História A rebelde e o Popular - Capítulo 19


Escrita por: ~

Exibições 27
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Parte 4 do especial, e gente, o Daniel vai pedir a Samanta em namoro, não acredito!

Capítulo 19 - Samanta e Daniel(especial)-parte 4- o pedido de namoro.


Camila om

Bom, eu já estava de Camila, agora eu estou gravando uma briga com o Daniel, que está vestido de Eric, o cenário da escola.

-Aí, para Eric, você é muito irritante.-eu disse fingido uma cara de ódio, mas eu estava com uma vontade de rir.

-Mas, me da um beijo Mila.-falou me pegando pela cintura.

-Não Eric, sai daqui.-falei tentando empurrar ele, mas o mesmo me abraçou mais forte e me beijou com língua, e cedi, mas quando acabou, dei um tapa bem forte nele, que deixou também arranhado.

-Descanso de 10 minutos-o diretor falou, e o Dani foi pegar gelo, para colocar no lugar do tapa, nossa fiquei com dó, mas fiquei surpresa, sabia que tinha que dar um beijo, mas não esperava com a língua.

-Desculpa Daniel, mas eu realmente não esperava com língua-eu disse pegando a sacola de gelo que continha dentro, e coloquei no rosto do meu amor, espera eu quis dizer, meu BFF, e o mesmo me puxou para seu colo, e pegou na minha mão, que estava segurando a sacola de gelo, e a beijou, e depois ficamos olhando um para o rosto do outro, até que fomos no aproximando, e quando percebi estava-mo nos beijando, ele com as mão na minha cintura, eu coloquei a sacola na mesinha que estava perto da gente, e rodei o pescoço dele com meu braços, e o beijo se esquentou, esse é o melhor beijo que já recebi, a gente se separou mas ficamos na mesma posição, com a respiração acelerada, até que ele susurra no me ouvido:

-Que tal se a gente, ir no seu camarim?-perguntou com um sorriso de lado, aí eu me derreto toda.

-Bom ideia!-exclamei respondendo.

Então fomos ao meu camarim, abrir a porta com calma, e não tinha ninguém ainda bem, entramos e ele trancou a porta, e me empurrou para o sofá que tinha no camarim, ficando por cima de mim. A gente tirou os sapatos, o dele é um tênis e o meu é uma sapatilha toda rosa e branco, ele começou a beija meu pescoço e tirar a blusa branca minha, mas eu consegui inverti as posições e fale:

-Agora, sou eu que estou no comando.-falei com os olhos semi-serrados.

-Não, sou eu.-falou ficando por cima de mim, e me beijou-me na boca.

Quebra de tempo

Eu já estava de lingerie, que era cor esmeralda, e ele ainda de calça. Ele estava beijando o colo do meus seios, e tentando abrir o sutiã, mas não conseguiu, ele parou de beijar o colo, e perguntou:

-Como abri esse sutiã, gata?-perguntou nervoso, sorri quando me chamou de gata.

Abri o sutiã para ele, que se surprendeu com os meus seios enormes e fartos. Ele atacou os meus seios, os beijando, beliscando com os dentes, os mordendo, e lambendo-os, e eu a única coisa que fiz foi gemer, a gente estava loucos de desejo, volúpia, tensão. Mas, quando estava-mo a preste a tirar a única coisa que nos restava, o meu celular tocou e eu atendi, e o Daniel não para de mim beijar.

Ligação om

Ricardo: Princesa, você pode vir nos buscar, aqui no aeroporto?

Samanta: Clar...ah....oh....calro papa....oh.....papai, já.....ah.....estou a cami-nho.....ah....oh, tchau.

Ricardo(cara confusa): Tchau minha flor.

Ligação encerrada

Empurrei o Daniel, e me levantei do jeito que estou, e ele perguntou:

-A onde vai?-perguntou com cara de confuso.

-Buscar papai e mamãe no aeroporto do Blookly.-respondi a pergunta dele, me arrumando, colocando a roupa que vim pra cá.-Vem comigo?-perguntei, com cara de boneca.

-Aí, vira essa cara pra lá! Está bem.

Quebra de tempo(5 semanas depois)

Não sei porque, mas hoje alguma coisa me diz que vai acontecer alguma coisa especial.

Quebra de tempo (a tarde)

Eu estava me arrumando até que ouvia campainha tocar, fui abrir a porta e vi ele prado.

-Vamos?-perguntou me estendendo o braço, que acetei e respondi.

-Vamos.

Fomos ao parque, e caminhas até chegar a ponte, ele se a joelhou, retirou uma caixinha do bolço e começou a falar:

-Samanta quando eu te conheci, ou melhor, quando a gente se conheceu desde dos 4 anos, eu tinha certeza de que era só amizade, mas hoje, agora, nesse momento eu poço afirmar de que eu sinto por você é amor, Samanta eu acho você linda, fofa, incrível, talentosa, inteligente, especial, popular, e quando te vejo lá:tirando fotos ou gravando, ou dando entrevista e autografando-eu já estava chorando, e ele vendo isso continuou-Samanta, eu não quero ser só seu BFF, eu quero ser seu namorado, quero estar a seu lado nas horas boas e triste, alegrias e sofrimentos, felicidade e paz, ruins e calmas, quando você estiver doente e curada, quero estar por que der e vier, então Samanta, você aceita ser minha namorada oficial?-perguntou abrindo a caixinha de veludo preta, e mostrando 2 par de alianças.

-Claro que sim, meu amor-então ele colocou a liança no meu dedo anelar esquerdo e beijou a liança, ele se levantou e coloquei a liança nele, e nos beija-mo-E eu digo a mesma coisa que você, te amo meu amor.

-Também te amo, minha flor-falou me dando mais um beijo, mas esse era especial, ele rodeou minha cintura e eu o pescoço dele, ficamos nos beijando, até chegou um monte de fãs pedindo autógrafos, e perguntando se a gente está namorando e pedindo pra gente se beijar.

Quebra de tempo

Agora,  eu estava sentada na fonte, e o Daniel passeando por aí, até que sinto um par de mãos na minha cintura, não me assustei porque eu já sabia de quem era as mãos.

-Onde você estava?-perguntei olhando a água cristalizadas da fonte.

-Pegando uma rosa, para outra rosa.-respondeu me entregando uma.....lírio.

-Uma lírio me amor?-perguntei com cara de criança birrenta.

-Calma flor, olha porque você não me seguem, em?-perguntou com cara de mistério.

-O que você, aprontou Daniel Tomas Garcia?-perguntei séria.

-Só me segue.-respondeu.

Então, eu o segui, porque estava curiosa, pra saber o que era. Quando chegamos fiquei maravilhada com o que vi.

-Obrigada meu príncipe.-agradeci o enchendo de beijos.

-De nada minha princesa, você merece isso e muito mais.-disse me dando um beijo que foi bem no por do sol, e foi maravilhoso, por minha parte, gente eu amo esse homem, que Deus colocou na minha vida desde dos 4 anos de idade.

 


Notas Finais


Pes.so.al. Eu não acredito nisso, eles etão namorando, o meu ship se tornou real, que emoção.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...