me engana - Fica comigo, Love, fica. - começou a dar vários selinhos seguidos em minha boca.

- Aiii, chato! - me dei por vencida cruzando os braços, fazendo bico. Ele riu segurando meu queixo fazendo meu bico ficar maior.

- Eu já disse que quando você faz essa delícia de bico, você ficar sexy pra caralho? - deu vários beijos e mordidas no meu lábio inferior. A minha expressão de raiva foi substituída por um sorriso. - Agora vamos dormir. - ele se levantou passando por mim apenas de box *-*, se duvidar ele tem mais bunda que eu. Fechou as janelas deixando o quarto escuro e se deitou novamente ao meu lado. - Bom dia. - falou mais em forma de sussurro me puxando pra perto de seu peito colocando suas mãos em minha cintura, a abraçando.

- Bom dia. - falei no mesmo tom.

Fechei os olhos suspirando, mais logo os abri quando sentir suas mãos que estavam na minha cintura deslizarem pra minha bunda.

Bufei tirando suas mãos de lá ouvindo sua risada abafada, logo sentir suas - funcking - mãos novamente no mesmo local.

Desça vez eu não as tirei, simplesmente levei minhas mãos a bunda dele também. Nada mais que justo, não é?

Sentir seu corpo tremer, sorri abertamente mesmo sabendo que ele não veria meu sorriso naquele escuro.

Apertei mais sua bunda prendendo a risada, mais ele como vingança, apertou fortemente uma de minhas nádegas.

Ficamos nisso até nois dois dormir.

(...)

Mesmo sabendo que o quarto tava escuro, eu pisquei várias vezes antes de abrir os olhos.

Mano que calor, meu corpo tá todo suado. Rapidamente me desembrulhei daquela coberta fina, porém quente.

Me virei tentando me soltar dos braços do Ruivo. Aff... La vamos nois de novo.

- Castiel, acorda. - falei o sacudindo. Ele resmungou me puxando e afundando sua cabeça no meu colo. - Castiel eu quero levantar desgraça. - ah esse ponto eu já estava brava.

Me transformando no super Saiyajin, eu conseguir me soltar. Ta parei.

Me levantei indo até a janela abrindo uma brecha vendo o sol fresco, suponho que seja umas quatro da tarde ou sei lá.

Vi o celular do Castiel em cima da cômoda... Hehe

Conferi se o bela adormecida dormia e fui até seu celular pegando o mesmo e sentando em um poltrona afastada da cama que tinha lá.

Liguei, puta merda! E a senha? Xô vê... Castiel nem na puta que pariu daria uma de gay e colocaria a senha de quando começamos a namorar, ou quando nos vimos... Então... A data do show que nos fizemos? A há! Na mosca!

Assim que desbloqueou, vi uma foto de nois dois fazendo caretas diferentes, na verdade não era pra sair assim. Íamos tirar uma foto normal, ele com sua sobrancelha levantada e o sorriso safado de sempre e eu sorrindo com a língua entre os dentes. Mais acabou que nos zuamos muito e tiramos essa foto de careta mesmo, e não é que ficou boa?

Não que eu não confie no Ruivo, mais sei lá, quero mexer em algo diferente e como nunca mexi no celular dele. Vamos lá, experiência nova. Será que tem nuds dele?

Mano quem é essa puta arrombada que tá nos contatos dele?!... Porra é o Lysandre... Foi mal Lys. </3

Fui diretamente no meu contado vendo como o nome de "Minha Ruiva Marrenta" oon que fofo. Mais vamos mudar isso. Substituir para "Delícia de Linda" Haha se eu conheço bem o Castiel capaz dele não mudar o nome.

Entediada por mexer no celular do Collins, eu o deixei no mesmo lugar que tava.

Fui me arrastando preguiçosamente até o banheiro, entrei apenas fechando a porta sem tranca-la.

Me despi ligando o chuveiro e colocando na temperatura gelada.

