História A Second Chance - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Aomine Daiki, Chihiro Mayuzumi, Himuro Tatsuya, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kotarou Hayama, Kuroko Tetsuya, Midorima Shintarou, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Personagens Originais, Reo Mibuchi, Shougo Haizaki, Takao Kazunari, Yukio Kasamatsu
Tags Akakuro, Aokaga, Kisekasa, Kuroko Haru, Masaomi Akashi, Midorima Seiji, Midotaka, Murahimu
Visualizações 158
Palavras 1.394
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Não me aguentei, e tive que postar kkkkkkkk

só não sei quando o prox vai ter,
pois vou estar ocupada com as coisas da escola
aff

enfiim boa leitura mores

Capítulo 14 - Aomine idiota.....DU


 

 

Capitulo 11  

(Segunda-feira)

 

— Está pronta querida? — Pergunta Kuroko, aquela manhã estava super agitada, Haru acordou toda animada pelo seu primeiro dia de aula, Kagami acordou com uma cara de acabado, mas não podia continuar a dormir, se não se atrasaria e seu irmão lhe mataria, Kuroko acordou tranquilo como a maioria das vezes

— Estou, vamos — Haru saiu em disparada no carro.

Assim que chegaram na escola, Haru se despediu de Kuroko e Kagami e foi logo em direção para procurar sua sala. No carro Kuroko estava levando Kagami para o seu trabalho, durante o trajeto Kuroko cada pouco olhava para Kagami, mas o mesmo somente desviava

— Ainda vou querer saber o que houve ontem, quando você chegou em casa — Disse por fim Kuroko

~~~~~~~~~~ (14 horas atrás – Domingo Mini Flashback)

Kagami entrou, contudo dentro de casa, assuntando Kuroko, que estava concentrado lendo.

— O que houve? — Perguntou Kuroko preocupado, mas Kagami passou reto, resmungando algo, que Kuroko não conseguiu ouvir

— Aquele desgraçado de uma figa, ele me paga, me fazendo ter vergonha, insinuando coisas, deixando meu coração batendo rápido, desgraçado — E subiu para seu quarto, batendo a porta, contudo, deixando um pobre ser de cabelos azulados, totalmente confuso.

~~~~~~~~~~~ Tempo atual

— Culpa daquele idiota — Kagami ficou extremamente vermelho, tanto de raiva e uma pequena mistura de vergonha

— O que Aomine-kun lhe fez? Claro além de lhe ganhar no jogo— Perguntou, mas estava se segurando para não ri do rosto vermelho do outro

— Aquele idiota — começou a resmungar baixo — Ele me paga, fica tirando sarro com minha cara, quem ele pensa que é, fica me deixando envergonhado, ele me paga — Kuroko não se aguentando começou a rir — Oe para de rir, isso é um assunto sério

— Certo — Começou a respirar fundo — Desculpe Kagami-kun, mas tenho certeza que Aomine-kun não fez por mal, quer que eu fale com Aomine-kun? — Olhou sugestivamente para o mesmo

— Isso manda ele ficar longe de mim com essas gracinhas — Logo após dizer isso, Kagami amarou o burro mais ainda. Kuroko simplesmente riu negando com sua cabeça.

Assim que deixou Kagami no local de trabalho, Kuroko foi direto para o Hospital.

~~~~~~~~ (Cafeteria Candy Paradise)

Assim que Kagami entrou na Cafeteria, Himuro olhou em sua direção rapidamente, arregalando os olhos.

— Incrível, pela primeira vez eu lhe vejo chegar no horário, sem nenhum atraso — Himuro então olhou pela janela — Será que vai chover? — Perguntou para ninguém especifico, Kagami ficou vermelho

— Não fale como se eu sempre chegasse atrasado nos lugares — Himuro olhou para ele com sua cara fechada e Kagami ficou um pouco envergonhado — Talvez em alguns lugares — Himuro continuou com sua cara, fazendo Kagami desistir — Tá bem, tá bem, eu sempre chego atrasado

Himuro não se aguentou e riu, sendo acompanhado de Kagami

~~~~~~~ (Colégio Teiko)

Haru estava literalmente perdida, não sabia mais em que parte da escola estava, mas quando olhava para qualquer lado, só encontrava gente maior, a mesma estava com vergonha de pedir para que lado ficava a área em que estudava as crianças do fundamental 1. Mas no meio desses corredores, estava Seiji, que quando viu Haru, franziu o cenho confuso, o mesmo se aproximou de Haru e lhe chamou

— Haru — Haru se virou rapidamente, assim que reconheceu a voz

— Seiji — Disse extremamente alegre

— O que está fazendo nos corredores do pessoal do Ensino médio

— O que — a mesma estava espantada, achava que estava no corredor Fundamental 2 — Eu me perdi — Seiji sorriu para a mesma

