História A Reserva - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Christophe Giacometti, Otabek Altin, Phichit Chulanont, Victor Nikiforov, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Visualizações 207
Palavras 912
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Estupro, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Descoberta


Estávamos em competição nos Estados Unidos e eu o grande Victor Nikiforov estava mais uma vez procurando por Yurio no hotel. O tigre russo tinha crescido e se tornado um dos melhores patinadores do mundo, uma estrela em ascensão que encontrou o seu lugar no pódio, amadureceu, parou de ter chiliques, assumiu Otabek e vivia sumindo como em um passe de mágica.  Era inacreditável, não tinha mais idade pra isso nem ele e muitos menos eu!!!

Como esperado achei os dois juntos, Yurio e Otabek, na sala de convenções do último andar. As vozes estavam alteradas, na verdade Yurio praticamente estava gritando. Parei com a mão levantada quando escutei o que jovem russo falava.

- Eu não acredito... você tem certeza? Eu não posso acreditar nisso??? O porco é pai!!!

Ele estava falando do Yuuri, é isso? Como assim... ele tinha notícias dele? Será que mantinha contato com ele todo esse tempo? E nunca falou nada... abri a porta com tudo e entrei praticamente marchando. Foi então que percebi que tinha mais uma pessoa na sala, estava sentado e se levantou em um pulo.

- Victor?! Está tudo bem? - Pergunta um Christopher assustado, arrumando seus óculos e se colocando na frente de Otabek.

- Vocês estão falando do Yuuri?  - Ignorei o Chris e fuzilei o Yurio com os olhos.

- Não é o que você está pensando Vi. - Quem me respondeu foi meu amigo.

Finalmente olhei pra ele, me sentia traído de algum jeito, podia esperar isso do Yurio, afinal quando tudo aconteceu, ele sempre deixou claro que me culpava e que Yuuri foi apenas uma vítima do meu ego. Otabek era seu namorado e acho que tomaria o seu partido, mas o Chris era meu amigo mais sincero e fiel. Não queria acreditar que ele me viu sofrer todo esse tempo e nunca pensou em mim verdadeiramente.

- Se não é o que estou pensando o que é então? - Perguntei me agarrando a esperança que não fui traído e que finalmente iria saber dele.

Chris se virou e pegou uma revista que estava nas mãos do Beka e entregou pra mim.

- Olhe você mesmo. E tire as suas conclusões antes de julgar todo mundo aqui.

A revista estava aberta em uma reportagem, o título era "minha história de superação", passei os olhos pela primeira parte onde tinha uma breve história da vida e uma foto de um rapaz sorridente que se chamava Brian O'Neal. Na segunda página narrava o lugar onde viveu quase um ano de sua vida, uma reserva localizada na África que se chamava MonteCristo, tinha varias fotos menores, registros de um cotidiano e no final, a matéria falava do dono daquele lugar, um certo japonês ex-patinador. Tinha uma foto do Yuuri feliz com duas crianças, uma menina albina sentada do seu colo e um menino agarrado no seu pescoço de cabelos cacheados. Era uma foto linda, havia amor, não era uma foto de estúdio e sim uma situação que deveria acontecer sempre. Na legenda da foto estava escrito "Yuuri K., o anjo (como é conheci na reserva) e seus filhos Anna e Noah".

Ele refez a vida... morava no fim do mundo, no meio do mato e tinha adotado duas crianças. E... ele estava lindo... seu sorriso não mudou nada, seu cabelo parece estar comprido e atribui o apelido a isso, ele realmente parecia um anjo na imagem e eu finalmente sabia que ele estava bem.

Fechei a revista e entreguei para o Chris perguntando:

- Vocês iam me contar? Ou não? - Quem respondeu para minha surpresa foi Otabek

- Não. - Todos olharam pra ele que deu continuidade ao seu pensamento:

- Não tínhamos esse direito e você sabe disso. Quando acabou entre vocês, acabou para todos nós também. Yuuri  impôs essa distância não só para você. E antes que fale alguma coisa, nós também sofremos com esse rompimento, não foi só você Victor. Ele era nosso amigo. - Acabou de falar, virou-se para o Yurio pegando a sua mão e falou: - vamos?

O mais jovem mantinha os olhos em mim, mas não disse nada e antes que fosse embora questionei.

- Você compartilha da mesma opinião que o seu namorado? - Os dois pararam e ele olhou para a sua mão que Otabek segurava.

- Sim. Ele era meu amigo, talvez o único que realmente me aceitava como sou. Quando tudo deu errado entre vocês, eu o perdi e você nunca mais foi o mesmo. Ou seja, perdi os dois de uma vez. - Suas lágrimas desciam livremente. – Sei que culpei você na época, sei que sofre até hoje, mas... – pegou a revista. – Ele está vivo e escolheu esquecer a gente... não só você. Ele abandonou todos nos.

Foi a primeira vez que pensei em tudo que aconteceu e tentei olhar com outros olhos... Foi a primeira vez que pensei que meus atos atingiram não só a mim ou o Yuuri, foi mais abrangente do que isso.

- Me desculpe... -  foi a única coisa que consegui dizer. E vi Otabek abraçá-lo com carinho e os dois foram embora.

Voltei-me para o Chris que estava parado me observando com uma sobrancelha levantada.

- O que foi Chris? Fala logo.

- Vamos para o bar beber, o que acha? Eu preciso beber e muitoooooo e espero ter a sua companhia. - Passou por mim em direção à porta.

- E aí você vem Vi? – Sinceramente minha noite vai ser longa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...