História A saudade machuca o coração!(jvtista,Cellps) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Maria Luiza Ramos (MoonKase), Rafael "CellBit" Lange
Personagens Felipe "Febatista" Batista, Felps, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellps, Jvkase, Jvtista, Ldss, Songfic
Visualizações 108
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Especial 30 favoritos e 100 seguidores 💜Obrigada!

Capítulo 19 - Será?


P.o.v pac

Eu ainda estava na casa do Cell, ele pediu para eu cuidar da mesma, ele também deixou o Jv, o Batista e o Mike virem pra cá, agora eu estou sentado no sofá e o Mike está ao meu lado, eu estava roendo a unha e batendo o pé no chão.

Mike:que foi Pac?

Pac:eu tô preocupado com eles

Mike:por que?

Pac:o Felps estava muito triste não sei porque vai que ele comete uma besteira e vai que o cell fica perdido lá eu estou preocupado! E vai que...

Ele colocou o dedo na minha boca em sinal de silêncio.

Mike:calma pac, vai ficar tudo bem

Pac:será?

Mike:confia em mim

Eu assento e o abracei, ele ficou meio receioso  no começo mas logo retribuiu o abraço fortemente

P.o.v Batista

Jv:batista?

Batista:hum?

Jv: você está bem?

Batista:NAUM! EU VÔ TER UM INFARTO NO KORE! AIN QUE FOFUUUUUS! EU SUPER SHIPPO! QUE NOME? HUM....MITW!

Jv: kkk quieta batista!

Batista:naum

Jv: eu mereço

Batista:sabe...*eu o encarei e apertei as suas bochechas sorrindo* você merece sim! Por que eu sou um ótimo ser!

Jv:é sim

Ele beijou a minha bochecha e eu RI

P.o.v Cell

Ele me encarou confuso

Felps:como assim seu amor?

Cell:eu te amo Felps, só você não percebeu isso!

Felps:oh, se você está fazendo isso somente para me fazer sentir bem saiba que..

Cell:não Felipe! Se fosse para te fazer sentir bem eu não teria te beijado! Você beija a pessoa quando a ama de verdade

Felps:tem pessoas na balada que...

Cell:são um caso a Parte

Felps:então você me ama?

Cell:do fundo do meu coração

Ele sorriu e me beijou, um beijo calmo e apaixonante! Eu pedi passagem e ele cedeu, eu segurei o seu rosto e ele segurou a minha cintura. Quando o ar fez falta separamos o beijo sorrindo, ele carinhou o meu rosto e eu Fechei os meus olhos sorrindo. Logo depois eu abri meus olhos e ele encarou a porta, ao me virar eu vi a vó do Felps sorrindo

Vó: eu sempre soube que vocês mais cedo ou mais tarde iriam namorar. Eu sempre APoiei kk, Rafa...venha cá

Eu sorri e me levantei, fui em sua direção e ela segurou a minha mão

Vó: o Felipe te ama muito meu filho

Cell:eu também o amo demais vó

Ela sorriu mais ainda e me abraçou

Vó: que bom pequeno!

Ela separou o abraço e beijou a minha testa, logo depois saiu sorrindo, eu fui até o Felps,que já tinha se levantado, e o abracei.

Felps:o que ela disse?

Cell:algo que me fez acreditar mais no amor entre nós

Felps:o que?

Cell: é bem óbvio!

Felps:o que? Me fala cellbinho!

Cell:que eu te amo muito e que você também me ama muito

Eu sorri e desfiz o abraço logo lhe dando um selinho rápido

Q.d.t

Hoje já faz 1 semana que eu estou aqui na casa da vó do Felpi! Mas depois de amanhã nós vamos voltar pro Brasil e contar a novidade, sinceramente eu acho que o Pac vai me matar pelo fato de eu não ter o avisado que ia ficar aqui mas depois vai achar fofo o nosso namoro. E sim eu e o Felps estamos namorando, sem aliança mas é bem séria a nossa relação. Eu e ele estamos vendo videos no YouTube no quarto dele, escutamos alguém bater na porta, era a vó.

Vó: meninos eu vou dar uma saidinha para fazer compras tudo bem?

Cell:claro vó! Quer ajuda?

Vó: não é necessário mas mesmo assim obrigada e adeus

Cell:tchau vó

Felps:tchauuuu

Ela saiu e eu encarei o Felps, ele estava com um sorriso malicioso no rosto

Cell:que?

Felps:vamos aproveitar que a vó saiu e vamos brincar um pouco

Cell:ah..

Felps:pufavô Cellbinhoooo

Cell:okay vai!kkk

Ele sorriu e me beijou, eu fui o empurrando para trás até nos deitarmos, separei o beijo e sentei em cima do membro do Felps, eu comecei a rebolar lentamente mas as vezes dava uma acelerada, eu me abaixei e comecei a dar chupões em seu pescoço, ele gemia baixinho em meu ouvido, eu subi os beijos para seu queixo e depois para sua boca que foi quando selamos nossos lábios em um beijo cheio de desejo, enquanto nós beijávamos ele nos trocou de posição ficando por cima, o ar fez falta e separamos o beijo, ele tirou a minha blusa e a tacou no chão do quarto, ele tirou a minha calça e a tacou em algum canto do quarto, ele começou a dar chupões no meu pescoço, fortes mas gostosos e bons, eu acabei soltando um gemido de prazer

Felps: esse gemido está em 3° lugar dos meus sons favoritos

Cell:qual os outros?

