História Immortals (season 2) - A shot in the dark - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Camila Cabello, Magcon, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Brandon Rowland, Cameron Dallas, Camila Cabello, Carter Reynolds, Chris Miles, Dylan Dauzat, Hayes Grier, Hunter Rowland, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Sartorius, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Magcon, Sobrenatural
Visualizações 23
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


opa

Capítulo 11 - Colapso


Naquele momento, não havia mais nada além de nós.

Shawn Mendes Point Of View

Os lábios de Cam deixou os meus. Fui tomado por uma imensa euforia, sorri olhando em seus olhos... mas... Da onde vem isso?

Cameron parou de sorrir e sua face tomou uma expressão preocupada.

Minha cabeça rodava. Sentia fortes pontadas. Levei as mãos em minhas têmporas e as apertei com toda minha força em uma tentativa desesperada de aliviar a tortura agonizante.

Cam – Shawn? – Ouvia a voz de Cameron mas ela parecia distante.

Shawn – AAAHHHHH!- Gritei com toda minha força. Eu estava explodindo. Eu ia morrer.

Cam – Shawn!!!! Fala comigo!!! O que houve???

Minha vista escureceu.

Camila's Point Of View

Casa Cabello – Jauregui – 10h47min

Dor. Calma, Camila. Abre os olhos devagar.

Me virei na cama, colocando meu corpo de lado e levantando lentamente ainda com meus olhos fechados. Assim que eu abri, Lauren brotou perto da janela e arregaçou as cortinas fazendo meus olhos derreterem e escorrerem para fora de suas órbitas.

Camila -  Abriram a porta do céu! Lauren Michelle fecha isso agora! Meus olhos estão derretendo! Aiii minha cabeça! – Choraminguei. Mas a morena apenas riu do meu drama exagerado.

Jauregui – Ai que exagero Camz. – A morena caminhou até mim e se sentou perto. Rapidamente cobri minha boca com o lençol. – Aff Camila. Deixa eu te dar um beijo de bom dia.

Camila – Eu não. Eca. Nem escovei os dentes! – Falei me levantando rapidamente e quase caindo. Estava meio tonta. Lolo rapidamente me deu apoio, um sorrisinho irritante nos lábios. – Não... Nem fala nada.

Jauregui – Ressaca? – Apenas revirei os olhos e entrei no banheiro.

Terminei minha higiene e tomei um remédio para dor de cabeça. Meu deus... Da onde surgiu esses ralados nos meus joelhos? Depois pergunto. Entrei no quarto ouvindo um pouco da conversa dela com Cameron.

Camila – Meu irmão está bem?

Lauren se virou e me olhou nos olhos... Seu olhar transmitia receio e desconforto. Já comecei a pensar o pior, mas por minha sorte, ela sabia o que se passava em minha mente e me acalmou, explicando com mais detalhes o que havia acontecido.

Camila – Lauren. Preciso falar para você coisas que andei pesquisando e observando. – Ela apenas acenou com a cabeça e me esperou continuar. – Shawn está muito estranho. Aquele garoto não é o meu irmão. Meu Shawn nunca machucaria alguém por qualquer motivo. O meu irmão é o cara que lia HQ’s para mim e me agradava me dando bananas. Eu não vejo mais esse cara... Mas ele está lá dentro. Algo aconteceu com ele... Eu o quero de volta! – Senti lágrimas escorrendo pelo meu rosto. – Ele não confia em mim, não me vê como irmã. Parece que ele se esqueceu de quem eu sou! Eu quero meu irmão Lauren! Eu sou a mais velha, mas sempre foi ele quem cuidou de mim... Sinto saudades! – A essa altura eu já chorava em seu colo como um bebê.

Lauren – Baby, vocês se separam faz tempo. Passaram muitos anos longe. Você não sabe o que pode ter acontecido à ele. Você não sabe com quem ele conviveu e o que fizeram com ele – Ela parou bruscamente. Como se tivesse dito algo que não devia. Me levantei e a encarei. Ela sabia que eu não ia ceder.

Camila – Pode começar.

Ela suspirou fortemente, olhando diretamente nos meus olhos.

Lauren – Amor, antes de mais nada, fica calma. Primeiramente, eu não sei tudo. A única coisa que eu sei, é que quando vocês se separam, Shawn passou um tempo morando com Carpenter. Ele também é cientista e assim como eu, desenvolve pesquisas, estudos e experimentos. Seu irmão aceitou ser cobaia dele como forma de gratidão pelo abrigo. Eu não sei se isso é responsável pela mudança de comportamento em Shawn. E também não sei se isso é o que está causando a dor nele, pode não ser mas também...

