História A Red Line Never Rips - Stydia (Hiatus) - Capítulo 13


Escrita por: ~ e ~annalu_22

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Sciles, Stydia, Teen Wolf
Exibições 212
Palavras 1.343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii, voltei com mais uma história bem picante🌚! Tomara que gostem...

Capítulo 13 - As hot as fire


POV Malia

- Oi Scott - eu disse envergonhada -

- Oi Malia, entra aí.

Eu adentrei a casa de Scott e percebi que ela era bonita, grande, espaçosa e arrumada. Eu trocaria minha casa para viver aqui.

Scott fecha a porta e vai em direção a cozinha. Enquanto fazia o trajeto, me falou para sentar no sofá, então fui sentando.

- Bom Scott… er.... onde estão seus pais?

- Minha mãe está em plantão, trabalha no Beacon Memorial. E meu pai nos abandonou quando eu tinha 4 anos.

- Nossa, me desculpa, sério. Eu não sabia.

- Imagina, não fico triste, fico apenas curioso para saber o motivo pelo qual o canalha abandonou a esposa e o filho.

- Vamos subir? - Scott perguntou -

- Ah, claro.

Subimos as escadas e entrei no quarto de Scott. Era um quarto espaçoso e bonito. Levemente decorado, o que trazia ao ambiente um ar totalmente confortável. Ao entrarmos no quarto, Scott pede para eu me sentar na cama e fecha a porta, só que ele também….. tranca a porta.

- Você vai trancar a porta? - perguntei nervosa -

- Sim, eu geralmente tranco a porta quando entro no quarto. Se você quiser eu posso abr…

- Não, não precisa. Pode deixar assim.

- Ok, cadê seu material?

Olhei para os dois lados e percebi que havia deixado meu material no carro.

- Droga, deixei meu material no carro. Vou lá pegar.

- Imagina, não precisa. Está frio lá fora, e além do mais, nós podemos fazer com o meu.

- Então ok.

Scott pegou seu material sentou ao meu lado na cama e começou a me explicar a matéria.

- Bom, a gente já viu o que você tem mais dificuldade. Agora vamos só dar uma revisada geral.

- Claro, mas antes eu podia ir ao banheiro?

- Sim, é a porta ao lado do guarda-roupa.

- Ok.

Eu fui até o banheiro e não fiz nada, nada. Fiquei só me olhando em frente ao espelho pensando que poderia acontecer. Scott já havia chegado perto de mim muitas e muitas vezes. Claro que ele tentaria algo. Resolvi sair logo de lá, mas ao sentar novamente na cama Scott me falou algo.

- Você esqueceu de dar a descarga

- Ah é verdade. É porque eu não fui fazer nada lá, só lavar o rosto - disse envergonhada -

- Lavar o rosto? - Scott disse chegando mais perto -

- Sim, lavar o rosto - eu disse amolecendo -

- Só isso? - Scott chegou perto do meu ouvido e lambeu o lóbulo da minha orelha, o mordendo logo em seguida -

- Sim, só isso - disse deixando escapar um gemido baixo -

- Entendi - disse ele se abaixando em direção ao meu pescoço -

- Scott, precisamos estudar - disse com o olho já fechado, tentando me controlar -

- Precisamos mesmo? - ele disse chupando meu pescoço -

- Precisamos

- Podemos estudar de outra forma - ele disse enquanto continuava chupando meu pescoço -

- Qual forma?  - fui tentada a perguntar -

- Essa aqui - Scott fala e joga todos os livros no chão e vem pra cima de mim e me beija intensamente.
    Quando ele me beija, me sinto quente e aconchegante em seus lábios e logo entro no clima. Retribuo o beijo sorrindo e entrelaço meus pés em sua cintura, tirando sua camisa logo após.