Não aguentei e comecei a cantar, lindamente, claro.

- Tchau preguiça, Tchau sujeira. Adeus o cheirinho de suoor!! - vai dizer que nunca assistiu castelo rá Tim bum?

Parei de cantar assim que vi o Castiel entra no chuveiro com um sorriso debochado no rosto.

- Você é muito infantil. - ele tirava sua única roupa, a box.

- E você é muito folgado. - falei vendo ele entrar no chuveiro também. - Quem deixou você se juntar a mim no banho?

- Eu. - ele me prendeu na parede com um sorriso malicioso.

- Pela primeira vez na vida, deixa eu tomar um banho sem você ficar me agarrando. - falei encarando aqueles olhos cinzentos.

- Pela primeira vez na vida, não reclame deu agarra você no banho? - beijou meu pescoço.

- Castiel eu quero tomar banho! - eu o empurrei fazendo ele ri.

- Nossa como você consegue tomar banho com essa água gelada? - ele mudou a temperatura pra morna. Quem ele pensa que é?

- Eu quero gelada! - mudei pra gelada.

- E eu quero morna! - ele mudou novamente.

- Meu filho se tá incomodado, sai ué. Quem tava tomando banho primeiro era eu. - mudei pra gelada.

- Mais so q - ele parou de falar e pareceu pensar. - Quer saber? Foda-se. - se aproximou agarrando minha cintura e levando seus labios até meu ouvido. - Com você aqui eu consigo deixar o banho quente..

- Ah é? - sorri maliciosa virando ele colocando na parede. - Parece interessante.. - sentir seu corpo arrepiar, Haha deve ser por causa da parede gelada, ele realmente é bem friento.

Sorrindo malicioso, ele morreu os labios e logo selou com os meus em um beijo quente apesar da água fria que caia sobre noiis.

Eu adoro passar arranhando minhas unhas no seu abdômen deixando sua pele arrepiada. Eu já sentia sua ereção bater na minha coxa.

Antes de suas mãos agarrarem minha cintura, eu afastei do beijo rapidamente deixando ele confuso.

- Desculpa, amore. Mais eu já acabei o banho. - sai correndo dali sem toalha mesmo e molhada - nos dois sentidos - indo até o quarto.

Ouvi mil e um palavrões do Ruivo, fechei a porta do banheiro tranco em seguida.

Eu ria loucamente, maldade da minha parte. ;)

- VAI TER VOLTA! - foi o que eu ouvi após parar de rir. Fiquei com medo dessa volta aí...

Encostei meu ouvido na porta pra ver se ele resmungava mais alguma coisa, mais a única coisa que eu ouvia era... Gemidos? Eu corei como nunca. Ele tava se.... Vou deixar a frase no ar.

Peguei uma toalha qualquer e comecei a me secar. Fiz uma grande molhadeira aqui.

Depois de seca, me enrolei na toalha indo até as malas, que por sinal eu não tinha arrumado  as roupas no armário.

Vesti um short comum, mais nenhuma das minhas  blusas me agradou.

Fui na mala do Castiel, achei uma camiseta xadrez vermelha e preto. Perfeita.

Vesti por cima de uma regata branca minha, a camiseta do Ruivo ia até a metade da coxa, e como sempre, tapando o short.

Arrumei meu cabelo deixando ele molhado mesmo, novamente peguei uma das coisas do Castiel. Dessa vez era um perfume bem forte, ele vai me matar por usar esse perfume Hehe.

Fiquei descalço mesmo, acho que é costume.

- Vai me deixar preso aqui mesmo? - Verdade! Esqueci que tinha trancado ele no banheiro.

Fui rindo ate la abrindo a porta e vendo um Ruivo com cara de poucos amigos.

- O banho foi gostoso? - sorri inocente.

- Claro, foi uma delícia! - ele ironizou passando por mim de toalha, mais assim que passou por mim, parou, e veio devagar. Se aproximou do meu pescoço cheirando profundamente. - EI! Esse perfume é meu!! - ele falou alto.

