História A seleção de máscaras - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Eadlyn Schreave, Kile Woodwork, Personagens Originais
Exibições 38
Palavras 666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Segundo capítulo!!!
;-)

Capítulo 25 - Jogos reais


Pov. Eadlyn 


Faz alguns dias que começamos a elite e acho que fiz a escolha certa, esses garotos são incríveis! Nossa.... Nunca me imaginei dizendo isso. Kkkk. Mas agora estou vendo uma coisa para fazermos todos juntos e..... Achei! Banco imobiliário é um jogo bem legal. Irei jogar com os garotos. Essa era uma nova versão de 6 jogadores. Carreguei até o salão dos homens e entrei. 

-Cheguei! - Falei. Eles me encararam. 

-Que falta de educação, entrar sem bater. - Falou Kevin atrás de mim, chutei sua perna. - Mentira, você é um amorzinho de pessoa. - Falou com sarcasmo. 

-Senti cheiro de sarcasmo.... - Disse Patrick. Comecei a rir revirando os olhos. Sentei no chão e eles me acompanharam. 

-Jogaremos o que? - Perguntou Diego. 

-Banco imobiliário. - Começamos a arrumar as peças e o dinheiro. Quando terminamos tiramos no zerinho ou um e ímpar e par. Terminou sendo:Kevin=John=Eu=Luke=Patrick= Diego. 

-Quem começa tem sorte! - Se gabou Kevin enquanto mexia os dados com as mãos. Jogou e deu 12 casas. 

-Belíssima sorte! - Falei me segurando para não rir. Ele tinha acabado de entrar no camburão. 

-Só três rodadas amigo. - Falou John irônico. Enquanto John jogava me virei para Luke. 

-Tudo bem? - Perguntei sorrindo. Ele se virou para mim com uma cara fechada e falou meio que se afastando:

-Tudo. - Respondeu ele. Arqueei uma das sobrancelhas. 

-Tem certeza? - Perguntei novamente. 

-Sim, olha, já é sua vez. - Falou Luke. Prestei atenção no tabuleiro um pouco frustada. Por que motivo ele estaria assim comigo? Será que foi por causa do beijo? Tentei não pensar nisso no momento. Depois das 3 jogadas Kevin falou:

-Finalmente! - Exclamou, fazendo todos rirem. Na minha vez. 

-Agora vai ter que pagar..... - Falou Patrick, sorrindo para mim. Revirei os olhos e o paguei. Eu tinha caído numa das casas dele. 

-Vai ter troco! - Falei. O jogo fluiu normalmente até que eu consegui a casa com o maior preço do jogo. 

-Quero ver alguém pisar aqui. - Falei me gabando enquando entregava o dinheiro para o banqueiro que era Diego. Jogamos mais uma rodada, até que Kevin cai na minha casa mais cara. Comecei a rir enquanto ele me dava o dinheiro com uma cara emburrada. 

-Não quero mais ser o primeiro a jogar. - Falou Kevin. Ele agora me lembrou o Hale que sempre perdia nos jogos. Na vez de John, ele parou na casa de "ganhe 200.000",sortudo.

-Banqueiro,meu dinheiro, por fa... - Ele foi interrompido pela sirene. Ah, não, outro ataque não! Começamos a correr em direção a alguma passagem, mas não tivemos sucesso em achar. Entramos em um corredor cheio de porcelanas, mas fomos cercados e infelizmente não foi por guardas. Eram vários rebeldes usando máscaras que cobriam o rosto inteiro. 

-Acho que eles queriam entrar para a seleção. - Falou John. 

-Acho que não é hora de você falar besteiras.-Falei. 

-Eles parecem ninjas!-Falou Kevin meio assustado. Mas pareceu que uma idéia nos ocorreu ao mesmo tempo. Nos entreolhamos e concordamos com a cabeça.

-Eu sou o vermelho. - Falou Patrick, decidido.

-Sou o verde. - Falou Luke. 

-Sou o azul. - Falou John. 

-Sou o amarelo. - Falou Diego. 

-Sou o preto! - Falou Kevin. 

-Sou a rosa! - Falei. Fizemos uma pose dramática e depois Luke falou:

-E agora? - Perguntou confuso. Nos viramos e juntamos nossas mãos ao disser :

-Rangers unidos! Samurais para sempre! - Os caras ninjas estavam nos observando como se fossemos loucos por estarmos fazendo uma cena de power rangers samurai agora. Os garotos começaram a jogar no chão varias porcelanas para  distrairem os rebeldes enquanto eu entrava numa sala que eu conhecia muito bem. Peguei 6 vassouras e sai da sala, joguei uma para cada garoto e uma deixei para mim mesma. Começamos a lutar contra eles e estava bastante divertido devo admitir. Estávamos nos sentindo como na série. Quando a maioria deles estava no chão nos olhamos. 

-Corre!!! - Gritei. Fomos em direção a algum esconderijo até o ataque acabar. 


Notas Finais


Kkkkkkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...