— Vem eu te levo — Haru sorriu agradecida para o mesmo

~~~~~~~~ (Delegacia de polícia)

Dentro de uma sala, se encontrava Aomine, em sua frente, estava o computador, o mesmo estava sério olhando para a tela, quem lhe via diria que estava fazendo as coisas para o trabalho, mas não, o mesmo estava literalmente pesquisando sobre uma pessoa em particular em que teve interesse.

— Você teve realmente interesse nele em? — Indagou Takao, assim que entrou na sala calmamente, assustando Aomine

— Não me assuste desgraça — Exclamou o mesmo, fazendo Takao sorrir

— Mas então, o que tanto pesquisa sobre Kagami Taiga? — Perguntou com bastante interesse

— Nada de mais — Aomine ficou extremamente vermelho, então em seguida fechou a página em que estava literalmente admirando o sorriso de Kagami

— Sei — Takao estreitou os olhos e começou a rir — Acho que ele adoraria ver sua cara vermelha

— Cale a boca — Após Aomine dizer isso, o chefe de ambos entrou nervoso na sala

— Vocês dois tem uma emergência, um homem foi decapitado na Rua Meis, vão para lá agora — Gritou com ambos, fazendo-os rapidamente irem em direção a viatura e irem no local.

Ao chegarem rapidamente ao local, já encontraram outra dupla de policiais que estava fechando o local, para os civis. Assim que se aproximavam o cheiro de sangue, e do corpo, estavam insuportáveis, ambos tiveram que por suas mãos em seus narizes.

Aomine se aproximou de um policial — O que houve?

— Uma mulher estava passeando com o cachorro quando o mesmo se soltou da corrente e veio correndo para o corpo, quando a dona chegou e encontrou o corpo neste estado, ligou para a polícia desesperadamente

— Certo — Aomine voltou para aonde Takao estava, o mesmo estava encarando o corpo, o analisando — Vamos ver se achamos algo sobre a pessoa — Quando Aomine estava pondo a luva, para se aproximar do corpo, Takao lhe impediu

— Espere — Aomine o olhou confuso — Não acha estranho, o formato em que a pessoa se encontra — Ao dizer isso Aomine olhou novamente para o corpo e o analisou bem, e percebeu que Takao estava certo o corpo estava decapitado por um motivo, o assassino quis deixar uma marca, ou mensagem, ambos ainda não sabia o que aquilo poderia significar — Pelo jeito que o corpo está posicionado parece que forma a palavra, ou alguma inicial de uma palavra, ainda não sabemos, mas parece ser DU — Takao olhou sugestivamente para o mesmo

— Você tem razão o formato é DU, mas o que isso quer dizer

— Não sei, vamos começar a analisar — Aomine olhou para Takao e concordou com o mesmo.

~~~~~~~~

Depois de uma seção com uma paciente, Kuroko resolveu descer na área alimentícia, para comer um bolo acompanhado de um delicioso café, ao chegar lá viu Midorima, que assim que olhou em sua direção, acenou para o mesmo, e fez um movimento para Kuroko se sentar com ele, Kuroko assim que se sentou, Midorima lhe olhou

— Como foi com a senhorita Nicole?

— Bem, olhando superficialmente, não foi algo evolutivo, já que a mesma não quis me dizer absolutamente nada, mas com em relação as perguntas que eu fazia e certo gestos que inconscientemente ela fazia, digamos que, a consulta rendeu certas teorias, falta conseguir a confiança, para ver se as teorias batem

— Entendo, bom espero que consiga ter a confiança dela, ninguém conseguiu, somente um dos enfermeiros, que não vem trabalhar faz dois dias, o mesmo está doente, quando ele voltar converse com ele sobre Nicole

— Sim — Midorima olhou para Kuroko por um certo tempo

— Aomine sabe sobre Haru — Kuroko parou de olhar para seu bolo e fixou seu olhar em Midorima

— Eu sei, ela me contou — Kuroko desviou um instante o olhar, e voltou a olhar o mesmo —Soube que adotou um menino

— Sim — Midorima disse com um sorriso espontâneo, fazendo Kuroko sorrir com o mesmo

— Seiji não é, Haru ficou falando bastante sobre o mesmo, como ele era inteligente, educado

Midorima deu uma risada, imaginando Haru com a sua empolgação falando sobre seu filho — Seiji também gostou bastante de Haru

— Haru o vê como um irmão mais velho — Midorima deu um sorriso de canto

— Ele também a ver como uma irmã mais nova, tanto que ele me falou que tem certeza que ela tem imã a problemas — Kuroko deu uma risada, concordando com o mesmo, ambos se levantaram da mesa e iam seguindo para seus locais — A gente se vê Kuroko

— Até Midorima-kun — Quando Kuroko entrou em sua sala, viu Akashi sentando em uma das poltronas — O que faz aqui Akashi-kun? Ou melhor como entrou aqui? Só entra o pessoal autorizado

— Subornei o guarda, Shintarō deveria melhorar a segurança deste local, mas isso não importa, o importante é como está Tetsuya?

— Estou bem, mas estou trabalhando Akashi-kun, e tenho que consultar alguém neste momento, e ele não se chama Akashi Seijūrō

— Não por isso Tetsuya, essa pessoa sou eu, só mudei o nome — Akashi sorriu largamente para Kuroko que apenas suspirou

— Sente-se então Akashi-kun.


Notas Finais


Então, o que vocês acharam, o que será esse DU?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...