POV Scott

    Finalmente eu estava fazendo o que queria, finalmente eu ia ver aquele belo corpo nu em minha frente.
    Ela entrelaça seus pés em minha cintura e começo a distribuir chupões em seu tórax. Tiro sua blusa rapidamente e depois seu sutiã e começo a chupar seu seio macio e massagear o outro. Ela solta alguns gemidos o que faz meu membro ficar ereto, e eu amo esse efeito não posso negar.
    Enquanto chupo seus seios vou tirando seu short lentamente e começo a dar beijinhos em sua barriga.
     Ela fica toda arrepiada e puxa meu cabelo. Começo a descer mais meus lábios até chegar em sua intimidade e começo a chupá-la.
      Ela começa a gemer e entrelaço nossas mãos, deixando-as mais quentes, na verdade tudo estava quente e bom. Lambo sua intimidade em círculos e enfio um dedo na intimidade para ela ir se acostumando. Depois enfio dois dedos e ela se contorce mas demonstra prazer o que me excita e me faz pular para enfiar 4 dedos. Começo a rodar meus dedos a fazendo gemer meio alto e então tiro meus dedos dali e a beijo explorando sua boca e mordo o canto de seu lábio.
    Distribuo chupões por seu ombro e pescoço e vou tocando seu corpo ate chegar em sua bunda e a aperto.
     Malia é maravilhosa, tem um corpo perfeito, olhos lindos de avelã e cabelos ondulados lembrando lindas ondas... Cada vez mais eu me encantava com sua beleza. Faço mais carinhos em seu corpo e então encosto meu lábio em sua orelha.
    - Agora retribua o favor - sussurro em seu ouvido, a desafiando e sorrio para ela deitando ao seu lado.

POV Malia

   Ao ouvir aquilo eu quase infartei, na verdade, tudo estava explodindo de felicidade, mas eu não sabia exatamente o que fazer.
   Fiquei por cima dele e colei meus lábios em seu ouvido.
   - Você pode se surpreender... - falei e me arrependi logo depois, porém lembro claramente de eu ver meus pais às vezes fazendo essas coisas... Então tentei seguir.
   Beijo sua boca e dou uma longa mordida em seu lábio inferior deixando marca, depois lambo sua barriga ate chegar em seu queixo onde dou chupões longos, todos deixando marca o fazendo apertar mais minha bunda.
   Tiro seu cinto e sensualizo, o que foi meio tosco, jogo no chão o cinto e tiro sua calça e consigo ver a elevação em sua box.
    Sorrio, lambo e depois chupo o lóbulo de sua orelha, beijo seu peito, arranho sua nuca e acaricio seu membro com a outra mão. Tiro sua box e começo a masturba-lo, chupando seu peitoral o fazendo gemer e ficar com o membro mais duro.
     Feliz pela reação, desço minha boca até seu membro e lambo ele, acaricio-o com as mãos e continuo lambendo em volta do membro.
     Boto minha boca aos poucos no membro e continuo lambendo. Depois boto totalmente minha boca e começo a fazer movimento vai e vem.
      Acelero meu movimento e mordo levemente o membro, fazendo Scott se arrepiar todo e sorrir.
      O masturbo e depois pago boquete para ele de novo e faço Scott gozar em minha cara. Limpo minha cara e lambo o resto que estava em meus dedos.
      Começo a rebolar em cima do membro de Scott e acelero meus movimentos. Ele me ajuda com as mãos em minha cintura e acelero os movimentos cada vez mais, rebolando mais.
      Por último selo nossos lábios com um beijo longo e aperto sua bunda que é demasiadamente grande.
      Deito ao seu lado sorrindo e então ele vem para cima de mim, pega a camisinha e enfia seu membro em minha intimidade e dou um gemido por ser minha primeira vez.
      Ele começa a dar estocadas lentas e fortes, e quando acelera um pouco eu gemo e sinto minha intimidade se machucar, e então a dor vira prazer e começo a gostar daquilo.
       Scott aumenta a velocidade percebendo a alteração de meu gemido e mordo meus lábios contendo os gemidos. Ele me beija continuando as estocadas e começo a olhar mais para ele. Ele é o cara que eu amo, Scott McCall.
       Fico observando seu corpo, seu queixinho torto, seu cabelo pro lado, a pinta em seu queixo, cada detalhe, para ver que realmente eu amo ele e nós não devíamos ter evitado aquele beijo, pois fora um acontecimento certo, tudo com ele é certo.
       Gozamos juntos e ele se deita ao meu lado e me beija pela última vez. Eu abraço ele e fico deitada em seu peito quente. Da vontade de ficar aqui para sempre para esse momento nunca acabar...

   


Notas Finais


Tô cheia do Amor & Sexo. Então, scalia tá pegando fogo hein. O que acharam?❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...