História A Resposta - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~LordeKoorishiro

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Natsu X Mavis
Exibições 112
Palavras 996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Comédia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Self Inserction, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O Salamander e A Primeira Mestra


Se passaram duas semanas desde a missão fatídica e o comportamento de Natsu havia mudado. Seu sorriso desapareceu e junto com ele o calor que envolvia a guilda. A maior parte deles tentaram ajudar o Dragneel com exceção de Lucy, Erza, Macau, Wakaba e Romeo que estavam pouco se lixando.

A única vez que as duas mulheres falaram com ele pedindo (ou melhor dizer ordenando) para ele ir em uma missão com elas. A resposta do Dragneel foi dar-lhes um olhar tão gelado que elas recuaram momentaneamente se perguntando, se ele era um Dragon Slayer de Gelo. Happy e Charle praticamente estavam implorando para ele voltar ao normal.

Ele sorriu mas todos podiam ver que não transmitia o calor de tempos atrás. Alguém finalmente resolveu fazer alguma coisa. Esse alguém era Mavis Vermillion.

A primeira mestra de Fairy Tail agora estava em seu verdadeiro corpo numa idade biológica, de dezoito anos. Ela se aproximou de Natsu e começou a conversar com ele. Ela percebeu que o Dragon Slayer de Fogo estava com caso de "culpa de sobrevivente".

Afinal ele havia visto o pai e a possível companheira dele morrer. O que tornava o caso pior era que o irmão dele havia sido morto, por suas próprias mãos. Foi um milagre a mente do mago não ter "quebrado".

Ela admitia que outra coisa a estava guiando a consola-lo. Quando ela estava com ele Mavis sentia um calor em seu coração. Era o amor?

Natsu aos poucos foi se abrindo com ela. Ele falou mesmo de sua infância com Zeref antes de sua morte e seu "renascimento", como Etherius Natsu Dragneel ou E.N.D. Ele falou de sua vida em particular e de seu azar quando conheceu a Valucy.

Mavis contou sua própria vida para ele. De sua guilda anterior a Red Lizard (Lagarto Vermelho), seu encontro com Zeref e finalmente de seu coma. Pouco a pouco o sorriso verdadeiro dele começou a retornar.

O Dragon Slayer de Fogo sentia um novo sentimento perto da Primeira. Algo que ele só sentiu quando Wendy ainda estava viva. Infelizmente ele ainda estava lutando contra sua vontade de seguir em frente, em sua vida.

Em uma noite o Dragon Slayer começou a sonhar que estava num campo de flores, com grama verde. Ele se surpreendeu quando viu quem estava lá eram Igneel, Zeref e Wendy. Ele tentou ir até ele mas eles sorriram e falaram que ainda não era o momento, e que ele devia seguir em frente.

Ele despertou e olhou para o céu pela janela. Eles estavam certos ele tinha de seguir em frente. Mas a pegunta ainda assombrava a sua mente.

Quem ou o que ele era? Ele ouviu alguém batendo na porta e foi atende-la. Lá estava Mavis sorrindo como sempre.

Natsu: Olá Mavis-chan.

Mavis: Olá Natsu-kun. Dormiu bem?

Natsu: Um pouco. Quer entrar?

Mavis: Claro. (entra na casa dele)

A casa dele estava sempre arrumada desde que ela havia começado a visita-lo. Uma voz na cabeça de Mavis dizia que ele fazia isso porque ele estava apaixonado por ela. Caso contrário a casa estaria desarrumada como sempre.

Natsu: Ei Mavis-chan...

Mavis: Sim Natsu-kun?

Natsu (olha nos olhos dela): Quem ou o que eu sou?

Mavis (olhar confuso): Como assim?

Natsu: Eu morri quando era criança você sabe. (ela acena) Zeref-nii me ressuscitou como E.N.D para um dia poder mata-lo pois seus poderes, saíram de seu controle. Ele não podia se matar por causa de sua própria magia.

Mavis o ouve prestando atenção.

Natsu: Ele me deixou sem minhas memórias dele com Igneel para me treinar para mata-lo um dia. Nenhum dos dois contava que um Dragon Slayer chamado Acnologia matasse sua mãe, e se rebelasse contra os dragões. Os planos de meu pai mudaram um pouco e eu fui treinado para matar não só Zeref-nii, como também Acnologia. (faz uma pausa para respirar) Depois disso ele foi forçado a me abandonar e eu me juntei a Fairy Tail. Conheci o vovô, os Strauss, o Gray, Happy, Wendy-chan e é claro você.

Mavis: Natsu-kun...

Natsu (suspira): Eu ando sofrendo perda atrás de perda. Perdi sete anos da minha vida, meu pai, Wendy-chan e recentemente o o meu irmão. Esse último morreu pelas minhas mãos. (olha para ela) O que eu sou? Dragon Slayer? Demônio? Monstro? (se cala e desvia o olhar)

Mavis (suavemente): Natsu-kun. Você não é um monstro. Zeref sabia que precisava ser detido. Ele confiou essa tarefa a você pois sabia que ninguém mais conseguiria. Nós infelizmente não podemos salvar todos que nos preucupamos, ou não salvaremos ninguém.

Natsu: Mesmo assim... (Mavis segura o rosto dele com ambas as mãos e o faz olhar para ela)

Mavis: Natsu-kun você realmente quer saber? Você é Natsu Dragneel filho de Igneel, o Salamander de Fairy Tail. (aproxima seus lábios dos dele e sussurra) E o homem que eu amo. (o beija fazendo-o ficar surpreso mas retribuir com o mesmo sentimento)

Natsu (pensa): Eu amei essa resposta. (os dois se separam e ele fala) Eu também te amo Mavis-chan. (Os dois se beijam novamente)

Enquanto isso:

Levy (rindo): Você precisava ter feito isso Gajeel?

Gajeel: Eles estavam me atrapalhando. (sorri enquanto observa Jet e Droy fugindo de vários montros) Eles não vão morrer.

Levy: Se eles descobrirem que os monstros são hologramas eles vão ficar chateados com você.

Gajeel: E o que eles vão fazer sobre isso? (meio nervoso) Levy eu quero te dizer uma coisa.

Levy: O que? (o Dragon Slayer de Ferro se aproxima dela fazendo-a corar)

Gajeel: Estou me sentindo assim desde que te vi pela primeira vez. Eu te amo. (Levy está mais vermelha que as escamas de Igneel) Foi por isso que eu não te machuquei quando eu estava na Phantom Lord, e só te nocauteei.

Levy (se lembra que ela foi encontrada sem um único arranhão e Jet e Droy espancados): Você está falando sério Gajeel?

Gajeel: Estou. Eu entendo se você não acre-... (é interrompido quando ela o beija e ele retribui)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...