História A Series Of Coincidences (That Brought Us Together) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor Não Correspondido, Angst, Aparições Do Got7, Aparições Do Monsta X, Bts, Eu Sinto Muito, Fluff, One Sided Jikook, One Sided Namjin, Slow Build, Smut, Yoonmin
Exibições 109
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - About Macchiatos And Photographies (You're Hot As Coffee)


 

-Jimin-

E assim o tempo passou, às vezes Yoongi passava no café e às vezes ele realmente entrava e sentava, geralmente puxando um notebook e colocando fones de ouvido grandes e pretos, nessas ocasiões ele passava algumas horas trabalhando no projeto que fosse e geralmente esquecia do café que ele havia pedido até que o mesmo ficasse frio,  eu geralmente levava um cookie para ele também, o que fazia surgir um sorrisinho no lugar da expressão irritada que ele normalmente usava, por algum motivo Min Yoongi sempre parecia 110% cansado da vida.

Mas em algumas raras ocasiões quando ele não trazia o notebook e de fato bebia o café que ele tinha pedido, nós conversávamos, às vezes eram assuntos banais, nada muito importante, às vezes eram coisas mais profundas, mas sobre essas nós só conversávamos quando o café estava mais vazio e Minhyuk estava fazendo vários nadas na cozinha, a voz baixa dele guiando a conversa e eu podia ficar escutando ele falar para sempre. Mas assim que entrava um cliente ou Minhyuk fazia algum barulho alto demais a atmosfera se estilhaçava e voltávamos aos assuntos mais “seguros” de certa forma, como a faculdade ou música e era agradável.

Fazia quase dois meses que Yoongi frequentava o café quando ele apareceu acompanhado pela primeira vez. Namjoon era um cara alto e extremamente inteligente, mas muito, muito, desajeitado, ele tinha um dom para quebrar as coisas que era absurdo. Depois da terceira xícara que ele quebrou eu passei a dar apenas copos descartáveis para ele.

Namjoon vinha geralmente com Yoongi, porém tinha vezes em que ele vinha sozinho e era difícil  não notar que ele fazia isso por causa da Eunsoo. Ele nunca falava com ela, só ficava olhando enquanto ela bebericava o seu macchiato, até que um dia ele chegou antes dela.

Ele entrou pelas portas de vidro e buscou Eunsoo com os olhos, eu fingi não perceber o olhar levemente desapontado que cruzou o rosto dele e segurei o riso, eles eram tão densos! Ela olhava para ele tanto quanto ele olhava para ela, mas nenhum dos dois percebia que o outo o fazia, era fofo, eu gostaria que fosse assim comigo e Jeongguk, mas eu sabia que ele não me via dessa forma, suspirei e continuei a fazer o latte de baunilha que uma das estudantes que frequentava o café pediu.

- Bom dia Namjoon hyung! – Cumprimentei sorrindo quando ele chegou ao balcão. – O que vai querer hoje?

- Bom dia Jimin-ah. – Ele checou a hora no celular. – Eu vou querer um americano.

- Um americano saindo! Você vai tomar aqui ou levar? Minhyuk hyung fez uma receita nova de cupcakes.

- Nah, eu to de boas, vou só querer o café mesmo.

Assenti e logo em seguida entreguei o copo descartável para ele, Namjoon pagou e quando ele se virou para ir embora eu vi a cena acontecendo em câmera lenta. No meio tempo que levou para ele pagar e eu fazer o pedido dele Eunsoo entrou no café e estava vindo em direção ao balcão, Namjoon tendo a péssima noção espacial dele virou achando que não tinha mais ninguém na fila e deu de cara com a estudante de arquitetura derramando café no vestido florido dela.

Dessa vez eu não consegui segurar o riso, a cara que ele fez foi sensacional.

- AimeudeusmedesculpaChaEunsoo! – Ele falou mexendo as mãos em desespero sem saber o que fazer.

- Ta tudo bem, - Ela riu da cara apavorada dele. – Eu não moro muito longe, posso me trocar daqui a pouco sem problemas.

- Me desculpa mesmo!

- Aqui noona. – Falei entregando um pano que eu deixava atrás do balcão para quando alguém derramava alguma coisa, o que era bem frequente agora que Namjoon tinha se tornado um cliente regular.

