História A Simple Betting (Uma Simples Aposta) - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 20
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi,
Boa Leitura

Capítulo 30 - 30


Fanfic / Fanfiction A Simple Betting (Uma Simples Aposta) - Capítulo 30 - 30

(Elena)

-Pai?-disse após vê-lo sair do carro, minha cabeça dói e minha barriga também, Leon continua a me segurar em seus braços.

-Solte ela!-disse Louis e ele sorriu negando.

-Pai! Está tudo bem, não foi ele!-disse com a visão embaçada, mal o vejo apenas um borrão na minha frente.

-O que você está sentindo? O que houve aqui, filha...!-disse ele

-Eu estou tonta, só isso!-disse e olhei para Leon que também em olha nesse exato momento.

-Obrigada!-disse sorrindo

-Não tem o que agradecer, é o meu dever de pai proteger meus filhos e eu...!-disse ele sendo interrompido por meu pai que gritou com ele para que o mesmo me coloque dentro do carro.

-Obrigada, mesmo assim!-disse me ajeitando no assento do carro, vendo meu pai entrar e bater a porta com força.

-Posso?-disse para Camy e ela assentiu me deixando encostar a minha cabeça em seu colo.

-Eu estou bem! Só estou tonta!-disse fechando meus olhos e acabei por dormir dentro do carro.

Acordei no meu quarto vendo todos me olharem.

-O que foi?-disse

-Você está se sentindo melhor?-disse meu pai e sorri assentindo. A dor na minha barriga parou, pelo menos por agora.

-Estou!-disse

-Vocês poderiam me deixar a sós com ela?-disse meu pai e eles assentiram saindo (Camy, Willian, Richard e Ana).

-O que foi?-disse m sentando com a ajuda dele.

-É complicado, querida, mas acontece que... -disse ele pausadamente.

-pai, diz logo!-disse

-Ok, sua gravidez, ela, após o que ocorreu entre você, Leon e Diego meses atrás, a sua gravidez é de risco, filha!-disse ele e foi como se recebesse um choque? Gravidez de risco? Mas eu me sinto bem, eu estou bem, muito bem e eles também!

-Pai, eles ainda estão aqui dentro, não é?-disse tentando não chorar

-Sim, querida e estão bem, aparentemente, levamos você ao hospital e eles me disseram que você deveria ter cuidado, e que qualquer movimento improprio poderia prejudicar a saúde deles juntamente com a sua, filha, me desculpa, eu deveria ter te contado antes, mas eu vi você feliz pela primeira vez, então eu...!-disse ele

-Pai, está tudo bem, eu fui teimosa em não querer nenhum segurança, eu fui uma idiota, eu sou culpada por isso tudo e... -disse e ele me interrompeu com um abraço.

-Você não é culpada, a culpa é daquele desgraçado do Diego e o tal de Rafael, olha você não tem culpa de nada querida!-disse ele sorrindo e assenti

-Agora vou te deixar aqui para descansar mais um pouco! Eu vou ter que ir para outra cidade daqui à uma hora, Camy vai para o colégio, e Ana vai sair mais tarde, mas será rápido, ok? Volto o mais rápido que puder!-disse ele e assenti o abraçando e o vendo sorri saindo e fechando a porta.

-Que bom que estão bem, meus bebes, não sei o que faria com a minha vida caso perdesse vocês, mamãe ama muito vocês!-disse sorrindo e peguei meu celular vendo uma mensagem anônima.

“Oi, espero que esteja tudo bem com você e com os nossos filhos. Ass: L.M”. Sorri e lhe expliquei que estava tudo bem via mensagem, o vendo me responder seguidamente com um “que bom, descanse”. Sorrir novamente e lhe enviei um “pode deixar”, e acabei dormindo novamente.

(Leon)

-E então?-disse Melanie

-eles estão bem!-disse e ela pulou feliz

-Ah! Que bom!-disse ela aliviada sorri e assenti entrando em meu escritório.

-Te vejo mais tarde!-disse ela me dando um beijo no rosto e a vi correr para a porta.

Você continua linda, ainda mais com aquela barriga imensa, sorri e a vi me responder por mensagem “pode deixar”, sorri e desliguei meu celular.

