História A rebelde e o galinha - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Nalu, Ships
Exibições 96
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Festa, Hentai, Luta, Musical (Songfic)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


2 CAPITULO PORRA!!!!

Capítulo 2 - Conhecendo um trouxa


Povs Lucy on
Saio de casa com minhas duas malas,celular e o fone de ouvido coloquei minha musica Angel of Darkness(Anjo da escuridão)pego um taxi e vou pra la com minhas mala e minha guitarra fico admirando o internato:
-Bom cheguei no inferno e agora vo ter que conversa com o velho pra saber as coisa e trocar de roupa e tocar a guitarra
Chego na sala do diretor bato na porta ele manda ele entrar eu entro eu não sabia se era o diretor ou um anão:
-Voce deve ser Lucy
-Sim e voce o Makarov-não vou falar besteira ne
-Lucy a chave do seu quarto(que era quarto 12)-do seu armario-(era o 40)-e sua sala e 1-b
-Obr diretor
-Voce tem que escolher um clube
-Quais clubes tem???
-O de basquete,poesia e musica qual voce escolhe
-O de musica diretor 
-Ok depois eu falo com a presidente que ela fala com voce pode se retirar
Saio da sala dele e vou pro meu quarto graças a deus eu não ia dividir com niguem e sem querer me esbarro com alguem:
-Olha por onde anda garota-diz uma garota de cabelos brancos curtos e olhos azuis
-Desculpa-Pq eu falei isso
-Desculpa nada sua puta-Aquilo mexeu comigo
-Olha aqui eu ja te pedi desculpas sua vaca-eu juro que ouvir um Turn Down for What mas nem liguei-Olha aqui vaca porque voce não vai pra india.
-Pra que pra esconder o meu lindo rosto de tras de um vel-dei um sorrisinho
-Não porque la e vaca e sagrada-e olho pra tras-e de bonita voce tem de nada -ate que ela fala
-Nat-kun
-Oi Lis-um menino de cabelos rosas aquilo tava muito engraçado e fui embora pro meu quarto me arrumar.

Povs Lucy off

Povs Natsu on
Acordo tarde pra ir pro internato da escola eu estava com preguilça mais sou obrigado não quero deixar as gatinhas me esperando me levanto e faço tudo aqui quando eu terino tudo eu pego minhas malas que eram 3 o meu celular e meu headphone da bluetooth e saio com Erza nosso motorista esperando eu ja sabia onde era meu quarto,meu armario e sala então fui direto pro quarto e me deparo com Lis brigando com uma menina muito bonita seus cabelos eram loiros iam ate a cintura,um corpo bem definido e olhos cor castanhos bem caramelados e pra notar ela tocar guitarra a gostei dela ela vai ser meu alvo ate que a Lis me percebe e diz me abraçando:
-Nat-kun
Oi Lis-vejo a menina indo embora e eu fui pro meu quarto e dar uma volta pelo internato pra conhecer o internato e as gatinhas novas ne.

Povs Natsu off

Povs Lucy on
Chego no quarto boto minhas malas na cama e guardo minhas roupas no guadar-roupas e pego uma roupa basica pra vestir uma blusa preta escrito em vermelho "Let It Die", pego um short que ia ate a coxa azul claro e um casaco preto e pego minha guitarra e saio com a guitarra nas costas indo ao fundo da escola tocar la pra niguem me ver cantando e tocando e vou chego la sento perto de uma sakura e começo a tocar e cantar a musica On My Own:

Musica:


Tem que haver outra maneira de sair
Eu fui preso em uma gaiola com minha dúvida
Eu tentei sempre sair por conta própria
Mas toda vez que eu faço isso do meu jeito
Eu sou pego nas mentiras do inimigo
Eu coloco meus problemas para baixo
Eu estou pronto para você agora
Me leve para fora
Vem e me busque no escuro agora
Todos os dias sozinho estou me destruindo
Eu não quero mais lutar sozinho
Me leve para fora
Da prisão do meu próprio orgulho
Meu Deus,
Eu preciso de uma esperança, não posso negar
No final, eu estou percebendo: Eu nunca fui destinado a lutar por minha conta
Cada coisinha que eu sei é tudo que eu preciso deixar pra lá
Você é muito maior que o mundo que eu fiz
Então eu rendo a minha alma
Eu estou buscando por sua esperança
Eu coloco as minhas armas para baixo
Eu estou pronto para você agora
Me leve para fora
Vem e me busque no escuro agora
Todos os dias sozinho estou me destruindo
Eu não quero mais lutar sozinho
Me leve para fora
Da prisão do meu próprio orgulho
Meu Deus,
Eu preciso de uma esperança, não posso negar
No final, eu estou percebendo: Eu nunca fui destinado a lutar por minha conta
Eu não quero ser incompleto
Eu me lembro o que você disse para mim
Eu não tenho que lutar sozinho
Me leve para fora
Vem e me busque no escuro agora
Todos os dias sozinho estou me destruindo
Eu não quero mais lutar sozinho
Me leve para fora
Da prisão do meu próprio orgulho
Meu Deus,
Eu preciso de uma esperança, não posso negar
No final, eu estou percebendo: Eu nunca fui destinado a lutar por minha conta!

Quando termino percebo alguem aplaudindo era o menino de cabelos rosas denovo e digo:
-Oque voce quer seu viado
-Apenas admirar essa melodia sua-Que menino estranho-Meu nome e Natsu e o seu?
-Lucy cara não vou com sua cara voce me lembra alguem-Olho de perto e me lembro-A voce e o filho do Igneel ou seja voce e rico olha vo logo dizendo odeio patricinhos ta me ouvindo
-Sim voce cantar bem e so pra sabe voce so tocar guitarra??
-Não tambem toco bateria soque ta em casa e so pude trazer a guitarra-suspiro
-Me da seu numero??
-Pra que pra te botar no meu wats e no grupo dos seus amigos
-Cara voce e trouxa descobre sozinho tchau trouxa-ele ficou prado por 5 segundos e foi embora tambem chego no quarto coloco a guitarra em algum canto deito na cama e dormo na hora.

Continua......


Notas Finais


NOSSA ELA CONHECEU O GALINHA E A LISVACA E AGORA???

descubra no proximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...