Camila – Mas também pode estar fodendo o cérebro dele! FILHO DA PUTA! – Gritei, sentindo a raiva me consumir da cabeça aos pés.

Lauren – Camila, se acalma. Amanhã eu darei um jeito de me encontrar com ele e colherei amostras para testes. Ainda é cedo para termos certeza de algo.

Apenas acenei com a cabeça, passando as mãos pela cabeça, pensando seriamente em ir até lá e derrubar as portas a ponta a pés e tirar meu irmão de lá. Porra, esperar até amanhã seria uma tortura para mim. Mas eu sabia que ela estava certa. Ela sempre estava... Até mesmo porque, não é como se Aaron filho da puta Carpenter fosse nos deixar entrar pra colher amostras de Shawn.

Então... De mãos atadas e com muita dor no coração, eu iria esperar. E torcer para meu irmão sobreviver até amanhã.

Camreon's Point Of View

Casa Cabello – Jauregui 01h47

Cam – Shawn!!!! Fala comigo!!! O que houve??? – Comecei a entrar em desespero. Respirei fundo, tentando me acalmar. Saí do carro e fui para a porta do motorista, o carreguei e coloquei com cuidado no bando de trás. Rapidamente assumi o volante e abri um portal para a garagem do alojamento à alguns metros de distância. Acelerei de encontro ao portal e em poucos minutos já estávamos no laboratório. Assim que adentrei o estabelecimento com Shawn nas minhas costas, Nash correu até nós, perguntando o que havia acontecido. Apenas o ignorei e segui com o meu amor em direção à maca mais próxima.

Nash – Explica o que está havendo Cameron! – Gritou

Cam –Cala a porra da sua boca que te dar satisfação é a última coisa que me importa agora. – Rebati.

Nash – Você aparece aqui com meu namorado desmaiado, não fala nada e quer ter razão – Ele me empurrou.

Cam – Ex namorado! Você mesmo terminou com ele! – Devolvi o empurrão.

Johnny – As maricas querem parar de se estapear? Tem coisa mais importante acontecendo!

Eu não vi quando Johnny entrou e muito menos quando ele começou a examinar Shawn. Ele já havia colocado soros e morfina para aliviar a dor de Shawn, mas nada foi suficiente para fazê-lo acordar.

Carpenter – Basta! Sem brigas.

Paramos na hora e observei Aaron se aproximar de Shawn. Ele abriu a ficha de Mendes e começou suas anotações. Com curiosidade, vi o doutor inserir uma grossa seringa na nuca de Shawn, coletando um líquido amarelo viscoso. O que diabos? Após isso, ele coletou sangue, medula e saliva. Continuou apalpando a cabeça e abdomem do garoto desmaiado, fazendo anotações no tablete. Quando finalmente deu-se por satisfeito, tirou as luvas as jogando no lixo.

Ele finalmente se voltou para nós, mas ao invés de dizer o que estava acontecendo, ele nos expulsou de lá. Questionei, não ia deixar por isso mesmo! Shawn tinha agoniado na minha frente, foi horrível ver aquilo. Doeu em mim não ser capaz de ajuda-lo! Mas ele se limitou a dizer que daria as amostras para Thalita e eu devia me contentar com isso, ou minha entrada pra visitas seria proibida. Vi Nash dar um sorriso de deboche mas estava atordoado demais para brigar. Apenas dei as costas e saí de lá pisando firme. Sentindo a fúria tomar posse do meu corpo.

Aaron Carpenter Point Of View

Depois que os demais saíram do laboratório, aproveitei para chamar os outros. Precisava ordenar o treinamento das crianças. Não sei o que ocorreu na cabeça de Shawn e pelo jeio o mesmo iria ficar um tempo em coma. Era necessário eu me dedicar totalmente à ele, para avançar meus estudos.

Brandon – Chamou? – Ouvi a voz de uma das minhas marionetes. Todos já estavam aqui.

Carpenter – Shawn teve um colapso. Vai ficar em coma por um tempo. Eu ainda não sei a causa, precisarei de tempo para estuda-lo.

Ayla – E?

Carpenter – Dêem início ao treinamento das crianças.

R. – Mais trabalho. – Ele soltou um suspiro cansado e revirou os olhos. Decidi por bem ignorar. Não era hora para brigas ou sermões. Quanto antes eu descobrir o que houve com Shawn, mais cedo posso concertá-lo.


Notas Finais


parece que nem sempre o Aaron é o ursinho...

PLOST TWIST!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...