- Obrigada Jiminnie! – Ela agradeceu sorrindo. – Bom, se você quiser compensar pelo vestido, - Ela disse se virando novamente para o Namjoon. – Você podia me levar para um almoço... O que acha?

- C-claro Eunsoo-ssi. – Ele corou e sorriu exibindo as covinhas dele. – Amanhã você ta livre?

- Aham. – Ela assentiu e em seguida tirou uma caneta do bolso e rabiscou seu número na mão do Namjoon. – Me manda uma mensagem mais tarde e a gente decide melhor o local e a hora pode ser?

- Eles são uma gracinha não? – Sussurrou Minhyuk do meu lado observando a cena da porta da cozinha.

- Aham.

- Quem sabe se você derramar café no Yoongi ele não te convida pra um almoço também? – Ele riu enquanto desviava do pano de prato que eu joguei na cara dele.

- Aish hyung! Somos só amigos, eu nem sei se ele gosta de homens.

- Mas eu sei.

- Como? – Fitei Hyuk incrédulo, será que ele... Ficou com o Yoongi?

- Quando você tiver tempo procura “SUGA” no soundcloud.

- Sugar? Tipo açúcar? – Perguntei confuso.

- Não, S-U-G-A, sem o R.

- Por quê?

- Porque, meu caro dongsaeng, Yoongi posta alguns raps dele lá usando esse nome.

- Mas o que isso tem a ver com ele ser gay?

- Você vai entender... Ah, e eu nuca disse que ele era gay. – Ele deu uma piscadinha antes de desaparecer na cozinha.

Fiz uma nota mental para checar o soundcloud mais tarde e continuei atendendo os clientes novos que entraram no café.

-o-

Eu acabei esquecendo de checar o soundcloud, principalmente porque além do emprego na cafeteria eu ainda tinha as minhas aulas de dança e as provas finais estavam se aproximando, então eu me afundei nos livros, porém, acabei arranjando um espaço no meu cronograma para ajudar o Tae e o Kookie com o projeto deles sobre o contraste.

- Então, decidiram quais vocês vão fazer? – Perguntei olhando o cômodo, o divã de veludo vermelho estava coberto com tecido branco e as paredes com tecido branco e azul, fora isso o cenário estava vazio.

- Aham, vamos fazer vaidade, ira e luxúria. – Disse Jeongguk ligando os enormes refletores apontados para o cenário. – Jin hyung vai fazer vaidade e você vai fazer luxúria.

- Ta, mas quem vai fazer ira?

- O Tae chamou um amigo dele, Jung Hoseok.

Murmurei em resposta e logo em seguida a porta do estúdio foi aberta e por ela entraram Taehyung e um garoto muito familiar de rosto longo e lábios em formato de coração.

- Hey! – Cumprimentou Hoseok assim que entrou na nossa linha de visão sorrindo largamente. – Eu sou o amigo do TaeTae.

- Jung Hoseok certo? – Peguntou Kookie se curvando levemente e falando de forma levemente formal, Hoseok parecia ser mais velho.

- Isso, mas pode me chamar de hyung, eu não me importo muito com formalidades. – Ele escaneou a sala e seus olhos se arregalaram em reconhecimento quando me viu. – Hey! Ruivinho da festa!

- Hey. – Respondi timidamente, aquela festa não foi o momento do qual eu mais me orgulho. – Meu nome é Jimin, não me lembro se eu cheguei a me apresentar na festa.

- Festa? – Jeongguk parou de mexer na câmera que ele segurava para me fitar.

- A festa do IM alguns meses atrás. – Explicou Tae mexendo numa bolsa e tirando de dentro dela várias embalagens que pareciam tinta para cabelo. – Aliás ChimChim, vamos descolorir o seu cabelo. - Depois dessa frase o assunto da festa foi prontamente esquecido.

- Vão o quê? – Eu sabia que concordar em ajudar eles era uma péssima ideia e agora meu cabelo ia pagar o preço. Agora, justo agora que ele finalmente estava voltando a ficar macio depois de mudar do preto para o laranja!