-Eu ainda te amo tanto, como você conseguiu fazer isso comigo? Eu te amo tanto que não consigo pensar em outra coisa que não envolva você e os nossos filhos!-disse sorrindo e me sentei para assinar vários papeis pendentes. Acabei por dormi em cima dos papeis que agora estão babados, me levantei e fui tomar um banho, bem demorado e relaxado.

-Senhor? Charles está aqui para vê-lo disse Camila e bufei.

-Diga que da próxima vez que ele se atrever a vir aqui, ele vai levar um tiro no meio da cabeça!-disse e ela me olhou supressa.

-Ok, eu digo!-disse descendo as escadas o vendo na sala de visitas.

-O que faz aqui?-disse vendo seus seguranças o acobertarem, sorri e me sentei de frente para ele.

-Vim, ver como está você e Elena!-disse ele

-Você acha mesmo que não sou capaz de lhe matar?-disse serio o olhando sorrir

-Eu tenho certeza que pode fazer isso, mas antes eu queria saber, como você consegue se controlar com aquela mulher ao seu lado? Fiquei excitado durante a noite toda após tocá-la carinhosamente àquela noite!-disse ele me fazendo levantar e apontar minha arma para o mesmo e recebi duas armas apontadas para a minha cabeça ao mesmo tempo, ele riu e se levantou.

-Espero vê-la novamente e ver se ela aceita um novo pai para o seu filho!-disse ele se virando enquanto é escoltado.

-Alguns dos meus seguranças os seguiram até o portão com a arma em punhos.

-Desgraçado! Filho de uma puta!-gritei derrubando o que havia na mesa de centro.

-Se você tocar em um fio de cabelo dele, se considere morto!-disse baixo tentando me acalmar.

(Elena)

Acordei após Ana bater na porta para avisar que iria sair por meia hora, mas que tentaria voltar rápido sorri assentindo e a vi sair. Entrei no banheiro e tomei um banho demorado. Desci as escadas com cuidado, pois minha visão ficava turva de vez em quando enquanto descia.

-O que vamos comer?-disse após abria a geladeira e olha-la com cautela, peguei uma maçã e antes mesmo de levá-la para lavar, senti uma dor enorme tomar conta de mim, parece que estão arrancando meus filhos de dentro de mim, isso dói muito.

-Ai! Meu Deus!-disse tentando respirar calmamente sentindo a dor se intensificar cada vez mais. Camy! Preciso ligar pra ela. Já são 03h00min e ela já deve estar voltando.

-C-camy? Onde você está?-disse tentando conter minha vontade de gritar de tanta dor

-Eu estou perto de casa, por quê? Tá tudo bem? Você está bem?-disse ela rápido e com a voz preocupada.

-E-Eu acho que vou perdê-los, Camy!-disse tentando conter o choro

-Oque? Como assim? Se acalma, respira! Está sozinha?-disse ela

-Estou, Camy vem pra cá rápido!-disse e ela

-Calma, respirar, por favor, eu estou quase chegando, ai meu Deus! Calma!-disse ela com tom aflito na voz

-Camy, eu estou sangrando! Camy eu vu perde-los!-disse deixando as lágrimas tomarem conta de mim assim como a dor que me faz quer me contorcer e cair no chão. Me aproximei do balcão, suando de forma constante, vendo o sangue deslizar entre minhas pernas. Eu vou perdê-los...!

-Ellie! Ellie!-ouvi Camy gritar ao abrir a porta

-A-aqui!-tentei gritar ouvindo seus passos apressados para onde estou

-Ai Meu Deus! Quanto sangue!-disse ela

-Eu vou perdê-los, Camy!-disse e ela tentou segurar suas lagrimas

-Não, vem comigo, já chamei a ambulância! Vamos lá pra fora!-disse ela e assenti

-Ai!-exclamei sem conseguir movimentar um musculo.

-Acho que é ela! Espera ai!-disse ela e assenti a vendo correr para fora e comecei a ouvir a sirene da ambulância ecoar pela casa.

-Aqui! Cuidado com ela, por favor!-disse ela e dois médicos e uma medica me colocaram em uma maca.

-Vai ficar tudo bem! Eu vou ligar para o tio!-disse ela e assenti voltando a desmaiar novamente.


Notas Finais


Desculpe os erros <3
P.S:Uma nova fanfic de minha total autoria: https://spiritfanfics.com/historia/why-me-7156930 (obg pela atenção)
Xoxo
Ass: Mah <3
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...