História A seleção - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Laila Toil, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags A Seleção, Adrinette, Romance
Exibições 46
Palavras 628
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas
Tá ai o CAP, tá menor do que eu queria mas foi o q deu

Fiquem com a fic

Capítulo 2 - 👑 2 👑


Fanfic / Fanfiction A seleção - Capítulo 2 - 👑 2 👑

- Por favor, não me chame de linda. primeiro minha mãe, depois Tikki e agora você. isso enta me dando nos nervos

Pelo jeito que Nathaniel me olhava, notei que minhas palavras não me deixavam mais feia. Ele sorriu

- Não consigo evitar. Você é a coisa mais linda que eu já vi na vida

Ele segurou meu rosto com as mãos, e eu olhei em seus olhos. Foi o suficiente, seus lábios tocaram os meus, e eu não consegui pensar em mais nada. Nós nos afastamos, e eu não consegui conter um sorriso

- Desculpe, não estou de bom humor hoje. é que... nós recebemos aquele aviso idiota pelo correio

- Ah, sim, a carta - suspirou Nathaniel

- E o que você acha disso? Quero dizer, da Seleção? - perguntei

- Por um lado, acho meio triste. O príncipe não sai com ninguém? por outro lado, acho uma boa ideia, É emocionante. Ele vai se apaixonar na frente de todo mundo

Ele passava os dedos em volta dos meus lábios. Aqueles olhos azuis penetravam fundo na minha alma, e eu sentia aquela química incrível que só tinha com ele. (N/A: eca! eu escrevi mesmo isso?)

- Ei, trouxe um lanche pra nós - eu disse com delicadeza

- Ah, é? - pude notar que ele tentava não soar empolgado

- Você vai amar esse frango. Eu que fiz

Peguei o embrulho e entreguei a ele, que começou a beliscar a comida

- Você cozinha tão bem. Um dia vai dar muitas alegrias e quilos a mais para alguém - comentou

- Vou dar alegrias e quilos a mais pra você. Sabe disso

- Ah, engordar

Rimos, e ele me contou as novidades desde a última vez que nos vimos

- Vou ver se arranjo um trabalho aos domingos para ganhar um pouquinho mais

- Nem se atreva! Você já trabalha demais

- Mari

- Sim - sussurrei

- Você vai entrar na Seleção?

- Não! claro que não! não quero que as pessoas pensem que considero a hipótese de me casar com um estranho, é você que eu amo (N/A: ecaaaa!)

- Você quer ser uma seis? sempre faminta? sempre preocupada? - ele perguntou

Sua voz carregava muita dor e uma pergunta sincera: se eu pudesse escolher entre dormir no palácio e real e num apartamento de três cômodos, o que seria?

- Acho que você devia... - ele soltou de repente

- Devia o quê?

- Participar da Seleção

Olhei para ele furiosa

- Você perdeu o juízo?

- escute, Mari

Sua boca estava bem perto do meu ouvido

- Se voce tivesse a oportunidade de melhorar de vida e não aproveitasse por minha causa, eu nunca iria me perdoar. Só quero que você participe, que tente. E, se for sorteada, vá para o castelo. Se não for, pelo menos não vou sofrer por tem impedido você

- Mas Nath, eu não amo o príncipe. não gosto dele. nem o conheço

- Ninguém o conhece. E esse é o ponto: talvez você goste dele. Por favor?

- Certo. Vou me inscrever. mas sei que não quero ser princesa, tudo o que eu quero é ficar com você

- E você vai ficar - ele me beijou - Você pode cantar pra mim? uma música bem bonita pra eu lembrar na hora de dormir?

Sorri. Adorava cantar pra ele. aconcheguei-me mais é comecei uma cantiga de ninar bem serena

- Eu te amo, Marinette. vou te amar enquanto viver

- E eu te amo nath, você sempre será meu príncipe                                                                                    E ele me beijou até a vela se consumir por inteiro. Devia fazer horas que estávamos lá, me despedi com um beijo e voltei para dentro. De volta ao quarto, esperei uns dez minutos na janela até ver a silhueta dele descer a escada e correr pela estrada. me deitei na minha cama e logo adormeci



Notas Finais


Se alguém que não leu A Seleção estiver lendo essa fic, e estiver com dúvidas sobre esse negócio de Seis, Cinco, Um etc...
Pode falar ai nos comentários
( eu só perguntei isso pq eu sou um ser humano burro e quando li a seleção e tava tipo: "WHAT? O que diabos é Casta?" pse sou burra msm)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...