História A secretária do meu amigo - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasusaku
Exibições 194
Palavras 2.680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa noite amores, acabei de escreve não revisão então ja passo desculpas pelo os erros. Mas e que o tempo não está a o meu favor kkk bom esperva que gostem

Boa leitura

Capítulo 20 - Capítulo 20


         Sasuke batia a caneta repetidamente sobre a mesa. Estava impaciente, algo o incomodava. O mesmo lembrara  de Sakura  e da noite anterior e um sorriso de canto pode ser visto  completamente  forma no rostos do mesmo, mas logo o sorriso  se desfez  ao lembrasse que karin havia dormido em sua casa,  acabara esquecendo totalmente  da ruiva e nem lembrará  de fala isso para Sakura, o mesmo havia a mandando ir embora  pelo aa manhã  e quando foi para seu quarto trocar de roupa ela já não  Estava então  deduziu que a mesmo foi-se embora.  Ouvir Batidas na porta e acaba acordando dos devaneios.

 

Tenten: Sasuke? – colocou apenas a cabeça dentro da sala, após  três  batidas sem resposta

 

 

-Sasuke:  Eu!- fala a observando.

 

 

-Tenten: Vim te trazer mais trabalho..- sorrir entrando na sala com um pasta em mãos. – Bom hoje terá o que fazer até  tarde!

 

 

-Sasuke: hoje não  ficarei  até  tarde- fala enquanto  observava um dos muitos papéis daquela pasta.- acho que isso daqui pode espera para amanhã! – Tenten o olhou surpresa enquanto  o mesmo levantava e pegava seu Blasé. 

 

 

-Tenten: vai embora? – pergunta incrédula, pós Sasuke nunca fora de larga  o trabalho nem mesmo quando não  tinha o que fazer, imagina tendo. O mesmo confirmou com a cabeça – o que fez com meu patrão?  O devolva agora! Você  o abduzi-o? -  Sasuke revira os olhos.

 

 

-Sasuke : estou me dando um dia folga, e isso significa que você  também  estará. – pega a maleta e sai da sala seguido por um Tenten  boquiaberta.

 

 

-Tenten: sabe que amanhã  já e final de semana né?   - o moreno tornou a confirma com a cabeça

 

 

-Sasuke: então  estou nós  dando três  dia folga. – respondeu entrando  no elevador e cruzando os braços, Tenten observou até a  porta fechar boquiaberta 

 

 

                 SAKURA

 

Eu estava andando que um lado para o outro sem rumo, naquela casa. De uma coisa eu tinha certeza Karin havia dormido ali, então  por que Sasuke não  me contou? Será  que ele seria capaz de fazer algo assim? 

NÃO! Disse  para mim mesmo. Não  vou tira conclusões  precipitadas, esperarei Sasuke-kun chega e o colocarei contra a parede. Comecei de onde eu tinha parado, fui até o quarto  onde supostamente Sasuke-kun terei transado com Karin, só de pensa assim sinto um aperto no peito. Começo  a cata as coisas jogadas ali no chão e encontro  papel de camisinha, uma lagrima escorrer por minha face

 

“Sakura para, você  sabe que karin e louca e poderia ter plantado isso aqui!” – falei para mim mesma limpando minha face, continuando o que eu estava fazendo e logo o quarto estava limpo, sentir o cheiro de Sasuke  presente ali e nosso bebê  mexeu como se tivesse sentido também, sorrir acariciando minha pequena barriga.

 

                AUTORA

 

Sasuke abriu a porta de seu apartamento, mas noto que estava tudo quieto demais. O mesmo entrou  passando  pelo o sofa e deixando suas coisas de trabalho, seguiu ansioso  para o quarto que a rosada estava hospedada, bateu  na porta e não  ouviu resposta, girou a maçaneta  e entrou, mas nem sinal da mesma. A chamou para vê  se ela estaria no banheiro, também  não  ouviu resposta.

“falei para ela ir pro meu quarto, então  ela deve está lá.”- pensou o morando  e saindo do quarto e entrando em uma porta ao lado. Observou o lugar   não  ver Sakura ali também, até  que notou  a porta da varanda aberta e uns  fios  de cabelos róseos voarem. Sorriu de canto ao se aproxima e ve que a menina estava perdida fitando o nada enquanto mantia as  duas não  na barriga a acariciando com os dados. O mesmo se aproxima sem ser percebido, colando suas mão  em cima das pequenas mão  da rosada que ainda as mantia sobre sua barriga e deposita um leve beijo no pescoço  da menina.

