História A Seleção: Realidades Diferentes. - Capítulo 2


Postado
Categorias Avril Lavigne
Exibições 6
Palavras 311
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Sendo obrigada e diversão com os outros


Pov's Avril

Depois de um tempo minha mãe me chama e eu deço.

-Avril querida vc irá se escrever na seleção para futura esposa do príncipe!
-Nem fedendo!!!-eu
-Vc vai nem que eu tenha que te arrastar!
Subo as escadas e deixo ela falando sozinha,nem fudendo que eu vou fazer isso!Me tanco no quarto e pego o violão.

Ignite

Você sente uma chama queimar
É seu instinto não pra negar
Um alvo tatuado em seu olhar

Levamte e lute
Sob as luzes todos entram em cena
Sua vida se defini nessa arena
Sinta ferver o sangue em suas veias

Todos se setem bem no seu lugar
E sem opção é morrer ou ganhar,ou ganhar,ou ganhar
Basta uma brasa pra incendiar
Seu destink veio aqui te chamar

Então vai,então vai

Deixa queimar!Queimar!Queimar!

A força existe,mas não pra ver
Você enxerga se é capaz de crer
No infinito que nos envolve

Sinta emoção

Sob as luzes rodos entram em cena
Sua vida se defini nessa arena
Sinta ferver o sangue em suas veias

Todos se setem bem no seu lugar
E sem opção é morrer ou ganhar,ou ganhar,ou ganhar
Basta uma brasa pra incendiar
Seu destino veio aqui te chamar

Então vai,então vai

Deixa queimar!Queimar!Queimar!

Basta uma brasa pra incendiar
Seu destino veio aqui te chamar

Deixa queimar!Queimar!Queimar!

Pego minha bolsa,saio da janelamdo meu quarto e vou para o telhado depois dou um pulo e vou encontra o pessoal.Vou para a floresta em direção do esconderijo que é um burraco numa montanha que dentro tem uma lagoa e outras coisas lindas e um tubo quande de escoto que vai de uma lardeira até o lago,passa pela mata e entro no esconderijo,cumprimento os outros pego uma bolsa de sangue,depois de um tempo escorregando e nadando do rio cada um vai para a sua casa,entro da mesma forma que sair e vou dormi.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...