- É Nosso! - corrigir.

- Não somos casados pra dividir tudo!

- Desconsideramos essa parte. - dei de ombros rindo da raiva dele.

- Vou começar usar suas calcinhas pra você ver como é bom ficar usando as coisas dos outros. - foi ate sua mala.

- Uí. - sorri maliciosa - Você ia ficar uma delícia com minhas minhas calcinhas. Principalmente a de renda cor azul bebê.

Ele me olhou com cara de tacho e eu ri. - Delícia vai ser minha vingança contra você, isso sim. - ele sorriu malicioso.

- Ah é? - sorri do mesmo jeito. - Acho que vou gostar disso.

- Pois eu acho que não, eu irei marca bem Você. - meu sorriso morreu e ele riu.

- Eu quero usar biquíni nessas férias, sabe? - falei sorrindo falso.

- Desconsideramos essa parte. - ele começou a se vestir.

Eu fechei a cara, pra quem não entendeu, ele disse que eu irei ficar marcada, ou seja, ele dará chupões, mordidas ou sei lá. Só que, eu quero ir na praia, mais não com meu corpo marcado! :©

Depois dele se arrumar, descemos as escadas ouvindo o silêncio. Ué, Cadê os outros? Ah óbvio que já tomaram café. Tá bem tarde.

- Eu preparo as torradas, você prepara o suco? - Castiel perguntou indo até armário cor bege.

- Você prepara tudo enquanto eu fico só olhando? - dei outra sugestão com meu sorriso inocente.

- Prefiro a minha opção. - ele sorriu debochado.

- Aff.. Ok. - contra minha vontade ajudei ele a preparar nosso bendito café.

Após o café, que foi cheio de piadas, começamos a arrumar tudo.

Eu levantei indo lavar a louça.

Enquanto eu lavava, ele secava as que eu tinha lavado.

Mais fizemos mais bagunça do que arrumação, por causa do Castiel fazer palhaçada fingindo que o pano de prato era uma guitarra e eu entrei na brincadeira fingindo que a esponja era um microfone.

Por isso, além da louça, tivemos o chão pra limpar. Sim, é triste.

(...)

- Nossa já são 6 da tarde e os outros ainda não deram sinal de vida. - comentei sentando ao lado do Castiel com um pote de sorvete.

- Lysandre me mandou uma mensagem. - ele pegou a colher colocando sorvete na sua boca. - Ele disse que foi passar um tempo sozinho com a Rosalya. - agora ele colocava sorvete na minha boca. - Sua tia está no outro chalé, e os outros dois, devem estar comendo o primeiro que passou na rua. - deu de ombros. Eu ri, com certeza ele falou da Alicy e do Pedro.

- Saquei. - terminei de engolir o sorvete. - Vamos no mar?

- No mar? Agora? São 6 e pouco, até nois chegar lá ja vai estar de noite.

- Meu filho o mar é logo ali, você que é desligado e não viu. -_-'

- Sério? - se levantou - Então vamos.

- Vamoos! \0/

Fomos ao quarto se trocar, peguei o biquíni e fui pro banheiro enquanto Castiel botava uma bermuda.

Como o mar era aqui do lado, eu não coloquei short ou qualquer outra coisa. So o biquíni mesmo.

Fiz um coque desarrumado, peguei meus óculos e sai do banheiro encontrando Castiel sentado na cama possivelmente me esperando.

- Não vai por uma roupa por cima? - ele levantou uma sobrancelha.

- Esqueceu que o mar é logo ali?

- Esqueceu que o Marcelo tá aqui? - ele se aproximou.

- Ok, então... Dá essa camisa que você está levanto no ombro pra mim. - falei  apontando pra camisa branca que tava no ombro dele.

- Toma. - eu coloquei a camisa.

Coloquei meus óculos, ele pôs um de seus braços por cima do meu ombro e assim fomos a praia.