Felps: quando você gemer o meu nome e em primeiro você falar que me ama

Eu soltei um sorriso malicioso retribuído por ele na hora, ele voltou a dar chupões no meu pescoço enquanto eu gemia baixinho, ele foi descendo os chupões até os meus mamilos brincando com os mesmos, a esse ponto ambos estávamos exitados e eretos,ele foi descendo os beijos até o cós da minha cueca, tirou a mesma e começou a massagear meu membro, eu comecei a gemer baixinho e manhoso, fechei meus olhos e aproveitei o momento, sinto algo quente em volta do meu pênis, ao abrir meus olhos eu vi que o Felps estava me pagando um boquete, estava muito bom! Eu segurei sua cabeça e passei meus dedos pelos seus cabelos castanhos o insetivando a ir mais fundo, eu senti uma corrente elétrica pelo meu corpo e percebi que eu ia acabar gozando em sua boca.

Cell:F-Felps e-eu...vou..AHH!

Eu me desmanchei em sua boca, ele se levantou sorrindo e me beijou me fazendo sentir meu próprio gosto. Separamos o beijo e trocamos de posição, eu tirei sua blusa revelando seu abdômen quase definido, eu comecei a dar beijinhos por todo seu peitoral, as vezes uns chupões e mordidas, ele gemia baixinho e eu dava alguns sorrisos maliciosos para ele, eu dei um beijo nele enquanto rebolava no seu colo, seus gemidos eram abafados pelo beijo, separei o beijo e tirei seu short e o joguei em qualquer canto, fiz o mesmo com a sua cueca

Felps:quer que eu te prepare?

Cell: claro! Esqueceu que eu sou virgem?!

Felps: certo kk

Cell:onde tem camisinha?

Felps:no criado mudo

Fui até o mesmo, ao abri-lo vi umas 5 camisinhas, nossa!

Cell: você gosta de transar né

Felps:humhum

Cell: percebi, ia transar com uma puta?

Felps: se você não chegasse quem sabe, mas nenhuma faria igual a você

Cell:eu sou único!

Eu sorri e peguei uma das camisinhas, a abri, lambi toda extensão de seu membro depois o chupei fazendo um barulhinho e a coloquei no mesmo. Eu me virei de 4 pra ele, ele me mostrou 3 dedos para eu chupar, depois de umidos ele enfiou o primeiro dedo, doeu um pouco mas dava pra aguentar. Depois enfiou o segundo que doeu muito! Ele foi fazendo movimentos de tesoura que fez doer ainda mais, depois enfiou o terceiro, caralho que dor! Ele fez movimentos lentos de vai e vem para eu poder me acostumar, passou um tempo e ele tirou os dedos. Se posicionou entre as minhas pernas

Felps: está pronto?*Eu assenti nervoso* Hey, calma...se doer me fala certo?

Eu assenti, fechei meus olhos, sinto uma dor muito forte,eu agarrei os lençóis eu quase soltei um grito mas ele foi abafado pelos lábios do moreno, seu beijo me acalmou de uma forma inacreditável. Quando o ar fez falta separamos o beijo e ele começou a carinhar meu rosto, a dor dei uma diminuída mas ficar com ele dentro de mim sem se movimentar era torturante! Eu dei uma reboladinha e ele começou a se movimentar, ele tirava uma parte de seu pênis e o enfiava novamente, a dor se transformou em prazer. Estava bom.

Cell:m-mais rápido an....

Ele fez o que eu pedi, seus movimentos eram rápidos. Eu estava cheio de prazer.

Felps: você é tão apertadinho an...

Depois de mais algumas estocadas eu senti algo gelado, ele havia gozado. Caímos cansados na cama com  a respiração ofegante, ele tirou a camisinha, deu um nó na mesma e a jogou no lixo. Minha respiração voltou ao normal, olhei pro lado e vi o Felps de olhos fechados tentando recuperar sua respiração. Eu me levantei, fui até  o criado e peguei mais uma camisinha, ele abriu os olhou sorrindo.

Cell:topa segundo round?

Felps:nunca vi alguém com tanta energia pro segundo round.

Cell:ah, já que eu não vou andar amanhã vamos aproveitar né?

Felps:aí, como eu te amo!

Eu sorri, tirei a camisinha do pacote, o joguei fora, a coloquei no membro de Felps, ele se sentou e eu me posicionei no seu membro, fui me abaixando até eu me sentar em seu membro por completo, comecei a quicar e o Felps posicionou minha mão em minha cintura me ajudando nos movimentos. Eu quicava as vezes rápido as vezes lento, os únicos sons escutados naquele quarto era o do nossos corpos se chocando e nossos gemidos, passou um tempo e eu gozei novamente em seu abdômen, contraindo o meu interior esmagando o membro de Felps, assim ele acabou gozando e nós soltamos um gemido arrastado, eu o beijei e nos separamos quando o ar fez falta, me levantei, tirei sua camisinha, dei um nó é a joguei fora, lambi seu membro limpando o mesmo e nos deitamos,puxei o edredom e nos cobrimos, ele me puxou para me deitar no seu peitoral e nós dormimos nessa posição



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...