 

-Sasuke: me dei um dia de folga.- diz após  afasta os lábios do pescoço  da rosada, apoiando o queixo no ombro dela sentindo o cheiro que exalava  da mesma, enquanto  a ajuda a fazer carinho na barriga.- tá tudo bem?- Pergunta ao percebe que a rosada não  tinha reação. A mesma virasse para ele e o olha nós olhos enquanto  ele tocava seu rosto.

 

 

-Sakura : por favor diga- me a verdade. Você  transou com a Karin ontem a noite  também?!-  Sasuke  para de imediato de acariciar o rosto de Sakura, a olhando sem ânimo. 

 

 

-Sasuke: do que esta falando?! Passei a noite toda com você! Esqueceu? 

 

 

-Sakura: não  me esqueci não sasuke-kun. Mas por que karin estava aqui hoje, nesse quarto apenas vestida em uma das suas blusas, quanto as roupas suas estavam sobre o chão. – perguntou com voz chorosa. Sasuke aproximasse de Sakura

 

 

-Sasuke: escuta bem rosada, a única  pessoa com que transei ontem a noite foi você.  Karin dormira aqui, mas foi só! Eu estou com você?! e com você  que vou forma uma família. Eu realmente não sei o que karin fez ou falou para te deixa assim, mas seja o que for não  e verdade.- segura o rosto da minha  pra que possa o olha-la nós  olhos enquanto  falava. – não  desconfie de mim, se fosse pra te trair não  estava com você! – finaliza a  puxando  para um abraço. 

 

 

-Sakura: M-Me desculpe. – sabia que tinha errado ao desconfia dele. Enquanto olhou  em seus olhos vir  que o mesmo dizia a verdade. Sentiu um beijo  que fora depositado no topo de sua  cabeças,  enquanto estava com mesma encostada no peito de sasuke-kun. 

 

                   

                       Sakura

 

Começo  a beija seu pescoço, logo chegando próximo aos lábios, já nas prontas do pés  para alcança-lo, mas mesmo assim não  conseguir! Sasuke-kun vendo o meu desespero abaixo sua cabeças,  enquanto  sorria de canto. O beijei lentamente, querendo sentir bem aquele gostos que só ele tinha, sentir ser tirada do chão  e quando dei por mim, já estava sendo depositada na cama. -isso que dizer que aceita minhas desculpa?! – sorrir ao vê Sasuke se desfazer de suas roupas.

 

 

-Sasuke: se fizer tudo que eu manda, do jeito que eu manda... eu posso pensa em te perdoa! – o olhei fingindo cara de surpresa 

 

 

-Sakura: e qual será a sua primeira ordem?! – perguntei  me sentando na cama.

 

 

-Sasuke: tira sua roupa, todinha...- o mesmo sorrir de  canto e minhas bochechas pagam fogo. 

 

 

-Sakura: pervertido. – disse levantando e me desfazendo  do vestido ficando apenas de ficando de calcinha  e sutiã  e caminhando em direção às portas sobre o olhar de sasuke, as mesma eram de vidro e corriam eram as portas  da varanda do quarto e as cobrir  com a cortina escura, deixando o lugar, mais escuro em uma tentativa de evitar que Sasuke  me visse nua na naquela claridade  todas.

 

 

-Sasuke: irritante! Não  mandei fazer isso. Ainda consigo  te enxergar perfeitamente. – parecia desanimado, Mas eu sabia que não  estava. Agora eu sabia que aquele era o jeito dele. -continue. – ordenou, sério tirando as meias, ficando apenas de calçar jeans. Tirei o sutiã lentamente  e sem o olhar, enquanto o olhar do mesmo não  saia de cima de mim. 

 

 

-Sakura: Sa-sasuke por favor...- fui interrompidas  pelo um moreno que observava sentado a uma poltrona.

 

 

-Sasuke : continue...- abaixei novamente a cabeças,  sentindo minhas pernas bambear  e minhas mãos  suar, enquanto minhas bochechas pagavam fogo. Levei a mão  lentamente até a calcinha olhei ligeiramente e ele tava focado em mim, dessa vez a sua cara tinha um semblante pervertido e um sorriso de canto o que me deixo mais, envergonhada. Abaixei a cabeça  e comecei a descer a calcinha lentamente. Eu estava quando frio na barriga,  parecia uma criança  que aprontou algo grave aos olhos de seus pais e eles acabaram descobrindo. Minha intimidade já estava expostas, eu passava a calcinha pelos os meus pés  e ouvir os passos do uchiha vir até mim, arrumei o corpo mais sem olha-lo. sentir sua respiração  em meu pescoço. – linda.- sussurrou  após  da a decima olhada em meu corpo todo.-  e o melhor  de tudo e que é  minhas e  só foi minha e continuará  sendo só minha.- fala em meu ouvido enquanto eu estava de costa para ele. Sentir meu corpo ser puxado e em seguida encontrando-se com o dele, sentir seu membro já ereto, e a excitação  aumento, Sasuke  depositava beijos  e mordidas em meus pescoço e logo passou a fazer o mesmo em meus seios enquanto  me penetrava com dois dados, aquilo ardia  um pouco no início mais logo passará. Já sentia meu corpo estremecer e sabia muito bem o que vinha pelo a frente.  Puxei nós  cabelos do moreno que sugava mais seios  e gemi auto me contorcendo de prazer ainda de pé.  Sasuke me olhou enquanto  eu abria os olhos e tentava normaliza  a respiração.  ele sorrio.  Como eu amava aquele sorriso! o beijei e fui empurrada para cama delicadamente,  e logo Sasuke Deito- se por cima, já sem roupa  ele se posicionou e me penetrou lentamente.  

