História A sedutora - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camilag!p, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Visualizações 188
Palavras 1.068
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desde já desculpe qualquer erro.

Capítulo 9 - Capitulo 9


POV CAMILA

- Você vai ter que vir amanhã, eu estou te pedindo. É uma noite Camila, uma noite.

- Eu não acredito que você vai casar de novo. - Eu falo muito indignada enquanto o observo caminhando pela sala. - Você se divorcio a uns 14 meses, só pode estar me zoado. Quanto tempo vai ficar com essa? Seis meses, nove meses... Pai, eu já estou cansada.

- Ela e a mulher certa agora, eu sei. - Tentou me convencer enquanto eu suspirava. - É diferente, e eu te entendo tudo bem? Sei que já cansei mais vezes do que um homem deveria e que sou mais inconsequente que muitos garotos, mas venha. Eu estou te pedindo.

Uma coisa que você tem que anotar sobre o meu pai e que ele ama as pessoas muito facilmente, mas ele não sabe não casar com uma pessoa assim que ele passa ''amar'' ela. E no final, quando ele vê que tudo não passava de uma paixão passageira, ele separa e é como se tudo voltasse ao normal com uma rapidez  paranormal.

Ele também disse que amava a mãe de Vero a alguns anos atras. Sim, meu pai já se casou com a mãe dela, e foi ótimo no inicio. Os dois se amavam perdidamente e parecia ter sido uma ótima ideia casar com a mãe da minha melhor amiga da sua filha pequena. Estranho? Nem um pouco.

O estranho e que hoje em ainda são amigos e ele sai com o atual marido dela, que atuou com ele em um dos filmes que fez. O casal ainda sai com ele para beber, jogar truco ou qualquer outra coisa que façam e eu não pergunto.

Tudo bem, admito. Meu pai e 50% louco e 50% exagerado.

Já casou tantas vez que eu ate parei de contar quando fiz meus 20 anos.

- Você sempre fala a mesma coisa de todas as mulheres. - Passo a mão no rosto.

- E você deveria seguir meu exemplo e achar alguma mulher para casar. - Disse me fazendo rir instantaneamente. - Estou falando serio Camila, viver pegando todas as mulheres que vê pela frente não e atitude de uma pessoa que acha que esta em posição de me julgar por continuar procurando uma mulher para viver do meu lado mesmo depois de tantos anos.

- Eu no estou te julgado, pai. - Disse me sentando, sua ultima frase rodando a cabeça. - Sei que deve ser difícil depois de... Você sabe. Mas eu não igual você, não estou procurando ninguém, e não esta nos meus planos casar. - Levanto pegando minha jaqueta no sofá. - Eu vou vir amanha, vou conhecer sua noiva e vou ser o padrinho, tudo bem? Te vejo depois.

- Onde você vai Camila? - Ele pergunta.

- Vou na academia. - Respondo e ele agradece enquanto eu saio da sala. 

 

---------------------------------–--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Demorei uma hora para chegar na academia, e assim que entrei vi a Vero na esteira.

Falando em Vero, eu tiver que aturar ela me zoando por causa da mulher a semana inteira. Ela achou ótimo o fato de que eu fique sem ninguém a noite toda. Nunca fui rejeitada, e eu tenho que confessar que a morena ficou sim na minha cabeça.

Ela era intrigante, eu tenho que admitir. Uma morena teimosa, irritante e gostosa.

Seu corpo era uma porta fechada para perdição que eu estava disposto a conseguir a chave.

- Como foi a conversar com o papai? - A vero fala respirando forte assim que me vê chegando.

- Foi magnifica. - Ela ri da minha ironia enquanto sento em um banco. - Vou ter que ir em um jantar com a nova mulher dele. - Comento e a Vero rir.

- Que chato, eu achei que nos íamos sair com as gêmeas amanha. - Diz me lembrando. - Pelo jeito vou ter que pegar as duas sozinha. Vou fazer esse sacrifício por você amiga, eu aguento.

- Não aguenta nem uma vai aguentar duas. A Sarah mandou abraços. - Zoei falando da ex namorada dele e ele me xingou na hora me fazendo rir. - Eu vou nesse jantar, vou fazer cara de feliz e fingir que aquela e a última mulher que o meu pai vai ter.

- Ele não deu o sermão de sempre sobre você casar? - Pergunta.

- Claro que sim, mas dessa vez foi menor do que de costuma ser.

- Camila Cabello. - Eu ouço uma voz de mulher que me faz fechar os olhos e bufar. - Eu estou te ligado a semana toda.

- E eu estou ter ignorado a semana toda, Ariana. - Ela cruza os braços já parada na minha frente. - Agora se não ser importa eu tenho coisa mais importantes pra fazer.

- Você não tem esse  direito, não pode simplesmente parar de falar comigo como se eu fosse qualquer uma que você já transou. - Fala indignada. - Eu fiz muito por você, Camila.

- Ariana a unica coisa que você fez por mim foi me lembrar de nunca mais pegar ninguém de um ambiente onde vou todo dia. - Respondi calmamente. - Quer dizer, olha nos agora. Eu querendo  fazer meus exercícios de sempre, você me atrapalhando e enchendo com suas frescuras...

- Eu te odeio, Camila. - Ela me dá uma tapa na cara e sai andando mais brava do que nunca.

- Mulher, como você consegue ter ela no seu pê e nem se aproveitar disso? 

- Simples, ela e super irritante. - Paro o que estou fazendo e a olho. - E pegajosa e quer um compromisso com alguém que ela nunca vai nem chegar perto de ter um casinho.

- Um dia, quando você finalmente entrar em um compromisso eu vou rir vendo você se ajoelhar por uma mulher. - Eu ri enquanto ela passava as mãos no ar imaginado o futuro.

- E mais provável que meu pai case pela ultima vez. - Eu falo e Vero gargalha. - Entenda, isso não vai acontecer comigo. - A Vero joga os braços para cima se rendendo.

- Apostado. - Ele responde saindo da esteira e pegando a garrafinha de água. - Eu tenho um encontro com uma loira gostosa. - Diz levando o resto das suas coisas. - Boa sorte nesse encontro familiar, te vejo depois.

- Sorte, vou precisar. - Respondo pensando alto.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...