- Vamos descolorir o seu cabelo! – Tae estava muito animado, parecia uma criança, no que ele já não parecesse uma 90% do tempo, mas ainda assim. – Nós, não, eu. Porque o Jeongguk não sabe bosta nenhuma sobre cabelo e provavelmente vai fuder com o seu se eu deixar ele perto da tinta, mas eu vou te deixar platinado para castidade e depois eu vou passar um tonalizante pra deixar ele prateado pra luxúria. – Eu já sentia meu cabelo ressecando só de pensar, mas eu sabia que não ia adiantar nada discutir, então só aceitei.

Jeonggik e Hoseok estavam rindo da minha cara de desespero e eu queria muito bater neles, nossa como eu queria.

- Se te faz sentir melhor Jiminnie, ele vai deixar o meu vermelho. – Disse Hoseok dando uns tapinhas no meu ombro como consolo.

- Não realmente, mas é o pensamento que conta. – Dei de ombros.

- Bom, eu tenho um amigo que troca mais de cor de cabelo que de roupa, e eu juro que o cabelo dele é macio, se quiser posso perguntar o que ele faz nele.

- Pode ser. – Concordei sorrindo e fui em direção ao Tae e a área onde ficava o camarim e o banheiro, estava na hora de platinar o cabelo.

Enquanto eu esperava a mistura de pó descolorante e água oxigenada fazer efeito Taehyung maquiou e vestiu Hoseok com o primeiro figurino dele, ele ia fazer Ira e Paciência. Não prestei muita atenção nele, eu estava ocupado demais sentindo o meu couro cabeludo queimar com os produtos químicos que o alien desgraçado tinha colocado no meu cabelo. Mas quando Jeongguk terminou de fotografar Paciência foi minha vez de representar a oposição a um pecado, no meu caso Castidade para se opor à Luxúria.

Troquei meu jeans e camiseta por uma calça social preta e uma camisa de botões branca que tinha algumas flores azuis e cor de rosa no peito e no ombro direito, algumas pétalas também caíam pela manga direita, era um desenho extremamente bonito e delicado.

- Fui eu que fiz. – Sorriu orgulhoso Taehyung quando me viu admirando a obra. – Levou um tempo e umas três tentativas mas valeu a pena.

- É lindo TaeTae. – Falei ainda maravilhado com a riqueza dos detalhes das pequenas flores, traçando meus dedos suavemente pela manga.

- Vamos, eu ainda tenho que fazer a sua maquiagem e preparar o Hobi pra Ira.

Depois disso não demorou muito até que eu estivesse na frente das câmeras.


Notas Finais


GENTE O QUE FOI ESSE COMEBACK PUTA MERDA! E o MV gente??? Eu achei sensacional????? Pensei em vários 50 tons de cinza vendo o Yoongi tapando os olhos do Jimin com as mãos e depois colocando uma venda nele hahahaha.

Okay, ignorem a frase anterior, finjam que eu ainda sou pura.

Mas então, voltando pra fic.
Primeiramente eu queria dedicar esse capítulo à pessoa que deixou o comentário mais fofo do mundo no capítulo anterior, Aiolos-senpai eu espero que você goste desse tanto quanto gostou dos outros <3
E em segundo lugar, eu usei o short film de lie e o mv de blood sweat & tears como base na hora de imaginar as fotos, então se quiserem um referencial usem esses, mas, como roubar ideia dos amiguinhos é feio eu quero avisar que isso das fotos com os pecados e tal veio de uma fic taekook que eu li no ao3 umas semanas atrás. O fato de eles tirarem as fotos é a unica semelhança com a fic, a forma que os personagens se relacionam e a cena é diferente também, maaaas, o tema das fotos por assim dizer é o mesmo, e eu gostei bastante daquela fic, não é uma das minhas top 10 mas é boa, então se quiserem ler ela eu vou deixar o link aqui (http://archiveofourown.org/works/3934843/chapters/8815435)

Acho que é só. Vou aproveitar o feriado de amanhã e tentar escrever mais uns dois capítulos.

E pelo amor de G-Dragon, comentem a fic! Eu sei que todo autor pede, mas dá uma sensação muito boa ver aquela notificaçãozinha aparecendo no cantinho da tela, nem que seja um "gostei", significa muito pra mim e faz o meu dia umas 30x melhor!

Então é isso amores, espero que tenham gostado do capítulo e vejo vocês no próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...