História A Rica e o Criminoso - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Charisk, Charisk Otp Da Autora(sqn), Desaprovação Dos Pais, Mais Alguma Coisa
Visualizações 205
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe qualquer erro de português, eu escrevo muito rapido. '-u-

Capítulo 2 - O sequestro


Fanfic / Fanfiction A Rica e o Criminoso - Capítulo 2 - O sequestro

P.V.O. Frisk

...

...

...

...

...Comecei a acordar, minha visão estava embaçada, pelo o que eu conseguia ver dava para saber que eu estava em uma sala escura e pequena, na verdade eu não sabia se ela era grande ou pequena, pois o unico local da sala que tinha luz era onde eu estava.

Tentei me mexer mas não consegui, meus braços e pernas estavam amarrados na cadeira, eu não estava mais com meu vestido e sapatos e nem com meu laço, eu estava vestindo uma blusa e short brancos com o tecido muito fino, a blusa era de alsa e estava um pouco suja, o short parecia mais uma calcinha de tão curto que era, e meu cabelo continuava solto.

- O-Olá? Tem alguém ai? Por que meu prendeu aqui...? - Eu pergunto para o nada.

Derrepente eu ouço barulhos de passos se aproximanda atrás de mim.

Então eu sinto alguém passar a mão no meu cabelo.

??? - Pelo visto a princesa acordou... - Diz ele em um tom malicioso.

A voz dele era um pouco grossa e rouca, e também era Sexy.., O-O QUE EU ESTOU PENSANDO?!

- Q-Quem é você...? - Eu pergunto com medo.

Ele anda até a minha frente e eu descubro quem era, era o...

Chara - Prazer, sou Chara, o demonio que vem quando é chamado pelo nome. - Diz ele se apresentando.

- C-Chara...? - Eu digo com medo.

Chara soltou uma risada de deboche e depois falou algo.

Chara - Pelo visto a princesa já sabe quem eu sou... - Diz ele sorrindo de lado de uma forma maliciosa.

- O-O que você vai fazer comigo...? - Eu pergunto ainda com medo.

Chara - Ainda não decidi... - Diz ele ainda em um tom malicioso - Um belo rostinho como o seu pode ser muito bem aproveitado... - Diz ele segurando meu queixo com uma das mãos.

- Vai fazer o que comigo então?

Chara - Não sei bem... To pensando em te fazer de... meu brinquedo sexual...

Quando ele fala isso meu corpo congela.

- C-Como assim? - Eu digo tremendo.

Chara - Awwn... Que fofo... a princesinha ta com medo... 

- Por favor... me deixe ir embora... Por que você escolheu logo eu? - Eu pergunto tremendo.

Chara ri maliciosamente e logo depois responde.

Chara - Sabe... Como seus pais são ricos, eles podem pagar um bom preço para que você volte para casa em segurança..., Mas até lá.. Eu posso fazer o que eu quiser com você... - Diz ele passando a mão em uma das minhas pernas me fazendo corar - Te fiz corar gatinha?

- Que?! N-não! - Eu digo tentando disfarçar que eu estava corada.

Chara - Acha que me engana? - Diz ele rindo ainda maliciosamente - Eu to vendo que você está corada... 

Eu fico em silencio o deixando sem resposta.

Chara - Está me ignorando...?

Novamente,  eu o deixo sem resposta.

Chara - Bem, se não vai me responder... Deixa que eu faço do meu jeito!

Ele se aproxima de mim e da uma lambida no meu pescoço me fazendo soltar um leve gemido.

Chara - Vai me responder? Ou eu tenho que continuar?

- Ok Ok! Eu respondo! Só... Não faz isso denovo, ok? - Eu digo ainda corada.

Chara - Se eu quiser... Eu faço novamente...

- Por favor...

Ele me encarou com um olhar serio, mas logo depois respondeu.

Chara - Vou responder denovo, se eu quiser... Eu faço novamente...

- Pelo menos pode me deixar ir embora?

Chara - O que? Deixar você ir embora? Não me faça rir gatinha...

- Por favor... Olha, se você me deixar ir... Eu posso te dar 1 milhão de dolares, e ninguém vai ficar sabendo sobre esse sequestro.

Chara - Como vou saber se isso é uma armadilha ou não?

- Eu juro que não é.

Chara suspirou e depois respondeu.

Chara - Amanhã a noite seus pais vão estar em casa?

- Não... Amanhã eles vão ir na empresa W.D.S para conversar sobre...

Chara - Sobre o que?

- ....Prefiro não falar sobre isso... - Eu digo com um olhar inseguro.

Chara - Ok..., Amanhã a noite eu vou na sua casa pegar o dinheiro, caso seja uma armadilha não vai ser a primeira vez que eu fujo da prisão e eu irei atrás de você, e eu acho melhor ninguém ficar sabendo sobre esse sequestro.

- O-Ok...

Chara me tira da cadeira, depois eu sinto uma agulha perfurando meu pescoço e eu desmaio.

...

...

...

..

Começei a acordar no gramado de minha mansão, então eu vejo meus pais correndo na minha direção.

Alec - Frisk! - Diz ele se ajoelhando ao meu lado.

Minerva - Frisk minha menina! Eu estava tão preocupada com você! - Disse minha mãe enquanto me abraçava fortemente chorando.

Alec - Onde você estava?!

Eu estava prestes a dizer... Mas lembrei que Chara não queria que ninguém soubesse sobre o sequestro.

- Eu... Bem, eu sai daqui, lá fora eu sem querer cai em uma poça, então tive que tirar meu vestido, quando eu cheguei aqui eu passei mal e desmaiei. - Eu respondi enquanto fazia um sorriso forçado.

Minerva - Mas por favor Frisk, não nos mate de susto novamente!

- Desculpe mãe e pai..., que horas são?

Alec - São 4:17 da manhã!

- NOSSA!

Minerva - Sim, a familia W.D. Skeleton foi embora 8 horas...

- Ah..., Quando vocês sairem do trabalho vocês vão na Empresa W.D.S para falarem sobre o casamento,certo?

Alec - Sim. Por que perguntou, sendo que você já sabia?

- Eu só queria confirmar mesmo...

Minerva - Ah tudo bem então. Tire essa roupa e vai dormir.

Meus pais foram para dentro da mansão.

Eu me levantei do chão, quando sinto algo um pouco para fora do short que eu estava usando, eu olho para o short e vejo que tinha um bilhete, eu o pego e começo a ler...

 

"Espero que já tenha o dinheiro, estarei ai na sua casa amanhã as 8 horas da noite, espero que não seja uma armadilha, caso seja você sofrerá as consequencias. Até lá =)" - Chara.

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Foi mal se ficou curto, prometo(Ou não ;u;) que o proximo capitulo vai ser maior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...