 

                      Sasuke

 

Observa   Sakura me deixo mais excitado do  que eu já estava, só de pensa o que eu faria com  ela quando chegasse em casa. Aquela timidez da mesma de sem roupa em minha frente me irritava, mas até  que eu gostava. Ela parecia uma maninha quando  estava assim e ficava extremamente linda. Me perguntei hoje o dia enterro o que ela estava fazendo comigo para me deixa assim tão  entregue a ela, sinceramente  não me importava mais,  só queria me entrega mais e mais cada vez mais a ela.  

Eu estava extremamente irritado com Karin, mas resolveria isso depois, não  deixaria aquela mal amada estragar o que estava acontecendo entre mim e Sakura 

Foquei nos seios da minha rosada. era os mais lindo que eu já vir, os mais gostosos, os mais puros e delicioso. A intimidade da mesma parecia ter sido feita parar mim, as medida,  a largura. Tudo se encaixava perfeitamente do jeito que eu gostava, me apertando e sufocando  meu pênis. Sentir seu enternecer  enquanto a penetrava com os dedos. Sorrir satisfeito ao sentir o líquido quente escorrer sobre eles

Aquela era minha deixa!- pensei, não queria machuca-la e já que estava extremamente  lubrificação por causa do orgasmos, a penetrei lentamente, sentindo cada catinho daquele lugar que era o mais perto do céu  que já tinha chego. Começo   a mim movimenta ouvindo os gemido de Sakura  e mordiscando os seu seios.

 

-Sasuke : de quatro! – Sai de dentro dela a ordenado. Sakura me olhou  com os olhos arregalados sentando de imediato na cama, com sua bochechas  vermelhas.  Abria e fechava a boca como se quisesse fala algo, mas palavra nenhuma saia. Foram duas tentativas inúteis de fala algo.

 

 

-Sakura :Sa-Sa-sasuke-kun p-por favo... – coloquei meu dedo sobre seus lábios e a beijei

 

 

-Sasuke : eu que te passo por favor, preciso de você  assim.- a olho nos  olhos e Sakura confirma temida com  a cabeça e começa  a se posicionar com minha ajuda, ficando lindamente de quatro, enquanto tremia. A observei daquele jeito,  e o tesão  aumento seguido do mau amiguinho, a penetrei novamente enquanto segurava em seus cabelos rosas me movimentei  com precisão  ouvindo cada vez mais gemidos  tomar conta daquele quarto sentir  novamente o líquido quente de Sakura escorrer pelo o meu membro e isso foi a gota d'água  e me despejei dentro dela, caindo para o lado Sakura fez o mesmo nos olhamos ainda com as respiração prejudica  e sorrimos um para o outro. Puxei  a mesma para mim e ela deito sua cabeça  em meu peito.

 

 

-Sasuke: agora conti- me o que karin fez? !- Perguntei  após um tempo acariciado  os cabelos da rosada e me pergunto o que eu faria com a ruiva para que ela  nos deixa em paz. Sakura fora relutante em me conta, mas insistir e ela acabou falando. Meu sangue ferveu ao ouvir  o que ela teve coragem de fazer- não se preocupe, darei um jeito nela.

 

 

-Sakura: não  faca  nada, por favor. Não  quero que ela saiba que conseguiu me atingir com a mentiras e seu veneno.- prometo que não  faria, mas nunca  fui muito bom em cumprir promessas, Sakura adormeceu logo após, a observei por minutos e peguei no sono também. 

 

 

                      AUTORA

 

Sakura abriu os olhos lentamente se deparando com um Sasuke  perfeito  dormindo do seu lado, sorrio o observando e  levantou lentamente. Estava com fome e sua barriga já roncava, precisava come,  estava esperando um bebê  e alimentação  era muito importante. Sente sua cintura ser enlaçada antes que pode-se sair da cama.