Não demorou nada pra chegar, como eu tinha dito : O mar, é logo ali.

Não tinha muitas pessoas, até por que já são umas 7 e pouco, mais o sol ainda não se foi completamente.

Sentamos na areia conversando.

- Vem cá, deixa eu passar protetor em você. - ele me puxou pra sentar na frente dele, no meio de suas pernas. Assim fiz.

Ele começou passando pelos ombros e foi descendo pela laterias dos braços.

Suas mãos eram calmas, aí, como eu amo seu toque em mim, nem que seja só pra passar um protetor.

Ele desceu suas mãos ao meu colo, e passou nos seios de leve. só QUE, ele não tava querendo sair daquela área. E tinha gente olhando.

- Castiel... Tira a mão daí! - falei olhando suas mãos dentro do biquíni, nos seios.

- Mais eu ainda não passei direito aqui... - falou no meu ouvido dando um leve arrepio.

- Tem pessoas olhando.

-  Mais eu acho que aqui já tá bom, até por que eu quero ver você com marquinha de biquíni. - falou, eu virei meu rosto pra encara-lo, e como suspeitei ele estava com um sorriso malicioso no rosto. - Mais agora... Vamos pro mar!

Ele nem deixou eu protestar, me pegou no colo correndo até o mar.

- EEEEI! EU SEI IR SOZINHA! - gritei me debatendo.

Ele somente ria, isso tava chamando atenção de mais geeente!

Parei de gritar quando sentir a água gelada no meu corpo, e o gosto do sal na minha boca. Claro, a burra aqui esqueceu de fechar a boca.

  Eu voltei pra superfície, a água ia até meus ombros. Ou seja, só minha cabecinha tava de fora.

Eu já estava pronta pra xingar o senhor Castiel de tudo que era coisa mais o fato era, eu não achava ele.

- Castiel...? Castiel! - comecei a olha ao redor, man, ele deu uma de Nathaniel e evaporou?

Só sentir ser agarrada por trás, menina, corre que é estupro!

Comecei a me debater

- Calma, Love! - Love? Eu me virei dando de cara com o Ruivo sorrindo de lado.

- Seu desgraçado! Que susto! - coloquei a mão no peito fazendo drama e ele riu.

- Deixa de drama. - ele me puxou contra ele, como a água batia no seu peitoral, eu me apoiei fazendo ele abaixar e eu subir mais. Com a ajuda da água, coloquei minhas pernas ao redor de sua cintura.

- Nossa como a vista daqui de cima é bonita. - falei debochada, ele riu segurando firme minhas coxas e voltando ao normal.

Ficamos um bom tempo la na praia, até de noite. Acho que quando fomos embora éramos os últimos dali.

Novamente vesti a camisa do Castiel, não pelo ciúme dele, e sim pelo fato de já está fazendo mais frio.

Fomos andando de mão dadas até o sítio, assim que chegamos fomos direto pro chalé encontrando Alicy e Pedro jogando videogame e Rosa e Lys na cozinha, fazendo o jantar provavelmente.

- Oie. - falei chamando a atenção dos dois que estavam jogando.

- Oi gata. - falou Alicy.

- Oi Linda. - Pedro disse, Castiel o matou com os olhos, mais fazer o que né? Ele me chama assim muito antes deu namorar o Castiel.

  Eu ia perguntar como foi o dia deles, mais vi chupões e mordidas no pescoços dos mesmo, então não perguntei. Dei uma risadinha baixa indo até a cozinha junto com o Castiel.

- Ué, achei que no gostasse de cozinhar também Rosa. - estranhei, achei que o Lys tava fazendo a comida.

- Não gosta de cozinhar é uma coisa, agora ser obrigada por sua tia é outra. - resmungou.

Eu ri. Subi as escadas deixando Castiel e os outros lá e fui tomar um banho.


Notas Finais


Oee, tudo bom?

Biquíni

https://goo.gl/images/W4Vh1r


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...