 

-Sasuke: onde pensa que vai? – perguntou com voz de sono.

 

 

-Sakura : comer algo, to morrendo e fome. – sorrir sem jeito.- quer que eu te traga algo? 

 

 

-sasuke: um copo de agua.- fechando os olhos, Sakura  Sorrir da situação  do moreno. Levantasse indo até o guarda roupa e pegando um Baby dool e uma calcinha e os veste em seguida da uma última  olhada para Sasuke e antes que possa gira a maçaneta  Sentiu sua vista escurecer e volta ao normal, duas vezes olhou para o chão  e teto e tudo girava, sua cabeça doía como se alguém a estivesse esmagando  com um martelo, lentamente, Sente uma cólica  incomum e coloca a mão  na barriga se ajoelhando e levando uma de suas mãos a cabeças  e  sem aguenta grita ajoelhada no chão.

 

                       SASUKE

 

Ouvir o grito de dor vindo de Sakura,  não  tive tempo nem de abrir os olhos, apenas pulei da cama e quando os abrir vir umas das cenas  que mais me tocaram em minha miserável  vida. Sakura estava ajoelhada no chão, com uma mão  sobre a cabeça  e outra no ventre, os apertando com força. 

 

 

-Sasuke: Sakura,  rosada o que foi?- Perguntei me ajoelhando  de frente para ela, tirando  os fios róseos de cabelos que estavam grudados as lagrima, a mesma não me respondeu apenas gemidos de dor. – vai fica tudo bem! – disse com a perto no peito. – vou leva- la ao historial.- A peguei no colo me sentindo impotente, enquanto ela gritava de dor eu e feito um inútil  sem conseguir fazer nada. Peguei a box do chão  a colocando de pressa em seguida uma calça  moletom na cor azul escuro  uma blusa preta, tornei a pega Sakura no colo. Sai porta fora com ela.

Coloquei deitada no carro e antes que eu pode-se entra no mesmo ela segurou em minha mão  firme.

 

 

-Sakura: n-não  d-dixe que a-aconteça nada c-com n-nosso bebê.- seus olhos  se fecharam e eu me desapeirei e comecei a chama-la, entrei no carro dando a partida e seguir rápido para o hospital onde Tsunade atendia, tirei Sakura do carro e entrei com ela no colo, Tsunade  se assustou vindo e nossa direção. 

 

 

-Tsunade: o que aconteceu com ela? – perguntou segurando o pulso dela. – UMA MAKA URGENTE.- gritou a mulher. 

 

 

-Sasuke: eu não sei acordei com  os gritos dela.- a coloquei sobre a MAKA  após  alguém me manda fazer.

 

 

-Tsunade: espere aqui. – saio levando minha rosada  e nossa pequena vida. Soquei  a parede do hospital  e me sentir colocando a mão  na cabeça, puxando meus cabelos. Alguns minutos se passaram e eu já não  aguentava mais precisava sabe qual o estado de saúde de Sakura. Avistei Tsunade vir em minha direção  e me adiantei  indo até ela.

 

-Sasuke: oque aconteceu,  ela e o bebê estão  bem? – a cara de Tsunade não  era a melhor.

 

 

-Tsunade: eu disse nada de estresse lembra?! Sakura teve uma pré-eclampsia. Não vou mentir para você Sasuke. – colocou mão  sobre meu ombro.- as últimas  horas serão decisivas para o bebê. Na verdade a bebê. 

 

 

-Sasuke: como ? Mas por que ?

 

 

-Tsunade: a pré – eclampsia e causada por preção alta oque é resultados de estresse, raiva resumindo fortes emoções ou até mesmo cansaço. Sakura passou algo do tipo.

 

 

-Sasuke: cansaço  sim um pouco,  trasamos  a pouco. 

 

 

-Tsunade: isso não tem nada a ve, quando temos relação, isso nós  relaxa, mas não  e um cansaços que de para causa algo assim. – pensei um pouco na a respeito da outras opções, chegando a conclusão  do estresse, quando cheguei em casa hoje Sakura estava totalmente irritada.  Meu sangue ferveu , não ele pegou fogo!

 

 

-Sasuke: volto  logo.- Tsunade me observou sair enquanto me chamava. Eu estava preste a cometer um homicídio.

 

 

 

                   Continua....


Notas Finais


* agradeço muito a todos os comentários que foram bem mais do que eu espeva..super feliz e por isso que saio esse cap hj kkkk estava extremamente feliz pelo a contidade de favoritos e comentários o que resultou nesse cap que acabaram de le. Então continuam me deixando feliz que assim tenho criatividade e a cuca fuciona melhor bjus ar os comentarios
Espero realmente que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...